1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Autor da Semana Leitura, por Melian: Fernando Pessoa

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Kainof, 13 Fev 2012.

?

Qual poema do Fernando Pessoa a Melian deve ler?

Enquete fechada 17 Fev 2012.
  1. [url=http://forum.valinor.com.br/showthread.php?t=103749&p=2215430&viewfull=1#post2215430]"Hoje esto

    37,5%
  2. [url=http://forum.valinor.com.br/showthread.php?t=103749&p=2215433&viewfull=1#post2215433]"Todas as

    37,5%
  3. [url=http://forum.valinor.com.br/showthread.php?t=103749&p=2215451&viewfull=1#post2215451]"O meu olh

    6,3%
  4. [url=http://forum.valinor.com.br/showthread.php?t=103749&p=2215465&viewfull=1#post2215465]A falência

    18,8%
  1. Kainof

    Kainof Sr. Raposo

    Melian declarou
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    :

    Todos nós ficamos, claro, alvoroçados com a possibilidade de ouvir tão mavioso rouxinol das Minais Gerias declamar um poema de beleza sem par do maior poeta da língua portuguesa (se não concorda escolha suas armas).

    Felizmente para nossos rudes e ansiosos ouvidos, Fernando Pessoa foi o vencedor da semana:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    O tópico foi criado:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E eu indico, para nosso deleite e apreciação, um singelo e bonito poema do heterônimo Álvaro de Campos:

    "Hoje estou triste como um barco negro ao sol.
    Minha alegria foi-se embora com as malas.
    Meu coração anda por casa do silêncio
    Abrindo as portas e espreitando para os quartos.
    E tudo isto, que não tem nenhum sentido,
    É o sentido essencial da minha vida...

    Lembro-me bem do seu olhar.
    Ele atravessa ainda a minha alma
    Como um risco de fogo na noite.
    Lembro-me bem do seu olhar.
    O resto...
    Sim o resto parece-se apenas com a vida.

    Ontem, parei nas ruas como qualquer pessoa.
    Olhei para as montras despreocupadamente
    E não encontrei amigos com quem falar.
    De repente vi que estava triste, mortalmente triste,
    Tão triste que me pareceu que me seria impossível
    Viver amanhã, não porque morresse ou me matasse,
    Mas porque seria impossível viver amanhã e mais nada.

    Fumo, sonho, recostado na poltrona.
    Dói-me viver como uma posição incómoda.
    Deve haver ilhas para o sul das cousas
    Onde sofrer seja uma cousa mais suave,
    Onde viver custe menos ao pensamento,
    E onde a gente possa fechar os olhos e adormecer ao sol
    E acordar sem ter que pensar em responsabilidades sociais
    Nem no dia do mês ou da semana que é hoje.

    Abrigo no meu peito, como a um inimigo que temo ofender,
    Um coração exageradamente espontâneo
    Que sente tudo o que eu sonho como se fosse real
    Que bate com o pé a melodia das canções que o meu pensamento canta,
    Canções tristes, como as ruas estreitas quando chove.

    Dai-me rosas e lírios,
    Dai-me flores, muitas flores,
    Quaisquer flores, logo que sejam muitas...
    Não, nem sequer muitas flores, falai-me apenas
    Em me dares muitas flores.
    Nem isso...Escutai-me apenas pacientemente quando vos peço
    Que me deis flores...
    Sejam essas flores as flores que me deis...

    Ah, a minha tristeza dos barcos que passam no rio
    Sob o céu de sol!
    A minha agonia da realidade lúcida!
    Desejo de chorar absolutamente como uma criança
    Com a cabeça encostada aos braços cruzados em cima da mesa
    E a vida sentida como uma brisa que me roçasse o pescoço,
    Estando eu a chorar naquela posição.

    O homem que apara o lápis à janela do escritório
    Chama pela minha atenção com as mãos do seu gesto banal.
    Haver lápis, e aparar lápis, e gente que os apara à janela é tão estranho
    É tão fantástico que estas cousas sejam reais!
    Olho para ele até esquecer o sol e o céu.
    E a realidade do mundo faz-me dores de cabeça.

    A flor caída no chão.
    A flor murcha (rosa branca amarelando)
    Caída no chão...
    Qual é o sentido da vida
    (que sentido tem a vida?)"


    Com mais indicações abrirei a enquete.
     

    Arquivos Anexados:

    Última edição por um moderador: 24 Out 2012
    • Gostei! Gostei! x 5
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Minha indicação:

    Todas as cartas de amor são
    Ridículas.
    Não seriam cartas de amor se não fossem
    Ridículas.

    Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
    Como as outras,
    Ridículas.

    As cartas de amor, se há amor,
    Têm de ser
    Ridículas.

    Mas, afinal,
    Só as criaturas que nunca escreveram
    Cartas de amor
    É que são
    Ridículas.

    Quem me dera no tempo em que escrevia
    Sem dar por isso
    Cartas de amor
    Ridículas.

    A verdade é que hoje
    As minhas memórias
    Dessas cartas de amor
    É que são
    Ridículas.

    (Todas as palavras esdrúxulas,
    Como os sentimentos esdrúxulos,
    São naturalmente
    Ridículas.)
     
    • Gostei! Gostei! x 5
  3. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Bandiamigudaonça. :lol:
     
    • LOL LOL x 2
  4. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Do meu heterônimo preferido, Alberto Caeiro:

    O meu olhar é nítido como um girassol.
    Tenho o costume de andar pelas estradas
    Olhando para a direita e para a esquerda,
    E de vez em quando olhando para trás...
    E o que vejo a cada momento
    É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
    E eu sei dar por isso muito bem...
    Sei ter o pasmo essencial
    Que tem uma criança se, ao nascer,
    Reparasse que nascera deveras...
    Sinto-me nascido a cada momento
    Para a eterna novidade do Mundo...

    Creio no mundo como num malmequer, Porque o vejo.
    Mas não penso nele
    Porque pensar é não compreender ...
    O Mundo não se fez para pensarmos nele (Pensar é estar doente dos olhos)
    Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...

    Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
    Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
    Mas porque a amo, e amo-a por isso,
    Porque quem ama nunca sabe o que ama
    Nem sabe por que ama, nem o que é amar ...
    Amar é a eterna inocência,
    E a única inocência não pensar...
     
    Última edição: 13 Fev 2012
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Alia Atreides

    Alia Atreides Active Member In Memoriam

    Eu já tive o prazer de ouvir a voz da Melian algumas vezes e posso afirmar: será bão, sô.

    Eu nem achei que a Cléo tem tanto sotaque, mas espero que apareça mais quando ela declamar a poesia, pois quando eu falei com ela só dava risada.

    Adorei a sugestão do Kainoff. :)
     
  6. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Primeiro Fausto, Terceiro Tema, que é A falência do prazer e do amor:

    XXI

    - Amo como o amor ama.
    Não sei razão pra amar-te mais que amar-te.
    Que queres que te diga mais que te amo,

    Se o que quero dizer-te é que te amo?

    Quando te falo, dói-me que respondas
    Ao que te digo e não ao meu amor.

    Ah! não perguntes nada; antes me fala
    De tal maneira, que, se eu fôra surda,
    Te ouvisse todo com o coração.

    Se te vejo não sei quem sou: eu amo.
    Se me faltas [...]
    … Mas tu fazes, amor, por me faltares
    Mesmo estando comigo, pois perguntas -
    Quando é amar que deves. Se não amas,
    Mostra-te indiferente, ou não me queiras,
    Mas tu és como nunca ninguém foi,
    Pois procuras o amor pra não amar,
    E, se me buscas, é como se eu só fôsse
    Alguém pra te falar de quem tu amas.

    Quando te vi amei-te já muito antes.
    Tornei a achar-te quando te encontrei.
    Nasci pra ti antes de haver o mundo.
    Não há cousa feliz ou hora alegre
    Que eu tenha tido pela vida fora,
    Que não fôsse porque te previa,
    Porque dormias nela tu futuro.

    E eu soube-o só depois, quanto te vi,
    E tive para mim melhor sentido,
    E o meu passado foi como uma ‘strada
    Iluminada pela frente, quando
    O carro com lanternas vira a curva
    Do caminho e já a noite é tôda humana.

    Quando eu era pequena, sinto que eu
    Amava-te já longe, mas de longe…

    Amor, diz qualquer cousa que eu te sinta!
    - Compreendo-te tanto que não sinto,
    Oh coração exterior ao meu!
    Fatalidade, filha do destino
    E das leis que há no fundo dêste mundo!
    Que és tu a mim que eu compreenda ao ponto
    De o sentir…?
     
    • Gostei! Gostei! x 5
  7. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Este tópico tá me deixando meio sem reação. Assim, não sei se devo sair dando FAIL pra todo mundo, ou péssimo, ou karminha negativo VIA ESTRELINHA DA SPUTINIK ( MENOS TRÊS KARMAS, HEIN, GENTE?) ou LOL. Tô sendo trollada, mas perdi minhas habilidades de troll. Não consigo me defender de vocês, amiguinhos. Droga. :cry:
     
    • LOL LOL x 2
  8. Kainof

    Kainof Sr. Raposo

    Tu me daria bad karma pelo meu esforço fraterno em pesquisar arduamente o poema mais emo do Fernando Pessoa que consegui encontrar? Deu trabalho, sabia? :humpf:
     
    • LOL LOL x 6
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Alia Atreides

    Alia Atreides Active Member In Memoriam

    Seguindo as citações do Facebook...

    Esse é um bom poema do Fernando Pessoa para você recitar:
    Nossa, nossa
    Assim você me mata
    Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

    Delícia, delícia
    Assim você me mata
    Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

    Sábado na balada
    A galera começou a dançar
    E passou a menina mais linda
    Tomei coragem e comecei a falar

    Nossa, nossa
    Assim você me mata
    Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

    Delícia, delícia
    Assim você me mata
    Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

    Sábado na balada
    A galera começou a dançar
    E passou a menina mais linda
    Tomei coragem e comecei a falar

    Nossa, nossa
    Assim você me mata
    Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

    Delícia, delícia
    Assim você me mata
    Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

    Aliás, eu seria capaz até de usar um conjunto do Palmeiras (ecat) se você recitasse isso. :lol:
     
    • LOL LOL x 11
  10. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Não sei por que tenho filhos trolls. Eu sou um amor de pessoa. Meus filhos devem ser assim por causa do pai. CERTEZA.
     
    • LOL LOL x 3
  11. Arringa Hrívë

    Arringa Hrívë um papo e um bom chimarrão... Usuário Premium

    Vão abrir enquete pra votação?
     
  12. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Eu acho que já podem TRANCAR o tópico. Abs.
     
  13. *Ceinwyn*

    *Ceinwyn* Ogra rosa

    Cleo, você escolhe um e recita. Promessa é dívida. Abs.
     
  14. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Vou recitar, sim, AINDA HOJE (ou não). Só estou olhando direitinho para ver qual recebeu mais 'gostei'. Vou encarar como preferência do povo. :lol:
     
  15. Alia Atreides

    Alia Atreides Active Member In Memoriam

    Como assim não posso dar "Gostei" no meu próprio post? =O
     
    • LOL LOL x 4
  16. Arringa Hrívë

    Arringa Hrívë um papo e um bom chimarrão... Usuário Premium

    God!
    Vou dar logo o Gostei pro Kain...Antes que tranquem!!!
     
  17. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Se eu não fosse a mãe, não tivesse sentido as dores do parto, e fosse O PAI, nem era necessário fazer exame de DNA, né, gente? Olha aí o fluir do humor patrocinado pelas empresas Vairë (acabei de me trollar; se não perceberam, é porque não manjam das coisas).
     
    • LOL LOL x 5
  18. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Gente, agora é sério. Eu até brinquei que escolheria, por conta própria, o poema, mas não foi assim que combinei. Eu disse que vocês escolheriam. Então, criem a enquete aí. Acho que já temos indicações suficientes.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  19. Kainof

    Kainof Sr. Raposo

    Qual poema a Melian deve ler?

    Vamos lá, conforme ela prometeu, qual poema do Fernando Pessoa a Melian deve ler?

    "Hoje estou triste como um barco negro ao sol" - indicado por Kainof

    "Todas as cartas de amor são ridículas" - indicado por Bel

    "O meu olhar é nítido como um girassol" - indicado por Paganus

    A falência do prazer e do amor XXI - indicado por Ana Lovejoy

    3 dias para votação. Melian tem o final de semana aí, né... Carnaval... pra tomar todas se soltar pra cumprir a promessa.
     
    Última edição: 14 Fev 2012
  20. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    lol, se empatar a melian terá que ler todos?
     
    • LOL LOL x 6

Compartilhar