Pesquisadores brasileiros nomeiam nova espécie em homenagem ao Gandalf

A informação recém-publicada pela Agência de notícias da FAPESP indica que um grupo de pesquisadores do Instituto de Biociências da USP e do Departamento de Biologia da Universidade Estadual de Maringá (UEM), sob coordenação do Professor Daniel J. G. Lahr do IB-USP, resolveu homenagear o nosso mago cinzento favorito com uma nova espécie de ameba, a Arcella gandalfi.

Duas fotografias da Arcella gandalfi sp. observadas com um microscópio.

Amebas são organismos microscópicos unicelulares distribuídos por vários grupos taxonômicos e capazes de se mover com o auxílio de pseudópodes. Uma característica comum às amebas da família Arcella é a formação de uma carapaça de silício ou material orgânico e foi o formato afunilado da carapaça da nova espécie, semelhante ao chapéu do Gandalf, que motivou a homenagem.

Esta, naturalmente, não é a primeira e não será a última vez que um personagem tolkieniano é homenageado com uma nova espécie. Sequer é a primeira delas dedicada ao Peregrino Cinzento, que já ajudou a nomear o besouro Macrostyphlus gandalf — o Imrahil publicou um sumário dessas espécies há alguns anos, aqui mesmo na Valinor.

A quem considera as humildes amebas indignas de homenagear personagens deste porte, convém lembrar que todo pesquisador tem, em menor ou menor grau, uma certa paixão pelas espécies que estuda e o fato não é dos mais comuns pois, como disse disse Daniel J. G. Lahr à FAPESP, “É muito raro encontrar uma espécie nova de ameba porque são organismos muito pequenos, pouco estudados e há pouquíssimos taxonomistas desse grupo no Brasil”.

O artigo descrevendo a espécie foi originalmente publicado na revista Acta Protozoologica em meados de dezembro do ano passado e está disponível para consulta online (louvados sejam os journals que publicam no modelo open access!) e os biólogos ainda investigam a real função da carapaça, considerando improvável que ela seja uma proteção contra predadores e julgando mais prováveis as hipóteses de que ela sirva para manutenção da umidade ou proteção contra radiação ultravioleta.

Referência: Morphological and morphometric description of a novel shelled amoeba Arcella gandalfi sp. nov. (Amoebozoa: Arcellinida) from Brazilian continental waters, Lahr et al., Acta Protozoologica, ISSN 0065-1583, DOI: 10.4467/16890027AP.16.021.6008.

Like
Agree x 5

3 ideias sobre “Pesquisadores brasileiros nomeiam nova espécie em homenagem ao Gandalf”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *