Romance relata saga de Isildur

Embora esboçada em muitos livros de Tolkien, a história da derrota de
Sauron pelos exércitos da Última Aliança, no final da Segunda Era,
nunca foi contada numa narrativa completa. Os irmãos americanos Brian e
Gary Crawford, fãs de carteirinha de O Senhor dos Anéis, decidiram
remediar isso, e escreveram uma das mais elaboradas fans fictions já
inspiradas por Tolkien: o romance Isildur.
 
 
 
A intenção dos dois irmãos, a julgar pela leitura
do livro, foi realmente esclarecer os “cantos escuros” deixados por
Tolkien na narrativa sobre a Última Aliança. Na verdade, a história se
passa depois que as tropas de Elendil e Gil-galad conseguiram invadir
Mordor, impondo um cerco de sete anos a Barad-dûr. Isildur, liderando
os soldados de Gondor, percorre praticamente toda Rhovanion, reunindo
forças para o ataque final a Sauron.

Mas o herdeiro de Elendil
enfrenta a oposição dos Numenoreanos Negros de Umbar, liderados pelo
cruel Malithôr (que, no decorrer das Eras, se tornaria o terrível Boca
de Sauron). Através de ameaças, Malithôr consegue dissuadir muitos
aliados de Gondor a ajudar Isildur, entre eles os homens de Erech, que
são amaldiçoados pelo filho de Elendil (outra história que fica na
sombra em O Senhor dos Anéis). Um último conselho de Elfos e Homens é
reunido em Osgiliath, e a Aliança parte para sua cartada final.

O romance é uma leitura agradável e bastante fiel ao clima do universo
tolkieniano, embora os autores pequem em alguns detalhes.