A MGM caminha! E Ian McKellen e Bill Bailey vão à Nova Zelândia

Parece que o jovem estúdio de Hollywood, Spyglass Entertainment, de acordo com o The Wall Street Journal, pode assumir a gestão da falida MGM. Os credores da MGM parecem ter concordado com a proposta apresentada pelos líderes da Spyglass, Roger Birnbaum e Gary Barber, de seu plano de investimentos e salvamento para o estúdio falido. A nova gestão iria, de acordo com o plano, transferir seu modelo de negócio e administração para a MGM, o que pode garantir a fluidez de produções como “O Hobbit”.

No entanto, nada foi decidido ainda, já que a Summit Entertainment (da franquia Crepúsculo) ainda está interessada em assumir a MGM, além da Time Warner. Mas, ao que tudo indica, a proposta da Spyglass parece ser a opção mais interessante para os credores da Metro-Goldwyn-Mayer. A decisão final está prevista para meados de julho.

A Warner Bros. financiará 50% do filme “O Hobbit”; a MGM deverá arcar com os outros 50% do orçamento para a produção. A Spyglass foi fundada em 1998 e assina produções como O Todo Poderoso e o mais recente Star Trek.

Enquanto a situação da MGM parece caminhar para um final (e tomara que seja um final feliz) os atores Ian McKellen e Bill Bailey estão a caminho da Nova Zelândia.  Atualmente, Sir Ian está em turnê pela Austrália com sua peça “Esperando Godot”, e estará em Wellington na próxima semana.  Em entrevista a rádio Newstalk ZB, Ian McKellen falou novamente sobre o filme “O Hobbit”:

“Se estivermos na próxima semana com ‘Godot’ em Wellington, ficarei em Seatoun [subúrbio ao sul de Wellington], na casa de Guillermo Del Toro. Ele ainda está lá e ficarei hospedado com ele, e certamente poderei falar mais depois. Tudo o que sei é o que ele disse antes: que [o filme] ainda não será rodado, e que ele tem de fazer outros trabalhos e por isso não pode mais dirigi-lo. Mas ele ainda está trabalhando como co-roteirista. [...] A maior parte dos projetos para as filmagens já terminaram, algumas cenas estão feitas [animatics, storyboards] e agora os papéis serão preenchidos. [...] Peter Jackson e sua esposa [Fran Walsh] estarão trabalhando no elenco em Londres. Espero que as filmagens possam começar no fim do ano. Mas eu não sei exatamente”, finalizou o ator.

O ator e comediante britânico Bill Bailey, que recentemente declarou ter feito uma audição para o papel do anão Glóin, desembarcou esta semana em Melbourne, Austrália, antes de partir também para a Nova Zelândia, onde apresentará seu show de humor.

Em entrevista ao jornal The Age, Bailey novamente confirmou a audição para o papel de Glóin e disse que teve uma reunião com os cineastas responsáveis pelo “O Hobbit”. Também disse que nada está confirmado ainda e que só está “aguardando um sim ou não nesse momento”.

Devemos acreditar que as coisas para “O Hobbit” começaram a dar certo?

Fontes: DerHerrDerRinge-Film e The Age

Comentários

  1. creio que a escolha de Bill Bailey é muito acertada. Por certo que dará um bom Glóin.
    O pequeno estúdio que pensa adquirir a MGM poderá ser uma boa notícia, dado que, normalmente, os pequenos estúdios dedicam-se mais a uma causa do que os grandes estúdios, demasaido preocupados apenas com o lucro.