Abigor

 
 ABIGOR foi formada em meados de 1993 por Peter.K. e Thomas.T.. Imediatamente após isso, Rune (agora conhecido como Tharen) se juntou ao ABIGOR como vocalista. A primeira demo, entitulada ‘Ash Nazgh…’ [Nota do tradutor: É “Nazgh” mesmo, com “H”] foi lançada no outono de 93, e em Dezembro a segunda demo, ‘Lux Devicta Est’. Em Fevereiro de 94 a ‘Promo-Tape II/9’ foi lançada, e em Março a última demo oficial, ‘Moonrise’. Depois do lançamemto de ‘Moonrise’, Tharen teve que deixar ABIGOR por causa de sua passividade e falta de dedicação. Ele foi então substituído por Silenius. Com Silenius nos vocais eles gravaram uma demo tape limitada, entitulada ‘Hate & Sin’ e também assinaram um contrato para vários álbuns com o selo da austríaco NAPALM RECORDS.

Em Junho de 94 o CD de estréia ‘Verwüstung / Invoke The Dark Age’ foi gravado, e ‘Verwüstung’ convenceu com um Black-Metal excepcional, assim colocando a marca de ABRIGOR como uma das melhores bandas dentro do gênero de Black-Metal. Em Novembro de 94, o MCD conceitual ‘Orkblut – The Retaliation’ foi gravado. ‘Orkblut’ é a estória de um guerreiro que relembra suas origens pagãs as quais inflamam seu coração. O CD mostra sua vida do dia em que ele se levanta, seus sentimentos e sua última batalha, até sua morte e a separação de carne e espírito.

Na primavera de 1995, o sobrecarregado demo-song ‘Shadowlord’ foi exclusivamente gravado para a NAPALM Compilation ‘Withs Us Or Against Us Vol. 1’. Em Maio de 95, o ABIGOR entrou no estúdio novamente para gravar ‘Nachtymnen (From The Twilight Kingdom)’, que mostrou pela primeira vez a real capacidade do ABIGOR e sua habilidade de realizar majestosos soundscapes de atmosfera dark como seu melhor. Em Novembro do mesmo ano eles começaram as gravações para o primeiro capítulo de ‘Opus IV’, entitulado ‘Horns Lurk Beyond The Stars’.

Em Maio de 96, ‘Blut Aus Aeonen’, o segundo capítulo de ‘Opus IV’ foi gravado, e o resultado final, ‘Opus IV’, foi lançado em Julho de 1996. Com ‘Opus IV’ ABIGOR deu novamente um passo adiante e chocou com um álbum muito agressivo, técnico, e estranho, já típico do modo permanente de criação do ABIGOR.

Em Janeiro de 97 o MCD ‘Apokalypse’ foi gravado em dois dias, o mais cru e brutal lançamento do ABIGOR tanto quanto o tributo do ABIGOR aos valores e verdadeiro espírito por trás do Black Metal.

De Novembro de 97 a Janeiro de 98, ‘Supreme Immortal Art’ foi gravado, e com ‘Supreme Immortal Art’, ABIGOR entrou novamente nos mundo do Black-Metal muito escuro e atmosférico. Como resultado da boa resposta sobre ‘Supreme Immortal Art’, um 7", entitulado ‘Structures of Imortality’ foi lançado, com uma limitação de 500 cópias, no fim de Setembro de 98. E por causa dos numerosos pedidos de material demo do ABIGOR, a banda decidiu lançar um demo-CD estritamente limitado (1500 cópias) em 123 de Outubro de 98. O CD, entitulado ‘origo regium 1993-1994’, foi novamente lançado pela NAPALM RECORDS. Origo regium oferecia algumas poucas faixas (Kingdom of Darkness, Eye to Eye at Armageddon, Diabolic Unity, Midwintertears, …) dos 4 primeiros demos. Mas ambos os lançamentos, o 7" e o demo_CD estão já esgotados, e não serão reprensados.

De Janeiro a Março de 99, o CD “Channeling The Quintessence Of Satan” foi gravado. Durante a gravação, Silenius deixou ABIGOR por causa de razões pessoais. Então Thurisaz entrou no ABIGOR como novo vocalista e o novo álbum foi finalmente terminado, e lançado através da NAPALM RECORDS a 17 de Maio de 1999. Uma produção muito poderosa e transparente, assim como um alto critério musical, combinado com as atitudes mentais do Black-Metal refletem o espírito de “Channeling The Quintessence Of Satan”, o álbum mais extremo e agressivo do ABIGOR! Em 8 de Maio de 1999 a versão cover de “Crionics” do SLAYER foi gravada pelo selo norte-americano DWELL RECORDS. “Crionics” foi lançada através de um álbum de tributo no inicio de 2000. Em Novembro de 1999 a versão cover de “Terrible Certainty” do KREATOR foi mais uma vez gravada pela DWELL RECORDS e lançada na primavera de 2000.