Erkenbrand

Rohan
Erkenbrand era o Senhor do Folde Ocidental em Rohan durante a guerra do anel. Erkenbrand era alto e forte e ele levava consigo um escudo protetor vermelho e um chifre preto. O Rei Théoden dizia que o valor do Legendário Helm Mão de Martelo vivia outra vez em Erkenbrand.

 

 
Em sua juventude, Erkenbrand era um mero oficial cavaleiro do Rei Théoden. Mais com o tempo foi criando força e agilidade consigo e como o senhor do Folde Ocidental, Erkenbrand era o senhor e o mais respeitado em Rohan Ocidental.

Viveu no Abismo de Helm, através da abertura de Rohan para Isengard. Enquanto as ameaças dos ataques de Saruman aumentaram, Erkenbrand reparou e fortificou as defesas do Abismo de Helm nas suas montanhas profundas. Deixando-as muito resistentes e belas.

Erkenbrand assumiu muito bem como comandante das defesas Ocidentais de Rohan após a morte do filho de Théoden, Théodred. Na primeira batalha dos Foldes do Isen no dia de 25 de fevereiro de 3019. Quando Erkenbrand soube da trágica notícia, no dia seguinte mandou mensagens para o Rei Théoden lamentando a perda de Théodred e lhe perguntou sobre Éomer, em ajuda para defender o Folde do Isen que estava sendo atacado frequentemente pelas forças de Saruman.

Entanto a ajuda foi atrasada e cessada pelo conselheiro Grima, Língua de Cobra do Rei Théoden, que estava a serviço secreto de Saruman. A intenção de Erkenbrand era defender o Abismo de Helm e por fim impedir que as forças de Saruman continuassem sobre a capital de Édoras.

Muitos dos povos do Folde Ocidental fizeram refúgios nas cavernas profundas do Abismo de Helm e o alimento e as fontes foram lá guardados. Erkenbrand deixou aproximadamente uma frota de 1.000 Rohirrim no Abismo de Helm e pôs Grimbold para comandar a fortaleza e defender o Folde do Isen, quando Erkenbrand foi reunir as forças do Folde Ocidental para descanso ele contou acima de aproximadamente 1.000 Rohirrim, incluindo alguns dos mais melhores cavaleiros no Folde Ocidental.

Na noite de março, por volta do dia 03 e 04, Erkenbrand foi encontrado por Gandalf, O Branco e junto prosseguiram para o Abismo de Helm a auxílio á Théoden de Rohan que estava sofrendo um ataque em massa de Saruman. Chegaram ao alvorecer do dia 04 de março. Erkenbrand soou seu chifre enquanto Gandalf foi descendo a montanha, quando o rei Théoden conduziu a cavalgada para fora do Abismo de Helm. As forças de Saruman foram estarrecidas. Os homens renderam-se e os Orcs foram recuados para a floresta de Fangorn que lá Huorns os esperavam emitidos por Barbárvore, os Orcs foram exterminados e nunca mais foram vistos outra vez.

Mais tarde, Erkenbrand disse aos homens de Dunland que tinham lutado a auxílio de Saruman, que estariam livres para retornar para suas casas se fizessem um juramento de que nunca mais enfrentariam os Cavaleiros de Rohan em Guerra. Mas primeiramente colocou-os para enterrar os mortos da Batalha do Abismo de Helm e que reparassem os danos causados ao Abismo.

Quando o Rei Théoden conduziu os Rohirrim para Gondor, Erkenbrand foi deixado em Édoras para defender Rohan. Foi escolhido por causa de sua experiência e bravura, dignidade, e autoridade.

Nota: Erkenbrand significa "a espada preciosa".