Segunda Era do Sol

[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] A Segunda Era do Sol foi a Era dos Numenoreanos. Estes foram os descendent

 

[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] A Segunda Era do Sol foi a Era dos Numenoreanos. Estes foram os descendentes dos Edain da Primeira Era e a quem os Valar haviam contemplado com a recém criada ilha no meio do amplo mar entre a Terra Média e as Terras Imortais.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Aos Numenoreanos foi concedido uma longevidade maior que a dos Homens comuns, e com o passar dos séculos sua força e saúde aumentou e seus navios percorreram todos os mares do mundo mortal. Númenor, freqüentemente traduzido como Ocidente, também era chamada “terra das dádivas”, “terra da estrela” (devido a seu formato geográfico), ou Atlantë simbolizando o mito do continente perdido de Atlântida.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Númenor era um reino sobre uma ilha na forma de uma estrela de cinco pontas. No seu interior ela media duzentas e cinquenta milhas, e em seu extremo estendia-se por quase o dobro desta distância. Era dividido em seis regiões; uma para cada península e uma para a região central, onde encontrava-se a montanha sagrada, Meneltarma, ou “pilar do céu”, a maior montanha de Númenor. Em seus sopés havia Armenelos, a “cidade dos reis”, onde o rei e a maior parte dos Numenoreanos vivia. Mais abaixo havia o porto real de Rómenna. As outras cidades portuárias, Eldalondë e Andúinië, eram voltadas para o oeste, para as Terras Imortais.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] O primeiro rei de Númenor foi Elros, filho de Eärendil e irmão gêmeo de Elrond Meio-elfo; isto se deve ao fato de no final da Primeira Era, quando aos gêmeos Meio-elfos foi dito pelos Valar que eles deveriam escolher seus destinos, Elrond escolheu ser dos Elfos imortais, enquanto Elros tornou-se rei dos Edain, mortais. No entanto, por ser Meio-elfo, foi-lhe concedida uma longevidade de 500 anos e ele governou como rei de Númenor até o ano 442 da Segunda Era.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Enquanto os Numenoreanos prosperavam em sua ilha, aqueles Altos Elfos que sobreviveram aos conflitos da Primeira Era e escolheram permanecer na Terra Média uniram-se sob a bandeira de Gil-galad, o último Alto Rei Élfico, no reino de Lindon. Esta sendo a única parte de Beleriand a sobreviver à destruição, encontrava-se nas duas margens do Golfode Lûn. Com o passar dos anos, muitos desses Altos Elfos de Lindon vaguearam rumo ao leste e fundaram novos reinos. Senhores Sindar estabeleceram reinos entre os Elfos da Floresta em Greenwood a Grande e na Floresta Dourada de Lothlórien nos vales do Anduin. No oitavo século os Elfos Noldor de Celebrimbor estabeleceram o reino dos Ferreiros-Élficos de Eregion, pouco a oeste do Reino dos Anões de Khazad-dûm. No entanto os Elfos e Anões não foram os únicos a prosperar e crescer durante este período: Sauron, o Feiticeiro, permaneceu no mundo mortal e esforçou-se para suceder Melkor como Senhor Escuro da Terra Média.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] No ano 1.000, Sauron secretamente começou a construir seu reino de Mordor, escravizando as raças bárbaras dos Homens do Leste e Sul e angariando Orcs e outras criaturas malignas para seu reino. Ele também começou a construir a Torre Negra de Barad-dûr. Assumiu uma forma agradável chamando-se Annatar, significando “doador de dons”, e tentou atrair os Elfos com sua sabedoria e poder. Somente Celebrimbor e os Ferreiros-Élficos de Eregion foram iludidos. Usando o poder combinado de magia e metalurgia, Sauron e os Ferreiros-Élficos cooperaram para a realização de muitas criações fantásticas. Perto do ano 1500, eles atingiram o auge de sua habilidade e sob a orientação de Sauron, iniciaram a forja dos Anéis de Poder. Em 1600, os Anéis foram concluídos; Sauron traiçoeiramente voltou para Modor onde completou a construção de Barad-dûr e forjou o Um Anel, tornando-se então o Senhor dos Anéis.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Quando os Ferreiros-Élficos perceberam que haviam sido usados para ajudar Sauron a tornar-se o todo poderoso Senhor dos Anéis, eles se levantaram contra ele e travaram, de 1693 a 1701 a sangrenta Guerra dos Elfos e Sauron. Neste conflito Sauron matou Celebrimbor, destruiutoda Eregion e expulsou quase todos de Eriador. Os Anões de Khazad-dûm recuaram do conflito e fecharam suas portas ao mundo. No terrível confronto, a maioria dos Elfos de Eregion foi morta, restando apenas poucos sobreviventes. Estes foram conduzidos por Elrond Meio-elfo para as colinas ao sopé das Montanhas da Névoa, onde eles fundaram a colônia de Imladris, a qual os Homens mais tarde chamariam Rivendell (Valfenda).


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Depois de sua vitória sobre Celebrimbor, Sauron reuniu suas forças e marchou contra Gil-galad em Lindon. No último instante, uma foça poderosa de Numenoreanos juntou-se aos combatentes Elfos e tão forte foi o exército combinado que as legiões de Sauron foram totalmente esmagadas e ele foi forçado a recuar para Mordor.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Pelos próximos mil anos Sauron não fez nenhum movimento contra os Elfos, mas em vez disso trabalhou entre os bárbaros Easterling e Haradrim, extendendo sua sombra escura sobre o mundo. Entre os reis selvagens destes povos ele distribuiu os Nove Anéis dos Homens Mortais. Pelo vigésimo terceiro século eles haviam se tornado os Nazgûl, seus servos diabólicos principais, chamados Espectros do Anel (Ring-wraiths) pelos Homens. Enquanto isso, os Numenoreanos tornaram-se o maior poder marítimo que o mundo jamais conheceu. Nas terras costeiras da Terra Média eles fundaram várias colônias, assim como as fortificações portuárias de Umbar e Pelargir. Finalmente, o erguer do império marítimo Numenoreano e o império terrestre de Mordor resultou em conflito.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] No ano de 3261, os Numenoreanos desembarcaram uma armada enorme em Umbar e despachou uma força massiva que marchou para Mordor. Sauron viu que a força deles era maior que a sua e que não tinha chance de sobrepujá-los, e nem mesmo defender-se por força bruta. Mesmo assim, os povos da terra espantaram-se ao ver o Senhor do Anel descer de sua Torre Escura de Mordor e render-se a eles. Os Numenoreanos acorrentaram Sauron, levaram-no para sua terra e o aprisionaram em sua mais segura masmorra. Mas com astúcia, Sauron fezo que não havia conseguido com força bruta.Falsamente aconselhou os reis orgulhosos de Númenor e corrompeu-os de forma que eles mesmos tramaram contra os Valar. Tão completa foi sua vitória que os Numenoreanos ousaram erguer a maior frota de navios que jamais existiu e navegar para o oeste para travar batalha contra os Poderes de Arda. Por este ato, Ilúvatar causou a submersão da ilha de Númenor. As montanhas e cidades caíram, o mar ergueu-se em fúria e toda Númenor caiu em um abismo.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Juntamente com este cataclisma veio a Mudança do Mundo. As Terras Imortais foram colocadas além das Esferas do Mundo e ficaram para sempre além do alcance de todos, exceto os Escolhidos, que viajavam em navios Élficos pela Estrada Direta através das Esferas de ambos os Mundos. Este foi o fim da Era de Atlântida como nós conhecemos agora nos mitos, e o mundo curvou-se sobre si mesmo. Não era mais um mundo plano fechado pelo Mar Circundante e imerso na Esfera de Ar e Éter, mas tornou-se o mundo esférico com nós o conhecemos agora.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Mas a Segunda Era nao terminou com a imersão de Númenor no ano de 3319, nem tampouco a linhagem dos Numenoreanos foi totalmente extinta. Pois como o tempo e os contos falam, havia aqueles entre os Numenoreanos que, liderados pelos Príncipes de Anduinë, que se auto denominavam Os Fiéis e se recusaram a abandonar os Valar e os Eldar. Liderados por Elendil, o Alto, eles navegaram com nove navios para o leste, para as costas da Terra Média no momento do cataclisma. Estes eram os Dúnedain, os sobreviventes fiéis Numenoreanos, que estabeleceram os reinos de Arnor e Gondor sobre a Terra Média.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] No entanto, quase imediatamente, houve desavença e conflito, pois pelo poder do Um Anel, Sauron também escapou à imersão de Númenor e regressou a Mordor de onde tramou a destruição de todos os reinos restantes dos Elfos e Dúnedain sobre a Terra Média.


[img]http://www.valinor.com.br/imagens/spacer.gif[/img] Em retaliação, a Última Aliança de Elfos e Homens foi formada, e o exército de Sauron foi destruído na Batalha de Dagorlad. Entrando em Mordor, a Aliança lançou um cerco sobre a Torre Escura por sete longos anos antes que Sauron fosse derrubado. Em seu último golpe, o Grande Rei dos Dúnedain, Elendil e seu filho Anárion, junto com o último Grande Rei dos Eldar na Terra Média, Gil-galad, foram mortos. Mas Sauron também caiu e Isildur cortou fora o dedo de Sauron com o Um Anel. Com a conquista de Mordor, a destruição da Torre Escura, o banimento dos Espectros do Anel e a queda de Sauron, no ano 3441, a Segunda Era chega a um fim.