1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Povo de Angmar

Tópico em 'Comunicados, Tutoriais e Demais Valinorices' iniciado por Artigos Valinor, 25 Jun 2005.

  1. Artigos Valinor

    Artigos Valinor Usuário

    <P align=justify>"Viver nas margens da região norte das terras conhecidas da Terra Media. As tribos Mannish de Angmar deixaram o traço mais descoberto na memória do mundo. A maioria das nações possuem línguas, cultura, território e história. Para o povo de Angmar conhecemos apenas seu território e alguma coisa sobre sua história, nós não temos nenhuma palavras que sabemos que pertence a sua língua. Eles são um de muitos povos que surgiram e declinaram na história do Oeste, e agora os únicos relatos sobre eles sobreviveram entre os descendentes de seus inimigos. Para que tudo não esteja perdido para sempre, eu, um escrivão do Oeste desenrolará o pouco que sabemos sobre esse povo".</P>
    <P align=justify></P>
    <P align=justify>

    Existem poucas referencias ao povo de Angmar e nós escutamos dele somente sobre as relações de conflitos como os Dunedain, antes que eles tivessem ficado sobre as regras malevolentes do Senhor dos Nazgûls. Nossa aventura Hobbit viajou por Rhudaur e viu as ruínas dos castelos dos quais eles governavam a terra,e Bilbo também passou pela velha antiga Angmar quando retornava de Erebor, embora não tenhamos relatos dessas terras vindo dele. Fora o sonho de Merry Bandebuque sobre " Homens de Carn Dun" (SDA L1,VIII, p.140) nós temos os fatos seguintes: Por volta de 1275 T.E. O Reio Bruxo reuniu povos malignos sobre o estabelecimento de sua regras em Angmar.</P>
    <P align=justify></P>
    <P align=justify>

    " Era o inicio do reinado de Malvegil de Arthedain que o mal veio a Arnor. Naquele tempo o reino de Angmar se ergueu no norte alem das Ettenmoors. Suas terras ficavam em ambos os lados das Montanhas, e lá haviam se reunido muitos homens malignos, e orcs e outras criaturas caídas". </P>


    (SDA, Apêndice. A, I , Parte (iii), p.1016)</P>




    Neste e em outras citações nesse ensaio, eu sublinhei outras referencias aos homens que serviram o Bruxo Rei. O professor Tolkien não diz explicitamente de onde eles vieram, e isso é o que me proponho a investigar. </P>
    <P align=justify>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    </P>
    <P align=justify></P>
    <P align=justify>

    Como pouco é conhecido sobre esses "Homens de Carn Dum" (a fortaleza chefe de Angmar) como as tropas Mannish de Minas Morgûl (outro exercito pessoal do Bruxo Rei, provavelmente reunido de Haradwaith, Khand e Rhun) De onde eles vieram? A terra era inabitada até que o Bruxo Rei trouxe homens do Leste? Morgoth usou homens de Eriador em sua guerras tardias de Beleriand; Sauron usou homens das Montanhas Brancas em sua guerra em Eriador (1693-1701 S.A) e trouxe homens de longas distancias, de Harad e Rhun na Guerra do Anel. O Bruxo Rei deve ter considerado uma estratégia similar. Ele pode ter feito homens marcharem de Rhun norte da Floresta das Trevas e usado as passagens norte para cruzar as Montanhas Sombrias. Apenas o rei, Thranduil do norte da Floresta das Trevas poderia ter os desafiado. (Dale, Erebor e a Torre de Ferro ainda não fora fundada) e talvez ele não tivesse tido razões para tal. Mas Angmar não empreendeu contra Arnor por uma vintena de anos, mas por séculos O Bruxo Rei requereu um povo assentando para isso, o que significava trazer famílias e provisões juntamente com o exercito. Isso não é plausível por causa da dificuldade das famílias em uma marcha tão longa em um curto período de tempo (os migrantes homens originais da ala oeste teriam feito gradualmente, em estágios). </P>
    <P align=justify></P>
    <P align=justify>

    Então os Homens de Carn Dun eram nativos de Forodwaith e norte de Eriador, os quais foram trazidos ao domínio do Bruxo Rei?</P>
    <P align=justify></P>
    <P align=justify>

    O Akallabeth refere-se a fuga ao leste após a queda de Beleriand, de Homens leais a Morgoth. Esses procedentes para dominar tribos que viviam lá, as quais não havias se envolvido na contenda entre Morgoth e os Eldar. </P>
    <P align=justify></P>
    <P align=justify>

    " Após a vitória do Senhores do Oeste aqueles dos Homens malignos que não foram destruídos fugiram de volta para o leste, onde muitos de sua raça ainda estavam vagando em terras improdutivas.E os homens malignos ficaram entre eles e laçaram entre eles uma sobra de medo, e eles os aceitaram como reis". </P>


    (Silm., Akallabeth, p. 311-12)</P>
    <P align=justify>

    Isso implicaria que Eriador se tornou populada por Homens hostis para os Eldar e Edain. Isso, no entanto precisa ser harmonizado com a presença próximas os Downs do Norte ao povo relacionado com os Edain que não eram hostis aos Numenorianos que vieram a Lindon na Segunda Era. Talvez a presença dos Eldar em Lindon influenciou o assentamento do povo fugido de Beleriand. Portanto era escolha da região Norte de Eriador ou Forodwaith viver ali. Note o comentário de J.R.R. Tolkien em Lossoth quem viveu costa da bacia ártica de Forochel</P>
    <P align=justify></P>
    <P align=justify>

    "Estes são pessoas estranhas e não amigáveis, remanescentes de Forodwaith, Homens de dias distantes, acostumados com o reinado sóbrio e amargo de Morgoth."</P>


    (SDA Apêndice. A, I , Parte (iii), p.1017)</P>




    Estes são claramente descendentes dos Homens que fugiram de volta para o leste. E exatamente como os Homens de Bri, Dunland e Eryn Vorn vieram das tribos de Minhiriath, e os Homens de Dale e Rohan descendentes dos Homens do Norte de Rhovanion, os Homens de Forodwaith podem ter fugido, alguns se assentando perto de Forochel e tornando-se Lossoth, enquanto outros ficaram próximos as Montanhas de Angmar. </P>




    Eles também se assentaram nos Vales Altos do Anduin (ver referencia para esse evento de 1977 abaixo). No entanto não sabemos se essas terras foram conquistadas por Angmar depois de 1275 ou se seu povo já morava lá. </P>




    Outra terra que eles vieram a habitar foi Rhudaur, o menor dos três Reinos o qual Arnor se separou em 961 T.E. Ela fica entre o Topo dos Ventos, os Ettenmoors e inclui o ângulo formado pelos rios Briunen e Hoarwell. Os habitantes desde o século Quinze inclui uma mistura de Dunedain, Hobbits e Homens nativos das Montanhas. Perto de 1350 T.E. , as leis do Reino entrou em uma aliança secreta com o novo poder de Angmar contra outros Reinos Dunedain. Mas o Bruxo Rei provou uma aliança infiel e concedeu Rhudaur ao seu povo em 1409.</P>




    "... Rhudaur foi ocupado pelo povo maligno súditos de Angmar ..."</P>


    (SDA Apêndice. A, I , Parte (iii), p. 1016)</P>




    É sabido que ou eles mataram ou expulsaram a população de Dunedain, mas não sabemos como eles trataram os habitantes que não eram Dunedain, os Homens das Montanhas. Note o comentário de Aragorn para com o habitantes de Rhudaur.</P>




    "Os Homens uma vez viveram aqui, muitos anos atrás... Eles se tornaram um povo hostil, pois caíram sobre a sombra de Angmar."</P>


    (SDA L1, XII, p. 196)</P>




    Este é um amplo comentário, mas pode sugerir que cinco séculos de regras e assentamentos de tribos de Angmar significaram a assimilação dos nativos Homens da Montanha e o desaparecimento de sua cultura distinta ( a qual não aconteceu sob as leis de uma fina camada de Dunedain).</P>




    Não podemos nem especular muito sobre a história das tribos entre 1400 e 1975. A sociedade deles deve ter mudado sobre o governo do Bruxo Rei, quem os uniu, os organizou para uma guerra prolongada e os concentrou em grandes assentamentos (como o de Carn Dum). Enquanto ele introduzia mortos-vivos nas terras que ele controlava, ele pode ter iniciado as tribos na pratica de Artes Negra. Como mais certeza podemos dizer que os Homens de Angmar escaparam do pior da Grande Praga de 1636 T.E. como suas terras ficavam na região norte de Eriador, a parte menos afetada.</P>




    O alastramento de trolls e mortos-vivos em Rhudaur e o piora do clima do Leste de Eriador, provavelmente manteve o povo de Angmar ansioso por terras melhores do oeste. Quando o triunfo do Bruxo Rei veio no inverno de 1974 o povo de Angmar foi com serenidadepegar as terras de Arthedain com a chegada da Primavera. No entanto, antes que pudessem tomar posse de seu premio as forças de Gondor reorganizaram os remanescentes do povo de Arnor e seus aliados Elfos e infligiram uma derrota total de Angmar. </P>




    "Então Angmar foi derrotada completamente, que nem Homem ou orc do reino, permaneceram no oeste das Montanhas".</P>


    (SDA Apêndice. A, I , Parte (iv), p. 1026)</P>




    Por implicações, os lares dos Homens de Angmar em Eriador devem ter sido destruídos. Os sobreviventes e suas famílias, provavelmente fugiram para o leste por sobre o desfiladeiro de Rhudaur e Angmar em direção aos seus familiares no Alto do Anduin. Mas eles foram dirigidos daqui em 1977 pelo Eotheod, ancestrais dos Rohirrin, quem morava entre Carrock e nos Campos de Lis, e foi quem explorou a derrota de Angmar. </P>




    "... Quando, portanto, eles ouviram a derrubada do Bruxo Rei, procuram mais espaço no Norte, e expulsaram o restante do povo fé Angmar no lado leste das Montanhas". </P>


    (SDA Apêndice. A, II, p. 1038)</P>




    O povo remanescente deve ter sido forçado a ir para o norte em direção a Forodwaith, sua terra ancestral. Nenhum relato do seu destino chegou a nós. </P>


    </P>


    </P>


    </P>
    Tradução de Tais "Linda Sacola" Bachega
     

Compartilhar