1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Morro dos Ventos Uivantes - Emily Brontë

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por .Penny Lane., 21 Jun 2009.

  1. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Acabei de ler esse livro e achei fantástico. Alguém mais leu?

    Da Wikipédia:

    O patriarca da família Earnshaw resolve fazer uma viagem e lá resolve adotar um pequeno órfão, que todos acham ser um cigano, porém sua procedência não é revelada em hora alguma da narrativa, ao qual denominam Heathcliff. Toda a afeição que o pai logo demonstra pelo menino enciuma seu filho legítimo Hindley, que acha que está perdendo a afeição do pai para o menino. Sua irmã, Catherine, se afeiçoa por Heathcliff. Quando o Sr e Sra Earnshaw morrem, Hindley sujeita Heathcliff a várias humilhações. Este passa a ficar bruto e melancólico. Apesar do amor entre ele e Catherine, ela decide casar com Edgar Linton, por esse ter melhores condições de sustê-la que Heathcliff.


    E a partir daí tem spoiler, então não colei o resto aqui, mas é quando a história começa a se desenrolar. Lendo assim parece não chamar muita atenção, mas é muito bom. Os personagens são fascinantes. O livro me envolveu a tal ponto que eu realmente odiava certas atitudes dos personagens, ou torcia por eles, a história conseguiu mexer comigo.

    Alguém leu?
     
  2. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Eu li... sei lá quantas vezes.
    Pra mim é uma das melhores histórias de amor escritas, junto com Jane Eyre (de outra das irmãs Brönte, a Charlotte).
    Em alguns momentos os dois, Catherine e Heathcliff são odiosos
    Catherine às vezes é insuportavelmente fútil e o que Heathcliff faz com o filho de Hindley é imperdoável, mas como uma pessoa com um mínimo de sensibilidade pode não compreender o ódio dele?
    e ao mesmo tempo os personagens mais apaixonantes (e apaixonados) que se pode imaginar.
    E o final
    com os filhos de Hindley e Catherine formando um casal fofo e Heathcliff e Catherine finalmente juntos e em paz (parece que só a morte pôde dar isso a eles)
    é triste, mas traz uma esperança de que o amor é possível sim, quando se acredita nele.
    Ficou meio piegas isso que escrevi, :timido: mas, pra quem ainda não leu, o livro não é assim não, não tem nenhuma pieguice nele!
     
  3. Thorondir

    Thorondir Usuário

    Eu li, mas achei chato. Não me prendeu em nenhum momento, mas isso talvez pela minha idade... eu era bem novo. Sei lá, tinha uns onze anos e me meti a ler o que tinha em casa. Preciso de uma releitura pra falar.
     
  4. malves

    malves Usuário

    É um dos meus livros favoritos. Eu simplesmente amo.

    Concordo com você, Clara. Tem horas que odeio Heathcliff e Cathy, tem horas que amo. E acho isso o mais fantástico do livro, além deles dois, todos os personagens são capazes de me conquistar e ao mesmo tempo me irritam.
    E o final para mim foi incrível, apesar da morte de Heathcliff, que na verdade foi o único jeito deles ficarem juntos, mas Hareton e Catherine ficarem juntos foi fofo mesmo.
     
  5. imported_?

    imported_? Usuário

    Acho que se eu tivesse 11 anos também não gostaria tanto, apesar que a primeira vez que o li eu tinha mais ou menos essa idade, mas foi uma adaptação infanto-juvenil então era uma leitura mais fácil para a idade.

    Depois que "cresci" li o livro três vezes e pretendo ler novamente algum dia.

    Não consigo sentir nenhuma antipatia pelo Heathcliff em nenhum momento do livro. O que me impressiona na obra é a construção dos personagens, são inesquecíveis, fortes.
     
  6. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Eu li a muito tempo mas confesso que não entendi muito a história. Tinha pegado uma versão resumida e acho que foi por isso. Mas pretendo reler assim que a minha lista de livros que vou ler estiver menor.
     
  7. Anica

    Anica Usuário

    Lembrando para quem quiser saber mais sobre o livro que a Carol escreveu um artigo sobre o livro lá no Blog Meia Palavra -> http://blog.meiapalavra.com.br/2009/01/30/o-morro-dos-ventos-uivantes-emily-bronte/ =]
     
  8. Tilion

    Tilion Administrador

    Pra mim, o único livro suportável dentre todos os das irmãs Brontë. Até porque ele não é meramente suportável - é excelente.

    Tem um pouco de tudo aqui, e tudo funciona bem. Picuinhas interioranas inglesas; filhos legítimos mimados; filho adotivo explorado e ressentido; amor correspondido e não correspondido; vários elementos que dão ao romance um lugar merecido na literatura gótica; e, sobretudo, vingança.

    Sério, um dos poucos livros comparáveis nesse último aspecto seria O Conde de Monte Cristo, mas a obra de Dumas é suave perto do que a Emily Brontë conseguiu aqui. Quando se conhece então a história da autora, o ambiente em que vivia, as relações que tinha com a família é impossível não se indagar "De onde tirou e como ela foi capaz de escrever algo assim?!". É algo que me deixa pasmo sempre que penso a respeito. Porque o Heathcliff é um desgraçado, em todas as acepções do termo, um dos personagens mais calculistas da literatura (se não for o mais) e, por tabela, um dos melhores também. De onde ela tirou esse cara?? Ele tem todo seu peso por si só, quando o livro é lido sem qualquer contexto, mas quando se tem consciência da vida da autora, ele ganha ainda mais força.

    O fdp consegue que sejamos simpáticos a ele no início do romance, por tudo que sofre, e costumamos achar que ele tem direito de dar o troco lá na frente. Só que ele claramente passa completamente dos limites, chegando a extremos raramente vistos na literatura até então - muito menos em um livro escrito por uma mulher daquela época.

    Mesmo que não se goste de qualquer outro aspecto do livro, ele já valeria ser lido só pelo Heathcliff.
     
  9. imported_?

    imported_? Usuário

    Interessante o Tilion tocar nesse assunto poque estou lendo um livro chamado "Fazenda Maldita", literatura inglesa, de uma escritora chamada Stella Gibbons.
    Hoje até ri alto! Há um personagem lá, metido a escritor que pretende publicar um livro provando que quem escreveu O morro dos ventos uivantes foi o irmão de Emily, Branwell Brontë. Porque ele afirma que é impossível que uma mulher tenha escrito um livro assim.

    Depois disso o personagem diz que as três irmãs acabaram por roubar o manuscrito de O morro... para que elas pudessem comprar mais bebida, pois Anne, Emily e Charlotte eram alcoólatras! :susto:

    Mas o engraçado mesmo é quando o personagem analisa uma carta enviada à tia velha de Branwell e ele acredita piamente que o rapaz estava apaixonado pela senhora idosa. E foi por este motivo que ele estava tão atormentado, a ponto de não lutar pelos direitos do livro, que se dedicava por 15 horas diárias!
     
  10. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    :rofl:

    Nossa Clover!
    Preciso ler esse livro!
     
  11. malves

    malves Usuário

    :rofl:

    Ainda bem que Emily Brontë não tá viva pra ler um livro desses.
     
  12. imported_?

    imported_? Usuário

    Kate Bush, Wuthering Heights - 1978

    Para aficcionados pelo livro :)

    Eu já postei aqui no MP um clipe da Kate Bush sobre o livro "Ulysses" de James Joyce então me lembrei que ela também tem uma música (que é bastante conhecida) sobre o livro O Morro dos Ventos Uivantes.
    Achei achei mais interessante colocar aqui do que em um tópico sobre música.

    Curiosidades:

    • A cantora também se chama Catherine assim como a personagem do livro.
    • Kate Bush, inglesa, também nasceu no mesmo dia que Emily Brontë, 30 de Julho.
    • Na época, os jornais sensacionalistas ingleses a acusaram de "louca", que se declarava como sendo a verdadeira Catherine Earnshaw, que ficou reclusa, etc.
    • Kate Bush diz que escreveu a música sentada ao piano à meia-noite em uma noite de lua cheia...
    • Diz que fica muito feliz quando alguém se interessa em ler o livro depois de conhecer a música dela.

    Os clipes são baseados no final do livro, quando Catherine fantasma volta para buscar a alma de Heathcliff. Muitas pessoas consideram esses clipes extremamente toscos, inclusive a maioria ri (até eu ri hehe) quando assiste pela primeira vez, talvez pelas caras de louca que ela faz, talvez pelas danças. Ou mesmo pela voz agudíssima dela.
    Existem três versões:

    Esta é a versão de estúdio. Há uma paródia engraçadíssima do Marcos Mion
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .:rofl:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Esta é a versão original, gravada em vídeo cassete, Catherine dançando na floresta. Na época o vestido dela não podia ser chamado de vermelho por lembrar o comunismo. Então era chamado simplesmente de "cor de carne".

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Terceira versão, feita para um programa de TV: Quem precisa de Thriller quanto temos Catherine Earshawn saindo de um túmulo e dançando com caveirinhas?:sacou:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  13. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Bem dramática né? :lol:
    Ela deve ser bailarina clássica.
    Mas a música é legal, sempre gostei da música e depois que descobri ser inspirada no livro, mais ainda. :sim:
     
  14. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    Uma banda brasileira de heavy metal chamada ANGRA fez um cover dessa música da Kate Bush. Tenho que dizer que, na minha humilde opinião, ficou bem melhor que o original. :sim:
    Clara, a música tem tudo a ver com o livro. E você precisa ler esse livro, aliás todo mundo precisa ler esse livro!
    Bom, já deu para perceber o quanto eu gosto do livro, né?! XD
    Como o Tilion já falou, o Heatcliff é um dos melhores personagem da literatura. Ele simplesmente aprontou todas e eu não consegui deixar de gostar dele o livro inteiro!
    Óbvio que abominei trocentas atitudes dele, mas não consegui detestá-lo nem sei porque, pois embora houvesse todo um contexto pra tudo que ele fez, foi, assim, imperdoável. E eu lá, morrendo de pena dele depois de tudo! :dente:


    Desculpa Clara! Li atentamente somente o teu último post e me pareceu que você não havia lido o livro por ter achado a música dramática. Considerando que ela traduz bastante o conteúdo do livro cheguei a essa conclusão errada e disse que você precisava ler o livro.
    Desconsidera minha súplica. :oops:
     
  15. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    Desculpa Clara! Li atentamente somente o teu último post e me pareceu que você não havia lido o livro por ter achado a música dramática. Considerando que ela traduz bastante o conteúdo do livro cheguei a essa conclusão errada e disse que você precisava ler o livro. :timido:
    Desconsidera minha súplica. XD
    Mas ainda recomendo que ouçam a versão do ANGRA para a música que é bem legal.
     
  16. Liv

    Liv Visitante

    Lana, não precisa se desculpar! Quando você perceber que postou alguma coisa "quase igual" é só usar o botão "apagar". Que nada mais é do que esse "x" vermelho ;)
     
  17. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Não esquenta Lana. :lol:
    E sabe, mesmo achando a Kate Bush dramática adoro a música dela e, claro, o livro da Bronte. ;)
     
  18. imported_?

    imported_? Usuário

    Eu tenho trocentas versões desse música aqui comigo. Versões curiosíssimas e com cantores e cantoras, em vários estilos, desde música dos anos 60 até hardcore! Uma que as pessoas geralmente gostam é da versão do trio Puppini Sisters, apesar de não ser a minha preferida. A versão do Angra eu prefiro a "speedy", que é mais rápida e mais pesada, mas não gosto muito da voz dele.
    A da Kate eu gosto bastante, mas enjoei da música porque eu a conheço praticamente desde que eu nasci, né?

    Sobre o Heathcliff eu lembro que nunca detestei o personagem de maneira nenhuma, lembro que a primeira vez que li o livro eu fiquei torcendo por ele pensando "bem feito pra eles!". XD
     
  19. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    Sério que você não gosta da voz do André Matos, Clover? Eu acho bem bonita, o único problema é que ao vivo é fraca. Fiquei bem decepcionada quando fui a um show dele e a voz dele era quase obscurecida pelos instrumentos. :disgust:
    Ainda acho a versão dele melhor que a da Kate.
    Agora esses vídeos dela são uma comédia! O último, em que ela sai do túmulo e dança com as caveirinhas é totalmente hilário! :rofl:
    Estou me coçando aqui, morrendo de vontade de comprar a edição bilingue do livro! Mas está meio caro. Vi na Cultura por 40 reais.
     
  20. malves

    malves Usuário

    Aaaaiin, eu amo a música também. Gosto bastante da original da Kate, mas com o Angra é ainda melhor, show de bola!
    E tem a versão de uma cantora australiana chamada Hayley Westenra que é tão boa quanto essas duas.
     

Compartilhar