• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Viggo Mortensen espera que série não use “violência gratuita”

Turgon

ワンピース
Viggo Mortensen, o Aragorn na trilogia de O Senhor dos Anéis, falou sobre a série do Amazon Prime Video baseada na famosa franquia e afirmou ter algumas preocupações.

Em entrevista ao NME, o ator disse esperar que a produção não use muita violência, como foi o caso de Game of Thrones, mas está empolgado com o potencial da série.

“Se eles tentarem ser igual a Game of Thrones, com um certo nível de violência gratuita e coisas do tipo? Não sei não. Sei que J.A. Bayona está envolvido, que é um diretor espanhol bastante talentoso. E eles estão produzindo na Nova Zelândia, então imagino que eles terão o benefício de receberem conselhos de Peter Jackson, ou talvez alguns membros da equipe. Acredito que eles têm todas as oportunidades de acertar porque têm bons exemplos para seguir.”

A série de O Senhor dos Anéis vai se passar na Segunda Era, e deve obedecer todas as regras criadas por Tolkien. Embora a trama possa preencher as lacunas, os acontecimentos devem ser os mesmos descritos pelo autor na obra original.

Por enquanto, a trama de O Senhor dos Anéis não foi divulgada oficialmente. A série deve estrear no Amazon Prime Video em algum momento de 2021.





Eis nosso famoso Aragorn falando um pouco sobre a série. Eu não acredito que será tão parecido com Game of Thrones, mas algumas coisas irão lembrar. Não tem jeito. De certo terão muitos comparativos entre as séries.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Não acho que a série vá descambar por esse caminho. São propostas diferentes, e eu ainda acredito no bom senso do povo da Amazon.

Pelo amor de Ilúvatar, não tomem "bom senso" como sinônimo de "purismo". Eu quero uma série que mantenha uma coerência narrativa sem, contudo, abrir mão da criatividade e da independência - na medida do possível - do material que a inspirou.
 

Grimnir

Well-Known Member
Usuário Premium
Esse papo de dar uma pegada Game of Thrones na série surgiu, se não me engano, dessa história aqui:

According to TheOneRing.net, the casting agency for the series put out an open call for actors who “must be comfortable with nudity.” In addition, Amazon Studios has hired an “intimacy coordinator,” and the writer and producer from “Game of Thrones,” Bryan Cogman, has officially been hired as a consulting producer.

Ou seja, a única coisa objetiva que sabemos é que haverá nudez na série, o que nem de longe significa que será um Game of Thrones com "violência gratuita".
 

Neoghoster Akira

Brandebuque
Sei o que ele está sentindo, e eu mesmo creio que tenham uns riscos de cair na "fidelidade ao autor apenas por conveniência". Desconfio bastante de que a equipe inteira esteja ciente de que Tolkien ao lutar na Grande Guerra tinha uma boa noção da época do significado de "violência organizada" e que por causa disso a "violência gratuita" nos livros dos orcs (orcs amam violência gratuita) esteve sob controle dele e de elementos universais que ele buscou incluir na obra. Arriscaria dizer que parte dos produtores tem uma idéia esfarrapada até mesmo do que significa "universal", especialmente quando vi numa notícia falando em "diversidade" do mundo de Tolkien.

A obra vem de um autor que sabia bem o que eram exércitos e o que eram gangues e mesmo assim não precisa apelar para choques de terror.

Em GoT o Martin até se rebela ao expor de forma obscena a violência para quebrar um pouco o clima de Justiça Social na fantasia por aí mas não duvidaria que no projeto da Amazon tivesse uma cota grande de profissionais que enxerguem na fantasia apenas a opção "violência gratuita rebelde de Martin" ou "violência socialmente aprovada diversa de Hollywood de hoje" sendo que Tolkien não é nenhuma das duas coisas. E na ânsia por ir atrás de Tolkien poderiam vir a deixar a obra dele sem sabor exatamente por não entendê-lo.
 

Finarfin

Usuário
"E eles estão produzindo na Nova Zelândia, então imagino que eles terão o benefício de receberem conselhos de Peter Jackson, ou talvez alguns membros da equipe."

Nossa, desapega.
Não digo isso desmerecendo o trabalho do PJ, que foi bem bom, mas já foi, né. Ele já fez a dele, bola pra frente.
A visão do PJ é a visão do PJ, mas não é e nem deve ser a única visão, afinal, o universo da Terra Média não é dele.
Como Deriel disse nesse tópico aqui, que depois dos filmes os desenhos das obras parecem todos cópias, sem criatividade autoral.
Espero que venha algo o mais desassociado dos filmes. Que a única associação seja daquilo que venha diretamente de Tolkien.

P.S.: Pra mim, o Viggo NUNCA teve cara de Aragorn. Um ótimo ator, ótimo trabalho, mas não consigo ver o Aragorn nele.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Nossa, desapega.
1608047802457.png

Em suma, é isto: um cadinho de autoria não fará mal à série, muito pelo contrário. Agora, se a ideia é querer uma parada meio ipsis litteris, façam a versão de fã, e divulguem no Youtube. Ouvi dizer que o Felipe Neto ficou rico desse jeito. :dente:
 

itaci

Usuário
Nudez? Hahaha tá indo de mal a pior mesmo. Não é ilusão minha. Queria que Tolkien estivesse vivo para cancelar quaisquer que fossem essas blasfêmias.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Em suma, é isto: um cadinho de autoria não fará mal à série, muito pelo contrário. Agora, se a ideia é querer uma parada meio ipsis litteris, façam a versão de fã, e divulguem no Youtube. Ouvi dizer que o Felipe Neto ficou rico desse jeito. :dente:

Não escondo que adoro uma versão de fã. Se vier não vou reclamar :lol:
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo