1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Lançamentos 2017

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Calib, 2 Jan 2017.

  1. Vinícius Hidemi

    Vinícius Hidemi Usuário

    A Editora Sesi vai lançar, aproveitando o embalo do filme, os quadrinhos Valerian. Já tem até evento no facebook pro lançamento em Maio na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (São Paulo).
     
  2. Spartaco

    Spartaco Entre a genialidade e a loucura

    Para quem gosta história como eu e de ler sobre acontecimentos da Segunda Guerra Mundial, saiu no final de março o livro Ravensbruck - A História do Campo de Concentração Nazista Para Mulheres de Sarah Helm (Editora Record).

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


     
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. Mavericco

    Mavericco I am fire and air.

    pessoal tá malhando o judas na tradução do galindo pra (parte) das letras do dylan o_O
    fiquei até com curiosidade de dar uma olhada, mas 90 reais? fala sério.
     
  4. DiegoMP

    DiegoMP Usuário

    Eita, sério?
    Até então não tinha escutado nada, rolou comentário em algum lugar em específico?
     
  5. G.

    G. Ai, que preguiça!

    A questão toda é que ele traduziu mais com o objetivo de trazer a conhecimento do público leigo em inglês o conteúdo das letras dele, e menos a forma. Então ele traduziu sem se preocupar com a rima e a métrica, procurando trazer uma fluência e um entendimento mais imediato do que é dito, preservando, aí sim, as imagens criadas por Dylan. Num podcast recente da Cia. ele disse que esse não foi tanto um projeto dele, que ele tivesse um grande interesse, mas que a editora o incumbiu, e que ele não seguiu a sua escola de tradução Paulo Britto, algo que ele teria tido vontade de fazer se houvesse mais tempo, e que seria um projeto totalmente diferente. Disse também que muitas das letras traduziu sem nem ter ouvido a música. Ele se disse satisfeito com o trabalho final. Ah, e ele já até mandou o resto da tradução, das letras até hoje, pra editora.
    --- Mensagem Dupla Unificada, 10 Abr 2017, Data da Mensagem Original: 10 Abr 2017 ---

    A conversa toda ta aqui, e da pra ouvir algumas das letras, traduzidas:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 10 Abr 2017
    • Ótimo Ótimo x 2
  6. Spartaco

    Spartaco Entre a genialidade e a loucura

    Alguém sabe informar quais são os lançamentos da Editora Hedra para este ano?
     
  7. Mavericco

    Mavericco I am fire and air.

    Não foi nada de muito generalizado, mas opiniões aqui e ali. Ouvi dizer até que num post da Cia das Letras -- mas como desativei meu facebook, não pude ver. Não acho o projeto tradutório do Galindo um absurdo e acho até que considerando a praxe de traduções de letras de música, principalmente as amadoras, é comum que se traduza sem se preocupar com o esqueleto poético da coisa. Você conta nos dedos os letristas que já receberam um trabalho de tradução refinado, à maneira do Cole Porter que foi publicado numa edição que contava com traduções de gente do porte de Carlos Rennó, Augusto de Campos, Nelson Ascher e Caetano Veloso.
    --- Mensagem Dupla Unificada, 12 Abr 2017, Data da Mensagem Original: 12 Abr 2017 ---
    Mas é inevitável: um projeto tradutório de poesia que dê ênfase na "semântica", no "conteúdo" do texto, vamos dizer assim (é uma noção bem complicada), dificilmente vai ser bem recebido. A tradução brasileira de poesia se refinou demais. Depois da prática de gente como o Guilherme de Almeida, os irmãos Campos, o Carlos Alberto Nunes (em especial com Homero), o próprio Britto, os caras fazem uma microscopia avançada do texto e buscam cada vez mais reproduzir coisas que até então eram impensáveis -- por exemplo a estrutura exata do hexâmetro datílico em Homero. Eu também acho que é preciso dar uma desmistificada nisso, e que uma tradução "semântica" não é por definição inferior a uma tradução que privilegie a forma e tudo mais. É preciso considerar a prática de leitura. Quando as pessoas abrem livros com letras de música estrangeiras, não tem jeito, é preciso reconhecer: elas não estão nem aí pra estrutura poética daquilo, mesmo que seja um letrista de grosso calibre (e o próprio Dylan é um).
     
    • Ótimo Ótimo x 4
  8. G.

    G. Ai, que preguiça!

    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Spartaco

    Spartaco Entre a genialidade e a loucura

    • Ótimo Ótimo x 1
  10. Jacques Austerlitz

    Jacques Austerlitz (Rodrigo)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (Stanislaw Lem), pela Aleph
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (Frank Herbert), pela Aleph, em nova edição
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (João Guimarães Rosa), finalmente em capa dura pela Nova Fronteira
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (Philip Roth), depois de muito tempo de volta ao catálogo, agora pela Companhia de Bolso
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (José Roberto Walker), pela Companhia das Letras
     
    Última edição: 26 Abr 2017
    • Ótimo Ótimo x 3
  11. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    saindo pela Autêntica.

    (poesia homoerótica latina, edição bilíngue. tem dois poemas do Estácio traduzidos por um colega dos tempos da primeira graduação <3 )
     
  12. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Escolherem o título mais adequado à conversa atual, hehe
    Prevejo vendas muitas.
    --- Mensagem Dupla Unificada, 26 Abr 2017, Data da Mensagem Original: 26 Abr 2017 ---
    Esse Duna novo ficou lindao!! Obrigado (esqueci quem foi - o Diego?) que me avisou quando eu queria comprar que eles estavam para relançar em ed nova. Demorou mas chegou, hehe.

    Solaris tbm ficou lindo. Ansioso para ler, o filme do tarkovsky é muito :amor:
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  13. G.

    G. Ai, que preguiça!

    • Ótimo Ótimo x 3
    • Gostei! Gostei! x 3
  14. Mavericco

    Mavericco I am fire and air.

    Gente, mas que capa é essa? O livro é sobre o quê? Molho de tomate?
     
    • LOL LOL x 5
  15. G.

    G. Ai, que preguiça!

    O d'A mão esquerda é parecida, só que toda azul. Seguiram o mesmo padrão, inclusive da fonte, nesse.
    --- Mensagem Dupla Unificada, 1 Mai 2017, Data da Mensagem Original: 1 Mai 2017 ---
    Btw, a sinopse:

    Os Despossuídos, de Ursula K. Le Guin, é um romance de ficção científica ambientado no mesmo universo que A Mão Esquerda da Escuridão. O livro ganhou o prêmio Nebula de melhor romance em 1974, além do Hugo e do Locus em 1975. A obra lida com temas fundamentais a sua época, como o capitalismo, o comunismo russo e o anarquismo, além dos conceitos de individual e coletivo.



    O romance se passa em dois planetas-gêmeos: Uras e Anarres. O primeiro é um mundo dividido em vários estados e dominado pelos dois maiores, que obviamente são rivais. Numa alusão clara aos Estados Unidos (representados por A-Io) e à União Soviética (representada por Thu), um dos estados possui uma economia forte e uma sociedade patriarcal, enquanto o outro se posiciona como proletário e deseja imprimir seu modelo em todo o planeta. Além disso, há um terceiro país, Benbili, que, embora subdesenvolvido, é de extrema importância e se torna palco de uma revolução apoiada por Thu. Com medo de perder sua influência ali, A-Io invade o país, gerando uma guerra disfarçada entre os dois principais blocos.



    Já o planeta Anarres vive uma situação bem diferente: sua política anarquista, que representa uma terceira via à crise planetária de Urra, cria uma ilusão de sociedade perfeita. Tal ilusão só é quebrada quando um jovem e brilhante físico, Shevek, descobre a “Teoria da Simultaneidade”, que pode acabar com o isolamento do planeta, assim como favorecer as guerras de seu gêmeo.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  16. Spartaco

    Spartaco Entre a genialidade e a loucura

    Pra quem gosta de história, como eu, saiu este mês:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    • Gostei! Gostei! x 1
  17. Jacques Austerlitz

    Jacques Austerlitz (Rodrigo)

    • Ótimo Ótimo x 3
    • Gostei! Gostei! x 2
  18. G.

    G. Ai, que preguiça!

    ih, pensei que o leopardo ia sair pelo selo penguin.
    capa dura, curti.

    e é tradução do maurício santana dias <3
     
  19. Jacques Austerlitz

    Jacques Austerlitz (Rodrigo)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (Tolstói), saindo pela Companhia
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (Pynchon), também pela Companhia

    O arco-íris da gravidade será reeditado esse ano, de acordo com o Galindo.
    A edição da Companhia de O Leopardo vai sair pela TAG (livro de maio) antes de ser lançada no mercado, pelo que eu entendi. Espero que esteja disponível em junho.
     
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 1
  20. DiegoMP

    DiegoMP Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Os miseráveis, pela penguin-companhia.
    Tô achando que deve sair no estilo de Dom quixote, com box e tal, nas especificações tão falando em 1912 páginas.
     
    • Ótimo Ótimo x 4

Compartilhar