Manter O Hobbit consistente com SdA sempre foi a intenção de Peter Jackson

O primeiro trailer de O Hobbit: Uma Jornada Inesperada deixou bem claro que a Terra-média não mudou muito desde que Peter Jackson concluiu O Senhor dos Anéis. E isso não é uma reclamação. Para os fãs, quando se trata de O Hobbit, a mudança não é necessariamente bem-vinda.

Falando com a MTV News, no Sundance Film Festival na semana passada, Jackson explicou que sempre foi sua intenção manter O Hobbit narrativa e visualmente consistente com  O Senhor dos Anéis.

“Queríamos que fosse parte de uma série de cinco filmes”, explicou. “Felizmente, Tolkien escreveu um monte de material extra nos apêndices de O Senhor dos Anéis, onde ele mesmo amarra as duas histórias, 20 ou 30 anos após a publicação de O Hobbit. Então, nós fomos capazes de usar parte desse material”.

Mas, apesar do O Hobbit de Jackson não ser “tão infantil quanto a história do livro original”, ele trabalhou duro para ter certeza de que os filmes ainda “tenham um pouco de humor”. Por exemplo, Jackson prometeu que “algumas das canções [do romance] estarão lá”. Os fãs tiveram uma prévia dessas músicas no trailer lançado em dezembro passado, quando os anões se reúnem no lar de Bilbo Bolseiro para cantar uma canção sombria, acompanhada pela épica melodia composta por Howard Shore.

Encontrar este equilíbrio, mas permanecer fiel ao estilo da trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis, permitindo que O Hobbit seja a prequência natural desses filmes, tem sido um desafio agradável para Jackson, que está mais do que animado em voltar a trabalhar com hobbits, magos, anões e dragões.

“Eu estou gostando do filme e estou realmente animado com ele. Eu adoro ir ao trabalho todos os dias. Eu amo filmá-lo. Em fevereiro, vamos começar mais 100 dias de filmagem, mais ou menos até julho. Já teremos filmado ambos os filmes por essa época”, concluiu o diretor.

 

Quem também falou à MTV News foi o ator estadunidense Elijah Wood, que viveu o hobbit Frodo Bolseiro no O Senhor dos Anéis, e gravou uma participação especial para O Hobbit: Uma Jornada Inesperada, revivendo seu personagem. Apesar de não ter passado um longo tempo nos sets de filmagem, na Nova Zelândia, o ator disse que já conseguiu ter uma ideia do “clima” do novo filme de Peter Jackson, de acordo com o Vírgula.com.

Ele acredita que o diretor conseguiu retratar a atmosfera mais amena do livro O Hobbit, de J. R. R. Tolkien, se comparado a sua sequência, a trilogia O Senhor dos Anéis.

O Hobbit é mais fantástico, mágico e um pouco mais cômico. Os anões são engraçados e meio trapalhões”, afirmou.

Apesar disso, Wood disse que O Hobbit possui uma atmosfera de “destruição iminente”, e falou, ainda, sobre sua participação no filme

 “Existe seriedade, mas há muita diversão também”, contou.

 “Foi como voltar no tempo. Nós gravamos algumas coisas na Vila dos Hobbits, e a última vez que estive lá foi quando tinha 19 anos. Agora, tenho 30. Foi um passo bizarro em um portal do tempo. No entanto, foi lindo”, afirmou.

Comentários

  1. Tenho certeza que PJ e a equipe e os atores estão fazendo um ótimo trabalho… Mal posso esperar para ver o filme no cinema, com cenas cômicas e também com momentos sérios.
    A batalha dos Cinco Exércitos vai ficar muito boa (imagino), devo dizer que confio no Peter.
    Sem contar que a trilha sonora deve estar ficando incrível, Howard Shore manda muito bem, até hoje ando cantarolando as musiquinhas de O Senhor Dos Anéis pelas ruas e ônibus. XD

    1. Pena que Thorin, Fili e Kili padecem sob as terras na guerra :( …, Será a segunda parte ruim do filme, pois a primeira é saber que são apenas dois filmes hehe…

  2. “e a última vez que estive lá foi quando tinha 19 anos. Agora, tenho 30.” isso me corta o coração de uma maneira :(