1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Autor da Semana Daphne Du Maurier

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Clara, 15 Jun 2014.

  1. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Dame Daphne du Maurier, escritora britânica autora de romances, ficção histórica e peças de teatro.


    Daphne du Maurier (Londres, 13 de maio de 1907 — Cornwall, 19 de abril de 1989) cresceu em uma famíliade artistas. Ela era a neta do caricaturista George du Maurier, sua mãe Muriel Beaumont era atriz e seu pai, Sir Gerald du Maurier, ator e escritor.
    Amigos da família Du Maurier, como os escritores JM Barrie (autor de Peter Pan) e Edgar Wallace influenciaram bastante a jovem Daphne que era uma leitora voraz e fascinada por mundos imaginários.

    Daphne foi educada por tutores em Londres e frequentou escolas nas cidades francesas de Meudon e Paris, onde aprendeu literatura e o idioma franceses.
    Ainda adolescente, escreveu contos e poemas, revelando influências de Katherine Mansfield, Mary Webb e Guy de Maupassant.

    Seu primeiro livro publicado foi The Loving Spirit (O Espírito Amoroso) em 1931, bem aceito pela crítica.
    Casa-se em 1932 com o oficial do exército inglês Frederick Arthur Montague Browning e muda-se para Hampshire, na Inglaterra, onde escreve a maioria de seus livros.

    Ao longo de sua carreira Daphne Du Maurier escreveu mais de vinte obras, entre as quais se destacaram: Jamaica Inn (Uma Taberna na Jamaica) em 1936; Rebecca, em 1939, uma deliciosa história de amor e mistério que já vendeu mais de um milhão de exemplares; The King's General (O General do Rei) em 1946; e The Parasites (Os Parasitas) em 1949, dentre outros.

    Grande parte da sua obra foi adaptada para o cinema, principalmente pelo mestre do suspense Alfred Hitchcock, que filmou Jamaica Inn, The Birds e Rebecca , pelo qual ganhou um Oscar de melhor roteiro adaptado.

    Rebecca, assim como muitos dos romances e contos de Daphne, se passava na Cornualha, oeste do condado de Inglaterra, cuja natureza, clima tempestuoso e passado selvagem inspiraram a autora que ali tinha "A liberdade de escrever, caminhar, passear, a liberdade de escalar, navegar e ficar sozinha".

    Além de romances populares, Du Maurier publicou contos, peças de teatro e biografias, entre estas a de Branwell Brontë, irmão das escritoras Anne, Charlotte e Emily.
    No final da década de 1950, du Maurier começou a ter interesse no sobrenatural e neste período escreveu várias histórias nas quais que explorou o terror e o fantástico, entre eles The Pool, sobre uma menina que vislumbra um mundo mágico na floresta; The Blue Lenses (As Lentes Azuis) em que uma mulher vê todos ao seu redor com a cabeça de um animal; o thriller The Birds (Os Pássaros), onde as aves se organizam e questionam o domínio do homem sobre a natureza, e The House on the Strand (O Espião
    do Passado) onde utiliza o tema da viagem através do tempo.

    Daphne du Maurier foi nomeada Dama do Império Britânico. Faleceu aos 81 anos de idade e, conforme seu desejo, foi cremadae suas cinzas foram espalhadas nas colinas próximas da sua casa.


    ROMANCES

    The Loving Spirit - 1931
    I'll Never Be Young Again - 1932
    Julius - 1933
    Jamaica Inn - 1936
    Rebecca - 1938
    Frenchman's Creek - 1941
    Hungry Hill - 1943
    The King's General - 1946
    The Parasites - 1949
    My Cousin Rachel - 1951
    The Scapegoat - 1957
    Castle Dor (with Sir Arthur Quiller-Couch) - 1962
    The Flight of the Falcon - 1965
    The House on the Strand - 1969
    Rule Britannia - 1972

    CONTOS

    The Birds and other Stories - 1952
    Come Wind, Come Weather - 1940
    Early Stories - 1959
    The Breaking Point (The Blue Lenses) - 1959
    Don't Look Now (Not After Midnight) - 1971
    The Rendez-vous - 1981

    NÃO FICÇÃO

    Gerald - 1934
    The du Mauriers - 1937
    The Young George du Maurier - 1951
    Mary Anne - 1954
    The Infernal World of Branwell Bronte - 1960
    The Glass-blowers - 1963
    Vanishing Cornwall - 1967
    Golden Lads - 1975
    The Winding Stair - 1976
    Myself When Young - the Shaping of a Writer - 1977
    The "Rebecca" Notebook: And Other Memories - 1981
    Enchanted Cornwall - 1989


    Fontes:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ;
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    • Ótimo Ótimo x 5
  2. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Tenho muita vontade de ler Rebecca (bem que podia ter uma edição recente), porque adoro o filme do Hitchcock.
     
  3. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Tô com Os Americanos Estão Chegando pra ler aqui. :P
     

Compartilhar