1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

The Cure

Tópico em 'Música' iniciado por .Gabil-Nala., 22 Jan 2003.

  1. Isildur

    Isildur Oh, no... More Porcelaine!

    Eu curto Cure, apesar de não conhecer muito (mais por falta de oportunidade e alguém que conheça mesmo...)
    As minhas favoritas são:
    Boys Don't Cry
    In Between Days
    Caterpilar

    Postem aí as favoritas de vcs pra eu poder ouvir e conferir!!! :mrgreen:
    Ah... realmente, tem uns clipes que são medonhos... Mas muito bons!!! Tem um que tem um traveco, que é um dos mais bizarros que eu já vi (e olha que eu já assisti muito VC...) Alguém conhece esse clip??? Eu não lembro qual era a música...
     
  2. .Gabil-Nala.

    .Gabil-Nala. Bloody member

    Traveco?!?!?!?! uahuahauhau,,,,sera q é Just Like heaven...ta a mina é feia, mas derrepente vc achou q era um traveco! :lol:

    Ae Cara, tem varias...na verdade nao tem uma musica sequer do Cure que eu ache ruim, mas vale umas ai pra vc ouvir:

    Fascination Streets
    Never Enough
    Kyoto Song
    Trust
    Letter to Elise
    Hanging Garden
    Want
    Gone!
    Wrong Number
    Jump Someone Else Train
    fire in Cairo
    How Beautiful you are
    Just Like Heaven
    The Blood
    A night Like this
    Push
    Wailling Wall
    Give me it
    Banana FishBones
    Prayers for rain
    Desintegration
    Pictures of you
    The Walk
    The Love Cats
    Lets go to bed
    Pornography
    A strange day
    Other Voices
    Primary
    Charlotte sometimes
    Forest

    ah, eu nunca consigo falar algumas musicas do Cure...mas ja da pra vc brincar um pouco :mrgreen:
     
  3. Urd Sama

    Urd Sama I can't contain myself anymore

    Uma pergunta:

    Pq raios o Robert Smith tem akele visual??? :eek:
     
  4. Isildur

    Isildur Oh, no... More Porcelaine!

    É uma que a "mulher" tá vestida de noiva, e tem uma cama de casal... Muito bizarro!!! Mas eu me amarro nesse tipo de clipe!!! Pow, se não era traveco, realmente a mulher era bizarra... :mrgreen:

    Valeu pela lista... vou dar uma escutada nelas nessas rádios na net e depois eu posto aqui quais eu gostei mais!!! 8-)
     
  5. .Gabil-Nala.

    .Gabil-Nala. Bloody member

    Não faço a mínima ideia...será que ele é aficcinado por laque ou curte um visual "acabei-de-acordar" mesmo?!?! :eek:

    Hum...uma vez perguntaram para ele:

    "mas o que seu pai achava de vc usar maquiagem???"

    ele respondeu:

    "acho que ele estava mais preocupado com os vestidos que eu usava para ir à escola"

    :mrgreen: massa :mrgreen:
     
  6. Celegorm-

    Celegorm- Usuário

    the cure eh do caralho!!!!!!!!!
    Birdmad girl e Empty world... as melhores pra mim...
     
  7. Urd Sama

    Urd Sama I can't contain myself anymore

    Olha q notícia boa p/ vcs, em especial para vc Gabil!!! :D

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Robert Smith fala do resgate da fase sombria do Cure LÚCIO RIBEIRO
    Colunista da Folha de S.Paulo

    Contrariando a famosa propaganda, a voz e o cabelo de Robert Smith, símbolo maior da cultura pop "dark" dos anos 80 e hoje um senhor de 43 anos, continuam os mesmos.

    A voz está ainda mais realçada pelo punhado de bandas novas que soam como se no microfone estivesse um Smith de 20 anos. E o cabelo? "Está sempre do mesmo jeito, armado para cima", disse à Folha, por telefone, de Londres, o próprio príncipe inglês dos casacões pretos que marcou o pop com músicas umas de cunho denso, sorumbático, e outras tão alegres como estar apaixonado às sextas-feiras.

    Não que o rock atual esteja doente, mas de todo modo a cura está aí. O Cure, um dos maiores fabricantes de hinos da cena inglesa dos anos 80 e que atravessa revigorada presença na música jovem atual mesmo depois de mais de 20 álbuns e uns 25 anos de carreira, prepara um pomposo lançamento de DVD ao vivo. E anuncia que o próximo CD da banda, a chegar às lojas no final do ano, será "quase nu-metal".

    O DVD, duplo, que ganhará edição brasileira até o final deste mês, é batizado de "Trilogy". O Cure aproveitou dois concorridos shows em Berlim no ano passado para tocar na íntegra três discos que Robert Smith considera terem uma ligação introspectiva no som e uma correspondência temática (a melancolia) nas letras.

    Nas apresentações, já armadas para o DVD que está chegando às lojas, Robert Smith recriou o belo porém funesto clima da fase mais sombria do Cure, de seus três álbuns prediletos: "Pornography", de 1982, "Disintegration", de 1989, e "Bloodflowers", de 2000.

    O fã mais ardoroso do Cure pode não achar motivo para gastar em dois DVDs que não contenham hits como "Boys Don't Cry", "Friday, I'm in Love" e "Lovecats", que ainda hoje tocam nas rádios rock brasileiras. Mas a fase gótica está bem representada com 223 minutos de excelentes registros de canções como "The Hanging Garden", "Pictures of You" e "Fascination Street".

    O velho Cure está entre nós. Um dos clássicos do começo de carreira da banda, "The Walk", foi ressuscitado nas pistas dos clubes ingleses de rock no ano passado. Neste ano, a voz esticada de Robert Smith pode ser reconhecida quando quem está tocando na verdade são bandas emergentes como a canadense Hot Hot Heat e a nova-iorquina Rapture.

    O gosto pelo preto funeral e pelo cabelo "espetado para o alto" pode ser visto em qualquer foto que estampe o pesado grupo AFI e o indie sombrio Black Rebel Motorcycle Club. E o punk blueseiro Jack White, do White Stripes, diz que o Cure ajudou a empurrá-lo para a carreira musical.

    O Cure prepara, segundo seu vocalista, guitarrista, compositor e criador, um próximo CD a ser lançado no final do ano. E manufaturado por Ross Robinson, papa da onda nu-metal e/ou rap metal americano. Aí, se isso se confirmar, a pergunta vem inevitável: haverá cura para o Cure?
     
  8. Litzhel

    Litzhel Delirium

    :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove: :grinlove:

    Que boa noticia Urd! É obvio que tenho aquele medo.... será que vai ser a mesma coisa de sempre? Mas eu aposto todas as minhas fichas no Robert Smith! Imagina o cenário gótico entrando em cena em pleno seculo 21 :D

    Bom, sobre the cure.. Como Gabil disse uma vez, não há uma musica se quer que eu tenha ouvido do the cure, que eu nao goste. Cure é simplesmente, maravilhoso :grinlove:
     
  9. jean

    jean Shhhzup!

    Isso me deixa muito triste... :disgusti:
    Gosto muito de Cure... mas eu naum me importaria de continuar somente com o q eles tinham feito ate hj...essa de nu-metal...pqp...
     
  10. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Três não contraditórias e possíveis explicações:

    1 - A moda retrô em voga na época, com a influência do punk e do movimento beatnik

    2 - A estética Blade Runner influenciando na época (como com Matrix hj)

    3 - Vontade da banda de criar uma identidade própria pelo visual, como aconteceu com outras bandas, vide The Ramones, Kiss, etc.


    Voltando pro tópico: Adoro The Cure, minhas músicas prediletas, da banda, são Boys Don't Cry, In Between Days e Killing an Arab.
     
  11. Litzhel

    Litzhel Delirium


    Eles fazem som altamente gotico, e não gostam dessa classificação. A mesma coisa pode acontecer ao dizer que vao fazer new metal, e na verdade se encaixar mais pro lado gotico..
    É só esperar pra ver :D
     
  12. jean

    jean Shhhzup!


    Tudo bem... mas a partir do momento q eles contratam um cara especializado em new-metal pra produzir odisco... jah da pra ter noção do q vem vindo...
     
  13. .Gabil-Nala.

    .Gabil-Nala. Bloody member

    Valew Urd!!!!! :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

    Caraca, muito phoda!!!!!! :twisted: :twisted: :twisted:

    Ah, Cure é Cure, nada que o senhor Smith produziu ate agora foi mais ou menos, ele só faz coisa muito boa, por isso nao to nenhum pouco preocupado. Alias, acho que se vier do Cure, ate nu metal eu vou achar bom :lol:

    Po, o Robert Smith é um genio, ele faz qualquer coisa ficar boa!!!!!

    Ah, meu deus ...tenho q começar a juntar grana desde ja :|
     
  14. Lord Ashram

    Lord Ashram Denny Crane

    Finalmente to prestando a devida atenção à banda e to curtindo bastante o som...
    Agora só falta pegar as letras eouvir acompanhando com atenção p/ ficar melhor ainda.
     
  15. marcellus

    marcellus Usuário

    Engraçado... ninguém citou o álbum de que eu mais gosto: pornography. Em segundo, Kiss me Kiss me Kiss me, seguido de Head on the door.

    Quanto ao visual, era totalmente adequado ao tipo de som que eles faziam (vide bandas como Siouxsie and the Banshees e Bauhaus).
     
  16. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Eu gosto mto do The Cure!^^
    Nenhuma música em especial, todas são mto rox!^^
    Cara vai ser mto legal os caras voltando agora!! A voz dele é linda!! E o sotaque britânico é ma-ra-vi-lho-so! :grinlove:
     
  17. Eu achu Cure uma gracinha! :grinlove:
    Não conheço muitas músicas, alguém podia me dizer o nome dakela que passa numa propaganda da MTV?
    E o visú do Smith eh fofo, adoro akela cara de 'pão amanhecido' :mrgreen:
    Noussa, quanta tietagem....ehehe
     
  18. Eloredanna

    Eloredanna Usuário

    The Cure é uma das melhores bandas pós-punk q tem!!!!!
    AdOrO!!!
    O ao vivo deles é d+!
    Charlotte somentimes (é assim q escreve?) é uma das melhores do cd!
     
  19. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    :eek:

    eu até poderia postar ali no tópico fixo de previsão de shows e talz mas... sei lá, queria que algum fã aí de repente confirmasse se a notícia é válida.

    estava lendo a SET desse mês, e na sessão "O Melhor da TV Paga" saiu uma nota que era concluída com a seguinte informação:

    "O guitarrista e vocalista Robert Smith, líder do The Cure, já chegou a anunciar o fim do grupo várias vezes. Mas, felizmente, parece que era só manha. Para 2004, Smith promete um álbum inédito e um show no Brasil"

    8O
     
  20. Lord Ashram

    Lord Ashram Denny Crane

    Se isso for realmente verdade, taí uma puta duma notícia maneira!
     

Compartilhar