1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Notícias Paulo Coelho cancela participação na Feira de Frankfurt l

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Ana Lovejoy, 4 Out 2013.

  1. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    A menos de uma semana do começo da Feira do Livro de Frankfurt, onde o Brasil será o país homenageado, o escritor Paulo Coelho cancela sua participação na programação do evento. A informação foi dada por Coelho ao jornal alemão “Die Welt”, a qual o GLOBO teve acesso, e será publicada no domingo. Paulo Coelho acaba de cancelar a participação como protesto por autores como Eduardo Spohr, Thalita Rebouças e Raphael Draccon não terem sido convidados. Ele tentou levá-los por conta própria à feira, mas não conseguiu.

    Em entrevista ao jornal alemão, Paulo Coelho disse manter contato com jovens escritores do Brasil, mas que, quando o governo chega para apresentar oficialmente a cultura brasileira em outros lugares, infelizmente esses são ignorados e a políticagem interna acaba predominando.
    "Falei publicamente e conversei com muitos colegas escritores que não foram convidados para Frankfurt como Eduardo Spohr, Carolina Munhóz, Thalita Rebouças, André Vianco, Felipe Neto e Raphael Draccon, só para mencionar alguns nomes. Eu tentei ao máximo levá-los para a feira, mas sem sucesso. Então, por protesto, eu decidi não ir mais para Frankfurt, o que foi uma decisão difícil por diversos motivos", disse Paulo Coelho ao “Die Welt". "Primeiro porque eu sempre quis ser convidado para um evento como este pelo meu governo, mas também porque tenho fortes laços com a Feira de Frankfurt, especialmente com seu diretor Jürgen Boos, que não só reconheceu o processo de transformação do impresso para o digital, como colocou o tópico até na programação da feira".
    Os autores citados pelo escritor, são alguns dos principais best-sellers do país, e representam o gênero da literatura infanto-juvenil, grande fenômeno de vendas do mercado editorial brasileiro. Em posições públicas, Paulo Coelho tem se manifestado um apoiador desses autores. Na entrevista ao jornal alemão, ele critica ainda feiras de livros como a de Genebra e Paris, por caírem no mesmo problema.
    “Outras feiras do mesmo molde, como a de Genebra e Paris estão deteriorando porque se prendem a antigos conceitos. Eu não vou para Frankfurt mesmo com a alta estima que tenho por essa feira, porque simplesmente não aprovo o modo que está sendo representada a literatura brasileira. Não quero posar de um Robin Hood brasileiro. Nem de Zorro ou Cavaleiro Solitário. Mas não pareceria certo ser parte da delegação oficial brasileira, do qual não conheço a maioria dos escritores e que exclui tantos outros”, disse Coelho na entrevista.
    O best-seller brasileiro disse ainda ficar chateado com a situação, criticando o governo da presidente Dilma.
    “Isso é apenas um dos diversos pontos críticos do atual cenário governamental brasileiro. Eu apoiei esse governo e estou muito decepcionado com isso. Existe uma lei que permite grandes empresas como a Volkswagen investirem parte de seus impostos em projetos culturais. Essa lei foi modificada de tal forma que a alta costura brasileira é sustentada por essas taxas, uma indústria que não precisava desse tipo de apoio de forma alguma”, afirmou Coelho. “Para mim, o atual governo brasileiro é um desastre. Onde quer que eu vá, as pessoas sempre me perguntam o que está acontecendo de errado em meu país. O governo fez grandes promessas e não as manteve. Isso é o que está acontecendo de errado.”
    Paulo Coelho tinha dois auditórios reservados para ele. Um no Hotel Maritmim, de dois mil lugares, e outro na própria feira, com 800.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  2. Calib

    Calib Visitante

    Frankfurt agradece.
     
    • LOL LOL x 6
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    De fato, é uma crítica minha de longa data isso. Nesse ponto eu concordo.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  4. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Quem são os outros autores brasileiros convidados?
     
  5. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  6. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    eu concordo tb, mas não sei, fiquei com a sensação de que ele está atirando para todos os lados. eu sei que há relação entre incentivo e novos autores, mas não entendo pq o que é para ser um protesto contra a não ida de autores populares de repente vira protesto contra a forma como o governo financia projetos culturais. talvez tenha faltado algo na entrevista que deixasse essa relação mais clara.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  7. Estranho

    Estranho Dancer

    Ou talvez esse ponto tenha sido adicionado por ele pra dar uma cara mais séria e menos "meus amigos não vem" ao protesto dele.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  8. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Também achei que a ponte que ele fez de um assunto a outro veio "do nada". Contudo, acho que tem mais uma coisa que impede a ida de tais autores para a Feira:

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Senão me engano, dos que ele citou já há um traduzido (Eduardo Spohr) e outro em vias de (Raphael Draccon). Mesmo lidando com isso, talvez chame a atenção a fala da ministra quando questionada sobre critérios étnicos ao definir a lista:

    Precisa dizer mais? :lol:
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • LOL LOL x 1
  9. Calib

    Calib Visitante

    Um monte de nomes muito maiores e mais conhecidos do que a patotinha do Coelho, e ele se sente na obrigação de protestar em seu favor, apenas porque "não conhece" os convidados? WTF? Não conhece a obra ou as pessoas? Tem que ser miguxo dele ou basta ser famoso e lido pelos outros?
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  10. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Isso me lembra daquele outro tópico do Raphael Draccon e seus miguxos que acham que mandam no cenário literário atual. :rofl:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Quando ele diz :
    Não parece um protesto cheio de rancor por ele nunca ter sido considerado "escritor de verdade" como esses outros autores que o Bruce listou?

    Assim, ele meio que tomou as dores dos autores que vendem (Eduardo Sphor, Thalita Rebouças, André Vianco e até o nefando Raphael Draccon) porque se enxergou neles, no início da carreira, quando vendia bastante aqui no Brasil, não era considerado um bom escritor e não fazia/não faz parte dessa turma.

    Acho que ele queria mesmo dar um empurrãozinho pra esses autores novos (e que vendem, assim como ele, Paulo Coelho) no exterior.

    Se for por aí (mesmo com o rancor que parece estar embutido) acho até louvável a atitude dele, de querer levar esse povo pra feira.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  12. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Não querendo entrar no mérito da qualidade de sua obra - ponto sensível em qualquer discussão sobre arte e literatura -, mas ao dizer

    ele parece - talvez sem querer - considerar apenas o grupinho dele como relevante nesse escopo. É bacana que ele esteja tentando dar uma força para esses caras - embora, convenhamos, eles não precisem tanto -, mas é necessário refletir sobre quão relevante é, culturalmente, levar tais autores pra Feira - sim, é uma questão comercial, mas também é de vitrine cultural. De certo modo, até penso que a escolha de Coelho para integrar essa delegação se deve mais à relevância que sua obra ganhou no Exterior que pelos parâmetros ditos "estéticos".
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  13. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    vou colocar quote do calib e da clara juntos pq minha resposta seria a mesma, mas antes:

    "Primeiro, eu amo Rubem Fonseca. Acho que ele é um dos escritores mais viscerais e desde o anúncio da lista dos escritores brasileiros em Frankfurt, defendi veemente que ele deveria estar lá." :rofl: :rofl: :rofl:

    o problema do paulo coelho é que ele se atropela e fala besteira misturada com coisa importante, e aí o que se comenta é a besteira. aquela entrevista dele sobre o ulysses caber num tweet tinha muita coisa relevante em termos de produção nacional, mas do que se lembra? da péssima escolha para exemplificar a ideia dele.

    mesma coisa aqui, agora. ele tem pontos relevantes, mas fala de um jeito que é um sarsicho só, não dá para entender a ligação entre um e outro e, pior, dá a impressão que é só birra com a galera da ~~alta literatura~~.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
    • LOL LOL x 1
  14. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Então, é o que a Ana escreveu, o importante que ele diz acaba se perdendo no meio das bobagens e/ou coisas ditas de um jeito estranho.

    Penso que seria bacana se o que ele queria era que os jovens escritores também estivessem na feira; mas que eles fossem no lugar dos outros (porque na visão do PC eles são mais relevantes) aí é claro que não.

    Mas dessa maneira atropelada que o texto d´O Globo mostrou: não vou na Feira - jovens não convidados - protesto - governo ruim - wiskas sachê, não dá entender a linha de pensamento do Paulo Coelho mesmo. =/
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • LOL LOL x 1
  15. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    :

     
    • Gostei! Gostei! x 3
  16. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    "Mago dos nerds". :gotinha:

    Todos Valinoreanos chora.

    - - - Updated - - -

    E a entrevista não está muito diferente do texto.


    E alguém sabe se pelos menos 50 dessa lista não é de escritores?

    Lista do Bruce:

     
    • LOL LOL x 1
  17. Calib

    Calib Visitante

    Tá mais pra mágico de circo.
     
    • LOL LOL x 3
  18. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    não vou mentir que conheço todo mundo ali porque não conheço, mas a maior parte é de gente conhecida (e não o contrário, como diz o coelho). e se um dos critérios de seleção era ter algo publicado á traduzido em outra língua, então é claro que o coelho tá falando uma besteira bem grandona: a ignorância dele não faz dos escritores da lista menos escritores. pode até abrir alguma discussão no caso dos quadrinhos com o moon e o bá e o mauricio de sousa, mas acho que ficaria por aí.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  19. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    É, foi o que pensei, sobre os quadrinhos. =/

    Peguei uma pessoa pra procurar no google (porque reconheci o sobrenome Schwarcz=Cia das Letras) e vi que
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    é antropóloga e professora.

    Imagino que se for pesquisar outros nomes vai acontecer a mesma coisa e descobriremos que muitos não são romancistas, mas isso não os deixa menos ligados ao mundo da literatura e dos livros, afinal.

    Ele podia ter pesquisado e pensado um pouco antes de declarar

     
  20. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Se bem que HQs ganharam status de literatura séria e os gêmeos e o Maurício já produzem para o mercado estrangeiro - além de terem obras próprias traduzidas.

    - - - Updated - - -

    Nem todos são romancistas, mas há ali poetas, cronistas, antropólogos, historiadores, ensaístas... Gente mais relevante que a turminha do Paul Rabbit! :lol:
     
    • LOL LOL x 2

Compartilhar