Maquete de Amon Sûl na Segunda Era

“Mas muito antes, nos dias do Reinado do Norte, construíram uma grande torre de observação no Topo do Vento, que chamavam de Amon Sûl. Ela foi queimada e destruída, e nada mais resta agora, a não ser um círculo em ruínas, como uma coroa grosseira sobre a cabeça da velha colina. Apesar disso, já foi alta e bonita. Conta-se que Elendil ficava ali olhando, à espera de Gil-galad que vinha do Oeste, nos dias da Última Aliança”.  (Aragorn, uma faca no escuro, SdA – A Sociedade do Anel)
 

 Desde que li o trecho acima, e desde que vi as ruínas de Amon Sûl no filme A Sociedade do Anel, tentei imaginar como teria sido a grande torre de observação construída nos tempos de Elendil. Havia algum tempo eu desejava voltar a construir algo que tivesse relação com SdA. Decidi pelo que era possível no momento e que fosse curioso e interessante para mim mesmo. Optei por Amon Sûl. Como nunca vi imagens dela como uma torre por inteiro, apenas as ruínas, tudo que fiz foi fruto de minha imaginação e habilidade que se aprimora a cada trabalho. Está pronta! Espero que apreciem e que seja curioso e interessante para vocês também.

    

                                   
      
Materiais usados:
  • Cola branca
  • Peças modeladas de madeira (além de palitos de dentes e fósforos)
  • Massa F12 para restaurar madeira
  • Tinta preta para tingir massa
  • Pincel 
A torre está sobre 3 pedras (uma delas consegui na estrada de ferro Pindamonhangaba – Campos do Jordão-SP). A passagem que leva até a torre fiz com uma dessas pedras e com Durepox, uma massa acrílica. A relva verde é toda de musgo e as árvores são raízes. A torre mede 16 cm de altura e da base da pedra até o topo da torre, 25 cm. Ela está num quadro de madeira de 24×19 cm.
 

Comentários