A história de "O Hobbit": Beren e Lúthien?!

O que está em jogo, na verdade, é como Tolkien concebia o mundo de "O Hobbit" desde o começo. Lembra-se de que, quando o livro começou a ser escrito, ele já estava trabalhando nos textos que dariam origem a "O Silmarillion" havia quase 20 anos.

Já vimos há alguns dias que o Professor citou até o deserto de Gobi nas primeiras versões do capítulo inicial do livro. Será, então, que a história ocorreria numa época bem mais próxima da nossa?

Não se levarmos em conta uma das versões seguintes do capítulo. Conversa vai, conversa vem, Gandalf (ou melhor, Bladorthin, que era o nome original do mago) menciona sua visita às masmorras do Necromante (que viria a ser identificado com Sauron). E diz mais.

Castelo destruído
"De qualquer maneira, o castelo dele não existe mais, e ele fugiu para outro lugar mais sombrio – Beren e Tinúviel destruíram o poder dele, mas essa é uma outra história."

Ahn? Deixa eu repetir, mais devagar, pra ficar claro. O mago Bladorthin teria visitado as masmorras do Necromante ANTES de ele ser derrotado por Beren e (Lúthien) Tinúviel. Mas isso faz relativamente pouco tempo na trama da história — algumas décadas, já que nessas masmorras nosso amigo encontrou o pai de Gandalf (anão cujo nome na edição atual é Thorin; eu sei, pusta confusão).

ora, se a coisa é mesmo da maneira que parece, tudo indica que Tolkien estaria desde o começo tentando integrar o mundo de "O Hobbit" com as lendas de "O Silmarillion". É uma espécie de autoplágio, no sentido de que ele tenta usar elementos do que já escreveu pra ajudar na ambientação da nova obra.

Outra pista sobre isso é o fato de ele ter reutilizado os desenhos da Taur-nu-Fuin, a floresta "assombrada" do Silma, para ilustrar a Floresta das Trevas de "O Hobbit". A localização geográfica também parece corresponder inicialmente. A questão é: trata-se da MESMA floresta? Pode ser que sim, no começo — até Tolkien começar a ampliar a história da Terra-média. Isso porque só existia a Primeira Era no começo — só mais tarde é que Segunda e Terceira Eras foram emergindo.

Veremos mais pistas dessas nos próximos capítulos da série.

Comentários

  1. Mas pelo oq me lembro (corrijam-me se estiver errado) Beren e Luthien se casam, ai eles têm filhos, depois netos (estou sem o meu Silmarillion em mãos.)
    Então se não me engano na terceira geração, acontece aquela história, do marinheiro e da mulher que vira uma gaivota ( esqueci o nome deles), ela carrega a Silmaril do ar. Eles tem dois filhos, Elros e Elrond, meio elfos.
    Elrond decidi virar elfo, e Elros homem.
    De Elros segue uma descêndencia de umas 34 gerações pra mais, que acaba chegando lá em Aragorn, no tempo onde ocorre a Guerra do Anel.
    Então têm bastante entre O Hobbit e Beren e Luthien.
    Talvez originalmente isso poderia ser diferente mesmo.

    Vai ver que Tolkien a princípio queria escrever o conto de Beren e Luthien, um livro romântico, mas depois mudou de ideia.