1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Palavras - Gildor Inglorion

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Gerbur Forja-Quente, 11 Mai 2009.

  1. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Muito bem pessoal, como alguns já sabem, estou relendo A Sociedade do Anel. :joy: Estou no começo ainda (no Condado fugindo dos Cavaleiros Negros), mas cheguei numa parte do livro que eu não lembrava: quando Frodo, Sam e Pippin encontram os elfos pela primeira vez, mais precisamente a comitiva de do Alto-Elfo Gildor. Pois quando um dos nazgul está prestes a capturar Frodo, ainda antes dele chegar na Terra dos Buques, ele escutam a cantoria de Gildor e seus amigos que se aproximam e então, foge.

    Se não me engano essa passagem está à partir da página 85, e é realmente muito bonita! Esse tópico que abri é principalmente para falar um pouco das palavras que o professor coloca para descrever esse encontro, é de uma poesia ímpar. QUeria falar um pouco sobre ela. Primeiro, nesse trecho reparei três coisas através das palavras:

    1 - "Arrogância/Mesquinharia" dos Altos-Elfos de Gildor.

    2 - Sabedoria de Gildor.

    3 - Sonho.

    Vou falar brevemente de cada uma delas.

    1 - Primeiro, notei uma certa "Arrogância ou Mesquinharia" dos Altos-Elfos do grupo de Gildor. Notei isso porque os hobbits perguntam aos elfos se eles não podem fazer companhia à noite uns para os outros (lembrando que eles tinham acabado de quase serem pegos por um dos cavaleiros negros). O primeiro elfo que responde diz algo como: "Mas nós não precisamos da sua companhia, além disso hobbits são tão enfadonhos". :blah: Admito que fiquei um pouco tenso com essa resposta dele. Logo em seguida um dos hobbits pergunta como os elfos sabem de uma certa informação, eles respondem "Nós sabemos de muitas coisas...", enfim, um tanto quanto desnecessária sua resposta. Graças a Eru depois Gildor assume as discussões e esses comentários dos seus seguidores cessam.

    Depois pensei que deve ser difícil mesmo ser um Alto-Elfo e levar um hobbit no Condado à sério. Entretanto, esse é o mesmo erro que o Senhor do Escuro Sauron comete em sua arrogância e paga caro por isso. Os elfos poderiam ter sido mais sábios como Gandalf ao falar com os hobbits. Já que eles ostentam o estereótipos de sábios, não agiram dessa maneira nesse momento.

    Mas também, pensei nos Ents e hourns (é assim mesmo que se escreve?), eles são tão grandes e eternos e o tempo deles deve ser tão diferente do nosso tempo que eles tem dificuldade de enxergar um homem e chegam a confundir um hobbit com um orc! Mas tem a perícia de identificar uma família de roedores em seus troncos e se comunicarem com eles e seus sentimentos. Talvez os elfos tenham um pouco disso também, e por isso trataram mal nossos heróis, não sei...

    2 - Em contrapartida com seus seguidores, Gildor foi extremamente sábio, e para mim, reparou o dano de seus amigos. Ele disse algumas frases bonitas como quando ele diz a Frodo que o Condado não lhe oferece segurança, ele diz:

    "O vasto mundo está entre nós. Você pode se trancar no Condado, mas não pode trancá-lo para fora"

    Achei muito bacana, a escolha das palavras foi sensacional. É como se ele dissesse: "Olha, Frodo, não adianta fugir do mundo, uma hora ele vai encontrá-lo, então segura o raggae"! Só que dessa forma bonita que ele disse.

    Outra frase bacana de Gildor é quando ele fala sobre o encontro deles, ele diz algo como:

    "Os encontros podem ser propositais ou obras do acaso. Nesse caso, não sei quão ocasional foi nosso encontro, mas então tenho dificuldade em entender seu propósito e por isso temo falar demais".

    Legal não é? Ele foi humilde, sábio e poético ao mesmo tempo. Gostei desse cara! As palavras são muito belas.

    Para terminar, em um momento cômico, Gildor orienta Frodo a não esperar Gandalf assim como o orienta a não desrespeitar o mago que pode se irritar facilmente e Frodo responde algo como:

    "É, outro conselho que já me deram foi não ouvir os conselhos dos elfos, pois eles dizem ao mesmo tempo não e sim". E ambos riram.

    Depois Gildor explica que o "conselho é uma dádiva perigosa, mesmo entre os sábios e tudo pode sair errado".

    Enfim, gostei muito de suas palavras, vale a pena conferir esse trecho.

    3 - Para finalizar (agora é de verdade), é simplesmente mágica a descrição do professor sobre esse encontro com os elfos. Os hobbits tinham caminhado o dia inteiro e estavam caindo de sono. Quando eles começam a caminhar juntos os elfos vão segurando os hobbits mais sonolentos com os braços quando estes começam a tombar de sono enquanto caminham.

    A descrição de seu acampamento é muito bacana também, o professor fala sobre as estrelas e as constelações que iluminam o caminho secreto dos elfos e seu acampamento, bem como das árvores-pilares que ostentam fogos dourados e prateados (imagina chamas prateadas saindo das árvores, parece um sonho é bem ludico bem da imaginação mesmo). Tudo é muito bonito e mágico, e é apenas um acampamento, os elfos dizem que eles seriam melhores recebidos em seus salões, mas mesmo no acampamento os hobbits comem muito bem.

    Depois de ter um pesadelo ou de dormir após o mundo cruel e real da vigilia representado pelo Espectro do Anel que o perseguia, Frodo finalmente vai dormir depois de conversar bastante com Gildor, o professor diz que ele tem um sono sem sonhos, mas eu imagino que é porque estar com aqueles elfos foi, em certa medida, como sonhar.
     
    Última edição: 7 Set 2009
    • Ótimo Ótimo x 4
    • Gostei! Gostei! x 4
  2. Mairon

    Mairon Alquimista Andarilho

    Eh bonito mesmo esse trecho e apesar de eu naum ter certeza de kuanto importante foi eu sei q foi bem interessante pois mostra como se eh estar com um elfoo q surpreendeu especialmente Sam e eu tenho a mesma sensaçao ao ler as partes sobre elfos estando eles em valfenda, Lorien ou andando por ai e eh legal como Tolkien trabalha com isso me faz associar q talvez os homens pensem que os elfos eram sonhos do passado enkuanto eles poderiam realmente ter existido
     
  3. Elrond

    Elrond "OFF" it will last two months

    Realmente é muito legal estre trecho, é um trecho da literatura que fala sobre a esperança e sobre encontros inesperados.

    Agora, naquela expressão onde o elfo diz que hobbits são enfadonhos, eu acho que naquele caso ele não foi arrogante, mas uma brincadeira, força de expressão. Acho difícil um elfo pensar isso de um hobbit (embora a vida de um hobbit seja bem diferente dos elfos, mas muito mesmo, rs :lol:)

    Veja o que diz o dicionário aurélio:

    Coitado dos hobbits :lol:

    É muito bonito mesmo, aliás é um dos meus capítulos favoritos o encontro com Gildor.

    Agora um dúvida:

    Gildor estava no Conselho de Elrond?
     
  4. Mairon

    Mairon Alquimista Andarilho

    Eu nao me lembro bem se Gildor tava no conselho mais axo q provavelmente naum por que tava indo para o mar cuando encontro com Frodo mais naum me embro bem seria melhor se eu relesse o capitulo do conselho
     
  5. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Concordo! A parte em que Gildor vem socorrer os hobbits é algo como "mágica".
    E nessa parte do acampamento, as palavras de Gildor me fazem lembrar demais de Gandalf.
    E Gildor, assim como os grandes dos elfos que cruzaram o caminho dos hobbits em várias etapas da jornada (Glorfindel, Elrond e Galadriel) são mais ponderados e humildes no trato com os hobbits. Mas talvez isso seja uma característica de qualquer pessoa importante: ela não precisa se auto afirmar perante os demais. Ela já é poderosa.
    De qualquer forma, é fato a arrogância e o orgulho dos elfos. Nem há o que discutir.
     
  6. Anwel

    Anwel Nazgûl Cavaleiro


    Discordo e discordo. Os comentários dos elfos companheiros de Gildor me lembraram muito os comentários dos elfos de Valfenda quando os anões, Bilbo e Gandalf passam por lá (O hobbit). Nessa ocasião, os elfos fizeram muitas piadas, principalmente sobre os anões, até de mal gosto talvez, mas, para mim, não passaram de brincadeiras. (Ainda mais que na ocasião eles estavam cantando).
    Sobre o fato que os hobbits estavam em perigo, devido ao cavaleiro negro, os elfos nada sabiam. Tenho certeza que se eles tivessem conhecimento prévio disso eles ajudariam os hobbits sem nem mesmo perguntar.
     
    Última edição: 12 Mai 2009
  7. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Orgulhosos alguns elfos podem ter, um pequeno exemplo é a do Thingol, em certos momento eles se achou superio aos homens, teve que morde a língua mais tarde.

    Sobre Fëanor... é melhor nem dizer.

    Tem o caso da Galadriel, na verdade, há duas versões sobre a história da galadriel e durante o contexto a várias modificações, mas posso dizer que em uma história ela demostra sim, orgulho diante dos Valar, e na outra versão compaixão e sabedoria.
     
  8. Imrahil

    Imrahil Kyknos kyknón

    Também me parece que chamar os hobbits de enfadonhos está mais para brincadeira, uma maneira de pegar no pé de Frodo e Cia., do que qualquer outra coisa. Tanto que a atitude de Gildor é totalmente gentil e conselheira quando ele saca o que está acontecendo com o grupo.

    Grande abraço,
     
  9. Belladona Tûk

    Belladona Tûk Do what thou wilt shall be the whole of the law

    Muito bom texto! :joinha:
    Passei por essa parte há pouco tempo, uma das que mais me alegro em ler em A Sociedade do Anel, além do episódio na Floresta Velha e o Conselho de Elrond.
    Uma companhia adorada a dos elfos, se não fosse pela chegada deles seria dificil de os hobbits se livrarem da ameaça do Cavalheiro Negro. Sobre a arrogância dos elfos, é como voce deu o exemplo dos Ents, viram tantas coisas e continuam vendo todos os dias que seres como hobbits parecem nao passar de aspiradores de fumaça, comilões e preocupados mais com seus próprios afazeres, afazeres estes que se parecem sem importância para os elfos, e até para a maioria dos outros seres da TM, assim como Sauron. Mas que poderia imaginar? Se eu vivesse naquela época, presenciasse este acontecimento, me surpreenderia muito, tantos mais poderosos, mais fortes, ao meu conhecimento, esse fardo fora cair nas mãos de um pequenino! Não foi somente a existência (no modo de fazer algo contra, ter a capacidade) e a força que Sauron negligenciou nos hobbits, ele subestimou todos os povos livres da TM! Pois de onde imaginaria que decidiriam destruí-lo? Me impressionaria com essa decisão tambem, se nao estivesse a par de tudo. Qualquer um que colocasse os olhos, estivesse em poder do Um, jamais o destruiria. Foi isso o que ele pensou, seu grande erro.
    Pois bem, o assunto já evoluiu muito.
    Realmente suas palavras são muito bonitas, enigmáticas como a maioria das palavras elficas. E esse dito do Frodo "É, outro conselho que já me deram foi não ouvir os conselhos dos elfos, pois eles dizem ao mesmo tempo não e sim" é totalmente verdadeiro, principalmente neste encontro, onde Gildor não o diz para esperar por Gandalf e nem para partir. Confesso que essas conversas elficas me tiram um pouco do sério ás vezes.
    Essa parte em que os elfos vão cuidando dos hobbits sonolentos é tão... carinhosa de elfos para com hobbits! É esquisito de se dizer.
    Sim, o acampamento dos Altos-elfos é um lugar mágico, a descrição e as conversas, estrelas! Frodo já havia vivido um sonho, sentou-se ao lado de um sábio elfo, ficou em paz e sem receios. Não haveria mais nada para sonhar naquela noite. Paz, comida boa, sãos e salvos, tudo o que poderia querer naquele momento.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  10. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Depende do ponto de vista, Cisne. Para os elfos, tão cheios de si, talvez seja uma forma de brincadeira. Mas para os que a recebem talvez esse tipo de atitude não seja vista como brincadeira, mas sim de arrogância mesmo.
     
  11. Imrahil

    Imrahil Kyknos kyknón

    claro que algum de nós poderia levar a mal, Sindar, mas repare que os hobbits ficam tão babões em relação aqueles elfos lindos, gostosos e maravilhosos que nem se dão ao trabalho de se ofender ;-)

    Brincadeiras à parte, é claro que é uma atitude, em parte, cuzona. Mas os elfos logo percebem que existe algo importante e inesperado acontecendo ali.

    Abração,
     
  12. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    :rofl:

    Sam que o diga, né?
    Na verdade, talvez você tenha razão: os hobbits jamais distinguiriam algo tão esnobe, digamos assim, simplesmente porque eles não se importavam: eram o que eram: simples e espontâneos... naquele momento, estar entre elfos tão deslumbrantes (e lindos, gostosos e maravilhosos, como você mesmo citou... hahahahahahaha!) era o que importava.
     
  13. Meglin Celebrandir

    Meglin Celebrandir Hansi Ilúvatar

    Não... Gildor não estava no Conselho de Elrond. Pelo menos não foi nomeado abertamente. Lá estavam os Elfos Glorfindel, Legolas e Galdor. Mas há a seguinte citação:

    No trecho não consegui ter certeza se o próprio Erestor estava presente ou se fora citado apenas para declarar quem eram os conselheiros da casa de Elrond. Só se Gildor estivesse implicitamente entre estes conselheiros. Mas acho que não...

    1 - Não acho que tenha sido arrogância dos elfos, ou mesmo que eles estivessem brincando com os Hobbits. Para os elfos a vida de um Hobbit é realmente enfadonha (massante, chata, sem graça). Afinal os hobbits não gostam de aventuras, não gostam das florestas, apenas comem e bebem em suas tocas e adoram histórias repetidas, mesmo que eles já as conheçam. Portanto acredito que para um elfo, ouvir um Hobbit realmente dê um bocado de sono! Apreciei a honestidade dos elfos nessa passagem...

    2 - Gildor é um elfo sábio e suas palavras são uma clara indicação deste fato. Gildor é um Noldorin da Casa de Finarfin (ou casa de Finrod) e isso, por si só, já é um indício de sua sabedoria. Gildor trás a Frodo palavras que qualquer um de nós gostaria de ouvir em um momento de aflição. Mas como diz Frodo, um elfo diz ao mesmo tempo sim e não...

    3 - Bem... O que dizer do Professor? Quando ele resolve ser mágico, ele é como Tom Bombadil. Tolkien simplesmente É!

    Sua descrição do acampamento élfico e da acolhida que os Hobbits receberam fazem que eu queira estar lá e ver aquilo tudo acontecer só para ter em minha mente a beleza da floresta iluminada com as tochas élficas. As tochas que Bilbo e os Anões viam mas simplesmente se apagavam com sua aproximação... Simplesmente mágico!
     
  14. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Esqueci do nosso querido Sam!

    Como alguns mencionaram sobre essa passagem mágica de Gildor: "Sam que o diga"!

    É muito engraçado que logo que os elfos aparecem, Pippin já todo metido foi logo conversar com eles: "Ó povo sábio, conte-me sobre os cavaleiros negros!". E o professor vai escrevendo sobre o encontro com suas palavras mágicas quando volta para nos descrever Sam: "Sam estava mudo", confesso que dei boas risadas aqui só me imaginar a mistura de espanto, alegria, entusiasmo, medo, estranhamento e vai saber mais o quê que Sam sentiu quando viu os elfos pela primeira vez.

    Depois Frodo pergunta para ele: "Então, gostou dos elfos?" e Sam responde algo como: "Não sei. Acho que eles estão acima do meu gostar ou desgostar, pois eles são tão incrivelmente velhos e jovens ao mesmo tempo, tão incrivelmente alegres e tristes ao mesmo tempo..."

    Muito bonito. As palavras do professor são sensacionais, eu consigo participar da cena como se estivesse lá, pude visualizar perfeitamente a fisionomia de Sam nesse momento.

    E obrigado a todos por terem gostado do tópico, é sempre um desafio para um anão escrever sobre os elfos!
     
  15. Elrond

    Elrond "OFF" it will last two months


    Então é isso. Eu confundi o Gildor com Galdor :mrgreen:

    Obrigado!
     
  16. Meglin Celebrandir

    Meglin Celebrandir Hansi Ilúvatar

    Hahahahaha Acontece! São tantos personagens que é muuuuuito fácil se perder. Galdor é um elfo dos Portos Cinzentos que foi a Valfenda com uma missão de Cirdan.
     
  17. Elrond

    Elrond "OFF" it will last two months

    Isso, ele foi uma espécie de reprentante de Círdan no Conselho, uma espécie de Arauto :mrgreen:
     

Compartilhar