A Parede da Fama: RdR em Gigabits e Terrabytes.

A Wired Magazine, bíblia de todo nerd cool que se preze, nos mostra quem é o verdadeiro astro de RdR: pois trata-se de uma “parede de re
 

A Wired Magazine, bíblia de todo nerd cool que se preze, nos mostra quem é o verdadeiro astro de RdR: pois trata-se de uma “parede de render”, uma rede com servidores que fazem render distribuído.
Complicado? Pois é. Para começar, render é o processo de gerar as imagens criadas por computação gráfica. Lembrem que SDA é repleto de seqüências em CG. Desde o Gollum até as apoteóticas batalhas. Se a gente fosse botar nossos jurássicos computadores caseiros para “renderar” todas as cenas em CG do filme, muitas eras do mundo se passariam até que o RdR estivesse pronto.
Então a Weta Digital, responsável pelos efeitos especiais de SDA, montou essa gigantesca “parede de render” como eles chamam.
Resumindo, os caras botam 1.600 servidores para trabalharem juntos e “renderar” mais depressa. A Wired, carinhosamente chama essa parede de “fazenda de servidores”.

Pois é, vejam os números abaixo:

[b]Hardware:[/b]
Salas de equipamento: 5
Computadores de mesa (desktops): 600
Servidores na parede de render: 1.600 :o?:
Processadores (total): 3.200
Número de processadores acrescentados 10 semanas antes do prazo do projeto: 1.000
Tempo que demorou para instalar os processadores novos: 2 semanas.
Switches de rede: 10
Velocidade da rede: 10 gigabits (100 vezes mais rápido que a maioria).
Temperatura das salas de equipamento: 76 graus F.
Peso dos aparelhos de ar condicionados necessários para manter a temperatura: 1/2 tonelada.

[b]Armazenamento:[/b]
Disco: 60 terabytes (60.000 gigabytes) :o?:
Quase online: 72 terabytes (72.000 gigabytes)

[b]Saída (output):[/b]
Número de tomadas de efeitos especiais: 1.400
Número mínimo de frames por tomada: 240
Tempo médio para “renderar” um frame: 2 horas
Tempo mais longo: 2 dias
Total de tomadas em efeitos especiais no filme: 2 horas
Tempo de produção: 9 meses

Vejam a matéria original da Wired (em inglês) e a foto do bichinho [url=http://www.wired.com/wired/archive/11.12/play.html?pg=2]aqui[/url]!

Agradecemos ao nosso colega Alano Diniz que nos enviou o link.