1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Autor da Semana Franz Kafka

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Spartaco, 31 Dez 2012.

  1. Spartaco

    Spartaco James West

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Franz Kafka (Praga, 3 de julho de 1883 - Klosterneuburg, 3 de junho de 1924) foi um dos maiores escritores do século XX. Kafka era de origem judaica, nasceu na Áustria-Hungria (atual República Checa), e escrevia em língua alemã.

    Em 1902 conheceu Max Brod, seu grande amigo, a quem pedirá, em 1922, que destrua todas as suas obras após sua morte. Entre 1914 e 1924, Kafka esteve três vezes perto do casamento. Desistiu sempre. Tentou primeiro por duas ocasiões com Felice Bauer, uma alemã com quem se correspondeu até 1917. A última vez foi com Julie Wohryzek, mais nova do que ele. Kafka falece no dia 3 de junho de 1924 no sanatório Kierling, perto de Klosterneuburg na Áustria. A causa oficial da sua morte foi insuficiência cardíaca, apesar de sofrer de tuberculose desde 1917.

    Família
    Kafka nasceu em uma família pequeno-burguesa em Praga, capital da Boêmia; Franz era o mais velho de seis filhos. Ele tinha dois irmãos mais novos, Georg e Heinrich, que morreram com a idade de 15 meses e 6 meses, respectivamente, antes de Franz completar 7 anos, e três irmãs mais novas: Gabriele (Elli) (1889-1944), Valerie (Valli) (1890-1944) e Ottilie (Ottla) (1892-1943). Em dias úteis, os pais estavam ausentes em casa. A mãe de Franz ajudava a administrar os negócios do marido e trabalhava neles até 12 horas por dia. As crianças foram criadas em grande parte por uma série de governantas e funcionários. A relação de Kafka com seu pai foi gravemente perturbada, conforme explicado na carta ao seu pai, em que ele se queixou de ser profundamente afetado pelo caráter autoritário deste.

    Durante a Segunda Guerra Mundial, as irmãs de Kafka foram enviadas com suas famílias para o Gueto de Lodz e morreram ali em campos de extermínio. Ottla foi enviada para o campo de concentração de Theresienstadt e, em 7 de outubro de 1943, para o campo de extermínio de Auschwitz, onde 1.267 crianças e 51 encarregados de educação, incluindo Ottla, morreram asfixiados com gás.


    Educação
    Considerava-se incapaz nos estudos, tanto que em uma carta a Felice Bauer declarou que não acreditava que conseguiria concluir o ensino médio. No momento de escolher a carreira, optou pelo curso de Filosofia, no entanto foi impedido pelo seu pai. Tendo de decidir entre Química e Direito, Franz opta pela faculdade de Química junto com seu grande amigo Max Brod. Permanece 15 dias no curso e desiste, entrando de vez para a faculdade de Direito, que será tema de boa parte de suas obras. Formado em Direito em 1906, trabalhou como advogado a princípio na companhia particular Assicurazioni Generali e depois na semiestatal Instituto de Seguros contra Acidentes do Trabalho.

    Espólio
    Em 2012, depois de anos de disputa, a coleção de documentos, que inclui inéditos e documentos pessoais de Franz Kafka e Max Brod vai ser entregue à Biblioteca Nacional de Israel. A decisão do tribunal de Tel Aviv obriga as filhas da antiga secretária de Brod a devolverem o espólio.

    Tudo começou logo após a morte de Kafka em 1924, quando o amigo e testamenteiro literário Max Brod, também escritor, jornalista e compositor, não queimou os manuscritos, diários e cartas e tudo o que restava, como era a última vontade do escritor. Max Brod emigrou para a Palestina em 1939 fugindo à perseguição nazi, dando instruções a Esther Hoffe, secretária e amante, que quando morresse todos os documentos fossem depositados na Biblioteca Nacional de Jerusalém. O que nunca viria a acontecer.

    Brod morreu em 1968 e Esther Hoffe não respeitou o pedido e ficou com o espólio. Em 1998 decidiu levar a leilão o manuscrito de O Processo, que viria a ser adquirido, pelo equivalente a cerca de milhão e meio de euros, pelo Ministério da Cultura alemão, ficando depositado na Biblioteca de Marbach am Neckar, uma pequena cidade no Sul do país, no estado de Baden-Württemberg.

    Esther, que morreu em 2007, decidiu deixar às filhas o espólio de Kafka. Após a morte da mãe, em 2007, Eva e Ruth quiseram fazer valer os direitos também sobre parte daquele patrimônio que, entretanto, foi descoberto no apartamento de Esther, em Tel Aviv.

    Estilo Literário
    A escrita de Kafka é marcada pelo seu tom despegado, imparcial, atenciosa ao menor detalhe, e abrange os temas da alienação e perseguição. Os seus trabalhos mais conhecidos são as pequenas histórias A Metamorfose, Um artista da fome e os romances O Processo, América e O Castelo. Os seus contos são julgados como verdadeiros e realistas, em contato com o homem do século XXI, pois os personagens kafkianos sofrem de conflitos existenciais, como o homem de hoje.

    No mundo kafkiano, os personagens não sabem que rumo tomar, não sabem dos objetivos da sua vida, questionam seriamente a existência e acabam sós, diante de uma situação que não planejaram, pois todos os acontecimentos se viraram contra eles, não lhes oferecendo a oportunidade de se aproveitar da situação e, muitas vezes, nem mesmo de sair dela. Por isso, a temática da solidão como fuga, a paranoia e os delírios de influência estão muito ligados à obra kafkiana.

    Obra

    • Cenas de um Casamento no Campo (1907)
    • Considerações (1908)
    • Aeroplano em Brescia (1909)
    • Amerika (1910)
    • O Veredicto (1912)
    • A Metamorfose (1912)
    • A Sentença (1912)
    • Meditação (1913)
    • Contemplação: O Foguista (1913)
    • Diante da Lei (1914)
    • A Colônia Penal (1914)
    • O Processo (1914)
    • Um Relatório para a Academia (1917)
    • A Preocupação de um Pai de Família (1917)
    • A Muralha da China (1917)
    • Carta ao Pai (1919)
    • Um Médico Rural (1919)
    • Poseidon (1920)
    • Noites (1920)
    • Sobre a Questão das Leis (1920)
    • Primeiro Sofrimento (1921)
    • Cartas a Milena (1920, 1923)
    • Investigações de um Cão (1922)
    • Um Artista da Fome (1922)
    • O Castelo (1922)
    • Uma Pequena Mulher (1923)
    • A Construção (1923)
    • Josefina, a Cantora ou O Povo dos Ratos (1924)

    Fonte: Wikipedia
     
    Última edição: 31 Dez 2012
    • Ótimo Ótimo x 5
  2. Esse caso do espólio que vai (foi) para Israel, ali fala em textos inéditos.
    Acho que já é domínio público e como não sobraram herdeiros, você sabe se existe a intenção de publicar?

    - - - Updated - - -

    Esse caso do espólio que vai (foi) para Israel, ali fala em textos inéditos.
    Acho que já é domínio público e como não sobraram herdeiros, você sabe se existe a intenção de publicar?
     
  3. Spartaco

    Spartaco James West

    Espero que sim. Vamos torcer.
     

Compartilhar