1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"O Pagador de Promessas" (Dias Gomes)

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Liv, 27 Set 2008.

  1. Liv

    Liv Visitante

    Direto do nosso amado
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Dentro da literatura nacional, não é raro que as peças teatrais sejam esquecidas pela maioria dos leitores, já que carecemos de boas histórias. Porém, no ano de 1959, Dias Gomes escreveu aquela que pode ser considerada a maior pérola do teatro nacional: O Pagador de Promessas.

    Composta por três atos, a obra conta a história do obstinado Zé do Burro, personagem que retrata fielmente alguns aspectos do povo nordestino, como a fé inabalável e a coragem para fazer coisas consideradas impossíveis, no caso do protagonista, cumprir uma promessa feita á Santa Bárbara.

    Após fazer a promessa, num terreiro de Candomblé para a Santa, Zé do Burro não tarda em receber uma “graça”. A cura do seu inseparável burrinho de estimação, e por isso decide levar uma cruz “como a de Jesus Cristo” até a igreja de Santa Bárbara, a sete léguas de onde morava com Rosa, a sua resignada esposa.

    Só que o protagonista não esperava que a intolerância do Padre Olavo, responsável pela igreja onde ele pretendia pagar a sua promessa, fosse o maior empecilho, já que, nas palavras do Padre, não seria permitido que uma promessa feita a Santa num terreiro de Candomblé para a cura de um burro fosse paga na Igreja Católica.
    Com o desenrolar da história somos apresentados a vários personagens como os oportunistas Bonitão e o repórter, que tiram “vantagem” de toda a situação, dizendo para o protagonista que estão sensibilizados e que vão ajuda-lo na sua saga. Mas após algumas linhas da história, tomamos a ciência que de que nada vai acontecer em favor de Zé do Burro ou de Rosa. Em parte por culpa do repórter e de Bonitão, que chamam a polícia para prender Zé do Burro, causando uma briga séria e que acaba com um disparo e com a morte do protagonista da história.

    A obstinação de Zé do Burro, a intolerância do Padre Olavo, a resignação de Rosa, o oportunismo de vários personagens que se aproveitam da ingenuidade e da situação de Zé, a religião e a religiosidade de um povo sofrido são peças chaves para o entendimento da peça e de inúmeras características do ser humano, apresentadas pela magistral peça de Dias Gomes.

    ****

    E aí, quem já leu? Gostaram? Não gostaram?
     
  2. Liv

    Liv Visitante

    RE: O Pagador de Promessas - Dias Gomes

    Uôu! Eu tava certa em escrever que ...

    Ninguém conhece? o_O
     
  3. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    RE: O Pagador de Promessas - Dias Gomes

    eu vi o filme somente... mas é maravilhoso :))))))))))))
     
  4. Liv

    Liv Visitante

    RE: O Pagador de Promessas - Dias Gomes

    Tem filme também? Só conheço a mini série...
     
  5. imported_Daniel_

    imported_Daniel_ Usuário

    RE: O Pagador de Promessas - Dias Gomes

    Tem filme, sim. Eu gostei um bocado dele, mas não sei se é fiel ou não a peça.

    Aliás, a peça, infelizmente, nunca vi em cartaz, mas vou procurar.
     
  6. Liv

    Liv Visitante

    RE: O Pagador de Promessas - Dias Gomes

    Bom saber que tem um filme, já que esse é um dos livros indicados para os vestibulares de Santa Catarina.
     
  7. Mago de Oz

    Mago de Oz Usuário

    Ual, nem sabia que havia um filme sobre. Eu tive que ler para o vestibular e acebei achando muito interesante, li ele todo de uma vez.
     
  8. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    sim sim, tem filme e eu tenho o dvd XD pra variar hahahaha

    É o único filme brasileiro a ganhar a Palma de Ouro no Festival de Cannes! Sim, entre vários outros filmes internacionais!!!!!

    Dirigido pelo grande Anselmo Duarte... E assistido (e aplaudido) pelo presidente Kennedy! :sim:

    Olha lá quantos prêmios:

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  9. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Esse é um dos livros que serei obrigado a ler este ano em virtude do vestibular. Parece interessante.
     
  10. imported_Carol

    imported_Carol Usuário

    Eu também tive que ler esse livro para prestar vestibular (e, diga-se de passagem, foi muito mal abordado na prova. Um livro tão bom rende questões muito melhores do que a que foi cobrada) e o meu professor de Literatura levou o filme para assistirmos. E devo dizer que foi uma ótima adaptação. E até o fato de ser em preto-e-branco e o áudio típico daquela época deram um "tchã" no filme. Aliás, o filme foi bom o suficiente para deixar uma turma com uns 40 adolescentes quietinha... algo muito raro (e assombroso), sem dúvidas XD

    Mas, voltando ao livro. Da lista que o vestibular cobrava, esse está entre os que mais gostei. O mais legal é que a obra continua atual, o que contribui para que o leitor interaja melhor com a história...
     
  11. Thorondir

    Thorondir Usuário

    O Dias Gomes em vestibular? Desde quando? :|
     
  12. Regente

    Regente Serenity Painted Death

  13. Anica

    Anica Usuário

    na ufpr também. pelo menos até o último vestibular estava na lista.
     
  14. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    O Zé do Burro não tinha nem identidade ou qualquer documento que provasse a sua existência, fiquei com dó dele nessa parte. Ficou todo perdido.

    O protagonista da história, mostra a confusão que acontece com a ignorância e a burrice. No meu ponto de vista, a ignorância é cometer um erro sem saber o que está errado, o fato é, cometeu algum engano por não ter o conhecimento sobre o assunto. Já a burrice, é cometer o erro tendo consciência que o está fazendo ñ é legal.

    O Zé era um ignorante, não uma pessoa burra! Era inocente em tudo que fazia e dizia. Queria cumprir a promessa, era uma pessoa pura do campo e não tinha a consciência da maldade de algumas pessoas da cidade.

    Primeiro foi a confusão com sua promessa. Bah que confusão! Envolveu, imprensa,igreja, polícia e as pessoas da cidade, foi um bate boca que deixou o Zé irritado, não é para menos. Ninguém o escutava, ou melhor não queriam compreender as suas sinceras palavras, só estavam interessados em seus propósitos. A imprensa queria ganhar dinheiro em cima da confusão, com a frase "novo messias que carrega uma cruz tão pesada como a de Cristo", é algo bem sensacionalista que o povão curte.
    Além disso, o padre confundindo a promessa do Zé com uma conspiração do Diabo ¬¬
    O sincretismo religioso é bem forte na obra de Dias Gomes.
    Ainda para aumentar o problema tem a polícia que
    deturpa os motivos do Zé repartir o terreno de sua fazenda com os lavradores pobres com o comunismo. Eu confesso que ñ sabia q o comunismo era mal visto ainda nessa época??? o.o'
    Por dar até cadeia, bem curioso :think:
    Tadinho do Zé, és um homem de azar. Nem sua mulher o apoia, ganha até um chifre XD

    Uma coisa que me deixou confusa. :gira:
    Como Zé fez a promessa no terreiro de candomblé,apesar de falar q iria levar a cruz até a Igreja de Santa Barbará, ele bem que poderia ter levado a cruz até a Iansã no outro candomblé que tinha a estátua dela. Afinal, é tudo a mesma coisa neh? Mas, ele tb é daqueles homem bem teimosos!

    A única coisa que ñ deveria ter lido antes é a Nota do Autor, pq ele já conta TUDO que vai acontecer, ou seja, baita spoiler e pede um pouco a graça da peça.

    Quando eu tiver a oportunidade de ir assistir a peça de teatro vou com certeza :joy:
     

Compartilhar