1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Enigma do oito" (Catherine Neville)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Ptah, 19 Out 2002.

  1. Ptah

    Ptah Usuário

    Um dos meus livros preferidos é este da Catherine Neville que só teve duas edições em portugues. Alguém conhece??? Acho a historia muito bem escreita, onde os personagens estão jogando xadrez uns com os outros, se usando de peças para conseguir um item mistico... um famoso tabuleiro de xadrez que contem uma formula milenar escrita.... o livro faz brilhantes citaçoes a personagens historicos o q me deixou extasiada!
     
  2. Leir

    Leir Quem é vivo, né...

    Parece ser muito bom.
    Mas vc pode explicar a história melhor?Não entendi....Xadrez?Enigma dos 8?
     
  3. Ptah

    Ptah Usuário


    A historia é da busca atraves dos seculos de um tabuleiro de xadrez ( com as peças ) q pertencia ao Carlos Magno, q por sua vez ganhou dos mouros, que por sua vez... bom, o conpect do livro é que aos poucos vc percebe q cada coisa q os personagens fazem é um movimento de xadrez! Olha, pra quem gosta do jogo é de delirar!!!! E pros amantes de historia da Revolução Francesa temos varias personalidades de época... de Marat a David...
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

    Enigma do Oito

    Fiquei anos procurando esse livro em sebos, mas valeu a pena.

    Realmente é bem interessante, com a "participação especial" de personagens como históricos Carlos Magno, cardeal Richelieu, Catarina da Rússia, Staël, Jacques-Louis David, Robespierre, Marat, Napoleão, etc. Eses persnagens também são peças do tabuleiro de xadrez e seus movimentos na busca pelo poder são como movimentos dentro do tabuleiro.

    Aos poucos a trama vai se desenrolando e mostrando o desenvolvimento dos personagens de maneira sutil. Só uma pegadinha com o número oito no início do livro me deixou um pouco frustrada.

    Você não precisa enteder muito de xadrez para conseguir acompanhar a história.
     
  5. Arringa Hrívë

    Arringa Hrívë um papo e um bom chimarrão... Usuário Premium

    Re: Enigma do Oito

    Descrição perfeita do livro. Os personagens são as peças e o tabuleiro é o mundo.

    Isso eu acho ótimo! Citações e ilustres figuras, Rosseau, Napoleão, Enxadristas Russos, a CIA... *-*
    Eu estou contando os dias para poder comprar o segundo que saiu ano passado, creio eu.
     
  6. Ptah

    Ptah Usuário

    Re: Enigma do Oito

    Gostei muito da continuação, mas não é tão perfeito quanto o primeiro :)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  7. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Este livro está há tempos na minha wishlist, nem sabia que era tão bom =D
     
  8. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Lembro de ter ficado muito interessada no livro quando a Blanda mandou listinha de cinco livros favoritos. Até fiz um tanto de pergunta lá. Quero ler.

    Btw, quero uma listinha de cinco livros favoritos com a Ptah :grinlove:
     
  9. Arringa Hrívë

    Arringa Hrívë um papo e um bom chimarrão... Usuário Premium

    Sabe o que eu gostei muito?
    O jogo que tem no livro, mostra os dois lados, e ora um parece ser do Bem (a gente quase sempre torce pros mocinhos, né), outrora o dito mocinho é na verdade Mal, ou faz algo cruel e vice-versa, acontece com as principais personagens . Confusão loka que faz a leitura ser ainda mais empolgante, comentei isso na resenha que fiz pro blog.

    Pra ter noção, primeiro eu queria matar o Cardeal Richelieu, mas...(Sempre existe 'mas'), mas eu passei a admirar, e o final é esplêndido, sinceramente, ele é um Vilão Herói e Herói Vilão.
    E Marat, com minha imaginação fértil, SENHOR!!!, homem nojento, imundo, asquerorono e purulento (sim, aquela ferida na cabeça era :blah:), merecia morrer na valeta ou ser exposto a um mártir pior que Prometheus. :blah:

    Catarina da Russia, aprendi a admirar desconfiando fervorosamente, ela tem Honra, mas segue a honra dele e os outros que se explodam.


    E a relação com Xadrez (Love forever), cada ação dos personagens se encaixa perfeitamente no Jogo, como peças selecionadas de forma concisa e estrategicamente. Tudo é pensado, tudo é medido, em todas às vezes nada acontece por acaso, sem que alguém já saiba o que irá acontecer. Um legítimo jogo de xadrez... Até dá umas dicas interessantes de livros tanto narrativas quanto para aprender a jogar xadrez com maestria. *-*


    Eu sei, vou parar de falar do livro, to sendo a pessoa mais chata do mundo! :lol:
    Mas eu amo tanto...
     
  10. Anna Cwen

    Anna Cwen Ourificada

    Não me aguento é com a editora atual, que teve a cara de pau de vender o livro como se fosse editado 'pela primeira vez no brasil' ¬¬
     

Compartilhar