Biblioteca Britânica preservará a gravação em áudio mais antiga conhecida de Tolkien

A Tolkien Society informa em seu site que a British Library, a biblioteca nacional do Reino Unido, preservará e manterá em seus arquivos um registro em áudio do Professor Tolkien datado de 1929.

A iniciativa é parte de um projeto da British Library chamado “Save Our Sounds” (Salve Nossos Sons) que visa preservar o maior número de gravações de sons raras e únicas da nação britânica. Algumas gravações estão em perigo, seja pela degradação física ou pelo desaparecimento dos meios para reproduzi-las.

JRRTolkienGravacaoAudio

E entre estas gravações importantes para a cultura e história do Reino Unido está a gravação em áudio mais antiga conhecida do Professor Tolkien, feita durante um seminário chamado “Linguaphone Conversational Course in English”, de 1929. Tolkien faz a introdução da conversa focada em tabaco, e, posteriormente, junta-se à conversa o Professor James A. Lloyd, que fala da interação entre tabacarias e seus clientes.

Wayne G. Hammond e Christina Scull, dois renomados estudiosos de Tolkien, dataram a gravação como sendo de junho de 1930, mas de acordo com os dados fornecidos pela British Library trata-se de uma gravação de julho de 1929, portanto, de muito tempo antes de Tolkien tornar-se o famoso autor de O Hobbit (1937) e O Senhor dos Anéis (1954-1955). A gravação pode ser ouvida no site da biblioteca Britânica, clicando AQUI.

A iniciativa não preserva apenas a voz do Professor J. R. R. Tolkien para a posteridade, mas também reconhece a própria importância de seu legado como parte da vasta história britânica.

Deixe uma resposta