1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Literatura e Futebol

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Excluído046, 27 Ago 2011.

  1. Excluído046

    Excluído046 Banned

    O título do tópico já diz (quase) tudo. Vamos comentar sobre os melhores textos literários que abordam, de alguma forma, o futebol, que vocês já leram. Para quem ainda não é 'iniciado' neste tipo de literatura, sugiro a leitura de "A eterna privação do zagueiro absoluto", de Luis Fernando Verissimo, que é um livro excelente.

    Para começar...

    Quem já falou comigo por, pelo menos, dois minutos, sabe que Literatura e Futebol são duas das minhas grandes paixões. Sabe que vou ao Mineirão, que xingo, que grito, que choro, que fico em êxtase, que fico deprimida, etc.

    Tenho amigos que dizem que quando querem falar comigo, no msn, procuram, na lista de contatos, por alguém que use um nick que tenha alguma ligação com futebol ou livro.

    Um amigo, certa vez, tomou um esporro de uma de suas amigas porque ela estava usando "Capitu" como nick e ele pensou que fosse eu. (Engano ainda mais justificado para quem sabe que eu amo Machado de Assis).

    Hoje (18/01/2011, já que o texto deste tópico foi devidamente surrupiado do textinho do tópico homônimo que criei na Valinor), quando estava voltando do trabalho, acabei sendo surpreendida ao passar em uma banca de revistas (só para dar aquela olhadinha básica. Só para ficar babando nos gibizinhos da Marvel. Ok, eu dei uma espiadinha no encadernado de aniversário de 75 anos da DC :oops: ). Vi o trequinho da Bravo!, com o título "Literatura & Futebol", e, senti aquela empolgação boba, a empolgação que uma criança sente quando vê o presente nas mãos dos pais.

    Ri com as caricaturas dos escritores, algumas, como sempre, impagáveis e inconfundíveis. Depois, li 'os melhores contos, poesias e crônicas sobre o esporte, por uma seleção de grandes autores brasileiros'. Só então, li, um por um, o nome dos escritores cujos textos compõem o livro. Na verdade, não li 'um por um', imediatamente. Procurei, em um primeiro passar de olhos, Luis Fernando Verissimo e Nelson Rodrigues, pela tradição desses escritores como cronistas de futebol. Quando vi que seus nomes figuravam entre os outros, procurei por um terceiro, que não encontrei, e, confesso, fiquei decepcionada.

    Comprei o livro, mesmo assim. Cheguei em casa e, mesmo com uma dor de cabeça infernal, fui dar uma rápída olhada. Já li o livro, com exceção de três crônicas, que pulei, sem remorso. :lol: (mas voltarei nelas, outro dia qualquer).

    A apresentação do livro, feita por Marcelo Moutinho, ficou bem interessante, uma vez que ele decidiu fazer uma pequena síntese da opinião de alguns escritores sobre o futebol, incluindo as opiniões negativas.

    O destaque do livro fica, a meu ver, por parte de Clarice Lispector (botafoguense!) e sua provocativa e divertida crônica, em resposta a Armando Nogueira, que disse que trocaria uma vitória do Botafogo por uma crônica de Clarice sobre futebol.

    Eu poderia falar, também, sobre o poema de João Cabral de Melo Neto :grinlove:, mas acho que não seria surpresa para ninguém, já que é de conhecimento geral que ele foi jogador - volante -do seu time do coração (América de Recife) e foi campeão estadual juvenil pelo Santa Cruz, em 1935, antes de jogar, de vez, para escanteio (com o perdão dos trocadilhos) os gramados.

    Também acho interessante destacar a presença de textos de escritores que despontaram nos últimos anos (Geração de 90). Não consigo expressar tamanha felicidade que senti ao ver uma crônica do Tezza (mesmo que ele torça pelo Furacão :disgusti: ) no livro, assim como senti ao ver textos de: Flávio Carneiro, Marcelino Freire, Glauco Mattoso e Marcos Caetano.

    Ah! Eu falei, no início do post, sobre a falta de um escritor no livro que me desapontou, né? Na verdade, são dois. O primeiro é Roberto Drummond. Pelo amor de Deus! Nem vou falar sobre as demais maravilhosas obras dele, mas falo sobre seu trabalho como cronista esportivo. Ele merecia, sim, que uma de suas crônicas fosse incluída no livro (e nem precisaria ser "Oração do Atleticano", "A cegueira da paixão", "Branca e preta é a minha pele", dentre outras. Poderia ser uma que ele falasse sobre futebol de modo geral, não sobre a sua (dele, e minha!) paixão em preto e branco: o Clube Atlético Mineiro).

    E para quem pensa que minha indignação é porque eu sou atleticana, não é. Também fiquei desapontada (feito um lápis esquecido no apontador) de não ter, no livro, "Declaração Alviverde (por um poeta atleticano)", do Leminski. Meu melhor amigo é torcedor do Coxa, e uma das coisas que colocamos na nossa lista de 'coisas para fazer antes de morrer' é que nós vamos a uma partida do Coritiba no Couto, quando eu for para Curitiba; e nós vamos a uma partida do Galo, no Mineirão, quando ele for para BH (no tópico 'original', eu coloquei 'vier' para BH. Eu sei, o 'vier' é tão wtf? Além disso, desse jeito, fica parecendo que eu vivo em BH, né?)
     
  2. Ramalokion

    Ramalokion Mecha-de-Folha

    Ah então aqui não podemos deixar de falar sobre o deliciosamente fanático "Febre de Bola" do Nick Hornby!!

    Bom quem acompanha meus posts por aqui sabe que ou fanzaço do Hornby, mas a verdade é que esse livro é simplesmente apaixonante para quem curte futebol. Somos apresentados a uma espécie de autobiografia encharcada de fatos futebolisticos!

    Quem não usa campeonatos/derrotas/um penalti no fim do jogo contra o maior adversário para se lembrar de datas? Quem nunca contou alguma mentirinha para outra pessoa apenas para assistir/ouvir um jogo?

    Vemos que nossa mania de achar aquele jogo na 2ª rodada (de 38) contra o penultimo colocado do campeonato estadual do Acre como ABSOLUTAMENTE importante, digno de cancelar compromissos?

    Enfim... um livro de fanático para fanáticos! Ou melhor: de torcedor para torcedor!!
     
  3. Cantona

    Cantona Tudo é História

    Nelson Rodrigues é insuperável. Pela sua caneta, qualquer partida de futebol ganha contornos épicos, como se ali, no gramado, o destino da humanidade estivesse em xeque. À sombra das chuteiras imortais e A pátria em chuteiras possuem as melhores crônicas sobre futebol que já li.

    Carlos Drummond de Andrade também deixou-nos maravilhas sobre o futebol, tanto em poemas quanto em crônicas, a maioria reunidas no seu Quando é dia de Futebol.

    Outro livro, também muito bom, Bola na rede: A Batalha do Bi, de Stanislaw Ponte Preta. Um relato das partidas no Brasil na Copa de 62, feito com a comicidade habitual de Sérgio Porto.

    "... Voltou Pelé, e sinto informar que está na ponta direita, inteiramente sem função. Parece até o Tancredo Neves. Quem faz das tripas coração é o Garrincha, correndo pelo centro, mas não se pode negar que o time está meio apavorado. No entanto, isto é praticamente um jogo ganho. Deus queira que não me engane, pois não terei tempo de mudar estes escritos, antes de entregá-los ao homem que remete nossos trabalhos para o aeroporto... "*

    * Sobre Brasil 0 x 0 Tcheco-Eslováquia
     
  4. Marcileia

    Marcileia Usuário

    Esse tá na lista, também gosto de futebol e pelo que o pessoal fala, esse livro é um dos melhores sobre o tema...
     
  5. Spartaco

    Spartaco James West

    Principalmente para os palmeirenses como eu, mas também para os gostam de conhecer as histórias do futebol, indico o livro Palmeiras Campeão do Mundo - 1951 de Fernando Razzo Galuppo.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este livro conta os detalhes de uma das maiores conquistas de nosso futebol, após a desilusão pela perda da Copa do Mundo de 1950. Vale a pena conhecer.
     
  6. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    "A Eterna Privação do Zagueiro Absoluto.
    Autor:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Editora:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Categoria:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    "

    Verissimo um dos mestres na arte de unir a maior paixão popular brasileira (futebol) com a literatura.:lendo: Esse é um bom livro de crônicas que versa sobre o futebol e suas nuances.
     

Compartilhar