1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Elfos e orcs: teoria da evolução?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Seiko-chan, 18 Mai 2008.

  1. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    "Entretanto, pouco se sabe daqueles infelizes que caíram na armadilha de Melkor. Pois, quem, entre os seres vivos, desceu aos abismos de Utumno, ou percorreu as trevas dos pensamentos de Melkor? É, porém, considerado verdadeiro pelos sábios de Eressëa que todos aqueles quendi que caíram nas mãos de Melkor antes da destruição de Utumno foram lá aprisionados, e, por lentas artes de crueldade, corrompidos e escravizados; e assim Melkor gerou a horrenda raça dos orcs, por inveja dos elfos e em imitação a eles, de quem eles mais tarde se tornaram os piores inimigos. Pois os orcs tinham vida e se multiplicavam da mesma forma que os Filhos de Ilúvatar; e nada que tivesse vida própria, nem aparência de vida, Melkor jamais poderia criar desde sua rebelião no Ainulindalë antes do Início. Assim dizem os sábios. E, no fundo de seus corações negros, os orcs odiavam o Senhor a quem serviam por medo, criador apenas de sua desgraça. Esse pode ter sido o ato mais abjeto de Melkor, e o mais odioso aos olhos de Ilúvatar."


    Não sei se já houve algum tópico ou alguma dúvida a esse respeito no fórum, me perdoem se eu estiver sendo reduntante. Mas, partindo do pressuposto que os orcs são quendi corrompidos pelo terror, me questiono no fator criação x genética.

    Se são elfos corrompidos, sua "semente" que não foi corrompida - seus filhos ainda não nascidos, portanto intocados pelo terror plantado por Melkor - não deveriam nascer elfos normais? :think:

    Ou Tolkien aí já plantou a semente da dúvida, uma citação meio que subliminar sobre a teoria da evolução
    concebida por Darwin (1859, "
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    "), onde as espécies herdam características genéticas dos pais: seriam então os filhotes de orcs herdeiros da maldição dos pais?
    <o:p></o:p>
     
  2. Dúnadan Thorongil

    Dúnadan Thorongil Mensageiro de Gondor

    Ae Seiko muito bom seu post... Bom, eu fico com a segunda hipótese que você levantou. Se os orcs reproduzem-se e geram outros orcs, vai ver que Melkor (vô dá uma viajada agora haha), na sua maldade quando corrompeu os elfos pode ter meio que mudado seus genes (nusss, engenharia genética na Terra-Média??). Acho que ele fez com que de alguma forma, o que ele mudou nos primeiros elfos transformados em orcs, fossem passados para os descendentes deles.
     
  3. zannah

    zannah The Red

    Muito legal o tópico, Seiko!
    eu sempre acreditei q a maldade de Melkor foi tamanha q conseguiu corromper os seres q ele usou para criar os orcs não só em um nível físico (e genético), mas espiritual. Depois de tamanha violação, nenhum ser poderia voltar ao normal... é triste pensar nisso, mas... O que a inveja e a maldade não fazem, não é mesmo?
     
  4. Calenardhon

    Calenardhon Cavalariço de Rohan

    Creio que Melkor tenha mudado os genes dos orcs também(nossa Jurassick Park Terra-Média:rofl:)Por isso quando nasciam outros eles já nasciam orcs
    Sobre mudar os genes não é com ciência não, digo assim com algum feitiço
     
  5. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Eu não acho que tenha acontecido mutação genética.
    Mas pensem comigo: se um filho nasce e seus pais tratam ele como lixo, torturam, fazem coisas que orcs normalmente fariam, eles estão fazendo o mesmo que Morgoth fez, ou seja, eles mesmo transforam os filhos em orcs. Pode ser viagem, mas eu acho que é isso:razz:
     
  6. Dúnadan Thorongil

    Dúnadan Thorongil Mensageiro de Gondor

    É, pode até ser, mas se formos pensar nas leis da genética e evolução (nussss tô viajando de novo - aí vem aula de biologia hahahahahah) isso não podia. Ia cair na Lei do Uso e Desuso de Lamarck, onde caracteres adquiridos através meio são passados aos descendentes. Só se eles se reproduzissem por bipartição :lol: . Se a reprodução deles for sexuada (tinha um post aki que falava sobre isso não tinha? Eu acho que era sexuada hehehe), para a característica orc passar aos descendentes e ser dominante sobre a élfica, teria que haver sim mudança na carga genética.
     
    Última edição: 18 Mai 2008
  7. Bri

    Bri Usuário

    Com todo respeito ao metre, mas acho q Tolkien não sabia porra nenhuma de genética e não pensou nisso! Hehehehe Mas é bem legal fazer essas expeculações!

    Então o que eu acho é parecido com o que o Fringway falaou, aliado a muitas maldiçoes que Melkor depoisitou nos corpos dos orcs. E outra, seá mesmo que os orc tinham alma? semelhante ao dos elfos? Isso já foi discutido antes? Acho q é um assunto interessante, se alguem tiver link me passa!
     
  8. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    ***************

    Foi partindo mesmo desse pressuposto que criei esse tópico. O Silmarillion fala de tortura e terror, mas nada a respeito de maldições... Os orcs tinham sim reprodução sexuada (devia ser uma cena dantesca de se presenciar! :blah:), mas como elfos inicialmente, são geneticamente iguais aos outros quendi.

    E é justamente isso que fico matutando, Dúnadan: características orcs "dominantes", para se incorporarem nos genes e serem transmitidas para os descendentes através da seleção natural é algo de séculos, milênios! E os genes élficos, puros? Será que bebês élficos "recessivos" (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) eram simplesmente devorados permitindo domínio dos genes orc?

    Bri, eu creio que Tolkien como intelectual, deveria sim ter tido contato com as teorias de Darwin, mas a poesia do Silmarillion não admitiria algo tão sintético quanto a genética, que começava a desabrochar naquela época.

    Zannah, esse lance de "corrupção espiritual", faz muito sentido, vindo de Tolkien. Já o Fringway acredita num ciclo de violência initerrupto... Isso seria afirmar que então os filhos orcs nasciam elfos de fato, e submetidos aos mesmos tratos até se tornarem orcs. Agora danou-se tudo! :lol:

    O que vcs acham disso, gente? Os quendi, afinal, eram criaturas tão espirituais a ponto de ter seus corpos modificados pelo terror, ou seres biologicamente suscetíveis à evolução??? Eis minha dúvida... :think:
     
  9. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Sua teoria é interessante, mas eu pensei numa hipótese: e se um orc, assim que nascesse, fosse tirado desse ambiente e levado para ser criado pelos elfos, será que ele se tornaria bom? E a aparência, ele seria igual aos orcs, isso é definido pelos maus-tratos, ou não?
     
    Última edição: 18 Mai 2008
  10. Arwan

    Arwan Usuário

    Boa pergunta.. eu acho que ele teria a mesma aparência de um orc e seria tão mal quanto um. Acho que, uma vez que os elfos foram torturados por Melkor, se criou uma nova raça.. elfos não têm nada a ver com orcs, embora sejam sua origem. Uma vez que os orcs começaram a se reproduzir, acho que não tem a menor chance de voltarem a ser elfos ou ter um pouco de bondade..:D
     
  11. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Mas não se cria uma raça torturando. Você pode criar monstros, mas eles são geneticamente da mesma raça.
    Talvez se eles fossem tirados quando nascessem da presença de outros orcs, eles crescessem como elfos.
    Eu sei que é bizarro, mas se formos seguir a lógica evolutiva, é isso que aconteceria. Mas como a gente está falando de um mundo com dragões, hobbits, magia, etc, então é possível um mundo em que "não exista genética".
     
  12. Edu

    Edu Draper Inc.

    Sim, os orcs tinham alma. Em um trecho de um artigo que escrevi há algum tempo sobre os orcs isso fica mais claro:

     
  13. Elfo de Valfenda

    Elfo de Valfenda Happy to see you

    "...todos aqueles quendi que caíram nas mãos de Melkor antes da destruição de Utumno foram lá aprisionados, e, por lentas artes de crueldade, corrompidos e escravizados; e assim Melkor gerou a horrenda raça dos orcs..."

    Bem, quando Melkor criou a raça dos orcs a partir dos quendi, (vou dar uma viajada também ^^) ele corrompeu os quendi de tal forma que nunca mais eles voltariam a ser os mesmos, e a partir deles só seriam gerados seres totalmente corrompidos como eles.E como o texto diz isso foi um processo lento, provavelmente levou centenas de anos, o que me leva a crer que foi uma alteração na genética original dos quendi, e também não foi só a "genética" dos quendi que foi corrompida mas também sua alma e seus pensamentos pois eles passaram a odiar todos, inclusive os de sua própria raça (orcs). É isso que eu penso ^^.
     
  14. Dhanun

    Dhanun Eu sempre fui um

    Bom, há fundamento nas expeculações de que não haveria uma mudança genética, mas apenas física. Pois se observarmos o meio de vida que os orcs levavam, principalmente os primeiros que surgiram: Trancafeados em complexos subterrâneos, vivendo da extração de minas e dos mais variados trabalhos físicos pesados, tendo de cometer canibalismo para sobreviver e submetidos as várias torturas inimagináveis.
    Sob tais circunstâncias e com o passar do tempo, surgiria uma raça nova, adaptada a essas condições extremas de sobrevivência, e, todas as características que eles teriam ganho para suporta-las passariam a seus filhos junto com aquele jeitinho orc de ser. ^^
     
  15. Bri

    Bri Usuário

    Mas se houve uma mudança física para que se crie uma outra raça. isso quer dizer, uma udança física que perpetua ao longo das gerações, isso quer dizer que houve mudança gênica. E desse modo apresentado, seria a evolução clássica darwiniana, mas isso ocorre numa escala de tempo muito enorme, ao meu ver, enorme até para os tempos da terra média.

    Então, agora vendo essas outras informações, acredito que oq houe foi uma tortura e crueldade tao intensa com as almas desses elfos que elas se distorceram completamente, e assim elas proprias modificaram a genética dos elfos, tornando-os orcs, com almas e corpos torturados, e assim o fruto da uniao de dois orcs seria já um orquinho (q coisa linda) pq só um espirito também retorcido poderia habitar um corpo concebido de tais pais. A pergunta é, Melkor tinha essa capacidade de distorcer tanto uma alma a ponto de torna-la algo tao diferente como um orc é de um elfo? E nao é Eru que é o "fornecedor" de almas?
     
  16. Elfo de Lothlórien

    Elfo de Lothlórien Seek and find what lingers deep inside

    Bom, só tenho uma opinião acerca disso tudo: tudo o que Melkor corrompe jamais volta a ser puro novamente e fica "amaldiçoado" pelo resto das Eras, que seria o caso dos orcs.
     
  17. Elfo de Valfenda

    Elfo de Valfenda Happy to see you

    Como alguém (mesmo Melkor) pode torturar almas?

    Se as mudanças físicas foram herdadas pelos "orquinhos" já passaram a ser mudanças genéticas.
     
  18. Gabriel Souza

    Gabriel Souza Usuário

    Eu acho que Tolkien não levou muito em conta a genética em sua obra, assim como alguns conhecimentos científicos. E aliás, já falaram aqui no fórum que ele reveu essa forma de criação dos orcs (a partir de elfos corrompidos por Melkor), então não sei como os orcs foram criados, mas não creio que Tolkien tenha pensado em mutação genética.
     
  19. Bri

    Bri Usuário

    Eu também acho isso, mas isso tudo é uma expeculação para passar o tempo! Como muitas discusoes Tolkenianas. Ou vc estao levando no pé da letra? E acham q Tolkien pensou nos aspectos genéticos dos orcs? Rsrsrsrs
     
  20. Arveleg

    Arveleg Men of The West

    Concordo! Acho que ele pensou num aspecto mais do tipo religioso. Essa coisa de torturar almas e tal. É meio como na Bíblia quando se fala dos anjos caídos que se tornaram demônios. Com certeza genética não seria um assunto em pauta no começo do século 20.
     

Compartilhar