valinor

O Hobbit será gravado a 48 frames por segundo, explica Peter Jackson

Peter Jackson, diretamente do Facebook, explica a decisão – tornada pública apenas alguns dias atrás por seu diretor de fotografia, Andrew Lesnie – de filmar O Hobbit a 48 frames por segundo, duas vezes a velocidade usada normalmente.

“A chave para entender isso é que este processo requer uma velocidade de 48fps na gravação e projeção, ao contrário dos tradicionais 24fps (os filmes foram rodados em 24fps desde finais dos anos 1920). Assim, o resultado é uma velocidade real, mas com um aumento considerável na clareza e suavidade. Cada segundo em 24fps parece correto (e temos visto milhares de filmes assim nos últimos 90 anos), mas ainda assim tem uma notável distorção em cada quadro, nos movimentos rápidos, e se a câmera se move com velocidade ela pode vibrar dando um efeito estroboscópico”.

“Gravando e projetando a 48fps, são resolvidos muitos destes problemas. A imagem é muito mais realista e mais fácil de ver, especialmente em 3D. Vimos testes e doses diárias de O Hobbit nos últimos meses em 48fps, e muitas vezes nos sentamos por mais de duas horas sem perceber qualquer tipo de cansaço visual derivado do 3D. Parece ótimo e nos acostumamos a este tipo de projeção a ponto de qualquer outra experiência cinematográfica parecer primitiva”.

“Originalmente, 24fps foi escolhido com base em requisitos técnicos da época do som. Eu suspeito que era a velocidade mínima necessária para se obter algum tipo de fidelidade de áudio nas primeiras faixas de som ótico. Eles estabeleceram esta velocidade mínima para o custo do material dos filmes. O filme de 35 mm é caro, e o custo por metro (para comprar o material negativo, manipular e imprimir) tem sido uma parte importante de qualquer orçamento para um filme”.

 

"Our slate for the films showing 48 fps"

Peter Jackson também compara essa transição a que existiu anos atrás do vinil para o CD.

 “Os puristas do cinema vão criticar a falta de desfocagem e efeitos estroboscópicos, mas todos da nossa equipe – muitos dos quais são puristas – já estão convertidos. Você se acostuma com esse novo olhar muito rapidamente e torna-se uma experiência visual muito mais realista e confortável. É semelhante ao momento em que os discos de vinil foram substituídos pelos CDs digitais”, diz.

Ainda segundo o diretor, a Warner Bros apoiou totalmente a iniciativa e disse estar esperançoso de que haverá cinemas suficientes capazes de exibir filmes a 48fps quando a primeira parte de O Hobbit estrear. No entanto, disse ainda não saber qual será a realidade no momento em que isso acontecer, mas que estão trabalhando cuidadosamente com a Warner sobre isso.

As duas imagens desta notícia também foram postadas no Facebook. Lá, Jackson também anunciou que um curto vídeo sobre a produção, focado justamente sobre os resultados deste sistema de gravação, será lançado brevemente. Vamos esperar.

14 opiniões sobre “O Hobbit será gravado a 48 frames por segundo, explica Peter Jackson”

  1. lol
    Ver filmes dublados vão ficar piores ainda a 48 fps shuhsuhss(graças as Deus eu só vejo filme legendado mesmo.)
    Tenho certeza q isso não será algo ruim,James Cameron tbm irá lançar Avatar 2 e 3 em 48 Fps eu tenho quase certeza disso…
    Como sempre Peter fazendo coisas inacreditáveis MUITO BOM ISSO e melhor ainda que o Hobbit será o primeiro filme em 48 fps heheheh
    Graças a Deus não foi AVATAR 2. Nossa se ele lança se esse filme a 48 fps antes do Hobbit, a imprensa ia puxar um saco do James e desse FILMINHO maroto sem graça ai iam falar que ele é o “DEUS” do cinema e coisas do tipo,faze o que né esse povo só enxerga bilheteria e não vê as criticas e originalidade do roteiro..

    1. FORA JAMES CAMERON! Pelo menos algum ser humano concorda comigo que só porque Avatar fez um sucessinho de nada,todo mundo já acha que o cara é o rei da cocada preta! Avatar,pra mim,é um filme MUITO ruim,mas gosto é gosto,e este não se discute,Se lamenta.E agora Avatar é considerado melhor filme nisso,melhor filme naquilo…BLEARGH! O Hobbit tá vindo ai pra revolucionar de vez!
      E nem me fale em filme dublado,hehehe,ó legendado,manolo! A dublagem nem dá pra aguentar,na maior parte dos filmes!

    1. É, já está fazendo mesmo. Nenhum filme foi feito assim antes, nem Avatar. O Hobbit será o primeiro. Só espero que em dezembro de 2012 a gente já tenha por aqui cinemas suficientes para rodar assim.

  2. xiii, sei nao..!!!

    Em televisão não chega a 30fps… e a gente percebe nitidamente a diferença entre um filme e uma série, por exemplo… acho que os 24fps são uma marca do cinema e ajuda a criar aquela mística do cinema…

    Agora 38fps é uma coisa realmente nova… vamos esperar pra ver como vai ser isso…

    1. Na verdade o que gera a diferença não é nem o frame rate mas a forma como o frame é processado.
      Em transmissão de TV convencional, analógica NTSC ou PAL-M, cada frame é intrelaçado. Ou seja, a resolução é de 720 linhas horizontais, mas na verdade para cada frame a tv mostra dois frames (fields) que vão se revezando.
      Então a tv faz uma varredura horizontal e mostra primeiro o field par com metade dessas linhas e depois o field impar com a outra metade.
      Resumindo, a TV nunca mostra as 720 linhas ao mesmo tempo. Cada frame é composto por dois frames (fields) com metade da resolução que vão se revezando na tela.
      Já na transmissão HD é outro papo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>