1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Diário Literário: eu narro, tu narras, ele narra... nós narramos.

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Excluído046, 8 Ago 2011.

  1. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Estou, há uns cinco dias, com uma crise alérgica. Aparentemente, o antialérgico não está fazendo muito efeito, porque não consegui perceber nenhuma melhora. Mesmo assim, com o cansaço habitual que crises alérgicas nos conferem, fui ao supermercado, hoje. Eu tenho pavor de ir ao supermercado no domingo, porque sei que estará lotado. Enquanto esperava, por meia hora, na fila, eu quase fiquei indignada com aquelas filas imensas, que não perdoaram nenhum dos cinco caixas do supermercado. Eu quase comecei a questionar qual era o grau de bizarrice das pessoas que deixavam para fazerem compras (as compras do mês: arroz, feijão, óleo, sal, etc.) no domingo. Aí eu parei, por uns minutos, e me lembrei do "Isto é água", do David Foster Wallace. Talvez aquelas pessoas estivessem, no domingo, fazendo compras porque trabalham de segunda à sábado e, mesmo que quisessem descansar no domingo, tinham de utilizá-lo para fazerem as compras da casa, porque não teriam como fazê-lo em outro dia. Talvez aquelas pessoas estivem mais doentes do que eu, mas optavam por não demonstrarem isso, porque sabiam que não tinha ninguém para fazerem as compras por elas e, por isso, estavam ali. Então, quando finalmente consegui pagar as coisas que fui comprar e estava no caminho de casa, pensei o seguinte: precisamos beber um barril de água por dia, porque a consciência é a água.
     

Compartilhar