1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"O Código Da Vinci" (Dan Brown)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Maedhros, 11 Abr 2004.

  1. Logan Mcloud

    Logan Mcloud Usuário

    livro fraco.... com erros grosseiros ate pra mim q nao sou estudioso de artes... nem de iconografia.... pessimo.... um livro criado para ser best seller... coisa de paulo coelho...


    os erros( o grupo opus dei longe de ser retrogrado e nao gostar de ciencia e/ou tecnologia tem astrofisicos e engenheiros em seu corpo.... os rituais de auto-flagelamento NAO sao parte da doutrina ensinada por eles... [fato : eles nao tem mulheres entre eles mas eu nunca os vi tratarem como inferiores....] )

    os nipes do baralho NAO tinham a conformaçao q q o autor diz... eu sei disso pq eu tenho um livro q falar sobre cartas e o seu surgimento....


    quando eu comecei o livro... depois da descriçao do personagem principal eu ja sabia q seria um livro "resceita de bolo" eu e minha mae ate conversamos sobre ocmo alguns de vcs falaram "as viradas da trama" hUAHUHUHUHA q livrinho fraco...


    Dwarf
     
  2. Uzd

    Uzd Usuário

    como o coleguinha Muad'Dib disse, é um livrinho bem fraco... Talvez o cara tenha algumas idéias interessantes e etc, mas não é um bom escritor... sua linguagem é rasteira, pífia, sem charme, elegância e, eu diaria, até mesmo, sem arte... me lembrou bastante Paulo Coelho. enfim, coisa que só nos meus tempos de primário tinha visto (nunca li Harry Potter, mas imagino que seja algo assim tbm).

    Se eu fosse o sr. Dão Brown, anotaria as suas idéias -- que são realmente interessantes -- num bloquinho e passaria para algum escritor mais talentoso escrever. Ou as deixaria por lá mesmo...
     
  3. Elfa de Valfenda

    Elfa de Valfenda Usuário

    Bom, eu li o livro e adorei...é muito interessante, divertido, te prende até o fim. Essa mistura entre fatos e ficção, lendas e histórias reais é bem legal, aguça a imaginação, e te instiga a pesquisar sobre o assunto em busca de coisas concretas, em que realmente se pode acreditar... eu recomendo mesmo o livro, é ótimo, com uma linguagem fácil, algums acham que isso é desvantagem, mas eu não! O esquema dos capítulos é legal, eles são curtos e dão movimento à história...se para alguns vários fatos foram previsíveis, pra mim foi uma surpresa atrás da outra na história!

    Acho que o Dan brown é um escritor muito bom, pq pra mim livro bom é aquele que vc tem vontade de ler, de terminar...dizem por aí que seu conteúdo é fraco, etc, mas não definiria como BOM um livro com bastante conteúdo contado de maneira chata, estática, insuportável, que vc só leria se valesse nota pro colégio... :roll:

    Bom, alguns podem não ter gostado do livro, mas daí a dizer que ele é fraco eu discordo, afinal livro fraco não vende 10mi de cópias.... :wink: Ele tem uma história bem contada sobre um assunto polêmico e controverso - uma receita de sucesso, sem muita característica de receita, pois não consegui ver muitos clichês, apenas uns poucos que eu acho normal...apenas fórmulas para se deixar um livro mais interessante, nada de exagero... :mrgreen:
     
  4. Uzd

    Uzd Usuário

    hm, discordo. Acho uma boa história, bom conteúdo, porém contado de maneira fraca, infantil. O estilo de tio Brown não tem nenhuma elegância, nada que me prenda a atenção, empolgue, etc. e linguagem fácil, se bem usada, pode ser interessante sim, mas, IMO, o tom do livro não a pedia. Acho que a única forma que o DB achou de tentar prender a atenção foi inserindo coisas "surpreendentes" no fim de cada capítulo, de forma a fazer o leitor continuar empolgado com a história e tal. Porém considero tal tentativa de persuasão muiro baixa e suja. Me desgosta tal procedimento. Você é mau, Dan Brown!

    Ah, basear-se na qualidade de um livro pela vendagem,, pra mim, é falta de argumento. Faz uma enquete com as pessoas que compraram e pergunta se alguma delas sabe soletrar "nietzsche". Garanto que a grossa maioria acha que é o som de um espirro, ou sei lá..


    e novamente: uma boa história mal escrita.
     
  5. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    tipo.....o livro é xeio de erros......mas esse negocio q tu disse é explicitado nele, neh naum?
    q o Silas é uma excessão dentro do grupo.....
     
  6. Logan Mcloud

    Logan Mcloud Usuário

    nao..... se vc ler o livro vai perceber q apara os adeptos menores essa nao eh uma pratica comum mas para os mais avançados eh.... e alem disso o escritor mensiona q a istituiçao estava sendo processada.. ou tinha aparecido na midia de uma forma negativa por seus adeptos usarem de auto flagelaçao..


    Dwarf
     
  7. Nimrodel Telcontar

    Nimrodel Telcontar Hobbit embaraçada

    Puxa, to vendo tantas críticas pra um livro que eu considerava muito bom...
    Eu não acho que ele escreva de forma infantil... Eu gosto... A única coisa que eu realmente odiei foi que a fórmula do livro dele é sempre A MESMA!!!
    Começa com uma morte, depois um sonho e o vilão é sempre um que se passa por amigo... Eu li o começo de Fortaleza Digital, e li Anjos e Demônios inteiro e realmente o fim não foi surpreendente em Código, porque eu já tinha lido AeD...
     
  8. Oi Gente! :|8-)

    Um livro muito bom para aguçar o interesse no tema, uns se aprofundarão e irão atrás dos fatos narrados, como já fizeram com o quadro da Santa Ceia e outros irão mais além. Talvez essa seja a intenção.

    Esses temas abordados ficaram muito tempo guardados e soa para muitos quase que como uma heresia querer contestar ou querer saber mais!

    Na verdade, já passou o tempo desse papo de esconder "a verdade" em salões profundos escondidos a 7 chaves.

    É bom mesmo esse rebuliço, isso pra mim provoca a fé raciocinada e não a fé cega, buscar a verdade, mesmo que ela só exista para alguns e para outros a verdade não sirva, os temas que regem a humanidade devem ser esclarecidos, ou sempre abrirão brechas para especulações.

    Se não abrirem logo as portas dos salões, a humanidade irá criar a sua própria verdade, assim como fizeram com o catolicismo que por muito tempo foi a verdade absoluta e hoje é contestada de todas as formas, abrindo as tais brechas para o surgimento de novas religiões e seitas fundamentadas exatamente nas falhas dos textos católicos.

    Eu adorei o livro, vou ler de novo e se eu tivesse tempo e saco iria atrás de alguns outros livros do mesmo tema à título de pesquisa e aprofundamento, pois é tudo muito intrigante e interessante.

    Como leitura é ótimo, mas não deve reger nada mais além disso, pois não é saudável!

    Estou esperando algo tão consistente abordando o tema sobre vida no Universo, aparecimento de Ets e etc.., até agora eu não li algo que me fizesse ter esperanças de que um dia "a verdade" sofra um rebuliço igual.

    Se alguém puder me indicar alguma coisa eu serei imensamente grato!

    Brigado :D:D
     
  9. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Acho que estamos lidando com opiniões pessoais aqui.

    Eu não gostei do Código, pra ser franco... Ele foi é um pequeno passatempo, mas não é o que EU considero boa leitura...

    No entanto muitos adoram, tanto que o livro possui vendagem estupenda, o que eu vejo é um certo preconceito por parte de uma minoria pseudo-eruditos que tentam demerecer a qualquer custo a leitura de nomes como Dan Brown.

    Uma questão pura e simplesmente conceitual e cultural... O que o povo custa a entender é que o meu conceito de boa literatura dificilmente vai ser idêntico ao teu.

    Tendo também mais um ponto chave: o público alvo do livro... é um romance digno do grande público, rápida e fácil leitura com o proposito de distrair um pouco o leitor, faze-lo se envolver com a história de modo simples e "gostoso", eu diria.

    Estou em uma fase de acreditar que qualquer coisa que leve a população um pouco de cultura é lucro...
     
  10. Uzd

    Uzd Usuário

    Se isso foi direcionado à mim, só quero esclarecer que tudo que eu disse sobre a obra foi a minha opinião. Achei que isso estivesse explícito, na verdade.

    Continuo achando (eu) uma história legalzinha porém cujo estilo simples da leitura não me chama atenção, não dá aquela ânsia por ler,... não deixou de ser (p/ mim), como você mesmo disse, um pequeno passatempo, p/ ler enquanto espera a mãe fritar os nuggets, etc.

    Ah, e discordo quanto ao rótulo de pseudo-erudito para quem não gosta de livros populares.. mas não convém dizer o que penso sobre isso aqui.
     
  11. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Não, não... não foi procê não. :D

    Foi mais um apanhado geral sobre o que eu penso do livro e como são tratadas com um certo desdem as pessoas que apreciam esse tipo de literatura (isso, claro, por parte de alguns).

    Inclusive por isso que no meu post eu falo em "desmerecer a leitura" de livros do tipo, e não as criticas a obra em si... afinal eu mesmo já critiquei e bastante o Código.
     
  12. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Pessoal a discussão que começou a rolar aqui virou outro tópico só pra nos organizarmos melhor:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Ficamos exclusivamente com comentários acerca do Código da Vinci por aqui, então. :D
     
  13. Peregrino

    Peregrino Estrela de Valinor

    Eu ainda não tinha lido o Código, talvez pelas péssimas críticas sobre o Dan Brown, mas criei coragem e li o disinfiliz, e como professor de história e interessado nas ordens secretas e tals, sub literatura.
    Lógico que pelo lado da trama e da ação o livro é bacana e de rápida leitura, mas ele também para poder criar um clima de tensão presta um deserviço à história. Ele utiliza a simbologia cristã e pré-cristã como se fosse um Sherlock Holmes moderno, onde tudo está ligado a decifrar pequenas tiradas históricas.
    Certas incoerências históricas apresentadas aos mais leigos no livro, como os evangélios apócrifos, a união de Maria Madalena e Jesus Cristo, são usadas errôneamente e apresentadas como verdades históricas que induzem ao erro.
    Não gostei.
     
  14. Lycaeon

    Lycaeon Usuário

    Então, é isso que mata nos livros do Dan Brown, a falta de uma coerência na sua "linha do tempo". eu particularmente, não gosto dos livros dele..
     
  15. Eriol

    Eriol Usuário

    e uma novela, nao um livro de historia
     
  16. Lycaeon

    Lycaeon Usuário

    Mesmo assim, acho chato essa "deturpação", mas.. é a minha opinião, apenas
     
  17. Eriol

    Eriol Usuário

    desculpa, eu estava falando sobre o negocio da religiao e tal :lol:
     
  18. Peregrino

    Peregrino Estrela de Valinor

    Mas mesmo assim, sendo ficção ou não, vc não pode fornecer informações falsas ou deturpadas sobre um determinado assunto, como a Opus Dei que é uma organização que existe, e depois deixar com uma imagem errada a milhares de pessoas.
     
  19. str1ker

    str1ker Usuário

    Eu acho que sendo ficção, e afirmando realmente tratar-se disso, pode-se fornecer informações falsas sobre qualquer assunto.
     
  20. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Não se vc não deixa CLARO que as entidades das quais vc vai falar vão ser retratadas de modo ficcional...

    Agora Dan Brown usa o nome de entidades que existem e faz delas uma imagem bem diferente da realidade, por exemplo...
     

Compartilhar