• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

O que vai virar nostálgico?

Lukaz Drakon

Souls. I Eets Them.
Acho que a gente so vai saber o sera nostalgico pelas crianças q ouvirmos falando mesmo. acho que depois de um tempo acabamos perdendo aquela coisa de lembrarmos das coisas boas da infancia... seja pq ficamos mto ocupados com outras coisas ou pq perdemos o interesse nas "coisas de criança" de hoje em dia :|
 

Strider

Usuário
Noooossa! Outro dia eu me peguei pensando nisso enquanto via uma loja de brinquedos... será que esse boneco vai significr tanto pra essa geração quanto os Cavaleiros do Zodíaco significaram pra mim?

Tava outro dia vendo meu primo com as cartas dele desse novo Anime que ta fazendo um baita sucesso: Yu-gi-oh... será que será tão bom quanto o Super-trunfo?

E será que esses novos animes serão tão bons quanto os desenhos de anitgamente?

E as séries da Sony, Warner, etc, chegarão aos pés de Chaves, Anos Incriveis, e etc?

Playstation, N64 serão lembrados como SNES, Mega Drive, Atari?

Bom, citei algumas coisas... mas não posso dizer que minha infância na década de 90 foi ruim, muito pelo contrário. Tiveram muitas coisas incriveis, deliciosas de se brincar... mas nao nego de que pelo que ouço e pelo que já vi/li/e derivados, a década de 80 foi super rlz. :D
 

Galadriel

Meditando
Filmes

The Transcendent One disse:
Que bom filme se tornou clássico de sessão da tarde ??? Acho que apenas dois :
- Batman
- Edward Mãos de Tesoura.
só....
Ah, eu protesto!

Acho que O Estranho Mundo de Jack tem tudo para se tornar um clássico.
Só não da Sessão da Tarde porque ele é um filme de Natal...

Esqueceram de Mim é dos anos 80?
 

Bachelorette

Usuário
ahn...
computadores... internet... daqui a 10 anos talvez nao exista mais, tenha evoluido para outra coisa.

celulares, os modelos serao diferentes, vc vai colocar no pulso, sei la.

essas carinhas idiotas 8O :lily: :grinlove:

Strider disse:
E as séries da Sony, Warner, etc, chegarão aos pés de Chaves, Anos Incriveis, e etc?
de chaves nao eh dificil =P Mas das series da sony, algumas serao bem nostalgicas e ate ja estao sendo... Mad about you, Seinfeld, 3rd rock from de sun e especialmente FRIENDS.

Agora, eu li em um post la atras alguem dizendo que os anos 90 foram horriveis. Engraçado, lembro de pessoas falando exatamente isso dos anos 80 nos anos 90...
 

Th塧

Usuário
Nostalgico.. hun.. os nossos pcs.. seria so uma telinha e comando de voz.. e td mundo ia ver a carinha de todo mundo no canto da tela..:P


Bem.. eu tava refletindo..s erá que daqui a 10 anos ainda vai existir malhacao?!!? :o?:
 

Bachelorette

Usuário
Th塧 disse:
Bem.. eu tava refletindo..s erá que daqui a 10 anos ainda vai existir malhacao?!!? :o?:
hahahahahaha boa pergunta. Acho que sera nostalgico no estilo de "lembra de malhação? - Claro que lembro era uma m...!"

:obiggraz:
 

Neloric

Usuário
Acho que tudo que marcou nossa época um dia vai se tornar Nostalgico, naum tem como escolher uma certa coisa, os desenhos, os filmes, as brincadeiras, os preservativos, tudo um dia vai se tornar Notalgico, basta as pessoas lembrarem das coisas que deixaram marcas boas... Malhação se continuar assim nunca vai se tornar nostálgico... :lol: :lol: :lol:
 

Curunír

Usuário
Glorwendel disse:
Vou lembrar de quando conheci Tolkien e fizeram filmes baseados em seus livros, e como conheci muita gente nessa época e conheço até hoje (daqui há 10-15 anos)... e contar que muitos dos meus melhores amigos eu conheci nesse meio ...
Nossa... Muito legal isso, Ju, acho que estão sendo marcantes em nossas vidas todos esses encontros, diversão, conversas... Mas acho que estamos criando um grupo forte, e espero daqui a uns 10, 15 anos só sentir saudades da juventude, biologicamente falando...
 
Curunír disse:
Glorwendel disse:
Vou lembrar de quando conheci Tolkien e fizeram filmes baseados em seus livros, e como conheci muita gente nessa época e conheço até hoje (daqui há 10-15 anos)... e contar que muitos dos meus melhores amigos eu conheci nesse meio ...
Nossa... Muito legal isso, Ju, acho que estão sendo marcantes em nossas vidas todos esses encontros, diversão, conversas... Mas acho que estamos criando um grupo forte, e espero daqui a uns 10, 15 anos só sentir saudades da juventude, biologicamente falando...
Eu tbm espero... mas a gente vai poder marcar um encontro quando lançarem Lord of The Rings Special Edition!!! :lol:
 

Balbo

Usuário
Strider disse:
E será que esses novos animes serão tão bons quanto os desenhos de anitgamente?

E as séries da Sony, Warner, etc, chegarão aos pés de Chaves, Anos Incriveis, e etc?

Playstation, N64 serão lembrados como SNES, Mega Drive, Atari?
Pessoalmente acho que nada que seja criado se compare a Chaves, por exemplo. Mas podem surgir coisas novas que sejam muito boas também, só que ao seu estilo, totalmente diverso do antigo.

E ser bom ou não não é o que determina diretamente se tal coisa vai ser ou não nostálgico; como já lembrou o Erunamo, é o impacto que causa na mente das pessoas.

Partindo daí, acho que, na parte dos desenhos, Pokémon será o mais nostálgico de todos. Digimon só será nostálgico pelo fato de lembrar Pokémon. Não consigo me lembrar agora de nenhum outro importante.

A respeito dos video-games, tirando Atari, Phantom e Master System, acho que os nostálgicos seriam o Super Nintendo e o Mega-Drive. Tirei Play Station e Nintendo 64 e afins daí porque o estilo desses jogos (3D, cada vez mais real), me parece, deve ser o mesmo por um bom tempo.

A tosquice e a simplicidade sempre serão mais lembradas e marcantes, ao menos pra mim.
 

Erunamo

Baluarte da Nostalgia
Strider disse:
Tava outro dia vendo meu primo com as cartas dele desse novo Anime que ta fazendo um baita sucesso: Yu-gi-oh... será que será tão bom quanto o Super-trunfo?
Ontem o meu sobrinho me "apresentou" a esse tal Yu-Gi-Oh... Ele é bem mais complexo que o bom e velho Super Trunfo... Mas na categoria "jogo de cartas maneiríssimo" o Magic vai marcar mais essa geração, com toda certeza (e merecimento)... Mas falando ainda do tal Yu-Gi-Oh, pelo que o meu sobrinho explicou sobe a "trama" do "Anime", me pareceu que o mesmo só foi criado como desculpa para lançar um jogo de cartas e ganhar dinheiro a rodo!

Capitalistas-Marketeiros Imundos! :x


Strider disse:
E será que esses novos animes serão tão bons quanto os desenhos de anitgamente?

E as séries da Sony, Warner, etc, chegarão aos pés de Chaves, Anos Incriveis, e etc?

Playstation, N64 serão lembrados como SNES, Mega Drive, Atari?
Foi oq eu disse (e o Balbo assinou em baixo) anteriormente... Marcar tanto quanto eles irão, mas daí a terem a mesma qualidade... :|

As vezes eu fico pensando se realmente os anos 80 eram melhores ou se não passa daquela velha mania que todos tem de vangloriar seus "tempos idos"... Existem coisas que realmente melhoraram como os Videogames... Não que os jogos antigos fossem ruins, muito pelo contrário! Mas foi um campo onde a tecnologia e a qualidade deram as mãos, permitindo gráficos soberbos, jogabilidade prazerosa e histórias envolventes... pelo menos até agora...

O cinema tb não sofreu muito... Filmes nota 10 continuam sendo produzidos com tanta frequência quanto no passado e existem até muitos "filmes pipocas" legais... A única perda aqui são os filmes infantis que quase não são mais produzidos e os que ainda existem não tem alma... :?

Dos brinquedos tb não se pode reclamar, tirando os bons e velhos jogos de tabuleiro que praticamente não são lançados, apenas reeditados, os bonecos e bonecas estão aí como sempre... Claro que o Max Stell não tem a metade do charme dos Comandos, mas... 8-)

As séries eu acho que até melhoraram! Por mais que Profissão Perigo, Super Máquina, etc sejam incomparáveis, não se pode negar que a temática das séries atuais são muito mais bem produzidas, criativas e desenvolvidas... Nos anos 80 quase todas as séries eram séries policiais, vai entender pq... :P

Dos desenhos realmente é inquestionável a queda na qualidade... É bisonho! Quase grotesco! Nem dá pra acreditar oq está acontecendo! Será que essas crianças atuais são débeis? :? Tirando os Simpsons e algumas coisas da nova safra do Cartoon o resto é lixo! :x Tem tb uns Animes bacanas, é claro, mas esses eu coloco num departamento separado... Claro que quando falo de Anime não me refiro as Pokemons e similares...

Mas de todos oq mais sofreu foi a música... Putz... Existe vida após a década de 90??? :o?: Tirando bandas/cantores já consagrados que continuaram produzindo e uma ou outra coisa, não se tem mais nada oq aproveitar! É assustador! E revoltante! :evil:
 

Balbo

Usuário
Erunamo disse:
A única perda aqui são os filmes infantis que quase não são mais produzidos e os que ainda existem não tem alma...
Mas em compensação eles deram lugar a produções computadorizadas do tipo Lilo e Stitch, por exemplo, que também são muito boas. Talvez essa seja a nova tendência.

O restante, eu assino embaixo outra vez 8-)


Outra coisa que eu notei lendo essa mensagem... o avanço tecnológico foi algumas vezes acompanhado do detrimento da qualidade. Há bens que vem pra mal. Não quero dizer que esse desenvolvimento foi o responsável pela queda, mas a atenção ficou muito voltada para um dos vários aspectos que compõem um desenho, por exemplo.
 

Engethor

Son of Jango
Alguns comentários esparsos ao post do Namus:

Nos jogos eletrônicos, eu gosto da engenhosidade de alguns dos jogos antigos. Um clássico se faz pelas características do jogo, pelo prazer q proporciona e isso independe do tempo. Interessante q há gêneros, como o adventure, q não faz diferença ter gráficos muito mais elaborados. A interface conta um pouco, e é bom q a interface do adventure tenha evoluído desde os tempos de Maniac Mansion

Agora, qto aos brinquedos... eu sinto q os games ajudaram a diminuir a importância dos jogos de tabuleiro. Quem se reúne pra jogar jogo de tabuleiro são os "velhos". Os novos se reúnem pra campeonato de futebol no videogame, por ex. Além disso, tem o fato de não haver jogos novos, só reedições, como o Namus lembrou. E mais uma: os jogos "novos" lançados são vinculados a algum artista, o Jogo do Gugu, o não-sei-o-q da Eliana, Show do milhão em tabuleiro... :osigh: Isso tb é um problema nas coleções de bonecas.
Por outro lado, esses bonecos baseados em fime são bem interessantes.

Nos seriados, eu concordo. As séries sem dúvida melhoraram. Elas se aprofundaram, se modernizaram e humanizaram mais os personagens. E, de certa forma, tem o impacto q a tv a cabo causou, salvando muitas pessoas da tv aberta. Num efeito colateral (ou não) tv aberta praticamente parou de passar seriados.

Música e desenhos concordo, há pouco a se salvar (se bem q X-Men e o recente Aranha são desenhos dos anos 90, não? fora isso, os desenhos "de ação" decentes sumiram, exceto pelos animes).
E pra acrescentar mais 1, q houve com os programas infantis? Depois da TV Colosso e Castelo Rá-Tim-Bum (bons representantes dos anos 90), eles acabaram criativamente. Nota lateral: pelo pouco q eu vi, Ilha Rá-Tim-Bum é um seriado, não um programa infantil no sentido desses anteriores.
 

Balbo

Usuário
Engethor, isso me fez lembrar de outro mal dos dias modernos: essas reedições e continuações, em sua maioria, descaracterizam o produto original. Por exemplo, Donkey Kong. Talvez seja uma visão só minha, mas essa versão 3D me tirou o tesão pelo jogo. Agora é só mais um jogo de RPG entre os tantos do N64. Outro exemplo, Carrossel. Depois do fracasso do Carrossel das Américas, que não repetiu metade do sucesso do original, o SBesTeira vai passar aquela nova versão. Fico na dúvida: as pessoas não sabem parar quando estão ganhando ou é somente exploração comercial em cima do que já foi feito de bom que importa?
 

Engethor

Son of Jango
O penúltimo post do Balbo me lembrou outro marco dos anos 90: o renascimento dos longas de animação. Começou com a próprias Disney, com A Pequena Sereia e os q se seguiram, A Bela e a Fera, O Rei Leão, etc. Depois veio a Pixar e os longas de animação feitos em computador e histórias extremamente criativas. Anos depois, outros estúdios resolveram fazer animação, convencional ou de computador.

A animação vive um grande momento. A questão agora é se os filmes de animação tradicional da Disney voltarão àquele patamar da década passada.

Aliás, permitam-me vir a público e dizer isso: eu lamento não poder ter visto com os olhos de criança (de fato) um Rei Leão ou Toy Story. Há um primo meu cujo primeiro filme no cinema foi O Rei Leão, nem imagino o q ele sentiu. Eu cresci no cinema com os Trapalhões (quando ainda eram 4) e foi muito bom, mas eu queria ambos, eu queria tudo. O melhor dos 2 mundos.


Fico na dúvida: as pessoas não sabem parar quando estão ganhando ou é somente exploração comercial em cima do que já foi feito de bom que importa?
Pra quem vende, um nome q os consumidores em potencial conheçam é importante. Além disso, tem tb o fator crise criativa. É mais fácil usar uma idéia já existente q criar uma nova.
 

Vilya

Pai curuja, marido apaixonado
Engethor disse:
Aliás, permitam-me vir a público e dizer isso: eu lamento não poder ter visto com os olhos de criança (de fato) um Rei Leão ou Toy Story. Há um primo meu cujo primeiro filme no cinema foi O Rei Leão, nem imagino o q ele sentiu. Eu cresci no cinema com os Trapalhões (quando ainda eram 4) e foi muito bom, mas eu queria ambos, eu queria tudo. O melhor dos 2 mundos.
Eu sei que não era mais criança e tenho exatamente este sentimento, mas O Rei Leão parece que mora na minha infância, tamanho foi impacto que causou em mim. Na época foi qualquer coisa de fantástico e depois dele eu passei a assistir todos os filmes de animação que eu podia, sempre no cinema.
Ainda não vi A Bela e a Fera, Jimi Neutron e Spirit, as outras super-produções de animação eu acho que assisti a todas.
 
Engethor disse:
A animação vive um grande momento. A questão agora é se os filmes de animação tradicional da Disney voltarão àquele patamar da década passada.

Aliás, permitam-me vir a público e dizer isso: eu lamento não poder ter visto com os olhos de criança (de fato) um Rei Leão ou Toy Story. Há um primo meu cujo primeiro filme no cinema foi O Rei Leão, nem imagino o q ele sentiu. Eu cresci no cinema com os Trapalhões (quando ainda eram 4) e foi muito bom, mas eu queria ambos, eu queria tudo. O melhor dos 2 mundos.
Compartilho da sua opinião, Gethorus. Eu ainda sou da época de Branca de Neve, Cinderela e outros clássicos do gênero (aliás Branca de Neve foi o primeiro longa que eu fui ver no cinema, com una 4 ou 5 anos), e não consigo achar graça nesses desenhos mais novos, tanto que me recuso a ver O Príncipe do Egito, O Rei Leão, Toy Story ou qualquer coisa que o valha.
A mesma coisa no caso dos Trapalhões. Quando eu era criança adorava eles, hoje não suporto ver a cara do Renato Aragão, tenho muita raiva dele, acho ele um vendido.
 

Lukaz Drakon

Souls. I Eets Them.
Engethor disse:
Aliás, permitam-me vir a público e dizer isso: eu lamento não poder ter visto com os olhos de criança (de fato) um Rei Leão ou Toy Story. Há um primo meu cujo primeiro filme no cinema foi O Rei Leão, nem imagino o q ele sentiu. Eu cresci no cinema com os Trapalhões (quando ainda eram 4) e foi muito bom, mas eu queria ambos, eu queria tudo. O melhor dos 2 mundos.
Eu não cheguei a ver os filmes dos Trapalhões no cinema, mais lembro de assistilos sempre na sessão da tarde. Mais digo sempre com orgulho que meu primeiro filme no cinema foi O Rei Leão, e pra mim esse é o maior classico da Disney. Infelizmente, depois de Mulan, nenhum outro filme da Disney repetiu seus feitos fazendo com que a mesma perdesse o seu "status" de sinonimo de bons filmes.

Só espero que ate a minha morte eu possa ver a Disney renascendo e trazendo para as crianças filmes divertidos, educativos e lindos, maravilhosamente lindos. :obiggraz:
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$130,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo