Cisne ganha prêmio em defesa dos Ents

Ok, eu forcei um pouquinho a barra nesse título, mas é só pra chamar a atenção de vocês e dividir com os nobr
 

Ok, eu forcei um pouquinho a barra nesse título, mas é só pra chamar a atenção de vocês e dividir com os nobres leitores da Valinor essa alegria :D

O fato é que este Cisne que vos fala é o ganhador da edição de 2005 do Prêmio de Reportagem sobre Biodiversidade da Mata Atlântica, promovido pela Aliança para a Conservação da Mata Atlântica, uma parceria entre as ONGs Conservação Internacional e Fundação SOS Mata Atlântica, em colaboração com o Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ) e a Federação Internacional de Jornalistas Ambientas (IFEJ).

Competi com outras 71 reportagens, escritas por 49 jornalistas, e peguei o primeiro lugar em cerimônia feita no último dia 20, em Sampa, e apresentada por Didi Wagner, VJ da MTV).

A matéria saiu na revista Scientific American Brasil de setembro do ano passado, onde eu era editor-assistente antes de voltar pra Folha. O título era “Diversidade aos Pedaços” e o tema, o problema da fragmentação de ecossistemas – como a mata atlântica e outras regiões selvagens do país estão se transformando em pedaços isolados de mata que talvez não sejam mais viáveis no longo prazo.

O prêmio é uma viagem (com tudo pago, hehehe!) para Kuching, na ilha de Bornéu, Malásia, para participar da Cúpula Mundial de Mídia e Ambiente, a partir do dia 29 de novembro.

Quem quiser dar uma lida na matéria (ou ver fotinhos bicholas minhas recebendo a placa) pode entrar no site do prêmio:

[url]www.premioreportagem.org.br[/url]

E, claro, queria agradecer a todo o pessoal da Valinor que sempre acompanhou e curtiu o meu trabalho, em especial meus amores da Equipe :D

E aí, alguém quer um orangotango ou um hobbit da ilha de Flores de presente?