• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Prêmio Nobel de Literatura 2021

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Puxando aqui pela memória, vendo a lista de nobelizados, acho que li pouquíssimos autores.
Pela ordem cronológica:

Hermann Hesse
Ernest Hemingway
Juan Ramón Jiménez
Albert Camus
Samuel Beckett
Pablo Neruda
Gabriel García Márquez
José Saramago
V. S. Naipaul
Mario Vargas Llosa
Bob Dylan (rs)

Tem outros vários aqui na estante, cerca de uns vinte;
qualquer dia dou uma priorizadinha neles (ou não rs).
 
Última edição:

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Sim, verdade! Muito escritor bom que já conheci dando olhada em outros prêmios e fóruns mais dedicados a Literatura mundial. O negócio é teimar e buscar ir atrás mesmo...

De 10 anos pra cá o acesso ao conteúdo de diversos prêmios, feiras e eventos melhorou muito e aí chega uma hora que quanto mais você acompanha, menos chega ao Nobel com a sensação igual ao Turgon de "nunca ouvi falar em tal fulano(a)" :mrgreen:
 

Finarfin

Usuário
Eu gosto do fato de me deparar com desconhecidos no prêmio Nobel.
Digo que torço pro Mia, mas a verdade é que não muda nada na minha vida se ele ganhar, porque é um autor que já faz parte das minhas leituras. Já um autor que eu nunca ouvi falar, de algum recôndito do mundo, pode me despertar algum interesse, fora a chance que tem de passar a ser publicado no Brasil, coisa que sem o Nobel seria muito mais difícil de ocorrer.

Li alguns, mas nada muito recente. A lista pra mim serve até pra ver se não me desperta o interesse entre os prêmio mais antigos.

1907 Rudyard Kipling (Grã-Bretanha)
1913 Rabindranath Tagore (Índia)
1921 Anatole France (França)
1923 William Butler Yeats (Irlanda)
1929 Thomas Mann (Alemanha)
1938 Pearl S. Buck (Estados Unidos)
1946 Hermann Hesse (Suíça)
1949 William Faulkner (Estados Unidos)
1954 Ernest Hemingway (Estados Unidos)
1957 Albert Camus (França)
1962 John Steinbeck (Estados Unidos)
1968 Yasunari Kawabata (Japão)
1971 Pablo Neruda (Chile)
1981 Elias Canetti (Grã-Bretanha)
1982 Gabriel García Márquez (Colômbia)
1983 William Golding (Grã-Bretanha)
1994 Kenzaburo Oe (Japão)
1998 José Saramago (Portugal)
2002 Imre Kertész (Hungria)
2006 Orhan Pamuk (Turquia)
2010 Mario Vargas Llosa (Peru)
2016 Bob Dylan (EUA)
 
Última edição:

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Então... A gente torce pelo Mia porque é um cara bom e um sujeito gente boa. Se ganhar, será mais traduzido e conhecido em outros cantos do mundo. Mas acho brabo ele ganhar um Nobel em cima de um Houellebecq por exemplo. Porém... Se nunca deram o prêmio a um gigante como o Borges, não dá pra se fiar demais pela "lógica" da qualidade literária tão somente.
 

VictorSafe

Usuário
O Nobel, (infelizmente?), é um prêmio de suecos para o norte global. Os do sul global quando ganham, em geral, é mais como um prêmio de consolação/sinalização de virtude.
Os caras (pq em geral são homens mesmo) deram um prêmio para o Patrick Modiano, um escritor ok, mas é francês, né? Eu sinto uma dificuldade imensa de ver o Nobel de Literatura como um termômetro de qualidade. No século XX nós tivemos a honra de ter dois dos maiores escritores de todos os tempos, Borges e Guimarães Rosa, se nem eles foram dignos de nota, imaginem o resto.
 

Bartleby

I'm so embarrassed. I'm not a real person yet.
Então... A gente torce pelo Mia porque é um cara bom e um sujeito gente boa. Se ganhar, será mais traduzido e conhecido em outros cantos do mundo. Mas acho brabo ele ganhar um Nobel em cima de um Houellebecq por exemplo. Porém... Se nunca deram o prêmio a um gigante como o Borges, não dá pra se fiar demais pela "lógica" da qualidade literária tão somente.
É, brabo isso... o troço também é que as gerações e membros da Academia mudam com o tempo... hoje em dia a coisa tá bem diferente, daí é difícil colocar culpa no povo que está no cargo agora pelas faltas do passado... em 1967, pelo pouco que dá pra ver nesse artigo de acesso restrito a assinantes, uma proposta era dividir o prêmio entre Asturias (que acabou ganhando) e Borges. Um outro membro tinha oposição forte contra ambos escritores, optando por um desses: Graham Greene, Kawabata, e Auden, dizendo sobre os outros:
"Assim, por várias razões, tenho dúvidas sobre as duas propostas sul-americanas, Miguel Angel Astúrias e Jorge Luís Borges, a primeira demasiado limitada no seu mundo revolucionário e esta última demasiado exclusiva ou artificial nas suas engenhosas espécies em miniatura."

Acabou que a maioria acabou optando por Asturias simplesmente (um baita escritor, quem leu O Senhor Presidente sabe - e felizmente Hombres de Maiz vai sair ano que vem por uma editora independente cujo nome esqueci). Daí que por um tempo ele deve ter sido descartado por ser outro escritor de língua espanhola — vai ver ele estava novamente nas conversas pro prêmio uns dez anos mais tarde, com a publicação de O Livro de Areia fresquinha, mas sei lá, tem gente que especula que os apoios políticos questionáveis dele na época podem ter sido um fator contra (Pound foi outro que os membros da Academia foram abertamente contra, apesar de o considerarem fortemente, por ele, pior ainda, ter feito aquelas transmissões anti-semitas durante a segunda guerra) — hoje em dia isso não parece importar muito, vide Mo Yan e Handke...

quem tiver interesse, aqui tem a lista de todos os indicados naquele ano, em pdf, incluindo nossos Drummond e Amado.

Edit: incluindo a lista de indicados em 1968, 1969 e 1970 (a última até agora, já que eles só as publicam a cada 50 anos). Amado aparece em todas. O que vocês achariam dele como Nobel?
 
Última edição:

Bartleby

I'm so embarrassed. I'm not a real person yet.
Hoje o Alex Shephard do The New Republic publicou um de seus textos hilários prevendo (ou, na maioria das vezes errando terrivelmente em prever) o ganhador na quinta (ontem ele havia publicado uma entrevista bem bacana com Anders Olsson, um dos membros da Academia Sueca):


alguns destaques:

"Krasznahorkai would win if the people who look forward to this list every year were in charge of the Nobel Prize in Literature. Unfortunately, they’re all unemployed."

"Houellebecq, a man who looks like a creepy French baby, if that baby were also holding a cigarette, which is, unfortunately, something many French babies do"

"But still, this isn’t Murakami’s year. In any case, Sweden doesn’t really have ideal t-shirt weather." (contexto: o Murakami lançou recentemente um livro falando das camisetas preferidas dele LOL).

:rofl:
 
Última edição:

Bartleby

I'm so embarrassed. I'm not a real person yet.
Sim, bem capaz mesmo que seja ela esse ano. Falar nisso, ouviu falar da adaptação de um de seus livros que ganhou o Leão de Ouro em Veneza esse ano? Tá badalada ela. Ainda não a li, só uns trechos, apesar de tudo dela ser bem curto, mas pretendo em breve.

E isso de Brasil tá triste mesmo... tava relendo esse artigo bem bom de uns anos atrás discutindo exatemente o porquê de não termos ganhado ainda - spoiler: muita mesquinharia e divisão política, gente mandando carta pra Academia difamando alguns candidatos brazukas, passando ideia errada da obra deles, a porcaria de sempre.

 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Se eu tivesse de dar uns chutes completamente não-científicos :hxhx:
arriscaria em:

1ª - Margaret Atwood
2º - Michel Houellebecq

Bora ver se eu acerto mais do que resultado de futebol.
 

Bartleby

I'm so embarrassed. I'm not a real person yet.
Tem uns rumores suecos que vai ser Fosse esse ano. A ver.

Em tempo, por curiosidade, alguém já leu Houellebecq aqui? ou mesmo que não tenha lido o que acha dele ganhando o prêmio?

Praticamente todo mundo lá fora teria um ataque case dê ele, seria a polêmica (literária) do ano; mas por algum motivo, pelo que percebi, os brasileiros encarariam mais de boa o resultado (talvez seja apenas impressão, ou falta de informação/leitura - capaz de muita gente ficar #chocada depois de o ler rs).
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Eu só li "Submissão" e achei muito bom. Estou por fora de tretinhas. Sei apenas que ele é meio ranzinza :dente: Deve ter vários desafetos no meio literário.
 

Bartleby

I'm so embarrassed. I'm not a real person yet.
Eu só li "Submissão" e achei muito bom. Estou por fora de tretinhas. Sei apenas que ele é meio ranzinza :dente: Deve ter vários desafetos no meio literário.
tem muito disso, dos pronunciamentos polêmicos do próprio autor, mas mesmo sua obra é muito atacada, vista como um endosso de visões hediondas, além dos narradores sempre tratarem cenas de sexo de forma explícita, que muitos acham desnecessário (penso que isso se deva muito a críticos e leitores, especialmente os americanos, e talvez britânicos, não saberem diferenciar endosso de representação, isso em outros meios também, o cinematográfico por exemplo). O último livro dele, Serotonina, que estou lendo e curtindo bastante, é talvez o mais odiado lá fora (tanto pela crítica e leitores comuns); no skoob a maioria das resenhas é positiva, e mesmo os que não gostaram tanto em geral recomendam a leitura, pelos temas que aborda, e não há nota menor do que 3 estrelas (falando das resenhas). Os críticos daqui em geral, um deles o Ricardo Lísias, teceram altos elogios.
 
Última edição:

Bartleby

I'm so embarrassed. I'm not a real person yet.
Bom dia 🤗

Um dos únicos anos em que acordar cedo é uma alegria rs

Aqui vai o link pro anúncio do prêmio no youtube (que é daqui a uma hora e meia +-):

 

Bartleby

I'm so embarrassed. I'm not a real person yet.

Abdulrazak Gurnah​

kct que surpresa!! Nunca tinha ouvido falar!!
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$400,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo