Os Efeitos Especiais de O Hobbit – Gollum

gollum.jpg
Quaisquer notícias sobre O Hobbit são dignas de menção hoje em dia – e
aqui está uma que é saborosa. Dentro de uma entrevista com Guillermo
del Toro
para a IGN, o diretor de Hellboy e O Hobbit, nosso estimado
fazedor de filmes deixou escapar alguns detalhes, como a recusa em
dirigir Watchmen e o fato de que já está realmente planejando como
conduzir a criação e apresentação das criaturas de O Hobbit.

 
Assim como o diretor de O Senhor dos Anéis, Peter Jackson, del Toro tem
uma queda pelos efeitos tradicionais utilizando modelos, maquetes e
efeitos visuais reais – algo que ele pretende introduzir em O Hobbit.

Ele explicou,

 

"Você tem que ser bastante cuidadoso e não se fixar
apenas em uma única ferramenta – e isto é outra coisa com a qual tenho
a mesma paixão que Peter Jackson. Ambos somos grandes fãs das técnicas
de ‘velho mundo’ como maquetes, modelos, miniaturas, pinturas – e, no
caso de O Hobbit, eu tenho intenção de continuar com isso e adicionar
muitos animatrônicos mais na mistura".

"Nós precisamos manter esta forma de arte viva, porque ela tras um
poder textural ao filme que em última análise afeta o conteúdo. As
criaturas parecem mais táteis e mais tangíveis do que em Computação
Gráfica (CG)".

Fica claro que O Hobbit dará continuidade ao trabalho artístico de
contrução de modelos visto anteriormente nos trablhos de del Toro – mas
ele não negligenciará o poder de animação por computador.
 

"Eu acho que
certas criaturas são melhores representadas se feitas inteiramente em
CG e outras são melhores se feitas completamente com animatrônicos – e
outras só são possíveis com o uso de ambas as técnicas".


Nos naturalmente perguntamos se ele planejava continuar com um Gollum
em CG:
 
"Com certeza. eu acho que ele funcionou perfeitamente na
trilogia [de o Senhor dos Anéis] e se não está quebrado, pra que
consertar?"
 
Fonte: IGN