1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <div align="justify">
    <img src="images/stories/colunas/thiago_tizzot.jpg" alt="thiago_tizzot.jpg" style="margin: 5px; float: left; width: 142px; height: 142px" title="thiago_tizzot.jpg" width="142" height="142" />&quot;Das profundezas chegou seu &uacute;ltimo gemido, Precioso, e ent&atilde;o ele se foi.&quot; Tolkien sempre diz que escrever o Senhor dos An&eacute;is foi como escutar algu&eacute;m contando uma hist&oacute;ria, tudo que ele tinha a fazer era anotar. Talvez assim realmente tenha sido, mas quando ele escreveu esta frase em O Retorno do Rei deve ter perdido pelo menos uma noite de sono pensando nas consequ&ecirc;ncias que ela implicava.
    </div>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    • Ótimo Ótimo x 2
  2. Thalion

    Thalion Mas que puxa!

    Frodo surge como um heroi maior que Aragorn porque Aragorn teve que "apenas" clamar seu direito de reinar sobre Gondor no braço lutando contra um exercitozinho mixuruca de Mordor. Mas, enfim, isso já era rotina pro Aragorn: "acordar, escovar os dentes, lavar o rosto, salvar a Terra-Média da destruição..."

    Já Frodo, como o texto diz, supera não só seus próprios medos e fraquezas, mas também as convenções e preconceitos de seu povo, não se importando em ser mal-visto (como Bilbo faz no começo d'O Hobbit), não se importando com suas posses (ele larga Bolsão ao léu, para ser roubada pelos SBs e, depois, dá para o Sam (a casa, seu pervertido)), enfim, com nada. É o tal do "pegue sua cruz e segue-me" ("pegue seu Anel e vai pra Mordor no caso").

    Enfim, ótimo artigo. Parabéns, cara. Você só poderia, por favor, se decidir se Frodo falhou ou não? :dente:

    Ah, outra coisa, quem é o velhinho simpático na foto?
     
  3. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Nossa, quando vi este tópico fiquei um pouco assustado. É tão comum por aqui tópicos como "O fracasso de Frodo", "Frodo falhou?" e suas possíveis variações que quando vi "O Sucesso de Frodo" fiquei curioso para ver o conteúdo.

    Nunca pensei por este lado, de Frodo ser herói por perdoar e passar por provassões. Realmente é um fato muito nobre de sua parte. Acho que podemos dizer que o sucesso da Demanda está diretamente ligado ao perdão de Frodo para com Sméagol, assim sendo fica complicado dizer que tudo se resolveu "ao acaso". Se fosse por Sam, Gollum não teria durado até a metade d'As Duas Torres, mas quem tomaria o Um de Frodo no minuto final?

    Parabéns pelo texto, Thiago! Nos mostra Frodo com um outro olhar.
     
  4. clandestini

    clandestini Cylon ou

    É interessante a jornada de Frodo, a transformação pela qual ele passa, devido não só a ação do Um, mas também às provações que ele enfrenta durante a missão.

    Frodo, um hobbit bonzinho, sai do Condado, e isso já é em si uma aventura. O fardo que ele carrega e a resposabilidade de sua missão são as primeiras provações. Ele ainda enfrentará a "morte de Gandalf", a Sociedade do Anel se desfazer, Gollum e a intensa dor de seu ferimento recebido logo no início da história, entre outros.

    Porém, um herói não é feito apenas de dor e sofrimento. A lealdade e a amizade com Sam confere à ele um caráter que também é colocado à prova (influência do Um). Acredito que a dupla Sam e Frodo são responsáveis pela destruição do Um. Talvez Frodo não tivesse conseguido sem a ajuda e a lealdade do amigo. A confiança que ele deposita em Sam é essencial para o rumo da história, do meu ponto de vista.
     
  5. DaniloStinghen

    DaniloStinghen Senhor do Destino

    Muito bom mesmo o texto. E o perdão de Gollum não é o único exemplo disso. Frodo perdoa Saruman e Gríma no Expurgo do Condado, mesmo depois de todos os problemas que eles causaram, e provavelmente continuariam causando se o Língua não tivesse cortado a garganta do velho mago. Frodo se mostra, no final, um verdadeiro herói, no melhor estilo que Gandalf poderia querer. E tudo isso a despeito do fato de que ele falhou na missão à qual se propôs a realizar: destruir o Anel. Isso mostra uma característica ainda melhor para um herói, quase ausente em personalidades como Gandalf e Aragorn. Frodo é um herói, mas é falível, como qualquer pessoa. Contudo, suas atitudes no Expurgo do Condado mostram que ele, apesar de falível, aprendia com as suas falhas.
     
  6. Ispaine/Estus

    Ispaine/Estus Ohtari Parmaron

    Ai é que está, Thalion. Segundo Tolkien existem dois momentos cruciais na jornada de Frodo. Ele passa por duas provações. A misericordia e o sacrifício. A primeira ele vence, o perdão a Gollum é é essencial para a Terra-média. O segundo, ele falha. Ao se recusar a destruir o Anel, ele não sacrifica seu bem mais valioso por conta de um bem maior, salvar a Terra-média. Mas o sucesso da primeira provação compensa a falha do segundo. E assim a coisa segue. É uma discussão dificil e que não existe certo ou errado.

    Minha conclusão é que Frodo é um herói. E Tolkien construiu uma personagem belissima, complexa e profunda.

    O velhinho da foto é nosso amigo Einstein.
     
    • Ótimo Ótimo x 2
  7. ARABAEL

    ARABAEL Ema Infame e

    Frodo resolveu o problema na raíz, mas não diretamente, ele foi a influência para a destruição do anel, o destino do Um não foi selado na formação da Sociedade, mas lá no início quando Frodo viu pela primeira vez aquele anel misterioso, ali o poder do Um pressentiu o perigo, uma criatura que resistiu as tentações de um poder temido por todos até por Gandalf, e após isso todas as ações de Frodo foram desencadeando uma série de fatos que levou a destruição do anel. Claro levamos em consideração a ajuda de seus companheiros, o encontro com os espectros, Sam, Aragorn atraindo a atenção do "Olho", etc e tals... mas somente aquele hobbit poderia ter carregado tal fardo, seu coração era mais poderoso que o Um. Porque Frodo era "incorruptível"?
     
  8. Thalion

    Thalion Mas que puxa!

    Sim, sim, totalmente de acordo.:yep:

    Estava só brincando.

    Aí é que está a beleza de Tolkien: até os herois falham, até os herois são humanos, o que dá a história verossimilhança e faz com que nos identifiquemos com as personagens, muito importante, a meu ver, para o sucesso do livro (apesar de herois perfeitos também servirem pois funcionam como catarse).

    Ah é ele mesmo então? Achei parecido mas pensei: "Não, não pode ser." Achei que fosse algum parente seu. Ótima montagem :dente:
     
  9. Ispaine/Estus

    Ispaine/Estus Ohtari Parmaron

    Na verdade não é montagem, é Museu de Cera. :D
     
  10. Roliço-Bolseiro

    Roliço-Bolseiro Aurë entuluva!

    Que Frodo é um herói eu nunca tive dúvida, não sei como pode passar pela cabeça de alguém que ele não tenha sido.

    Agora sobre o perdão de Gollum, acredito que Gandalf tenha influenciado muito nessa decisão de Frodo, como exemplo cito aquela frase que Gandalf disse logo no inicio do livro como alerta a Frodo: "Muitos que vivem merecem a morte. E alguns que morrem merecem viver. Você pode dar-lhes vida? Então não seja tão ávido para julgar e condenar alguém à morte."

    Acredito que Frodo seja considerado um herói principalmente por ter carregado tamanho fardo por tanto tempo rumo à destruição, mesmo que tenha hesitado no final, ele caminhou rumo ao único local capaz de destruir aquilo que no momento era o que mais adorava, pois estava enfeitiçado. Porém teve forças para terminar sua contenda, muito mais forças que outros que em muito menos tempo, se renderam à vontade do anel!

    No livro Frodo foi o personagem que mais simpatizei, já no filme, ele não é muito adorado pelas pessoas!
     
  11. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Muito bom o texto, até pq sou a mais anti-frodo possível. Ainda assim foi colocado de uma forma que me fez olhar o lado "humano" do ser e não o lado choraminguento e dependente de todos.
    Sim, ele foi mto corajoso em aceitar a imposição de Gandalf a levar o anel à Valfenda... e muito mais corajoso em se oferecer para terminar a missão tão árdua da como destruir o Anel. Embora no final o "Exu de Isildur" tenha baixado nele e ele tenha falhado na destruição em si, ainda assim durante toda sua trajetora ele foi tentado, caçado, amedrontado e mesmo ferido como foi pelo Espectro, ele ainda assim ele chegou no destino.
    Começarei olhar o Froxo com olhos menos maldosos, mas ainda acho que todos são heróis em conjunto... sem Gollum, sem Sam, e sem qualquer um da comitiva ele teria fracassado muito antes.... todos contribuíram pra criação deste herói... nada mais justo e honroso, sendo ele um hobbit de bom coração e desapegado as coisas fúteis e vãs, que ele perdoar mesmo os mais terríves.... (um erro num conserta o outro mesmo).

    Parabéns pelo texto! Está excelente!
     
  12. Elfo Anão

    Elfo Anão Usuário

    São os obstáculos que fazem o herói.

    Foi o que pensei quando li isso.
     
  13. aistano

    aistano vulgo Gilvan Borges

    Incrível como esse artigo me trouxe todos os argumentos que eu não conseguia resumir, para mostrar que não houve fracasso de Frodo. Mostrar que ele não dependeu do Acaso divino para cumprir a missão, mas que tudo estava entrelaçado na trama, mesmo que durante a leitura não seja fácil(ou mesmo possível) perceber. Após o final, um olhar em retrospecto mostra que houve (apesar da falha) sucesso de Frodo.

    Logicamente não foi um sucesso isolado do Hobbit (coisa que é lugar quase-comum em livros com heróis) mas um sucesso compartilhado. E a presença de uma Comitiva reforça o caráter solidário e o valor da amizade (e as vezes do perdão) na solução dos problemas.
     
  14. DaniloStinghen

    DaniloStinghen Senhor do Destino

    Aliás, heróis perfeitos são praxe nas obras de literatura fantástica. As versões tradicionais (e patéticas) de Artur, Lancelot e companhia são a maior prova disso. E ese tipo de coisa, creio eu, é mais apropriada para crianças. E justamente pelo SdA (que é literatura fantástica) ter heróis falíveis, é que ele se torna tão interessante. E é por isso também que a piazada prefere geralmente o Gandalf e o Aragorn ao Frodo e Bilbo, por exemplo.
     
  15. aistano

    aistano vulgo Gilvan Borges

    é fato, herois perfeitos são a praxe na literatura de fantasia.

    As versões "tradicionais" de Arthur podem pertencer ao gênero de literatura fantástica. E daí os heróis perfeitos. As outras versões(ou tentativas, como a de Cornwell) não se encaixam no gênero de literatura de fantasia, mas sim no amplo gênero do que seria ficção histórica, e nesse não faz muito sentido heróis com superpoderes e indole perfeita.

    Agora quanto à personagens, no meu caso o fato de escolher Gandalf como meu preferido não se refere à sua (suposta) perfeição, mas a magia que o envolve, seus poderes e sua sabedoria. Magia é um negócio que atrai trocentos milhares de pessoas, independente de ser um mago perfeito ou um de costumes desleixados, (como o Merlin de Bernard Cornwell).
     
  16. Minos

    Minos Usuário

    Quando li o tópico sobre o fracasso de Frodo, minha curiosidade ficou mais forte ainda começei ler novamente o senhor dos anéis, para ver se um novo ponto de vista. Agora com esse novo artigo vejo que todo o contúdo do senhor dos anéis gira em torno de escolhas como fala o novo artigo " O Sucesso de frodo", como aqui em casa somos fãs da trilogia sempre discutimos o por que de Frodo não ter matado Gollum quando teve a oportunidade. Eu fiquei muito surpreso quando li o final do terceiro livro quando o gollum estava seguindo Frodo e Sam na montanha da perdição e da luta dos dois. Sempre achei que se não fosse pelo Gollum, Frodo não iria conseguir terminar sua missão... Hoje mudei de opinião ou melhor passei a ver por um lado diferente...:yep:
     
  17. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Novidade, agora ninguém mais acha que ele fracassou, falhou, como queiram.

    Frodo foi um grande herói, sempre disse isso.
     
  18. Ispaine/Estus

    Ispaine/Estus Ohtari Parmaron

    Na verdade ainda acho que ele falhou.
     
  19. Roy Batty

    Roy Batty "Inconsertável"

    Heróis são passíveis de falhas! Frodo "falhou" de um jeito que apenas o engrandeceu ainda mais!

    Não sei que tipo de falhas vcs enxergam com relação ao fato dele ter sucumbido no fim pelo poder INCONTROLÁVEL de um Anel para qualquer um que não fosse o próprio Sauron ou Morgoth (ou ainda Manwë)!

    Frodo teria falhado, de fato, se seus objetivos estivessem à altura de suas capacidades....e, por isso, quem aqui é capaz de questionar que seu fardo estava dentro de suas possibilidades de hobbit? Será mesmo que Gandalf, Elrond ou o próprio Manwë pensavam: "vai ser moleza" ou "Se Frodo sucumbir, terá falhado na missão". Será que vcs imaginaram o engano que cometem ao julgar Frodo sem levar em consideração todo o caminho de provações, de vitória por uma atitude louvável e corajosa extrema de um hobbit, levando em consideração seus poderes diminutos em comparação a um elfo, homem ou mago, sendo que nenhum destes ousaram carregar o Anel, pq aí sim falhariam de maneira clássica!


    Pq o homem é corruptível por excelência; um elfo ou um mago poderiam resistir a mais tempo do que um humano, mas os efeitos de dominação que o Anel causaria seriam desastrosos para a Terra-média. No fim, quando dizemos que Frodo falhou, não temos nenhum embasamento edificado em exemplos similares do nosso mundo real para tal, a não ser que alguém aqui tenha a cara de pau de achar que é possível conceituar como falha a relação entre um hobbit e um Anel, ambos estranhos à nossa natureza e, portanto, destituídos de fundamentos de entendimento razoável por nós.

    Só podemos julgar o mérito da falha se estivesse de acordo com exemplos específicos já observados no "mundo real". Vale lembrar que o conceito de falha para um elfo, um humano da Terra-média, um mago, um anão ou um Vala não é o mesmo do nosso, pois o juízo daqueles é construído sobre outras bases, às quais nós, do mundo real, apenas podemos modelar de forma imprecisa e tendenciosa.
     
    Última edição: 4 Mar 2009
  20. Cilmawiel

    Cilmawiel Usuário

    Acho que a grandiosidade de Frodo está justamente no fato de ele ser mais humano que todos os outros membros da comitiva. :yep:
    Ele representa o tipo de pessoa que, hoje, está meio em falta na nossa sociedade. Ele é leal e nobre e apresenta todas as fraquezas inerentes a nossa raça... Por mais complexo que Aragorn possa ser, Frodo ainda tem uma interface bem melhor com a nossa vulnerabilidade.
    Quem dentre nós, mortais, pode dizer que nunca recebeu uma ajuda do destino, da providência divina ou um golpe de sorte em hora mais que necessitada?
    Sim, Frodo fez o que tinha de fazer pelos membros da Sociedade do Anel e, mais importante que isso, por nós. Frodo mostra muitas das qualidades mais nobres da humanidade e faz aquilo que nos cabe já que, assim como nós, ele não era incrivelmente habilidoso e sábio como um elfo, nem era tão forte quanto um anão e tão pouco um mocinho por excelência como Aragorn. Ele resistiu até o fim de suas forças, deu o melhor de si e quando já não podia mais suportar o autor se encarregou de ajudá-lo.
    É uma esplêndida representação da jornada que enfrentamos quando corremos atrás do que queremos, nem sempre o nosso máximo é suficiente, mas viver a história já é difícil de mais então, se vamos falhar no final ou não, cabe ao autor decidir. “... o que nos cabe é decidir o que fazer com o tempo que nos é dado.” Lembram? E decidir se sacrificar por um bem maior definitivamente não é uma coisa fácil de fazer.
    Frodo foi até onde suas forças permitiam que ele fosse, ou seja, ele não falhou.
     

Compartilhar