• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco Livros Favoritos com Gerbur Forja-Quente

Melian

Período composto por insubordinação.
A lista do Gerbur é muito "ele". Talvez, por isso, ao falar sobre ela, eu me sinta confortável para ser muito "eu". Desde março do ano passado, quando a música de muitas vozes tem deixado de pairar sobre o mundo, tenho pensado, bastante, em Nienna. Minha personagem preferida de Tolkien sempre foi a Melian: inteligente, firme, rainha da porra toda, na verdade (sim, é claro que eu sou imparcial!). Melian era uma Maia, da raça dos Valar. Vivia nos jardins de Lórien; e entre todos os de seu povo não havia ninguém mais bela do que Melian, nem mais sábia, nem mais hábil em canções de encantamento. Acontece que eu também sempre gostei demais da conta da Nienna: que conhece a dor da perda e pranteia todos os ferimentos que Arda sofreu. A partir do conhecimento advindo do pranto, Nienna nos ensina a ter compaixão e persistência. Parece que todos os dias temos vivido o mesmo dia, desde o ano passado; e estamos, todos, exaustos e emocionalmente devastados. Mas O Silmarillion, melhor livro do Professor (mais uma vez, estou sendo imparcial), está aí para nos lembrar de que mais do que sermos persistentes, é hora de exercitarmos a compaixão para que, como Nienna, tenhamos a capacidade de transformar a tristeza em sabedoria.
1. O Retorno do Rei (J. R. R. Tolkien)

1625525006776.png
Além de ser a conclusão épica de um dos maiores épicos da humanidade, possui os Apêndices! Meu Deus! Os Apêndices são uma leitura à parte: várias árvores genealógicas, o índice dos principais acontecimentos em cada ano, um aprendizado de como ler e pronunciar nomes e palavras da Terra-Média (impressionante!), enfim. E o mais legal: a história dos anões, do povo de Rohan (como a história do Abismo de Helm) e de Gondor! Puta livro sensacional!​

2. O Silmarillion (J. R. R. Tolkien)

1625525315374.png
Impossível não citar. Se O Retorno do Rei é sensacional, O Silma é uma obra-prima, é ímpar! Aprofunda bem as histórias de Arda, Primeira Era, Segunda Era... Grandes histórias! Como a história de Aule e Yavanna (a criação dos anões); a das árvores de Valinor e a criação do sol e da lua. A história de Numenor e Ar-Pharazon. A história de Azaghal “o dragão do oeste”. As histórias de Hurin, Turin, Tuor. Beleg. Finrod Felagund (puta cara sensacional). O rei Thingol (cara foda demais). Luthien e Beren. Tantas histórias incríveis e sensacionais! Aprendi demais com esse livro.​
3. Meditações (Marco Aurélio)

1625525683591.png
Esse tem um espaço reservado no meu coração. Adoro filosofia. Curto, mais ainda, filosofia estoica. Esse livro do imperador romano, Marco Aurélio, nos ensina tanto! Primeiro: a vida é difícil, terrível; mas também é um privilégio. O que você vai fazer? Você é o único “culpado” ou responsável por tudo na sua vida. E o livre-arbítrio existe para que você faça o que quiser de sua vida. Para mim, ficou muito claro como a vida é curta. Temos pouco tempo para nos realizarmos enquanto seres humanos. Pouco tempo para contribuirmos, para evoluirmos como humanidade; para encontrarmos e darmos o nosso recado: “é melhor que nos apressemos”.​

4. O Macaco Nu (Desmond Morris)

1625526021532.png
Livro ótimo! Faz muito anos que o li. Emprestei meu exemplar, nunca devolveram. Preciso comprá-lo de novo. Nele, o autor, zoólogo, analisa a evolução humana a partir do ponto de vista animal. Puta livro! A primeira frase dele é: "Existem hoje no mundo 276* espécies de macacos e símios, todas com o corpo repleto de pelos, com exceção de uma que chama a si mesmo de 'homo sapiens sapiens'". Superleitura!​

5. 12 Regras para a vida: um antídoto para o caos (Jordan B. Peterson)

1625526516443.png
Nossa, muito difícil escolher o último livro. Poderia citar alguns, aqui, mas escolhi este porque é de um psicólogo canadense, cristão, de direita! Um cara tão inteligente! Domina, com maestria, os temas sobre os quais escreve, e trata-se de uma escrita muito leve. Jordan B. Peterson não é um cara que quer irritar, que quer impor o que pensa. Ele quer mostrar a visão que tem das coisas. Se a sua for diferente, não tem problema; você terá o mesmo respeito. O primeiro capítulo do livro, que é sobre a lagosta; e o segundo capítulo, que é sobre o jardim do Éden, são um show à parte.​

Gerbur Forja-Quente disse:
Esta é minha lista, atualmente, pessoal. Espero que gostem.
 

Finarfin

Usuário
Li os do Tolkien apenas. Achei curioso que o Gerbur tenha chamado a atenção para os apêndices como uma das justificativas de ter escolhido O Retorno do Rei, porque na minha cabeça os apêndices pertencem a todos os três livros, como se fossem um "quarto" livro, e não parte do RdR. Isso talvez se dê porque eu tenha lido a edição em volume único, e nunca tinha me dado conta que fisicamente os apêndices são, de fato, conteúdo do terceiro livro.

Dos estoicos só li o manual do Epicteto. Marco Aurélio está na minha lista de leituras futuras, mas confesso que já faz um tempo que perdi o interesse em ler filosofia. Quem sabe um dia volta.

Os outros dois nunca tinha ouvido falar.
 

Mercúcio

Usuário
Também só li os do Tolkien. O Silmarillion foi durante muito tempo o meu livro preferido. Acho até que entrou pra minha lista antiga dos 5 livros aqui no forum.
Da trilogia, o meu preferido é A Sociedade do Anel. Mas gostei também do destaque dado pelo Gerbur aos apêndices, que de fato nos oferece muito da Terra-Média.
 

Loveless

J'ai une âme solitaire
Usuário Premium
É, realmente, pelo que leio dos posts do Gerbur aqui, digo que essa lista está a cara dele.

Eu tenho um pouco de medo desse livro do Jordan Peterson, porque tem cara de autoajuda, título de autoajuda, jeito de autoajuda... mas todo mundo diz que não é autoajuda. E eu não curto livros de autoajuda, então tenho dificuldades em aceitar que esse livro possa ser bom.

Quanto ao Marco Aurélio, o estoicismo, de certa forma, também tem um tom de autoajuda, o que não me agrada.

De toda forma, não descarto nenhum dos dois como possíveis leituras futuras, mas ainda tenho certa resistência.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Ignorem o comentário que farei, aqui, porque não quero ser confundida com fã de Tolkien, não, mas vou contá um trem procês: fiquei possessa pelo Gerbz ter exaltado o Thingol e nem ter mencionado a Melian. Falou sobre a Lúthien, mas não sobre a mãe dela! PORRA, GERBZ! Melian é quem tem o trabalho de falar "vai dar merda, cês tão me ouvindo?" e foda é só o Thingol? Ai daquele homi se não fosse eu, que decidi ficar com ele na Terra Média. Se não fosse pelo meu poder, o Cinturão de Melian, e a minha vasta sabedoria, o reinado do Thingol não teria sido tão longevo. Sou rainha, também, não se esqueça disso! :humpf:
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Eu tenho um pouco de medo desse livro do Jordan Peterson, porque tem cara de autoajuda, título de autoajuda, jeito de autoajuda... mas todo mundo diz que não é autoajuda. E eu não curto livros de autoajuda, então tenho dificuldades em aceitar que esse livro possa ser bom.
Mas é livro de autoajuda, sim. Um livro de autoajuda bastante bom, mas ainda assim... Tem gente que precisa negar o fato óbvio pra ver se isso melhora a imagem do livro. :hihihi:

Alguns capítulos são menos interessantes do que outros, mas no geral eu achei a leitura válida. Só que jamais cogitaria incluir num Top5.

O outro que já li é o Silmarillion e já cansei de o mencionar então não vou me repetir de novo. O melhor livro do Tolkien. (E não me venham falar de apêndices, pelo amor de Eru! :lol: )
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Jordan B. Peterson, neste livro (de autoajuda, sim hahahaha), faz um trabalho muito legal, mesmo. Vale a pena pelas interpretações de algumas passagens bíblicas e, mais ainda, pelas interpretações, brilhantes e arquetípicas, dos contos de fada. O cara é, realmente, muito culto. Para quem, como eu, gosta de O Paraíso Perdido, 12 regras para a vida é uma leitura imperdível. (Mas eu nem me lembrava mais do livro, até receber a MP com a listinha do Gerbz :lol:).

P.S.: Se eu for deixar de ler coisas boas porque os autores se opõem ao meu posicionamento político, eu vou deixar de aprender, muito, e eu amo aprender. O fato de o Jordan B. Peterson ser antimarxista não interfere, em nada, no quanto ele escreve bem.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Ah, para quem curte Filosofia, em 12 regras para a vida, Peterson tece uns diálogos ora harmônicos, ora dissonantes com Nietzsche, que são interessantes.

Agora, parei. Já dei muito palco para o Peterson. :hihihi:
 

Zirak-tarâg

Moleculista
Li os do Tolkien e comecei a ler Meditações umas duas ou três vezes (a maldição de começar e não terminar :timido:). Acho RdR (principalmente o livro VI) meio depressivo, mas gosto é gosto. Nunca tinha parado para pensar nos apêndices como parte constituinte do livre, mas, realmente, faz sentido.

Dentro da linha do Meditações também li o Enchiridion de Epicteto e o Dhammapada. Um dia eu começo a ler de novo.

Biologia não é uma coisa que me emocione muito, zoologia ainda menos. O que eu gostei no Gene Egoísta é a forma de encarar a aleatoriedade que ele expõe.

O Jordan Peterson é Junguiano, não? Acho fofo. Que bom que o que ele diz ajuda algumas pessoas.
 

Giuseppe

Eternamente humano
Pra mim también O Retorno do Rei é o melhor livro da trilogia, mas por causa dos eventos da história; os apêndices pra mim são mais uma curiosidade.
 

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
Parece que tá rolando uma grande identificação com a lista do Gerbão. Quase todo mundo já leu pelo menos dois da lista...
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Esse do macaco nu é que me pareceu bem bizarro e destoante do resto. Mas cadum, cadum. Não estou aqui pra criticar, especialmente se não li rs. A gente fica tentado a imaginar que outras leituras a pessoa fez que não entraram no top...
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Parece que tá rolando uma grande identificação com a lista do Gerbão. Quase todo mundo já leu pelo menos dois da lista...
Uai, ele botou O Silma e O Retorno do Rei. Não que a gente esteja em um fórum sobre Tolkien, claro, Deus nos dibre! :dente:

O do Peterson eu li porque acho o cara mó inteligente, mesmo. Politicamente, eu discordo de quase tudo o que ele fala, mas ele manja de Psicologia (óbvio hahaha) e Literatura.
 

Mercúcio

Usuário
Dentro da linha do Meditações também li o Enchiridion de Epicteto e o Dhammapada. Um dia eu começo a ler de novo.

[...]

O Jordan Peterson é Junguiano, não? Acho fofo. Que bom que o que ele diz ajuda algumas pessoas.

Mano, eu fico assombrado que o menino Zirak tenha apenas 19 anos.
E isso é um elogio!

Se o ápice de O Senhor dos Anéis forem os apêndices, Tolkien falhou como romancista. De repente ele deveria ter escrito um cenário de RPG. :lol: #PegandoNoPé #FloodDoBem

giphy.gif
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Muito bem informado, o menino Loveless. :assobio:

Já posso shippar, gente? Se não puder shippar, cês me perdoem, eu sou uma velhinha empolgada. :timido:
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo