1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

RPG é literatura?

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Breno C., 24 Jan 2009.

  1. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Minha pergunta é bem simples: vocês consideram RPG como uma forma de literatura ou é só um forma de jogo?

    Então... quero saber o opinião do pessoal, respondam com o que vocês pensão.
     
  2. Diego-

    Diego- Usuário

    Já joguei/li um pouco de Trevas do Marcelo Del Debbio, que por sinal é colunista do blog sedentario&hiperativo.
    Então, eu meio que odeio RPG, uns tempos atrás eu tinha uns trocentos amigos que curtiam, agor aparece que a febre deu uma amenizada ou eu me distanciei deles.
    Eu considero um jogo, tanto é que o próprio nome suge isso Role Play Game, não?
    Nunca considerei RPG como literatura apesar de já ter visto outros fazendo isso, até porque não vejo certo elementos básicos nele para considerá-lo de tal forma.
     
  3. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Quais serião esses elementos?
     
  4. Pescaldo

    Pescaldo Penso, logo hesito.

    Jogo muito RPG, até demais, acredito, mas não é Literatura, nunca será, aliás.

    É só um jogo, e só porque tem livro não quer dizer que seja Literatura, caso fosse assim, o manual do meu PC seria uma Literatura.
     
  5. imported_Nanda

    imported_Nanda Usuário

    Jogo. Tá looooooooooooonge de ser literatura pra mim. É jogo pq tem uma história mas pra basear as ações e backgrounds da personagem.
    Mas pode dar base pra literatura, se vc considerar por exemplo Dragonlance. (Adoro o Raistlin *______*)

    Eu joguei mesa de Werewolf, Vampire e D&D. Vivia com gente bitolada nisso, ainda bem q isso não existe mais na minha vida. Uma pessoa que fica usando termos de werewolf pra comparar com a própria vida e com ações importantes e decisivas que ela precisa tomar com quase 30 anos de idade tá longe de ser alguém normal pra mim.
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    Poisé, concordo com a Nanda sobre isso: é só um jogo, mas pode servir como base para Literatura. Já soube de mais de um livro que começou a partir de uma sessão de rpg (na verdade eu até tive a brilhante idéia de fazer o mesmo anos e anos atrás, hehehe).
     
  7. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Então...
    Li todas as respostas e concordo com quase todas elas. A principal para mim foi a da Nanda. E a Anica também falou algo importante: existem N livros que só existem por causa de uma sessão de RPG. Eu jogo RPG, mas dei um tempo, e fiz a minha pergunta depois de uma pequena reunião que rolou entre os velhos amigos e discutimos o mesmo tema.
     
  8. Daniel Cowman

    Daniel Cowman Usuário

    É...não considero literatura não, é apenas um jogo mesmo... Claro que tem todo o background mas anyway não é uma literatura. Mas como disse pode ser construído a várias mãos né?

    Aliás, soube que iam lançar um livro de um dos grupos mais antigos de RPG, parece que tinha mais de 20 anos e já tinha até gente enterrada..... deve ser interessante, mas acho uma tarefa quase impossível ter um grupo por tanto tempo.


    Isso me deixa triste porque queria jogar mago, tenho o livro mas não consegui passar da segunda sessão. :(

    Abraços,
     
  9. Não tenho mais tempo de jogar, isso me entristece...

    Acho que não poderia lançar a opinião de não ser uma literatura, fico na dúvida mesmo, digamos que fico em cima do muro estudando o que poderia ser uma estrutura literária.

    Por muito tempo quadrinhos não foram levados a sério nem colocados a posto nem de arte, nem de literatura, graças a Will Eisner, isso mudou, elevando mesmo que superficialmente e apelidando de graphic novels as hq´s com temas alternativos e adultos a um patamar mais, digamos, respeitoso.

    Então acho que sim e não, ele possui um sistema de jogos, mas você ao mesmo tempo estuda e lê uma literatura fantástica baseada em mitologias.

    Se a pergunta fosse: Qual literatura está inserida no RPG. Minha resposta seria, Literatura Fantástica. Quando esta literatura vira interpretativa e de certa forma pode ser manuseada, com estruturas pré-estabelecidas, o que seria? um jogo? ou uma nova forma de literatura? E Quem disse que não poderiamos participar ativamente de uma litaratura e formula-la?

    Nao sei...
     
  10. Thorondir

    Thorondir Usuário

    Isso aí, Anica... é um jogo mas dá base pra imaginação, que é a base da Literatura. Também conheço vários que oriundos de um grupo de jogo.
     

Compartilhar