1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Leia-me Toda (Claudia Schroeder)

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Izze., 17 Jan 2011.

  1. Izze.

    Izze. What? o.O

    A capa em braile já convida para a leitura, mexe com o lado sensorial do leitor. Claudia Schroeder fala de toque, amor, sexo e paixão eu seus curtos poemas publicados pela editora Dublinense no livro Leia-me Toda. Vencedora de vários concursos de poesia em 2010 e também do Prêmio Off-Flip de Literatura, Claudia coloca sensualidade e desejo nos pequenos versos que contabilizam 80 páginas do livro. Mas muitos dos poemas deixam a desejar pela superficialidade, no entanto pode-se encontrar alguns que vão além do simples jogo de linguagem.

    Predominam os poemas curtos, de poucas linhas e que fazem grande uso da rima. Aliás, a rima está presente em quase todos eles. Mas esses curtos poemas centram-se mesmo no jogo de palavras, como em Desejo: “desejo-te tanto/que te desejo nada”. Alguns fazem do título a própria estrutura do poema, como em E.U.T.E.A.M.O, em que as duas frases que formam o poema explicam porquê da pontuação entre as letras.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar