Lista de Omissões em O Senhor dos Anéis – Apêndices

Os Apêndices de O Senhor dos Anéis foram revisados pela Força Tarefa de Revisão da Traduçao Valinor, e diversas discrepâncias foram encontradas, conforme listadas abaixo

  • Apêndice A – revisado pela Claurelin e pelo Deriel; alguns errinhos.
  • Apêndice B – revisado pela Claurelin; um erro e uma omissão.
  • Apêndice C – revisado pela Denise; algumas omissões.
  • Apêndice D – revisado pela Denise; uma omissão.
  • Apêndice E – revisado pela Claurelin; algumas omissões.
  • Apêndice F – revisado pela Denise; sem problemas.

Legenda para os números das páginas:
(MF94) – Edição de 1994.
(MFU01) – Edição única de 2001.
(MF00) – Edição separada de 2000.

Apêndice A – Anais de Reis e Governantes

revisado duplamente: Claurelin e Deriel; alguns erros e observações.

  • pg. 1096 (MFU01), 320 (MF00)(Esse erro não ocorre na (MF94))

No parágrafo em que fala-se da filiação de Lúthien (no parágrafo que começa por “Lúthien Tinúviel…”), o nome de Melian foi escrito com letra minúscula (melian).

  • pg. 1096 (MFU01), 465 (MF94), 320 (MF00)

No parágrafo em que se fala de Idril e Tuor, a última frase é: “Eärendil era filho deles”. Mas no original, está “Eärendil THE MARINER was their son”. Ou seja, faltou dizer que Eärendil era “O Marinheiro”.

  • pg. 1097 (MFU01), 467 (MF94), 321 (MF00)

Falando de Númenor e dos homens númenoreanos, no original temos:

“…they must remain mortal, since the Valar were NOT permitted to take from them the Gift of Men (or the DOOM of Men, as it was afterwards called).”

A tradução correta disso é: “…eles deviam permanecer mortais, uma vez que aos Valar NÃO ERA permitido tomar deles a Dádiva dos Homens (ou o DESTINO dos Homens, como foi posteriormente denominada).”

A tradução da MF, porém: “… eles deviam permanecer mortais, uma vez que aos Valar FOI permitido tomar deles a Dádiva dos Homens (ou a DESTRUIÇÃO dos Homens, como foi posteriormente denominada).”

Primeiro, os Valar não podiam tomar dos homens a dádiva deles, pois isso só Eru podia fazer. Na tradução publicada, entende-se que os Valar puderam fazer isso, o que é um erro tolkeniano sério. Depois, o Destino dos Homens é traduzido por Destruição, o que também constitui um erro.

  • pg. 1098 (MFU01), 468 (MF94), 322 (MF00)

Falando sobre os reis (no parágrafo iniciado por “Nos dias de Tar-Elendil…”), temos:

“O PRIMEIRO filho dela era Valandil, o primeiro dos senhores de Andúnië, na costa oeste, FAMOSO por sua amizade com os eldar.”

No original:

“Her son was Valandil, first of the Lords of Andúnië in the west of the land, renowned for THEIR friendship with the Eldar.”

Dois erros aqui: primeiro, no original não está escrito que Valandil foi o PRIMEIRO filho de Simarien; além disso, eram os senhores de Andúnië que eram famosos por sua amizade com os Eldar, e não apenas Valandil, como a tradução publicada dá a entender.

  • pg. 1098 (MFU01), 469 (MF94), 322 (MF00)

No parágrafo começando por “Os reis e seus seguidores…”, falando de Ar-Adûnakhôr, “Senhor do Oeste”, temos:

“Esse ato pareceu de mau agouro para os Fiéis pois até então esse título só fora concedido AOS VALAR, ou ao próprio ANTIGO REI.”

No original, no entanto, temos:

“…This seemed ill-omened to the Faithful, for hitherto they had given that title only to ONE OF THE VALAR, or to the ELDER KING himself.”

De acordo com o original, o título só fora concedido a UM DOS VALAR, não a todos eles. A tradução induz a erro. Além disso, a tradução “Antigo Rei” para “Elder King” não é a mais adequada. “Rei Mais Velho” ou “Rei Mais Antigo” seria melhor.

  • pg. 472 (MF94), 324 (MF00)

Na linhagem de Arthedain:

Tradução: Arvedui Último Rei + 1975.
Original: Arvedui Last-king + 1974.

Observação: aqui, aparentemente, o erro é no original, pois em outros livros em inglês a data encontrada foi 1975, então parece que esta data (1974) é um erro de uma das edições originais, corrigido depois.

  • pg. 1101 (MFU01), 474 (MF94), 325 (MF00)

Falando da linha de Regentes Governantes que começa com “Hallas 2605”, o nome de BEREGOND 2811 foi escrito BEREGON 2811.

  • pg. 1103 (MFU01), 477 (MF94), 327 (MF00)

Parágrafo que começa com “Conta-se que Angmar…”

“Conta-se que Angmar ficou por um tempo controlada pelo povo élfico vindo de Lindon, e também de Valfenda, pois Elrond trouxe ajuda vindo de Lórien pelas Montanhas. FOI NO TEMPO DELE que os Grados que moravam no Ângulo…”

No original:

“It is said that Angmar was for a time subdued by the Elvenfolk coming from Lindon; and from Rivendell, for Elrond brought help over the Mountains out of Lórien. IT WAS AT THIS TIME that the Stoors that had dwelt in the Angle…”

A tradução correta seria “Foi nesse tempo/nessa época”. O que é dito no original é que na época que Elrond trouxe ajuda das Montanhas, os Grados se mudaram, e não no tempo DE ELROND, como sugere a tradução.

  • pg. 1104 (MFU01), 478 (MF94), 328 (MF00)

Arvedui e seu encontro com os Homens das Neves:

“…Mas em parte por pena do rei esquálido (*), e em parte por temerem suas armas…”

Original:

“…But partly out of pity for the gaunt king AND HIS MEN, and partly out of fear of their weapons…”

Ou seja, faltou dizer que a pena dos Lossoth era também voltada aos homens do rei. O certo era: “Mas em parte por pena do rei esquálido E DE SEUS HOMENS, e em parte…”

  • pg. 1104 (MFU01), 478 (MF94), 328 (MF00)

No parágrafo:

“Quando Círdan ficou sabendo por intermédio de Aranarth, filho de Arvedui, sobre a fuga do rei para o norte, imediatamente ZARPOU para Forochel em sua procura.”

Essa tradução pode gerar enganos, pois logo depois esse navio naufraga, e ninguém sobrevive. Dá a entender, portanto, que Círdan morreu! No original, porém, temos:

“When Círdan heard from Aranarth son of Arvedui of the kings’s flight to the north, he at once SENT A SHIP to Forochel to seek for him”.

Ou seja: “Quando Círdan ficou sabendo por intermédio de Aranarth, filho de Arvedui, sobre a fuga do rei para o norte, imediatamente ENVIOU UM BARCO para Forochel em sua procura.”

  • pg. 1104 (MFU01), 479 (MF94), 328 (MF00)

Nota de rodapé 22 (MFU01) ou 1 (MF94): traduziram (ou digitaram errado) Felagund por FELAGUNGO.

  • pg. 480 (MF94), 329 (MF00)

Logo após o naufrágio de Arvedui:

“Passou muito tempo antes que os Homens das Neves tivessem notícia do naufrágio de Forochel.”

No original, temos:

“It was long afterwards that news of the shipwreck of Forochel was learned from the Snowmen.”

Tradução correta: “Passou muito tempo antes que se soubesse do naufrágio de Forochel pelos Homens das Neves”.

Ou seja, não foram os Homens da Neve que demoraram a saber do naufrágio, e sim suas notícias sobre o mesmo que demoraram a chegar aos Homens.

  • pg. 1106 (MFU01), 483 (MF94), 330 (MF00)

No final do parágrafo “Era motivo de orgulho…”, é dito que “Aragorn viveu até os cento e noventa anos”, quando, na verdade, de acordo com o original, ele viveu duzentos e dez.

  • pg. 1111 (MFU01), 490 (MF94), 335 (MF00)

Parágrafo que começa com “Quando o rei Telemnar morreu, AS �?RVORES BRANCAS de Minas Anor…”. No original é apenas THE WHITE TREE, ou seja A �?RVORE BRANCA, e não AS �?RVORES BRANCAS. Sem plural.

  • pg. 1113 (MFU01), 494 (MF94), 337 (MF00)

Mensagem de Eärnil a Arvedui:

Original: “…’but I do not forget the ROYALTY of Arnor…'”

Tradução certa: “…’mas não me esqueço da REALEZA de Arnor…'”

Tradução MF: “… ‘mas não me esqueço da LEALDADE de Arnor…'”

ROYALTY é REALEZA. LEALDADE em inglês é LOYALTY. O resto está correto.

  • pg. 1117 (MFU01), 501-2 (MF94), 341 (MF00)

No parágrafo que começa com “Nos dias de Túrin II…”, temos, bem no final:

Original: “With their aid TÚRIN won a victory at the Crossing of the Poros…”

Tradução da MF: “Com seu auxílio, GONDOR teve uma vitória no cruzamento dos Poros…”

Túrin foi substituído por Gondor.

  • pg. 1123 (MFU01), 512 (MF94), 347 (MF00)

História de Aragorn e Arwen. Elrond diz para Aragorn:

“Os dias estão escurecendo, e muito está por vir”

No original: “The days darken, and much EVIL is to come.”

Na verdade, Elrond foi mais específico, e disse que “muito MAL está por vir”, ou “muitas COISAS RUINS estão por vir”.

  • pg. 1126 (MFU01), 518 (MF94), 350 (MF00)

Ainda sobre Aragorn e Arwen. Leito de morte dele:

“-Estel, Estel! – gritou ela, e nesse momento, na hora EM QUE TOMOU SUA MÃO e a beijou, Aragorn adormeceu.”

Original: “-Estel, Estel! – she cried, and with that even as HE TOOK HER HAND and kissed it, he fell into sleep.”

A tradução da MF pode passar a impressão de que foi Arwen quem beijou a mão de Aragorn. No original, no entanto, fica claro que foi Aragorn que tomou a mão de Arwen e a beijou. Para evitar essa ambiguidade, uma tradução mais adequada poderia ser:

“-Estel, Estel! – ela gritou, e com isso, ao mesmo tempo em que tomou a mão dela e a beijou, ele adormeceu.”

  • pg. 1144 (MFU01), 549 (MF94), 368 (MF00)

Linhagem dos Anões de Erebor: três pequenas observações:

– Nos nomes de Glóin e Gimli (Amigo-dos-Elfos), faltou trocar o “F.A.” (Fourth Age) para o português “Q.E.” (Quarta Era).

– Os asteriscos nos nomes referem-se aos considerados reis do Povo de Dúrin, e faltou colocar o asterisco no nome de Thorin II Escudo de Carvalho.

– Na nota de rodapé que se refere aos asteriscos, há um erro de digitação: “Bofur” virou “Bofu”.

Apêndice B – O Conto dos Anos

revisado pela Claurelin; alguns erros.

  • Adição (!) – pg. 1155 (MFU01), 380 (MF00) (Esse erro não acontece na MF94):

Na seção “Os Grandes Anos”, notem que, abaixo do ano 3018 e do mês “abril”, logo acima do número “12” (de “12 Gandalf chega à Vila dos Hobbits”), aparece a palavra “Ano”, que não existe no original. Fica parecendo algo como “Ano 12”, o que induz ao erro.

  • Interpretação – pg. 1159 (MFU01), 573 (MF94), 384 (MF00)

Na descrição do encontro de Thranduil e Celeborn, no começo da página, temos a frase:

“…quando Sauron desapareceu, Celeborn avançou…”

No entanto, no original:

” and when the Shadow passed, Celeborn came forth…”

Ou seja, quem passou foi a Sombra, e não Sauron. Ainda que Sauron SEJA a Sombra, não é isso que está escrito.

  • Erro ínfimo – pg. 1159 (MFU01), 573 (MF94)384 (MF00)

Na tradução: Caras Galadon
No original: Caras Galadhon

Falta um H. Irrelevante, mas anotado.

  • Omissão – pg. 1162 (MFU01), 577 (MF94)386-7 (MF00)

O assunto são os acontecimentos posteriores dos membros da sociedade, foi omitida a seguinte data, entre 1455 e 1463:

1462 – Mestre Samwise torna-se Prefeito pela sexta vez.

Ou seja… os leitores brasileiros acharam que Tolkien não mencionou a sexta vez, quando na verdade ele o fez sim.

Apêndice C – Árvores Genealógicas

revisado pela Denise; alguns erros.

  • BOLSEIRO DA VILA DOS HOBBITS – pg. 1164 (MFU01), 580 (MF94), 390 (MF00)

– Data errada:
Na tradução: Bingo 1264-1360 (casado com Chica Roliço)
No original: Bingo 1264-1363

– Omissão:
[Sancho] 1390 (filho de [Olo] 1346-1435)

– Nome errado (mais provavelmente um erro de digitação):
Na tradução: Moto 1391 (segundo filho de Peônia e Milo Covas)
No original: Moro 1391

  • TÛK DE GRANDES SMIALS – pg. 1165 (MFU01), 581 (MF94), 391 (MF00)

– Omissão:
[Estella] 1385 (irmã de Fredegar Bolger)

  • BRANDEBUQUE DA TERRA DOS BUQUES – pg. 1166 (MFU01), 582 (MF94), 392 (MF00)

– Omissão:
= Estella Bolger 1385 (falta a indicação de que ela casou-se com Merry.)

Apêndice D – Calendário do Condado

revisado pela Denise; um comentário.

  • Um comentário, apenas: pg. 1172 (MFU01), 591 (MF94), 399 (MF00)

Numa explicação sobre origem e significado dos nomes dos meses do Condado:

” …conseqüentemente, as formas dos nomes foram muito obscurecidas (*).”

No original:

” … and the form of the names were much obscured in consequence: MATH, FOR INSTANCE, AT THE END OF SOME OF THEM IS A REDUCTION OF MONTH.”

A frase omitida, traduzida literalmente, seria: “math, por exemplo, ao final de alguns deles é uma redução de month.”. Ocorre que, no original, os nomes de alguns meses são como, por exemplo, Solmath; e essa frase explica que a parte final do nome é derivada de month, que significa mês. Na tradução, no entanto, esses nomes terminados em math foram traduzidos com final mês (por exemplo, Solmath = Lamamês). Assim, não houve redução nenhuma nos nomes em português, e não teria sentido qualquer tradução da frase omitida. Essa omissão é, portanto, coerente e aceitável.

Apêndice F – As línguas e os povos da Terceira Era

revisado pela Denise; sem problemas.

Está envolvido com a obra de Tolkien desde 1999 – fundador da Calaquendi, fundador da Valinor, fundador do Conselho Branco (Sociedade Tolkien) e presidente por três mandatos. Participou da publicação em livro do Curso de Quenya e é autor do Modo Tengwar Português

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *