1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Como fazer as pessoas a sua volta lerem?

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por -Jorge-, 15 Mai 2011.

  1. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Péssima paráfrase para o título [edit:Mudei o título], mas a verdade é que tenho me perguntado isso ultimamente: será que eu posso fazer alguma coisa para influenciar as pessoas a minha volta e fazer com que leiam mais, valorizem mais a leitura, tenham gosto pelos livros? se não tanto quanto eu, pelo menos em alguma medida?

    Como sabemos, os brasileiros não são muito de ler. Será que em alguma medida isso não é "culpa" dos leitores também? que imagem os leitores dão da leitura? Seria algo interessante a se pesquisar. Pessoalmente acho que a imagem não é muito boa.

    No meu caso individual, tenho tentado ler livros que possam interessar pessoas que conheço e passar para eles depois. Mas ainda não vi resultado. Tenho feito menos questão de emprestar livros (os baratos, pelo menos) também, contanto que a pessoa realmente leia, aliás, tenho feito questão é para que levem livros pelos quais se interessem.

    Será que dar livros de presente funciona? Será que se a pessoa passar da infância sem gostar de ler está 'perdida' para sempre? Alguém aqui tenta fazer alguma coisa? Se tiverem ou encontrarem textos sobre o assunto por aí tragam para cá também.
     
  2. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Sou um pirata inveterado. Acho isso errado e estou tentando me redimir. Por isso estou comprando os livros que eu já li no computador e estou doando pra uma biblioteca da minha cidade. Se lá tivesse os livros que eu procurava e só encontrava na internet, eu teria pego emprestado mais. Mas isso se trata de Paragominas, com uma biblioteca pública pequena com poucos livros novos. E nas cidades grandes, com bibliotecas mais vastas e gratuitas?

    Vi muita gente acompanhando a série Harry Potter. Não acho que esses leitores vão parar por aí. E agora tem Crepúsculo. Pode ser que o número de leitores aumentem por causa dessas séries populares. Pena que não vejo isso com autores nacionais. Pensando bem, temos Paulo Coelho.
     
  3. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Acho que só as coisas que fluem naturalmente conseguem verdadeiramente tocar as pessoas. Pelo menos é o que funciona comigo em qualquer área da vida, inclusive no aspecto de leitora.

    Em geral, quando converso com alguém e algum ponto da conversa me lembra algo que eu li, eu menciono isso. "Ah, isso me lembra uma história que eu li, era assim: ..." Aí a pessoa fica interessada e pergunta qual o livro, quem é o autor, pede pra eu anotar ou mandar o nome por FB/sms... A maior parte delas fica com aquele "ah, tenho que ler esse livro assim que possível", e algumas de fato pegam o livro pra ler pouco tempo depois e me passam o feedback. Mas é assim, natural, flui. E funciona. ;)
     
  4. coraliejones

    coraliejones Usuário

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Saiu ontem no caderno Sabático do Estadão uma entrevista com Paul Holdengraber, diretor de programas públicos da Biblioteca de Nova York. O que me chamou a atenção é a ideia dele de criar palestras, eventos que tragam as pessoas para a biblioteca. Olha só essa sacada:
    "O que eu sei é que nós ludibriamos as pessoas concluindo que elas não têm interesses. As pessoas não querem ser alimentadas, elas querem ser nutridas."

    Por isso, não sou contra bestsellers nem nada, pelo menos as pessoas estão lendo e quem sabe procuram mais e melhores livro. Querem um exemplo? Com a série Crepusculo, reparei que há mais pessoas lendo o clássico "O Morro dos Ventos Uivantes" (citado no livro).

    Pra finalizar, fica esse vídeo gracinha! :rofl:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  5. RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Pessoalmente acho que o estado da leitura é um reflexo do estado geral de saúde da sociedade. Fora o esforço "local" - recomendar livros para amigos, por exemplo - não há muito a ser feito.

    Quer incentivar a leitura? Resolva esses problemas primeiro:

    - As pessoas vivem sob uma ideologia de vida que incentiva e aceita o prazer e a exploração intelectual? (o Brasil fracassa totalmente nesse ponto - e acredito eu, esteja piorando muito)
    - As pessoas têm tempo livre de qualidade e relativa estabilidade de vida? (No Brasil, tempo livre e estabilidade são privilégio apenas da classe alfa de funcionários públicos - acha que é coincidência que tantos escritores brasileiros tenham sido funcionários públicos?)
    - O espaço público incentiva a leitura? (as praças têm bancos ou o prefeito mandou tirar tudo para que os "vagabundos" não durmam neles? o ônibus pára se você estiver no ponto lendo e não chamar ele? aliás, tem lugar para sentar no ônibus?)

    Se for destrinchando as causas dos problemas acima, você vai ver que na prática vai ter que consertar todos os problemas do país inteiro antes de começar a pensar em leitura.

    E eu acho que Harry Potter e Crepúsculo e assim por diante não ajudam ninguém a nada. No fim das contas, é claro que as pessoas podem ler o que acharem melhor, e não tem nenhum problema ler esses livros (guilty pleasures também são pleasures...). Mas ninguém passa deles para coisa melhor. Esses fenômenos de massa e mercado não significam nada.
     
  6. coraliejones

    coraliejones Usuário

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Guilherme, ter mais tempo livre e mais bancos na cidade...Honestamente e amigavelmente, é muita boa vontade sua achar que isso faria as pessoas lerem mais. Não que não seja importante, claro!

    Quanto a "ideologia de vida que incentiva e aceita o prazer e a exploração intelectual", que quer dizer?

    E quanto a não ler nada e ler um bestseller qualquer, eu incentivo sim o bestseller assim como quadrinhos, livros "Sabrina" e revistas femininas. Sim, seria fantástico as pessoas terem interesse por um Dostoievski ou Machado de Assis mas considerando que muitos mal aprendem a ler e escrever (de verdade) nas escolas, procurar por iniciativa própria um "Melancia" ou "A Cabana" já é algo digno de nota. Já é uma maneira de "fisgar" o leitor entende?

    É preciso se aproximar das pessoas de alguma forma e elas querem isso.
     
  7. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    O interesse pela leitura, de certa forma, acaba sendo passado por osmose. Eu não sei direito como é isso (então, sim, chuto que seja assim), pois aprendi a gostar meio que abiogeneticamente. Mas creio que o simples carregar de um livro num ônibus já seja efetivo.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Vejo o método da Manu como uma boa saída. Uma indireta aqui ou acolá... Talvez funcione.
     
  8. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    a manu é a q + se aproxima do meu método infalível: eu convenço pelo exemplo.

    é aquela história do "teus atos gritam tão alto q ñ escuto oq dizes". todos me conhecem como o cara q lê e costumam me apresentar aos outros assim. os q sempre me vêem, vêem tb 1 livro à tiracolo, geralmente 3 ou + livros diferentes por semana. se me encontram sem livro já perguntam, ué, oq aconteceu? cadê o livro? (é, já passei a situação constrangedora d ter d me explicar pq eu tava sem 1 livro por perto).

    dae, é inevitável q minhas conversas girem em torno d livros. coleto sugestões e conforme conheço meu interlocutor, sugiro algumas. empresto. troco. presenteio. doo. com o tempo o meu tino d cupido literário se aguçou tto q até agora todos os relacionamentos entre livros e leitores em q dei a minha flechada deram supercerto. e foram mtos os finais felizes nessa história.

    mas acho q no fundo, oq leva as pessoas ao meu redor a ler, mesmo aquelas q ñ tem a leitura como hábito, é elas verem a minha paixão qdo falo d livros. é 1 assunto em q me entusiasmo facilmente, posso discursar/debater/argumentar por horas, fazer paralelos com filmes, músicas, séries e até com pessoas e histórias da vida real. a minha empolgação é tão contagiante q até eu me contagio.

    mas confesso q sou egoísta nesse ponto. pois ñ faço isso pelos outros, faço pq me dá 1 prazer danado.
     
  9. RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Esses argumentos pró-best seller são semelhantes a argumentar que as pessoas que hoje assistem Faustão amanhã assistirão a TV Educativa.

    Não é assim que funciona.

    A não ser que o objetivo seja fazer as pessoas fazerem o equivalente livresco de assistir Faustão.
     
  10. coraliejones

    coraliejones Usuário

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Paixão é contagiante :)
     
  11. Cérbero

    Cérbero Usuário

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Olha, estudei em escola pública e me graduei numa universidade pública aqui em São Paulo, e vivendo nesses dois mundos distintos acho que posso dizer que entendi o que o Guilherme quis dizer com "ideologia que incentiva e aceita o prazer e a exploração intelectual".

    As pessoas que vivem perto de onde vivo, os meus colegas da escola e mesmo familiares em geral não têm a leitura como hábito. Aqui, se você lê e estuda mais que os outros você é o diferente, o nerd cdf. Cresci lendo quase sem ter com quem conversar sobre o que lia (exceto minha mãe, que foi quem me incentivou a leitura, e um ou outro amigo aqui e acolá). Ninguém dá muita bola pra leitura, e não a enxerga como forma de transcender o próprio mundinho onde vivem; enxerga como algo maçante e que não agrega nada útil.

    Na faculdade, era coisa comum cruzar com alguém com livro na mão, de qualquer assunto imaginável; e você sentia que o pessoal lá fazia disso um hábito (que eu aliás não consegui manter - diabos, como eles conseguiam estudar, trabalhar/estagiar e ainda terem tempo pra ler?!). Fiquei surpreso ao saber das histórias que alguns colegas (que davam aulas de reforço particulares) contavam sobre alunos que estudavam em colégios caríssimos e mal sabiam interpretar enunciados e resolver problemas simples - eram exceção, mas eu achava que isso nem existia nesses colégios.

    Enfim, acho que se a pessoa cresce num meio em que ela tem condições financeiras (=boa educação) E cresce cercada por pessoas que lêem (=influência), é mais fácil a pessoa enxergar o valor da leitura e também ter prazer com ela, mas remova apenas um desses fatores e a coisa começa a desandar. Tirando os dois então, como parece ser o caso geral no Brasil... Pra superar, só com a inexplicável vontade de correr atrás mesmo, e isso me parece mais difícil se a pessoa já é adulta, "formada".

    Como eu disse, acho que depende mais da vontade mesmo, então uma coisa é uma pessoa que já lê diversos tipos de livros pegar um best-seller pra relaxar, outra coisa é a pessoa pegar um best-seller já sabendo que ele é uma leitura mais fácil que um Machado de Assis etc... O primeiro tipo de pessoa vai continuar lendo best-sellers e também obras mais... requintadas. Mas achar que a maioria do segundo tipo de pessoa vai pular do best-seller pra algo mais aprofundado, num país como o nosso que em geral mais do que ignora, até despreza a leitura e o enriquecimento intelectual...sei lá, isso me parece ingênuo, ou então eu é que perdi a fé nas pessoas mesmo.

    Resumindo: eu acho que se você quer influenciar pessoas a lerem, funciona melhor com crianças, que são mais receptivas a isso e também precisam desse estímulo desde cedo, caso contrário fica cada vez mais difícil, quanto mais velha a pessoa mais dependerá da força de vontade dela própria em buscar isso.
     
  12. coraliejones

    coraliejones Usuário

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Talvez eu seja uma pessoa otimista por ter um exemplo na minha família de que é possível sim a pessoa sair de um tipo de literatura para outro mais complexo e mesmo sem influência do meio, por incrivel que pareça. Conheço gente que tinha TUDO, digo sem exageros, para virar um drogado, um vagabundo mas seguiu outro caminho aproveitando recursos que estão disponíveis para qualquer brasileiro.

    Como isso acontece? Eu não tenho ideia.

    Não quero cair na questão de que o meio determina o ser mas se há casos em que não determina, então tem algum jeitinho/coisinha diferente aí que faz uma pessoa ler mais que a outra não?

    Continuo acreditando no que falei sobre o cara ali da biblioteca de NY. As pessoas não querem ser alimentadas, querem ser nutridas...E elas tem interesse sim.

    Sabe uma coisa que vc, Cérbero, citou e acho que atrapalha bastante? Esse preconceito/inveja/sei-la-o-que que criam qdo alguém gosta de estudar ou ler. Não é um saco quando alguém chega e te enche só pq vc está lá quietinho no seu canto lendo ao invés de falando besteiras junto do grupinho popular da escola? Nunca entendi o motivo disso, sério.
     
  13. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    minha tendência tb é estereotipar os ñ leitores, tentado jogar a culpa em fatores externos. mas todos os fatores acima citados praticamente ocorreram na minha vida. se eu fosse acreditar num determinismo cego, ñ seria leitor. ngm q conheço pessoalmente gosta d ler (tirando uns 3 amigos da facul). até os 30 anos ñ tinha regularidade nem interesse em ler pelo menos 1 livro por mês, mtas vezes até 1 por ano. antes disso havia lido uns 3 na infância (por causa da escola) e uns 10 na adolescência (por causa da igreja). eu seria o típico caso d "esse ñ tem + solução como leitor". mas hj tô ae, já li 42 livros esse ano e minha consciência me persegue pq acha q poderia ter sido +.

    por isso encaro o problema como sendo + interno dq externo. ñ é falta d tempo, ñ é falta d dinheiro, ñ é falta d cultura. é falta de interesse mesmo, pois quem quer ler, arruma tempo, dá 1 jeitinho d ñ precisar d mta grana (empresta, troca, vai a bibliotecas ou aproveita promoções) e cria sozinho a sua própria cultura.

    já consegui fazer gente ler q depois me confessou ter sido o 1º livro da vida dela. já emprestei livro pra quem se afirmava bom leitor e demorou 2 anos pra terminar e devolver.

    por isso tento ao máximo vincular minhas impressões sobre a pessoa e puxar uma conversa sobre 1 assunto q sei q ela vai se interessar. geralmente, despertar a curiosidade sobre algo q a pessoa já gosta é uma maneira bem eficaz. o resto, culpar o governo, a sociedade, as diferenças d classes ou o mercado editorial, pra mim é a + pura demagogia.
     
  14. imported_Franco

    imported_Franco Usuário

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Não lembro onde - era um seriado, acho - que o cara dizia que criar filhos é como jogar boliche: depois que você arremessa a bola, você fica torcendo pra bola não sair do caminho e conseguir acertar alguma coisa.

    A metáfora é boa também para a leitura: você dá um livro na mão da pessoa e torce para que ela 'acerte' alguma coisa lá na frente - lendo mais, indo além de Harry Potter, fazendo da leitura um hábito.

    O resto - ideologia, sociedade, escola - é fundamental, mas como medir a influência disso em cada pessoa?

    Já tiveram outros tópicos aqui no Meia com uma discussão bem parecida e a impressão que ficou é que é tiro na água ficar discutindo isso tudo - tão complexo e emaranhado - com base em achismos e exemplos pessoais.

    Enfim, a menos que a coisa se sustente em estudos concretos e tal, prefiro ver a leitura a partir da metáfora da bola de boliche: dê/recomende um livro a alguém e faça figa.
     
  15. Cérbero

    Cérbero Usuário

    RE: Como fazer leitores e influenciar pessoas?

    Tentei responder de um modo a não deixar minha postagem muito grande e talvez não tenha conseguido me explicar direito, mas eu não quis dizer que o meio é determinante e etc, acho que é mais o contrário mesmo, ele é importante, mas tudo depende de algo mais. Esse algo mais, pra mim, inclui força de vontade da pessoa mesmo, tb acho q é uma questão mais interna.

    O que eu quis dizer com concordar com o Guilherme é justamente pelo fato de achar q se aqui no Brasil a leitura e o estudo não são valorizados, pelo menos entre as pessoas q tem algum acesso à educação eu acho que boa parte disso é culpa delas, da falta de vontade delas. Esses exemplos que vcs deram de pessoas q superaram essas dificuldades todas, bom, tb já vi gente assim, mas isso é mais exceção e não regra, e aí é que está o problema. Esse preconceito/inveja/sei-lá-o-quê que a Coraliejones falou deve ter boa parte da culpa disso. É esse tipo de gente q acaba sufocando o potencial de outras pessoas, sei lá, é um tipo de passividade q muitas pessoas tem em se deixar dominar por quem despreza leitura q só quem tem força de vontade mesmo consegue superar.

    É, acho que é bem isso mesmo. Você deve jogar a bola (o livro no caso hehe) sabendo que depende mais da pessoa do que de você mesmo se ela vai continuar o caminho e derrubar os pinos. Só resta esperar. Pensando bem, citei mais acima a influência das pessoas q desprezam leitura, mas esqueci do mais importante, de pensar na influência de quem lê como forma de combater isso. É claro que não é a solução pra salvar a nação, mas talvez emprestar ou recomendar livros, e eventualmente explicar sobre a importância e o prazer que se tem com ela sejam bons meios de combater quem não gosta de ler. Talvez até a ideia de sair com um livro por aí deva entrar pra esse arsenal, como já disseram em um outro tópico. Mas que é uma luta difícil, isso é.
     

Compartilhar