Viggo Mortensen

Nascido em New York, em 20 de outubro de 1958, Viggo Peter Mortensen
Jr. é filho de pai dinamarquês e mãe americana. Viggo Jr. passou parte
de sua infância em Manhattan e viveu também na Venezuela, Argentina e
Dinamarca. Começou a atuar em New York, estudando com Warren Robertson.
 
 

viggoViggo é o filho mais velho de Grace e Viggo P. Mortensen. Seus pais se
conheceram na Noruega, casaram-se e passaram a residir em New York,
onde o primogênito do casal nasceu. A família Mortensen mudou-se para a
América do Sul onde Viggo (pai) administrou granjas e ranchos
venezuelanos e argentinos. Quando Viggo Jr. tinha 11 anos de idade,
seus pais se divorciaram e sua mãe se mudou com as crianças de volta
para o estado de New York, onde Viggo Jr. freqüentou a Watertown High
School e se tornou um bom estudante e atleta. Após graduar-se em 1980
pela St. Lawrence University (Canton, New York), mudou-se para
Dinamarca buscando definir um propósito na vida. Começou a escrever
poesias e pequenas estórias enquanto trabalhou em várias atividades, de
trabalhador em docas e motorista de caminhão a vendedor de flores. Em
1982 se apaixonou e acompanhou sua namorada de volta para New York, na
esperança de um longo romance e uma carreira de escritor, sem alcançar
nenhuma delas.


Em New York, Viggo trabalhou como garçom e fez aulas de atuação. Três
anos depois estreou em “A Testemunha” (“Witness”, 1985) com um pequeno
papel. Mudou-se para Los Angeles em 1987 e, nesse mesmo ano, apareceu
em "Salvation!"
(“Salvation!”, 1987) e casou-se com Exene Cervenka. O casal teve um
filho, Henry Mortensen, antes de se divorciarem após dez anos de
matrimônio. Henry teve um papel decisivo quando, em 1999, Viggo recebeu
um convite para atuar em um filme que ele desconhecia completamente: “O
Senhor dos Anéis
”. No princípio, Viggo não desejava participar da
trilogia pois não queria ficar um tempo longe do filho, mas Henry, um
grande fã da obra, insistiu para que ele não declinasse o papel. Após o
início das gravações, substituiu Stuart Townsend como Aragorn. Durante seu trabalho na trilogia "O Senhor dos Anéis", ele pediu para o roteirista e diretor Peter Jackson que revisasse os scripts para que seu personagem Aragorn falasse em linguagem élfica em várias cenas dos três filmes.

Fez bons amigos nas gravações de “O Senhor dos Anéis”, mas eles eram
cautelosos ao gravar cenas de luta com ele porque, carregado pela
intensidade de sua personagem Aragorn, ele freqüentemente “partia para
cima” e deixava os outros combatentes com hematomas. O ator Lawrence
Makoare (Lurtz) sob uma grande quantidade de maquilagem que restringia
sua visão também empolgou-se em sua luta com Viggo, deixando-o mais
ferido. Viggo também quebrou dois dedos em uma cena em que chuta um
elmo de orc. Nos intervalos entre as gravações, também gostava de
surfar com os demais atores, acidentando-se uma vez e forçando Peter
Jackson a filmar sua face esquerda durante toda a seqüência de Moria
para que o hematoma no lado direito não aparecesse. Além disso, também
quebrou um dente durante uma seqüência de batalha em “As Duas Torres”.

Viggo também é fotógrafo, poeta e pintor. Tem um livro de poesias
chamado “Ten Last Night.” antes de tornar-se conhecido. Exibiu pela
primeira vez seu trabalho como fotógrafo na Robert Mann Gallery (New
York) no ano 2000.

Em sua filmografia, além da trilogia de Peter Jackson, podem ser
enumerados: “Duro de prender – Ninguém pode me matar” (“Prison”, 1988);
Leatherface – O massacre da serra elétrica 3” (“Leatherface: Texas
chainsaw massacre III”, 1990); “Explosão em alto mar” (“Crew, The”;
1994) ; “Anjos rebeldes” (“Prophecy, The”; 1995), “Até o limite da
honra
” (“G.I. Jane”; 1997); “Psicose” (“Psycho”, 1998); “28 Dias” (“28
Days”, 2000) e “Mar de Fogo” (“Hidalgo”; 2004), dentre muitos outros.
Recebeu uma indicação ao MTV Movie Awards de Melhor Luta, por “Até o
Limite da Honra
” (1997). Após “O Senhor dos Anéis” e “Mar de Fogo” ele
adquiriu os cavalos que cavalgou durante as gravações.

 

Referências:

Wikipedia

IMDb