Itaril: uma elfa em O Hobbit?

Desde janeiro do ano passado, sabe-se que nos dois filmes baseados em O Hobbit, dirigido por Peter Jackson, pode haver alguns personagens que não aparecem nas páginas do romance de Tolkien, e, na verdade, nem foram criados pelo autor. Uma delas é Itaril, uma jovem elfa que deve cair de amor por um “Senhor Élfico”!

Abaixo segue a descrição do personagem que foi divulgada em janeiro de 2010 pelo SpoilerTV. Entre os personagens conhecidos e esperados, estavam os dois mencionados acima:

 “[ITARIL, Elfo Feminino]: uma elfa da floresta, esta personagem é um dos elfos silvestres. Os elfos silvestres são vistos como os mais ligados à terra. Mais baixos do que os outros elfos, eles são rápidos, ágeis e fisicamente aptos, sendo capazes de lutar com espada e arco. Mostrando ser uma promessa como uma jovem guerreira ITARIL foi escolhida e treinada para se tornar parte da guarda do rei da floresta. Esta é a única vida que ela esperava levar, até se encontrar, e secretamente, se apaixonar por um jovem Senhor Élfico (de Valfenda). Este papel vai exigir uma peruca e lentes de contato. Algumas próteses e maquiagem também podem ser necessárias. Idade: 17-27. Sotaque: Inglês padrão”. 

Durante meses, os fãs especulam sobre que atriz poderia ser chamada para o papel do novo personagem, e o nome mais comum é Saoirse Ronan. Apesar de seu nome ainda não ter sido confirmado, ele aparece na lista daqueles que já foram confirmados e dos que ainda são um rumor, divulgada em outubro passado. Para quem não se lembra, confira AQUI!

Segundo o The One Ring.net, a atriz irlandesa (17) disse que está muito interessada em se juntar ao elenco do filme de Peter Jackson, se tal proposta vier através dos canais oficiais. Ronan, no entanto, já trabalhou com o diretor da Nova Zelândia, atuando na adaptação cinematográfica do romance “The Lovely Bones”.

Foi dado “sinal verde” para a imaginação de alguns e para o desespero dos mais puristas. A diferença dessa Itaril para os outros personagens já confirmados em O Hobbit, e que não aparecem no livro (a saber: Galadriel, Radagast, Drogo e Frodo Bolseiro, Saruman, Sauron, Legolas etc) é que estes, apesar de tudo, são criações de Tolkien, e certa base (ainda que mínima) para suas atuações nos filmes existe. E Itaril, uma personagem totalmente inventada? O que pensar disso?

Em tempo: para aqueles que se empolgaram com o retorno de Elijah Wood como Frodo, segundo o site The One Ring, Sean Astin (Sam Gamgi), Dominic Monaghan (Merry) e Sean Bean (Boromir) disseram que não estarão em O Hobbit (ufa, menos três)!

 Fonte: TORN

Comentários

  1. Mariana falou tudo. Muito mais pegar uma história romântica que existe. Do que achar que se está no nível de Tolkien para criar personagens para as perfeitas obras dele. Tolkien está se revirando no túmulo agora

  2. simples, ele quer um pouco de romance no filme. Todo filme hollywoodiano tem que ter um toque de romance, tanto que a arwen que é um personagem secundário se tornou um dos principais no filme. Acho desnecessário inventar alguém. Sinceramente, sou muito mais a favor de arwen e aragorn jovens.

    1. Concordo com você Marina! É uma bela história mesmo, e tá lá nos appendices (eu acho, ou lá nos Unfinished Tales, esqueci agora). O problema é que não interfere nada com os hobbits, seria melhor assim mesmo mas isso não basta p/ os produtores de hollywood sempre têm que pasteurizar os filmes!!

  3. Antes de 2042 não veremos outros filmes de Tolkien, ele vendeu os direitos autorais somente do da trilogia e do Hobbit.. e a familia Tolkien não tem interesse… então para quem é apaixonado pelas produções de cinema tenham calma na chegada do tão esperado Hobbit pois durante um bom tempo será isso que teremos… uma pena..

  4. Acho que os estúdios esperam pela reação do publico, e se constatarem folego pra mais um filme no universo de Tolkien, não tardará para ouvirmos boatos de filmagens sobre Beren e Lúthien, é a estória básica comum a tantos outros filmes (pessoalmente eu nunca gostei muito deles, parece conto pra comadre… ou aqueles romances ingleses clássicos do séc. XIX)
    Silmarilion começara a ter contos cogitados, podem anotar aí, mas infelizmente não creio que serão fiéis tão pouco relacionados diretamente ao universo da Terra Média.

    1. Em relação ao Silmarillion, eu preferiria uma série. Mas uma série de responsa! Sairia caro pra caramba, mas seria muito massa! hehehe

    2. Os Filhos de Hurin, se fosse filmado e bem produzido, seria um filme de um sucesso absurdo, eu acho, porque tem tudo para agradar o público: romance, tragédia, batalha, dragão… e algumas coisas meio traumatizantes que talvez levassem a censura para uns 16 anos, mas 300 tb não fez sucesso??
      Sobre o Silmarillion ser uma série, acho que não daria muito certo, seria necessário muito investimento de cenografia, efeitos especiais, atores bons… é muito grande. Acho a idéia de fazerem filmes dos contos uma boa, mais viável e assim, o roteiro talvez fosse mais respeitado.

  5. Peter Jackson e a New Linea não lutam contra o senso comum dos cinemas medianos, onde:
    UM FILME PRA MULTIDÕES NÃO PODE SER LANÇADO SEM UM ROMANCE, infelizmente nossa geração parece ser refém do sentimentalismo e emoções primárias. Para agradar minimamente o público, inventam um par romantico que enfrenta obstáculos para ficarem juntos, assim como em O Senhor dos Anéis envolvendo Aragon e Arwen, pra quem leu o livro aquilo ficou ridículo, e não há esperanças sobre isso a cerca de O Hobbit, nos basta ignorar.

    Particularmente sempre achei o núcleo de Valfenda no filme LOTR bem fraco, (cenografia, personagens, escolha de elenco, roteiro…), vislumbro que as coisas ficarão piores.

    1. Opinião própria: acho que “ridículo” é uma palavra muito forte. É uma estória que não está presente no livro (exceto algumas coisas e o apêndice), mas não acho que tenha ficado ridícula.

      Agora, isso dessa Itaril… sou contra. É totalmente desnecessário e, o que é pior, não é criação do Tolkien.

  6. Sabe, eu acho que quanto a criar um novo personagem eu acredito que não faça mal, e acho que Tolkien também não se importaria.
    Porque se vocês pararem pra analisar, primeiramente os filmes sempre fogem um pouco do livro, ou abordam visões diferentes…
    Logo, até esse romance mesmo poderia ter acontecido, e não foi retratado porque isso não era interessante no livro talvez… Somente uma suposição.
    Acho que Tolkien seria de mente aberta a essa possibilidade. hehehehehe
    E também eles querem agradar a todos os públicos, e principalmente aos romanticos e apaixonados. E como no livro do Hobbit não tem nenhum romance acho que eles então inventaram esse ai pra poder agradar o público.
    Não acho que venha a ferir a história.

    Mas será que essa jovem élfica vai fazer par com o Legolas? “Jovem senhor élfico”
    ????

    1. Sempre achei o legolas gay.
      Não pela atuação do Orlando Bloom, mas pela amizade dele com o Gimli. Esse negócio de partirem pras terras imortais juntos num barquinho.. nunca ter casado.. Sei não.

  7. é msm muita gente vai pensar q o filme é uma continuação…é Normal.

    acho muito dificil ficar Fiel…ao Livro Sempre eles Tiram alguma COisa…¬¬’

  8. Totalmente desnecessário criar personagens a mais……..

    Mas, por que “ufa, menos três”?
    O papel do Elijah Wood, se for pequeno e apenas como um introdutor da estória, é aceitável e, na minha opinião, não fere a proposta desses filmes (de fazerem ligação com a trilogia). Pois Frodo foi um dos escritores do Livro Vermelho. Claro que isso poderia ser cortado, mas talvez os roteiristas estejam pensando nas pessoas que não conhecem nada além da trilogia do PJ (pois muita gente vai achar que O Hobbit é uma sequência)……(ou talvez estejam pensando em publicidade hehe)…. Ah, quer saber só quero é que esse filme estreie logo!

      1. Menos três personagens NADA A VER na história de O Hobbit. Se vocês gostam de distorções numa bela história que é esse livro, ok. Tenho certeza que a maioria dos fãs de Tolkien não gostam! Frodo até dá pra engolir numa participaçãozinha, mas Itaril, Sam, Merry, Boromir e sei lá mais quem, não dá! Opinião pessoal, claro. Cada um se empolga com o que quer. ;)

        1. Em relação a esses três aí, eu concordo contigo; e também sou contra a criação dessa Itaril e qualquer coisa que distorça O Hobbit.
          Mas a frase “ufa, menos três” dá a sensação de que a participação do Frodo ou do Legolas são ruins, o que não é verdade, pois são perfeitamente plausíveis (se respeitarem o “Lá e de Volta Outra Vez” do mestre Bilbo!!).
          Foi isso que eu tentei dizer no meu comentário (e foi o que eu disse).
          Não quero de forma alguma que sobrecarreguem o filme O Hobbit com estórias que não estão no livro O Hobbit.
          Na verdade, acho que eu e você pensamos a mesma coisa… :)

        2. Me dá uma dor enorme ver que PJ promete destruir parte de O Hobbit… É uma história tão boa!! O Frodo dá até para engolir no comecinho, mas Sam, Merry, Boromir? Eles nem tinham nascido quando a história aconteceu!!!! E isso de elfa guerreira é MUUUUUITO nada a ver totalmente nada a ver com o mundo de Tolkien que muitos distorcem para ficar parecido com algumas obras de fantasia comuns que há por aí!
          Estou totalmente de acordo com você, Edson.

  9. “que não aparecem nas páginas do romance de Tolkien, e, na verdade, nem foram criados pelo autor.”…o.O…
    uma Personagem totalmente Inventada…será q isso vai dar Certo…?oq Tolkien FAlaria…=D