A trilha de Valinor

Invocado pelo poder das sombras, o feiticeiro lhe abre os portões

Antigas escrituras sagradas lhe mostram o caminho

Na ponte das flores, não se iluda com os falsos anjos

No vale das pedras, tenha coração de aço

Pois o medo da morte ira rodia-lo

 

Caminhar para o outro lado, muito alem dos sonhos

Caminhar para o outro lado , para poder descansar em paz

Lutar morrer renascer e tentar de novo, Esta e minha jornada

Muitas bestas já matei, E vi muitos bravos morrerem

O guerreiro das sombras, Repousa entre as montanhas geladas do sul

Mas antes passara pelo templo dos monges de Soletri o aconselharão

No deserto dos migradores o perigo vem dos céus

Contam as lendas que na noite o sois se tornam ensangüentados

Adiante entrara na floresta dos magos

Eles tentarão corrompe-lo para o outro lado

Seus gnomos são traiçoeiros

No atalho do lago, passara pela caverna

Onde os velhos dragões repousam

Enfim então chegara onde as dimensões se fundem

Os castelos de Jacobh, você ira avistar

O velho homem de capa preta, agora te guiara

Somente ele sabe o lugar da profecia

Ninguém sabe quem ou o que ele é

Sei apenas que suas profecias sempre se concretizam

Cuidado com o castelo das sete torres

Lá vive o dragão de MOR

E por ele apenas um coração bravo e puro passara

Dentro do castelo os canibais e bestas você enfrentara

E o cavaleiro negro ira ate você

Mas com pureza no coração e com a espada de fogo você o vencera

Direita ou esquerda, acima ou abaixo 

Agora meu amigo, é com você

Siga seu coração

Se conseguir cruzar os mares de loucura

Você vera entre a nevoa da costa

Minha casa, que fica num lugar chamado VALINOR.