• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Lançamentos 2020

Ana Lovejoy

Administrador
Daniel Dago publicou no Plural a já famosa lista de possíveis lançamentos do mercado editorial. 396 livros para 2020 :uhu:

ALEPH
Agency – William Gibson

ALFAGUARA
Corpos Secos – Natalia Borges Polesso, Marcelo Ferroni, Luisa Geisler e Samir Machado

Obra Completa – João Cabral de Melo Neto

Discursos e Ensaios (titulo provisório) – João Cabral de Melo Neto

O Assassinato do Comendador Vol. 2 – Haruki Murakami (trad. Rita Kohl)


João Cabral de Melo Neto
ALTA BOOKS
The Healing Organization – Raj Sisodia

The Great Pretender – Susannah Cahalan

AYINE
Stranieri Residenti: Una Filosofia della Migrazione – Donatella Di Cesare (trad. Cezar Tridapalli)

Quinquilharias e Recordações: Biografia de Wisława Szymborska – Anna Bikont e Joanna Szczęsna (trad. Eneida Favre)

Livro de Resenhas – Wisława Szymborska

Non Possiamo Saperlo – Saggi 1973–1990 – Natalia Guinzburg (trad. Davi Pessoa)

O Bosque das Raposas Enforcadas – Arto Paasilinna (trad. Lilia e Pasi Loman)

La Langue de Trump – Bérengère Viennot

Antologia Poética – Ghalib

O Esplendor de São Petersburgo – Jan Brokken (trad. Flavio Quintale)

A Medida Heroica – Andrea Marcolongo (trad. Cezar Tridapalli)

Contra o Ódio – Carolin Emcke

Como Desejamos – Carolin Emcke

Mai Devi Domandarmi – Natalia Guinzburg (trad. Julia Scamparini)

Antídoto contra a Solidão – David Foster Wallace (trad. Caetano W. Galindo e Sara Grünhagen)


David Foster Wallace
Livro sobre Feminismo e Literatura – Juliana de Albuquerque

Why Liberalism Failed – Patrick J. Deneen (trad. Rogerio Galindo)

Labirinto Filosófico – Massimo Cacciari (trad. Flavio Quintale)

Obra Poética Completa – Zbigniew Herbert (trad. Piotr Kilanowski)

Inverno em Sokcho – Elisa Shua Dusapin

Homo Poeticus – Danilo Kiš (trad. Aleksandar Jovanovic)

Jardim, Cinzas – Danilo Kiš (trad. Aleksandar Jovanovic)

Antologia Poética – Jerzy Ficowski

From the Other Shore – Aleksandr Herzen

A Marca do Editor – Roberto Calasso

Instituições do Mundo Muçulmano – Giorgio Vercellin (trad. Pedro Fonseca)

Lições de Shakespeare – W.H. Auden (trad. Pedro Sette–Câmara)

O Ardor e o Sublime – Adam Zagajewski (trad. Eneida Favre)

O Campo dos Cisnes – Marina Tsvetaeva (trad. Flavio Quintale)

Hamletica – Massimo Cacciari (trad. Flavio Quintale)

ARQUIPÉLAGO
Kafka’s Last Trial – Benjamin Balint

AUTÊNTICA
Vocabulário Europeu das Filosofias – org. Luisa Buarque e Fernando Santoro

Crime e Castigo – Fiódor Dostoiévski


Fiódor Dostoiévski
Eneida, Bucólicas, Geórgicas, Apêndice e Centões – Virgílio (trads. João Carlos de Melo Mota (Eneida), Raimundo Carvalho (Bucólicas), Márcio Gouvêa Jr (Geórgicas, Apêndice, Centões)

Fortunes of Feminism – Nancy Fraser

O Púcaro Búlgaro – Campos de Carvalho

O Espantalho Inquieto – Campos de Carvalho (org. Noel Arantes)

Categorias do Impolítico – Roberto Esposito (trad. Davi Pessoa)

Polichinelo – Giorgio Agamben (trad. Davi Pessoa)

Recife/Sevilha – Conversas com João Cabral de Melo Neto

Nine Elms – Robert Bryndza

Patriotismo – Yukio Mishima (trad. Jefferson José Teixeira)

The Traitor – VS Alexander

BIBLIOTECA AZUL
Johnny Panic and the Bible of Dreams – Sylvia Plath (trad. Ana Guadalupe)

Lives of Girls and Women – Alice Munro

Wanting – Richard Flanagan

O Poder e a Glória – Graham Greene

O Tempo Deve Parar – Aldous Huxley

Obras Completas de Adolfo Bioy Casares (volume C)


Adolfo Bioy Casares
BOITEMPO
Ressentimento (reedição) – Maria Rita Kehl

CARAMBAIA
Man Möchte Manchmal Wimmern Wie ein Kind – Henrich Böll

O Sino e o Relógio: Uma Antologia do Conto Romântico Brasileiro (org. Hélio Guimarães)

Man Möchte Immer Weinen und Lachen in Einem – Victor Klemperer

As Mulheres Contam (org. Patrícia Freitas)

CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
O Homem Despertado – Indignação e Esperança – Mangabeira Unger

COMPANHIA DAS LETRAS
Biografia Marco Nanini – Mariana Filgueiras

Biografia Ney Matogrosso – Julio Maria

Biografia Villa–Lobos – Rodrigo Alzuguir

Rusty Brown – Chris Ware (trad. Caetano Galindo)


Marcel Proust
Em Busca do Tempo Perdido – Marcel Proust (vol. 1 trad Mário Sergio Conti; vol. 2 trad. Rosa Freire D’Aguiar)

O Nascimento da Tragédia – Nietzsche (trad. Paulo César de Souza)

Whose Story Is This? – Rebecca Solnit

Recollections of My Non–Existence – Rebecca Solnit

Tutti i Nostri Leri – Natalia Ginzburg

Le Voci della Sera – Natalia Ginzburg

As Pequenas Virtudes – Natalia Ginzburg (trad. Mauricio S. Dias, reedição Cosac Naify)

Samuel Wainer, o Homem Que Estava Lá – Karla Monteiro

The Devil You Know – Gwen Adshead

Tudo em Seu Lugar – Oliver Sacks

Contos Completos – Julio Cortazar

Roteiros de O Som ao Redor, Aquarius e Bacurau (sem título definido) – Kleber Mendonça Filho

Europa Central – William T. Vollmann (trad. Daniel Pellizzari)

O Fator Borges – Alan Pauls


Alan Pauls
O Passado – Alan Pauls (trad. Josely Vianna Baptista, reedição Cosac Naify)

A Vida Descalço – Alan Pauls (trad. Josely Vianna Baptista, reedição Cosac Naify)

Livro inédito de Alan Pauls

Bartleby e Companhia – Enrique Villa–Matas (trad. Josely Vianna Baptista, reedição Cosac Naify)

Berta Isla – Javier Marías

In Five Years – Rebecca Serle

Imperfect: The Power od Good Enough in the Age of Perfectionism – Thomas Curran

The Selection the Betrothed – Kiera Cass

The Push – Ashley Audrain

Broken Throne – Victoria Aveyard

Love Unknown: The Life and Worlds of Elizabeth Bishop – Thomas Travisano

The Reckoning Is Not Over Yet – Amós Oz

Minha Luta (Vol. 6) – Karl Ove Knausgård

Contos Completos – Thomas Mann

Mario e o Mágico – Thomas Mann


Thomas Mann
Tetralogia José e Seus Irmãos – Thomas Mann

Sua Alteza Real – Thomas Mann

Northanger Abbey – Jane Austen (trad. Paulo Henriques Britto)

Rei Lear – William Shakespeare (trad. José Francisco Botelho)

O Outono Idade Média – Johan Huizinga (trad. Francis Petra Janssen, reedição Cosac Naify)

La Universidad Desconocida – Roberto Bolaño (trad. Josely Vianna Baptista)

Flame – Leonard Cohen (trad. Caetano Galindo)

Teatro e Poesia – James Joyce (trad. Caetano Galindo)

O Perseguidor – Julio Cortázar/ versão ilustrada por José Muñoz, reedição Cosac Naify

Infância – Maksim Górki (trad. Rubens Figueiredo, reedição Cosac Naify)

Minhas Universidades – Maksim Górki (trad. Rubens Figueiredo, reedição Cosac Naify)

Noite de Verão – Lucia Berlin

Notes of a Native Son – James Baldwin

Poesia Completa (sem título definido) – Victor Heringer

Livro de Teju Cole (trad. Paulo Henriques Britto)

O Castiçal Florentino – Paulo Henriques Britto

Antologia da Poesia Queer (sem título definido) – org. Ricardo Domeneck (vários poetas e tradutores)

Menino Sem Passado – Silvano Santiago

O Fardo dos Bacharéis – Luiz Felipe Alencastro

O Lugar Mais Sombrio (3º Vol.) – Milton Hatoum

Meninos de Zinco – Svetlana Aleksiévitch (trad. Cecília Rosas)

A Barata – Ian McEwan (trad. Jorio Dauster)

Corpo: Um Guia para Usuários – Bill Bryson (trad. Cássio Arantes de Leite)

A Menininha do Hotel Metropol – Liudmila Petruchévskaia (trad. Cecília Rosas)

Mulherzinhas – Louisa May Alcott (trad. Julia Romeu)

Apátridas – Alejandro Chacoff

O Titereiro – Jostein Gaarder (trad. Leonardo Pinto)

La Invasión del Pueblo del Espiritu – Juan Pablo Villalobos


Juan Pablo Villalobos
DUBLINENSE
The Bride Price – Buchi Emecheta

The House of Mango Street – Sandra Cisneros

My Lovely Wife – Samantha Downing

Mask Off: Masculinity Redefined – JJ Bola

The Maps of Salt and Stars – Zeyn Joukhadar

Vamos Comprar um Poeta – Afonso Cruz

A Boneca de Kokoschka – Afonso Cruz

Nem Todas as Baleias Voam – Afonso Cruz

EDITORA 34
Escritos Corsários – Pier Paolo Pasolini (trad. Maria Betania Amoroso)

Ilíada – Homero (trad. Trajano Vieira)

Anna Kariênina – Lev Tolstói (trad. Irineu Franco Perpetuo)

Quanto Custa um Elefante? — Marcelo Mirisola

A Gaiola — José Revueltas (trad. Samuel Titan Jr)

Folhas de Capim – Walt Whitman (trad. Guilherme Gontijo Flores)


Anton Tchekhov
A Ilha de Sacalina — Anton Tchekhov (trad. Denise Sales)

Escritos da Casa Morta – Fiódor Dostoiévski (trad. Paulo Bezerra)

Anacreonte & Anacreônticas: Versos de Amor e Vinho (trad. Leonardo Antunes)

A escavação – Andrei Platônov (trad. Mario Ramos e Yulia Mikaelyan)

Djan — Andrei Platônov (trad. Rubens Figueiredo)

No Mundo Belo e Feroz — Andrei Platônov (trad. Mario Ramos)

Meninas – Liudmila Ulítskaia (trad. Irineu Franco Perpetuo)

Sanatório Sob o Signo da Clepsidra — Bruno Schulz (trad. Henryk Siewierski)

Rosa de Ninguém – Paul Celan (trad. Mauricio Cardozo)

Atemwende / Ar-reverso – Paul Celan (trad. Guilherme Gontijo Flores)

Autobiografia do Vermelho – Anne Carson (trad. Ismar Tirelli)

Violeta (novela) — Alberto Martins

Alma Corsária & Poemas do Rio — Claudia Roquette-Pinto

Ensaios — Anne Carson (trad. Sofia Nestrovski)

Autobiografia de Benjamin Franklin (trad. Cide Piquet)

Obra Completa de François Rabelais (trad. Guilherme Gontijo Flores)

Poesia em Risco – Viviana Bosi


Walt Whitman
As Bordas/Margens da Ficção — Jacques Rancière (trad. Fernando Scheibe)

A Mitologia dos Índios Chulupi — Pierre Clastres (trad. Ian Packer)

Revolução do Cinema Novo – Glauber Rocha

A Individuação à Luz das Noções de Forma e Informação – Gilbert Simondon (trad. Guilherme Ivo e Luis Eduardo Aragon)

Rubro Veio: o Imaginário da Restauração Pernambucana – Evaldo Cabral de Mello

Maquiavelianas — Sergio Cardoso

Figura – Erich Auerbach (trad. Leopoldo Waizbort e outros)

Rua de Mão Única — Walter Benjamin (trad. Rubens Rodrigues Torres Filho)

Experiência e Pobreza: Walter Benjamin em Ibiza — Vicente Valero (Daniel Lühmann)


Pier Paolo Pasolini
Petróleo – Pier Paolo Pasolini (trad. Davi Pessoa)

Malagueta, Perus e Bacanaço – João Antônio

Leão de Chácara – João Antônio

Teatro Legislativo — Augusto Boal

Vida de Dante — Giovanni Boccaccio (trad. Pedro Heise)

A Retórica — Brunetto Latini (trad. Emanuel França de Brito)

Animais do Mal – Roald Dahl (trad. Angélica Freitas e Marília Garcia)

Marta e a Bicicleta – Germano Zullo e Albertine

Marta no País dos Balões – Germano Zullo e Albertine

Marta e o Submarino – Germano Zullo e Albertine

O Retorno de Marta – Germano Zullo e Albertine

Quando Eu Era Pequeno — Haydé

As Férias de Milton — Haydé

ESTAÇÃO LIBERDADE
O Medo do Goleiro Diante do Pênalti – Peter Handke

Breve Carta para um Longo Adeus – Peter Handke

Falsos Movimentos – Peter Handke

Asas do Desejo – Peter Handke

Ensaio Sobre o Cansaço – Peter Handke

Ensaio Sobre a Calmaria – Peter Handke


Peter Handke
A Piscina – Yoko Ogawa

Diário de Gravidez – Yoko Ogawa

O Dormitório – Yoko Ogawa

Vida à Venda – Yukio Mishima

La Scopa di Don Abbondio – Luciano Canfora

Os Carregadores de Água – Atiq Rahimini

A Saga dos Intelectuais Franceses – François Dosse

Mulheres – Osamu Dazai (trad. Karen Kazue Kawana)

A Mulher das Dunas – Kobo Abe (trad. Ernesto Yoshida)

O Viajante – Natsume Soseki (trad. Fernando Garcia)

A ale Tarabas – Joseph Roth (trad. Karina Jannini)

O Bebedor – Hans Fallada (trad. Petê Rissati)

Meu Nome Seja Gantenbein – Max Frisch (trad. Carla Bessa)

Ensaio Sobre o Maníaco do Cogumelo – Peter Handke (trad. Augusto Rodrigues)

Malina – Ingeborg Bachmann (trad. Carla Bessa)

Medeia Vozes – Christa Wolf (trad. Carla Bessa)

Com Toda Franqueza – Richard Ford (trad. Juliana Lemos)

Divã Ocidento–Oriental – Goethe (trad. Daniel Martineschen)


Victor Hugo
Noventa e Três – Victor Hugo (trad. Mauro Pinheiro)

Claude Gueux e Outros Textos Sobre a Pena de Morte – Victor Hugo (trad. Dennys Silva Reis)

Natan, o Sábio – Lessing (trad. Saulo Krieger)

A Casa de Alegria – Edith Wharton (trad. Bruno Gambarotto)

Ilha dos Pinheiros – Marion Poschmann

Depois de Piketty – Thomas Piketty, Paul Krugman, Roberto Solow e Michael Spencegria – Charles Pépin (trad. Mauro Pinheiro)

EDUSP
Livro de Catulo (trad. João Angelo Oliva Neto)

FARO
Porque Não Podemos Esperar – Martin Luther King

GLOBO
Livro sobre João de Deus ainda sem título – Cristina Fibe

GRUA
Quem Tem Medo de Virginia Woolf? – Edward Albee


Edward Albee
Três Mulheres Altas – Edward Albee

A Ponte Sobre o Drina – Ivo Andrić

HARPERCOLLINS
Back – Tiger Woods

Caso Evandro – Ivan Mizanzuk

Caça Talentos – Arnaldo Bloch

The Radio Operator – Ulla Lenze

Pão de Açúcar – Afonso Reis Cabral

Alegría – Manuel Vilas

Somos Todos Canalhas – Clóvis Barros Filho e Júlio Pompeu (pref. Mario Sergio Cortella)

ILUMINURAS
Cem Contos Ilustrados – Dirce Waltrick do Amarante

INTRÍNSECA
The Water Dancer – Ta-Nehisi Coates

Capital e Ideologia – Thomas Piketty

Know My Name – Chanel Miller

Age of Vice – Deepti Kapoor

The Lamplighters – Emma Stonex

American Dirt – Jeanine Cummins

Shine – Jessica Jung

La Perra – Pilar Quintana

White Bird – RJ Palacio

A Vida Mentirosa dos Adultos – Elena Ferrante

KALINKA
A Cidade N – Leonid Dobýtchin (trad. Moissei Mountian)

L&PM
Bury My Heart at Wounded Knee – Dee Brown

MALÊ
Antologia Contos Inspirados em Orixás do Candomblé – Conceição Evaristo, Marcelino Freire, Fabiana Cozza, entre outros (org. Marcelo Moutinho)

MARTELO
A Vida É Boooa – Remco Campert (trad. Daniel Dago)

Eva – Carry van Bruggen (trad. Daniel Dago)

À Espera da Bênção – Herman Heijermans (trad. Daniel Dago)

MOINHOS
Animales Domésticos – Alejandra Costamagna

Sistema del Tacto – Alejandra Costamagna

Formas de Ler – Teresa Cristina

Os Blues Que Não Dançamos – Franck Santos

Ellias Portu – Grazia Deledda

Caderno de Entimologia – Humberto Ballesteros

O Silêncio Daqueles Que Vencem as Guerras – Marco Severo

Mulher ao Mar Brasil – Margarida Valle do Gato

Temporário – Laís Romero

Kramp – María José Ferrada

O Outro Lado da Pauta – Paula Jacob

Pouso – Ágnes Souza

Cesto de Trenzas – Natália Litninova

Sara Luna – Tom Maver

Os Cristais de Sal – Cristina Bendak

Simão sem Medo – Miguel Granja

Fatal error – Michel de Oliveira

Alma e Frio – Cesar Kiraly

MORRO BRANCO
Alamut – Vladimir Bartol

Soon You’ll Be Sleeping: One Year of Good Night – Haddy Njie

The Day You Begin – Jacqueline Woodson

Good Morning, Midnight – Lily Brooks–Dalton

Foundryside – Robert Jackson Bennett

The Sciene of Breakable Things – Tae Keller

MUNDARÉU
Não Aceite Balas de Estranhos – Andrea Jeftanovic

Temporada de Huracanes – Fernanda Melchor

Ikigai: A Arte Japonesa de Uma Vida Significativa – Yukari Mitsuhashi

Confissões de um Assassino – Contadas em uma Noite – Joseph Roth

Todos os Caminhos estão Abertos – Annemarie Schwarzenbach

A Vida de Tolstói – Romain Rolland

NÓS
Outra Babilônia – Igiaba Scego

NOVO SÉCULO
Primavera em Chernobyl – Emmanuel Lepage

Cabeça de Alho – Renato da Fonseca

Considerações Extemporâneas – Friedrich Nietzsche

OBJETIVA
Um Gênio Muito Estável – Carol Leonnig e Philip Rucker

PAPÉIS SELVAGENS
Na Pausa – Diego Meret

A Confissão – César Aira

Caminhando com Robert Walser – Carl Seelig

Glossário de Derrida (Supervisão de Silviano Santiago)


César Aira
PARALELA
44 Chapters About 4 Men – B.B. Easton

PASAVENTO
O Revolucionário do Tesão – Paulo Moraes

PLANETA
Hannah Arendt, Uma Biografia Intelectual – Thomas Meyer

Solitude & Company – Silvana Paternostro

Última Parada: Auschwitz – Eddy de Wind (trad. Mariângela Guimarães)

Liberation – Darby Kealey

A Regente – Maria Peters

Ninth House – Leigh Bardugo

The Patient – Jasper DeWitt

That Will Never Work – Marc Randolph

PONTO EDITA
Desvio – Juan Francisco Moretti

RÁDIO LONDRES
Marcas de Nascença – Arnon Grunberg (trad. Mariângela Guimarães)

Hard to be God – Arkady e Boris Strugatsky

Hello America – J.G. Ballard

O Imitador de Homens – Walter Tevis

Adeus Fantasmas – Nadia Terranova

Milkman – Anna Burns

O Refugiado – Arnon Grunberg (trad. Mariângela Guimarães)

Super–Cannes – J.G. Ballard

Artigo 353 do Código Penal – Tanguy Viel

A Livraria na Rue Charras – Kaouther Adimi

High–Rise – J.G. Ballard

Preparação para a Próxima Vida – Atticus Lish

The Queen’s Gambit – Walter Tevis

RAFAEL COPETTI EDITORA
Exame de Consciência de um Literato (Edição bilíngue) – Renato Serra (Trad. Andréia Guerini e Andréia Riconi)

A Poesia de Mallarmé: Retraduções Brasileiras – Álvaro Faleiros

Vida Simultânea Futurista: Manifestos do Segundo Futurismo Italiano (org. Vanessa Bortulucce)

O Corpo da Imagem. A Imagem do Corpo – Emmanuel Alloa (trad. Helano Ribeiro)

Minha Pequena Irlanda (Edição bilíngue) – Dirce Waltrick do Amarante

O Gótico em Literatura, Artes e Mídia (org. Daniel Serravale de Sá)

Um Conto de Fadas Mexicano e Outras Histórias – de Leonora Carrington (org. e trad. Dirce Wlatrick do Amarante e Nora M.Basurto Santos)

RECORD
Alexandre de Gusmão (1695–1753) – Synesio Sampaio Goes Filho (prefácio de Rubens Ricupero)

Rua de Dentro – Marcelo Moutinho

Knife – Jo Nesbo

The Paris Library – Janet Skeslien Charles

Marielle e Monica: O Amor É Inimigo do Fim (título provisório) – Monica Benicio

REFORMATÓRIO
Travessias – Suzana Montoro

Velhos – Alê Motta

Além do Rio dos Sinos – Menalton Braff

O Evangelho Segundo Madalena – Marcelo Pagliosa

Eu Que Não Amo Ninguém – Franklin Carvalho

RELICÁRIO
O Que É Arte? – Arthur Danto (trad. de Debora Pazetto e Rachel Costa)

Sob o Risco do Gênero: Por Um Cinema com Mulheres – Carla Maia

Confiscação: Das Palavras, das Imagens e do Tempo – Marie José-Mondzain (trad. de Pedro Corgozinho)

Nós Somos Muitas: Crise, Cultura e Esperança – Pedro Meira

O Espaço das Palavras – de Mallarmé à Broodthears – Jacques Rancière (trad. Eduardo Jorge e Marcela Vieira)

Extração da Pedra da Loucura – Alejandra Pizarnik (Trad. Davis Diniz)

O Inferno Musical – Alejandra Pizarnik (trad. Davis Diniz)

A Invenção da Viagem: A História dos Relatos Que Contam o Mundo – Juliana González-Rivera (trad. Michelle Strzoda)

Sobre o Mar Guardado, as Meias Alugadas e Dona Manteiga – Aglaja Veteranyi (trad. Fabiana Macchi)

O Ausente – Edimilson de Almeida Pereira

Eu Mesma, Também Eu Danço – Hannah Arendt (trad. Daniel Arelli)


Hannah Arendt
Las Sinsombrero – Tania Balló

E Por Olhar Tudo, Nada Via – Margo Glantz (trad. Paloma Vidal)

A Irmã Menor: Um Retrato de Silvina Ocampo – Mariana Enriquez (trad. de Mariana Sanchez)

Eisejuaz – Sara Gallardo (trad. de Mariana Sanchez)

O Corpo da Linha – Edith Derdyk

A Paisagem Correta – Amir Or (trad. e organização Moacir Amâncio)


Mariana Enriquez
ROCCO
Todas as Cartas – Clarice Lispector

Eu Sou Uma Pergunta (reedição muito ampliada) – Teresa Montero

SEXTANTE
Small Gases, Big Effect: The Climate Chance – David Nelles e Christian Serrer

SUMA DE LIVROS
Like Clockwork – Suiter Clarke

TODAVIA

F. Scott Fitzgerald
As Histórias de Pat Hobby – F. Scott Fitzgerald (trad. José Geraldo Couto)

O Homem Que Aprendeu o Brasil: A Vida de Paulo Rónai – Ana Cecilia Impellizieri Martins

O Romance de Formação – Franco Moretti (trad. Natasha Belfort Palmeira)

O Tempo Adiado: E Outros Poemas – Ingeborg Bachmann (trad. Claudia Cavalcanti)

Sistema Nervoso – Lina Meruane (trad. Sérgio Molina)

O Retalho – Philippe Lançon (trad. Julia da Rosa Simões)

Palavrear – Ricardo Aleixo

Biografia Millôr Fernandes – Paulo Roberto Pires

Biografia Cartola – Luiz Fernando Vianna

Biografia Euclides da Cunha – Luís Cláudio Villafañe G. Santos

Diário e Caderno de Viagens de Kafka (trad. Sérgio Tellaroli)

Raise High the Roof Beam, Carpenters and Seymour: An Introduction – J.D. Salinger (trad. Caetano Galindo)


J.D. Salinger
The Only Plane in the Sky – Garrett M. Graff

Viagens – Olga Torkaczuk

Capitalismo, Alone – de Branko Milanovic

Romance Ainda sem título de Tatiana Salem Levy

Diderot e a Arte de Pensar Livremente – Andrew S. Curran

The Others – James Bridle

Trick Mirror – Jia Tolentino

Segredos – Domenico Starnone

Peter Camenzind – Hermann Hesse

Rosshalde – Hermann Hesse

Knulp – Hermann Hesse

Narcissus e Goldmund – Hermann Hesse

Transit – Rachel Cusk

Kudos – Rachel Cusk

Catch and Kill – Ronan Farrow

War and Peace – Ronan Farrow

Human Acts – Han Kang

Biografia Beethoven – Edward Rothstein

Livro sobre a maconha (sem título definido) – Denis Russo

Kafka: Os Anos Decisivos – Reiner Stach

Tribunal dos Solistas – Conrado Hübner Mendes

O Caminho do Mundo – Franco Moretti

Final Fantasy – James Duesterberg

A Short History of the Second World War – Ralf Georg Reuth

The Right to Sex – Amia Srinivasan

Why Times Flies: A Mostly Scientific Investigation – Alan Burdick

A Tortura – Henri Alleg (trad. Samuel Titan Jr)

TORDESILHAS
Frida Kahlo and the Colors of Life – Caroline Bernard

TUSQUETS
Meus Documentos – Alejandro Zambra (trad. Miguel del Castillo, reedição Cosac Naify)

Não Ler – Alejandro Zambra


Alejandro Zambra
UBU
A Vida É Sonho e Outras Histórias para Pensar – Otávio Frias Filho

VALENTINA
O Dia em Que Você Chegou – Nana Pauvolih

VERUS
Recipe for a Perfect Wife – Karma Brown

VESTÍGIO
O Naufrágio das Civilizações – Amin Maalouf

VOZES
Breve Tratado de Deus, do Homem e Seu Bem-Estar – Spinoza (trad. Flavio Quintale)


Spinoza
WMF MARTINS FONTES
What You Do Is Who You Are – Ben Horowitz

ZAHAR
Good Economics for Hard Times – Abhijit Banerjee e Esther Duflo

Poor Economics – Abhijit Banerjee e Esther Duflo

In Praise of Literature – Zygmunt Bauman

Prisioneiros da Geografia – Tim Marshall

Un Apartamento en Urano – Paul B. Preciado

The Wall in the Middle of the Book – Jon Agee

Life On Mars – Jon Agee

ZAZIE EDIÇÕES
O Congresso de Literatura – Sandra Contreras, Raúl Antelo, Victor da Rosa e Karl Erik Schøllhammer (org, Victor da Rosa e Laura Erber)

Da Amizade, um Pensamento Que se Excede – Federico Nicolao

Da Beleza do Gesto Pré-Histórico – Sophie A. de Beaune

Um Livro Perigoso – Lionel Ruffel

Transparência, um Conceito Mágico da Modernidade – Emmanuel Alloa

Arte e Estado na Romênia – Caterina Preda

À Escuta dos Pés – Caminhada e Dança em Notícias de América – Beatriz Galhardo

As Greves Durante o Início do Período Soviético (1922 – 1932): da Militância à Passividade – Kevin Murphy

A Tarefa do Tradutor (de Poesia) – Ezequiel Zaidenwerg

Junho de 2013 na Formação de um Estudante de Artes Visuais – Frederico Ravioli

Imagens de Crianças: Modos de Olhar – Renan Ji

Boris Groys – Ensaios Selecionados (org. Ana Bernstein e Laura Erber)

ZOUK
Fada – Dyonélio Machado

Ele vem do Fundão – Dyonélio Machado

Poemas escolhidos – Lord Byron

Coletânea de novelas eróticas italianas

Ciência e Politica – Duas vocações – Max Weber


***************************

Para quem lê em inglês, a EW fez lista dos 50 lançamentos mais esperados lá na gringa >> https://ew.com/books/the-50-most-anticipated-books-of-2020/?slide=6580958
 

Béla van Tesma

Blood-sucker
Eu estava vindo publicar isto agora mesmo... :dente:
Thanx.
Achei frustrante que só tenha um título já previsto e anunciado pela Aleph.
E interessante que a Estação Liberdade vai investir pesado no Peter Handke.

Mas as coisas que mais me chamaram a atenção, pessoalmente:
Obra Completa – João Cabral de Melo Neto (Alfaguara)
A Marca do Editor – Roberto Calasso (Ayiné)**
Eneida, Bucólicas, Geórgicas, Apêndice e Centões – Virgílio (......) (Autêntica)
Contos Completos – Julio Cortazar (Cia. Letras)
Contos Completos – Thomas Mann (Cia. Letras)
Ilíada – Homero (trad. Trajano Vieira) (Ed. 34)
Anacreonte & Anacreônticas: Versos de Amor e Vinho (trad. Leonardo Antunes) (Ed. 34)
Livro de Catulo (trad. João Angelo Oliva Neto) (Edusp)
O Romance de Formação – Franco Moretti (trad. Natasha Belfort Palmeira) (Todavia)


Isso, claro, vendo só pelo título/autor, e me tentando manter o foco das leituras pra não me dispersar demais.
Mas sempre é possível que ao longo do ano eu me interesse por outras coisas, até porque sairão bem mais que esses aí. ^^



**Na verdade, tenho observado há tempos, com grande interesse, quase todo o catálogo da Ayiné, que traz livros não apenas lindinhos com capas instigantes, mas também uma gama diversificada de temas de meu interesse, se não imediato, que ao menos orbitam ali por perto rs..... Mas não me aventurei a comprar nada ainda, em razão do alto preço.
 

Spartaco

250 anos do nascimento
Como bem disse @Béla van Tesma, é estranho só ter um título previsto da editora Aleph. Até onde eu sei, esta editora iria lançar várias obras de Philip K. Dick neste ano.
 

Béla van Tesma

Blood-sucker
É estranho mesmo. Digo: o Dago faz um pente-fino bem completinho.
Se essa informação aí em algum momento foi mesmo veiculada na web, ele teria pescado...
Seja como for, é claro que a Aleph (e principalmente a Record) lançará muito mais que isso; só ficamos na expectativa de saber o quê.
 

Spartaco

250 anos do nascimento
É estranho mesmo. Digo: o Dago faz um pente-fino bem completinho.
Se essa informação aí em algum momento foi mesmo veiculada na web, ele teria pescado...
Seja como for, é claro que a Aleph (e principalmente a Record) lançará muito mais que isso; só ficamos na expectativa de saber o quê.

A uma indagação minha, a editora Aleph encaminhou mensagem respondendo que só no final de dezembro irá divulgar os lançamentos para 2020.

É aguardar para ver.
 

Ana Lovejoy

Administrador
A lista não deve ser definitiva. Provavelmente vai ter mais coisas.

exatamente. pode ter mais coisas, e pode acontecer de muito do que está aí nem ser publicado em 2020, por isso fiz questão de dizer no post que eram possíveis lançamentos. nada garante que todos os livros da lista serão publicados. a aleph, por exemplo, anunciou o nós do yevgeny zamyatin nessas listas de prováveis lançamentos por uns dois anos antes de finalmente publicá-lo em 2017.
 

Giuseppe

Eternamente Humano
Sim, foi exatamente por causa do "possíveis" que eu pensei que provavelmente a lista é provisória; quer dizer, ao menos uma parte dela, pois imagino que a maioria dos lançamentos serão mesmo esses aí.
 

Molly Bloom

Usuário
Sensacional. Esses dias mesmo estava buscando a obra completa do João Cabral de Melo Neto. :grinlove:
** Posts duplicados combinados **
Sensacional. Esses dias mesmo estava buscando a obra completa do João Cabral de Melo Neto. :grinlove:
 

Spartaco

250 anos do nascimento
A editora Intrínsica está lançando este mês o livro M, o filho do século que conta em trama eletrizante a história de Mussolini e sua ascensão de agitador político a líder do fascismo sob a perspectiva do ditador e de seus íntimos, durante o período de 1919 até 1925. Valendo-se de vasta base documental, Antonio Scurati traz uma narrativa totalmente calcada na realidade, porém elaborada com os recursos que fazem com que o leitor entre na mente dos grandes personagens da ascensão do fascismo, compreenda todo o clima da época e assista a tudo como se lá estivesse.

Com mais de 250 mil exemplares vendidos na Itália, M, o filho do século foi laureado com o Prêmio Strega, o mais importante da literatura italiana.
 
  • Curtir
Reactions: fcm

Loveless

Well-Known Member
Usuário Premium
“Naquela manhã, Jim Sams, inteligente mas de forma alguma profundo, acordou de um sonho inquieto e se viu transformado numa criatura gigantesca.”

À primeira vista, a frase de abertura de "A barata" não passa de um tributo à mais famosa obra de Franz Kafka, "A metamorfose": da noite para o dia, um inseto assume a forma humana e se vê ocupando o cargo de primeiro-ministro da Grã-Bretanha. Sua missão como premier é cumprir a vontade do povo, expressa na aprovação da Lei do Reversalismo, que pretende remodelar o funcionamento da economia —— as pessoas pagarão para trabalhar e ganharão dinheiro por consumir. Além de radical, a medida criaria uma enorme complicação na relação do Reino Unido com os demais países. Mas nada poderá deter o primeiro-ministro —— nem a oposição, nem os dissidentes de seu próprio partido, nem mesmo as regras da democracia parlamentar.

Trata-se, é claro, de uma engenhosa metáfora para o Brexit e a ascensão de populismos de direita por todo canto. Com sua inteligência e humor inigualáveis, Ian McEwan dá tratamento literário à experiência contemporânea de um mundo virado do avesso.

Em breve nas livrarias de todo país. Já em pré-venda: https://amzn.to/2RLA3a8


(Do facebook da Companhia das Letras)
 

Ana Lovejoy

Administrador
li ano passado. é bom porque é mcewan, mas é o mais fraquinho dele que li nos últimos tempos. ele se perde totalmente na metáfora, começa funcionando bem, mas depois não faz o menor sentido. mas é curtinho, dá para ler em uma tarde, então pelo menos não fica a sensação de tempo perdido (como aquele novo do chico buarque que a companhia também vendeu como 'retrato dos tempos atuais' mas que aiaiaia, que livrinho decepcionante).
 

Mavericco

I am fire and air.
Tem muita coisa boa pra sair, hein? Me interessei no Virgílio da Autêntica (os tradutores são ótimos), na Antologia de Poesia Queer organizada pelo Domeneck e na Ilíada, nos Ensaios da Carson e no Folhas de Capim, todos pela 34. Agora comprar acho que não vou comprar nenhum deles. Orçamento apertadinho, apertadinho...
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Obra Completa – João Cabral de Melo Neto
Discursos e Ensaios (titulo provisório) – João Cabral de Melo Neto

É claro que eu não terei como comprar mais do que um ou dois dos livros que me interessaram profundamente. Mas se eu pudesse escolher, compraria esses. João Cabral é meu poeta (mesmo que ele não gostasse de ser chamado assim) preferido.

Antídoto contra a Solidão – David Foster Wallace (trad. Caetano W. Galindo e Sara Grünhagen)
Fiquei curiosa.

Obras Completas de Adolfo Bioy Casares (volume C)
Bioy Casares é amor!

Contos Completos – Julio Cortazar
AMO, AMO, AMO, IDOLATRO O CORTÁZAR!

Berta Isla – Javier Marías
Já saiu, né? Mas não tive como comprar (o que é uma pena, porque eu adoro Javier Marías). Quarentena deixou as finanças ainda mais complicadas.

O Espaço das Palavras – de Mallarmé à Broodthears – Jacques Rancière (trad. Eduardo Jorge e Marcela Vieira)

Fiquei muito interessada. Tenho certeza de que é coisa boa.

Não Ler – Alejandro Zambra

Eu amei Bonsai (presente que ganhei da Anica :grinlove:), mas foi só o que li dele. (Ah, sim, tem uma entrevista dele que eu me lembro de ter adorado também).
 

Spartaco

250 anos do nascimento
Hilary Mantel - Trilogia Wolf Hall.jpg
A trilogia WOLF HALL, de autoria de Hilary Mantel, será publicada pela Editora Todavia a partir de setembro, com o lançamento do primeiro volume homônimo.

Trata-se de uma das séries históricas mais aclamadas dos últimos tempos. Essa trilogia narra a trajetória (ascensão e queda) de Thomas Cromwell, braço direito do rei Henrique VIII e personagem obscuro e crucial na história inglesa.

Tanto o primeiro volume, WOLF HALL quanto a sua sequência, TRAGAM OS CORPOS, são vencedores do Booker Prize, prêmio ao qual, neste ano, Hilary Mantel concorre pela terceira vez, com O ESPELHO E A LUZ, o último livro da trilogia, ainda inédito no Brasil.

A pré-venda do primeiro volume da série já está disponível pela Amazon. O segundo e o terceiro volume serão lançados em novembro de 2020 e março de 2021, respectivamente.

Tradução: Heloísa Mourão
 

Mercúcio

Usuário
O novo livro de Nélida Piñon está para sair: ‘Quero enfrentar a pandemia com a minha literatura’
Por Ancelmo Gois

08/08/2020 • 05:00

A querida Nélida Piñon, 83 anos, acaba de entregar à editora Record “Um dia chegarei a Sagres”, seu primeiro romance desde 2004. O livro começou a nascer em Lisboa, onde ela ficou por um ano trabalhando, pesquisando e viajando pelo país, “para ouvir o que as paisagens portuguesas me confidenciavam.” Agora, após oito versões do romance, atingindo um metro de altura de papel ofício, a Record o publica em outubro.

O editor Carlos Andreazza tentou convencê-la a deixar o livro para o ano que vem por causa da pandemia, que também afeta todo o mercado editorial. Mas Nélida reagiu. Disse que assumia o risco de lançar em tempos de trevas, sob a ameaça de encontrar um panorama adverso. “Importa-me provar que eu confio no fulgor da literatura brasileira, que tem sobrevivido a todos os embates. A arte viceja, não falece”, disse.
Maravilha.

1597849859245.png
Nélida Piñon | Marcos Ramos

Link
 

Loveless

Well-Known Member
Usuário Premium
Matéria bem interessante sobre o mercado literário durante a pandemia e sobre como esse mesmo mercado está projetado daqui para frente:


Editoras retomam megalançamentos com lives e turnês virtuais

Com pandemia, investimento online vai do novo livro de Dan Brown a autobiografia da Xuxa

Bolívar Torres

Livros abertos: novas apostas chegam ao mercado Foto: Agência O Globo
L

Com leitores ainda receosos de flanar pelas livrarias em busca de novidades, e eventos literários presenciais sem data para voltar, autores e editoras estão apostando em novas estratégias de marketing para chegar ao público. E elas vêm salvando o mercado até aqui. O crescimento das vendas on-line e a boa recepção do público para eventos virtuais foram suficientes para convencer as editoras a retomarem os megalançamentos durante a pandemia. Em setembro, chegam ao mercado títulos de autores best-sellers como Dan Brown, Ken Follett, Yuval Harari e Elena Ferrante, além de apostas como as memórias de Xuxa Meneghel.

Dan Brown, por exemplo, tinha um plano bem definido para a divulgação de seu primeiro livro infantil, “Sinfonia dos animais”, que estará nas livrarias físicas e virtuais de vários países na próxima terça-feira. O autor compôs uma música para cada personagem da obra (cujo protagonista é um rato-maestro), que seriam executadas por orquestras em diferentes cantos do mundo, da Argentina à Nova Zelândia. Mas veio o surto de Covid-19 e, com ele, as limitações para viagens e aglomerações. A maioria das apresentações foi adiada — por enquanto estão confirmados apenas um concerto em Zagreb (Croácia) e outro em Portsmouth (EUA). O público será reduzido, o número de músicos também.

Por outro lado, Brown compensou a distância com aparições on-line. Em maio, ele surgiu em uma live no canal da Arqueiro, que o edita no Brasil. Falando especialmente para os fãs brasileiros, apresentou sua biblioteca, falou sobre o novo livro e revelou até uma passagem secreta em sua casa. O vídeo teve já teve mais de 50 mil visualizações.

Ken Follett, famoso por convidar jornalistas para turnês em castelos europeus, também buscou soluções criativas para contornar a ausência de encontros presenciais. No próximo dia 2, ele vai anunciar uma parceria com dois museus para uma experiência imersiva na história de seu novo romance, “O crepúsculo e a aurora”(com lançamento previsto para o dia 15, também pela Arqueiro), que mostra o embate ente galeses e vikings na Inglaterra no ano de 997 d.C. Ele guiará um passeio virtual entre tapeçarias antigas no Reading Museum e fará uma palestra no Jorvik Viking Centre sobre expedições vikings.

— Com o fechamento das livrarias, especialmente das grandes redes, as editoras perderam a possibilidade de expor na vitrine, e isso tem sido um desafio enorme — diz Marcos da Veiga Pereira, sócio-fundador da Sextante, da qual faz parte a Arqueiro, e presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL). — Mas os autores compreenderam a necessidade de mudar. Quando propus a live a Dan Brown e ele aceitou, fiquei até surpreso. É o tipo de coisa que ele talvez não fizesse se não fosse a pandemia.

Aumento de vendas

Em março, quando o coronavírus começou a se espalhar pelo país, as editoras (com poucas exceções) se retraíram, segurando os lançamentos e privilegiando os seus catálogos. Mas, após uma queda de 47% no valor de vendas em abril, o mercado editorial mostrou uma recuperação surpreendente. Em julho, houve um aumento do faturamento de 4,4% em relação ao mesmo mês em 2019. Um sinal seguro para as editoras tirarem os best-sellers do freezer.

— Houve uma cautela inicial porque o cenário era imponderável: não se sabia como o mercado ia reagir aos gargalos logísticos. Mas, aos poucos, o varejo on-line demonstrou resiliência e as editoras encontraram novas formas de divulgar os livros — conta Otávio Marques da Costa, publisher da Companhia das Letras.

A editora intensificou sua presença on-line com festivais como o Na Janela, que reuniu escritores em seu canal no YouTube. Entre as apostas da casa para setembro está “Um paciente chamado Brasil” (pelo selo Objetiva), no qual o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta conta os bastidores de sua passagem pelo cargo durante a pandemia.

Livros como “Xuxa Meneghel — Memórias” parecem talhados para eventos com autógrafos, selfies, beijinhos e muita aglomeração com os fãs. Em vez de adiar o título para o ano que vem, porém, a GloboLivros decidiu apostar na força das redes sociais e lançá-lo já este mês. Depois que o livro chegar às livrarias estão previstas lives com a apresentadora.

As redes também foram essenciais na estratégia da Intrínseca para “Sol da meia-noite”, aguardada volta da saga “Crepúsculo”. Mesmo sem poder arrastar os membros dos seus fã-clubes de Bella e Edward, o livro chegou aos mais vendidos somente com as vendas on-line em seu primeiro dia de lançamento, no início do mês.

A Galera Record montou operações bem-sucedidas para botar no mercado dois produtos especiais de Sarah J. Maas, uma de suas principais autoras de fantasia. O box de “Corte de espinhos e rosas” teve sua pré-venda divulgada em uma live (a primeira de Sarah para o público brasileiro) e esgotou logo nos primeiros dias. Para o lançamento da sua nova série, “Cidade da lua crescente”, a editora inovou: fez duas pré-vendas exclusivas, uma com a Amazon e uma com o Submarino. E cada uma com um brinde colecionável diferente.

— Com isso, a gente deu a possibilidade de os fãs escolherem por qual canal comprar e qual brinde é mais atraente — diz Rafaella Machado, do Grupo Record. — Por conta dessa campanha, esgotamos toda a tiragem em 24 horas, e agora vamos triplicar a prevista para a série. A gente pensava que as tiragens seriam menores agora, mas foi o contrário. Concentrou tudo no on-line.

Nem todo megalançamento, contudo, consegue sobreviver apenas com estratégias virtuais. Se é fácil vender nomes já familiares do público, o mesmo não acontece quando se trata de emplacar autores ainda desconhecidos. Aposta alta da Arqueiro lançada bem no início da pandemia, o thriller “Gaiola de ouro”, da sueca Camilla Läckberg, não vendeu o esperado. Segundo a editora, pesou a falta de destaque que as vitrines costumam dar. E também a serendipidade própria das lojas físicas, quando o leitor bate o olho naquele produto que ainda não sabia que queria.

Mudança de hábitos

Outro caso representativo é o segundo volume de “Escravidão”, de Laurentino Gomes. A GloboLivros postergou o livro para 2021, para aproveitar melhor o contato do autor com o público nas palestras realizadas em escolas e eventos em todo o Brasil, onde ele tira dúvidas e responde a perguntas. O tipo de interação que funciona melhor ao vivo do que nas redes sociais.

— A migração das vendas para o on-line foi ainda mais rápida do que esperamos, mas isso não significa que as turnês com autores e outros eventos presenciais vão desaparecer — observa Mauro Palermo, diretor da GloboLivros. — O que o mercado percebeu, e já havia percebido até antes da pandemia, é que nem todo livro precisa de evento.

Para Palermo, não há dúvidas: a pandemia vai consagrar a venda on-line. E a mudança nos hábitos de consumo pode ter vindo para ficar.

— Em 2019, os canais on-line representaram 42% do mercado —observa ele. — Minha previsão é que, já em 2021, representarão 70 por cento.

 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo