Amazon Aquire Direitos para uma Série de TV de “O Senhor dos Anéis”

Em sua busca com uma série de fantasia do calibre de Guerra dos Tronos, a Amazon fechou um acordo para adquirir os direitos globais para TV de O Senhor dos Anéis, baseado nos livros escritos por J. R. R. Tolkien, em um compromisso para várias temporadas. A série original será produzida pelo Amazon Studios em cooperação com o Tolkien Estate and Trust, HarperCollins e New Line Cinema, uma divisão da Warner Bros. Entertainment, a qual produziu a imensamente bem-sucedida trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis.

Baseada na Terra-média, a adaptação de TV irá explorar novas histórias precedendo A Sociedade do Anel de J. R. R. Tolkien. O acordo inclui ainda uma série colateral adicional. Já tratamos aqui na Valinor sobre o que uma obra deste tipo poderia conter, no artigo A Prequência de “O Senhor dos Anéis”

Detalhes do acordo não foram revelados mas espera-se que os valores superem de longe quaisquer outros acordos de séries de TV até agora.

 

O Tolkien Estate se aproximou da Amazon, Netflix e HBO oferecendo este projeto. Os custos dos direitos estariam na faixa de U$200 a U$250 milhões embora algumas fontes digam que o valor possa estar um pouco abaixo dos U$200 milhões. E isto é apenas para os direitos, sem contar quaisquer custos de desenvolvimento, talentos e produção, em uma proposta que muitos observadores da indústria chamaram de “insana”. É um pagamento que deve ser feito no escuro pois não há ainda nenhum conceito nem ideias criativas sobre a possível série. Em cima disso tudo o custo de uma série dessa magnitude deve ficar em U$100-U$150 milhões por temporada.

 

“O Senhor dos Anéis é um fenômeno cultural que capturou a imaginação de gerações de fãs através da literatura e da tela grande”, disse Sharon Tal Yguado, Chefe de Séries Roteirizadas da Amazon Studios. “Estamos honrados em trabalhar com o Tolkien Estate and Trust, HarperCollins e New Line nesta excitante colaboração para televisão e estamos excitados em levar os fãs de O Senhor dos Anéis em uma nova jornada épica na Terra-média”

 

“Estamos muito satisfeitos que a Amazon, com seu longo comprometimento com a literatura, seja a casa da primeira série de TV de O Senhor dos Anéis”, disse Matt Galsor, um representante do Tolkien Estate and Trust e da HarperCollins. “Sharon e o time da Amazon Studios tem ideias excepcionais sobre como trazer para a tela histórias previamente inexploradas baseadas nos escritos originais de J. R. R. Tolkien”

 

Dada a meta da Amazon em lançar uma grande série fantástica aos moldes de Guerra dos Tronos, a qual veio diretamente do chefe Jeff Bezos e dos profundos cofres da Amazon, a companhia era considerada o principal concorrente pela série de O Senhor dos Anéis. Bezzos está envolvido diretamente nos assuntos da divisão de entretenimento Amazon Studios após o expurgo de seus principais executivos, liderados por Roy Price, e vem mantendo reuniões e fazendo ligações a agentes nas últimas duas semanas.

 

O acordo de O Senhor dos Anéis ofusca alguns dos acordos recentes que a Amazon fez nos últimos anos – U$80 milhões por seis episódios da série Crisis in Six Scenes de Woody Allen, U$70 milhões por oito episódios da série The Romanoffs de Matt Weiner e U$160 milhões por duas temporadas da série de David O. Russel a qual foi cancelada após já ter consumido perto de U$40 milhões (estas duas últimas séries originalmente vinham da The Weinstein Co., a qual não tem mais envolvimento em The Romanoffs).

 

O Tolkien Estate e a HarperCollins lançaram um vultuoso processo em novembro de 2012 contra a Warner Bros, sua subsidiária New Line e a Middle-earth Enterprises – uma divisão da Saul Zaentz Co – alegando infração de direitos autorais e quebra de contrato sobre vídeo games, máquinas eletrônicas e outras mercadorias digitais.

 

Apesar do processo de U$80 milhões ter sido resolvido em julho, os dois lados continuaram distantes e o Tolkien Estate vendeu a série de TV por si mesma, não com a Warner Bros. TV, a qual teria sido o parceiro mais lógico. WBTV não será um estúdio na série de O Senhor dos Anéis, a qual será produzida pela Amazon Studios.

 

Fonte: http://deadline.com

Está envolvido com a obra de Tolkien desde 1999 – fundador da Calaquendi, fundador da Valinor, fundador do Conselho Branco (Sociedade Tolkien) e presidente por três mandatos. Participou da publicação em livro do Curso de Quenya e é autor do Modo Tengwar Português

3 thoughts on “Amazon Aquire Direitos para uma Série de TV de “O Senhor dos Anéis””

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *