1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Mighty Avengers

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por TT1, 11 Mar 2007.

  1. TT1

    TT1 Dilbert

    Re: Civil War (2006 - Marvel)

    Não gostei de Mighty Avengers. Esse Frank Cho é bem ruim, hein?
     
    Última edição por um moderador: 13 Mar 2007
  2. V

    V Saloon Keeper

    Re: Civil War (2006 - Marvel)

    Não. Ele é foda. Cho + Bendis = awesomeness.
     
    Última edição: 13 Mar 2007
  3. TT1

    TT1 Dilbert

    Re: Civil War (2006 - Marvel)

    Ele parece desenhista da MAD. :blah:
     
    Última edição por um moderador: 13 Mar 2007
  4. Fera

    Fera Sóbrio habitual

    Re: Civil War (2006 - Marvel)

    Pô o Frank Cho é um ótimo desenhista!
    E Liberty Meadows é sensacional! (Não tem super-heróis, é uma tirinha...)
     
  5. V

    V Saloon Keeper

    Re: Civil War (2006 - Marvel)

    Isso não faz absolutamente sentido nenhum. O Cho tem um estilo extremamente limpo, concentrado totalmente em formas (pesos e texturas são sugeridos de forma bastante econômica), com anatomia idealizada estilo pin-up. É basicamente o oposto de algo geralmente cartunesco/grotesco (não necessariamente coisas ruins) como MAD.



    PS: Mighty Avengers #1 foi tão foda.
     
    Última edição: 13 Mar 2007
  6. TT1

    TT1 Dilbert

    Re: Civil War (2006 - Marvel)

    Não acho que essas características do Cho façam dele um desenhista para revistas do tipo a Avengers. Credo, olha a cara do Ares, aquilo é medonho. Ele não sabe desenhar rostos ou o quê? Enfim, pelo que eu tenho lido no Marvel616, Miolos, Newsarama... você foi um dos poucos que gostou desse tipo de desenho na revista. Realmente não entendo de arte em si, mas o tipo de desenho não me agrada.

    Eu, sinceramente, não gostei. Ainda não sei o porque, ao certo, mas não gostei do time, não gosto de vários dos personagens, e achei meio forçado o jeito que eles colocaram o Ares na equipe. Não funcionou como time, pra mim. Não gostei dos balões engraçadinhos também. talvez a minha decepção seja porque eu esperava que a New Avengers concentrasse esse tipo de humor enquanto achei que a Mighty fosse ser o tipo LJA, com supers e abordagem mais séria. Talvez se eu não tivesse esssa expectativa teria gostado mais.
     
    Última edição por um moderador: 13 Mar 2007
  7. V

    V Saloon Keeper

    Re: Civil War (2006 - Marvel)

    Que tipo de revista seria esse? Super-heróis coloridos enfrentando ameaças superlativas, a julgar pelo primeiro número. Não vejo como o Cho não seria adequado para algo assim. O estilo dele é certamente bem mais adequado pra esse tipo de coisa do que algo realista, por exemplo -- o que geralmente funciona melhor em títulos fundamentalmente urbanos (e.g. o trabalho do Maleev no Demolidor, etc).

    Uh... é? Pra mim parece perfeitamente normal. O que exatamente é medonho na cara do Ares? Que aspectos dela você considera os mais medonhos? Ela é medonha em geral ou em algum painél específico? Por favor, desenvolva, porque eu simplesmente não consigo enxergar de onde você está tirando essas teorias malucas.

    Minha hipótese é: ele sabe desenhar rostos. Continuarei acreditando nela até ver evidências empíricas do contrário.

    Mais um bom motivo para eu continuar ignorando a existência desses sites completamente.

    Sinceramente, isso soa como preconceito. O Cho provavelmente tem um estilo diferente do que você está acostumado, mas eu te garanto que ele é totalmente competente nesse estilo. É um estilo expressivo, dinâmico, colorido, pop, divertido, sexy, não tem o que não gostar.

    Releia e pense, porque eu acredito que você esteja sendo extremamente precipitado e possivelmente influenciado por opiniões lidas em sites compostos por opiniões possivelmente retardadas.

    Se manter esse nível, Mighty Avengers promete ser tão bom quanto New Avengers. Propostas diferentes, mas a mesma qualidade.

    Por que? O que há de errado com o time?

    Aliás, todo o ponto dessa edição foi o fato do time fazer sentido, tendo sido escolhido a dedo com propósitos definidos. Isso funciona tanto como uma conseqüência narrativa quanto como um comentário metalinguístico, Carol e Tony representando os editores/roteiristas com um título novo nas mãos, tendo que decidir quais personagens gerariam histórias mais interessantes.

    Tipo quais? Por que você não gosta deles?

    Vale lembrar que o conceito básico dos personagens em si é meio irrelevante considerando que o Bendis está escrevendo isso e ele não escolheria um personagem se não tivesse algo interessante em mente reservado pra ele (veja acima).

    O que teve de forçado? Foi perfeitamente explicado e coerente. Se há um cara desse disponível, por que não fazer a proposta, e por que ele não aceitaria?

    E você conseguiu concluir isso vendo o time em ação ao longo de uma (1) edição, sendo que boa parte dessa mesma edição consistiu no Bendis habilmente manejando todo o aspecto de “origem” inevitável numa estréia desse tipo, inserindo trivia de forma esperta e justificando a existência da exposição através de escolhas narrativas que a tornam parte da história.

    Sendo que eles ainda batem em monstros.

    Que balões engraçadinhos? Os chistes durante a batalha? Algo que está no cerne do conceito de super-herói clássico, que por sua vez é um dos conceitos fundamentais de Mighty Avengers?

    Eu acho que você está levando essa história de super-herói a sério demais. Digo, os caras usam colante, veja bem.

    Sinto informar que a sua expectativa não teve muito fundamento. Tanto a capa quanto os previews gritavam AÇÃO! DIVERSÃO! MONSTROS GIGANTES! Eles chamaram o Frank Cho pra desenhar, jesus. O que você tem contra humor, aliás? A presença dele não significa a ausência do drama. Aliás, tudo que o Bendis escreve tem ambos. Tipo a vida, saca.
     
    Última edição: 13 Mar 2007
  8. TT1

    TT1 Dilbert

    Re: Civil War (2006 - Marvel)

    Ai, caraleo, eu não queria escrever tanto. Era pra ser um resumo simples, não uma tese de mestrado, seu mala :blah:

    Uma revista que é o carro chefe dos "sérios e icônicos" pró registro. Tipo, esse era um trabalho pro Finch, pro McNiven... mas pra desenhos assim, tira completamente essa "seriedade" que eu esperava que a revista passasse. Não passou. Claro. O cara parece, como eu falei, um desenhista daquelas paródias de filme, na MAD. Parece até a revista do Homem Borracha.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Vide Acima


    Preconceito é um pré conceito, ou seja, quando voce não conhece. Eu conheço. Estou vendo. Tipo, eu não gostei, não me agrada.

    Voce gosta. Seja feliz, cidadão :clap:

    Não.


    O time é ruim. Wonder Man, Wasp e Black Widow são buchas. Sim, o time faz sentido, mas ele simplesmente não funcionou nesta edição 1. É um péssimo grupo, formado pelos fodões, mas acredito eu, o Bendis vai mostrar que time não se escolhe.


    Sim, eu sei. Mas enquanto ele não mostra a que veio, ele não está funcionando. Uma coisa não é requisito para outra, veja bem. Ele pode vir a funcionar um dia, mas por enquanto não.

    Por aquele motivo horroroso? Um Deus? Ah, claro. :roll:


    Voce está tratando meu argumento como se eu falasse por toda a série. Não, eu julgo simplesmente pela edição 1, que foi o que eu comentei, inclusive.


    Não, os pensamentos da Carol e do Tony Pinga, durante a escolha dos personagens. Mas é o que eu te disse, eu esperava outro tipo de proposta para essa revista, algo como o que eram os Vingadores antigamente. Essa decepção foi mal recebida por mim (e por muitos outros tb).

    Pode ser sim :think:
     

    Arquivos Anexados:

    • ares.jpg
      ares.jpg
      Tamanho do arquivo:
      21,3 KB
      Visualizações:
      76
    Última edição: 13 Mar 2007
  9. V

    V Saloon Keeper

    Você viu o que eu fiz com os posts? Levou uma meia hora.

    Não existe isso de "os sérios e icônicos". Icônicos pode até ser (e no caso a arte do Cho é totalmente adequada no sentido de resgatar essa qualidade icônica inerente), mas não existe uma distinção entre sério e não-sério nesses títulos dos Vingadores. Mighty Avengers não é nem totalmente sério nem totalmente cômico. É Bendis.

    Não. Finch e McNiven têm estilos muito opressivos e detalhistas pra proposta mais leve e aventuresca do título. O problema é que...

    ... você está julgando a coisa pelo que você "esperava" que ela fosse, e como eu já disse, considerando a capa e o preview não havia nada que indicasse que você devia esperar por algo über-sério.

    Não.

    , já que não era essa a proposta.

    Não. Não mesmo. Você está, eu diria, alucinando. Há um quê de uma estilização levemente cartunesca nas expressões, mas isso é um recurso amplamente utilizado inclusive em títulos menos fantasiosos (100 Bullets me vêm à mente) e está muito, muito longe de sequer chegar perto das caricaturas grotescas e painéis deliberadamente poluídos das paródias da MAD.

    Pare de fazer essa comparação, ela não faz o menor sentido.

    Não que haja algo de errado com o Homem Borracha, mas você está exagerando.

    Eu não vejo absolutamente nada de errado com esse rosto, ainda mais considerando que a maior parte dele está coberta por um elmo.

    Veni vidi. Mantenho minha posição.

    Acho que é possível que você não conheça de fato a arte do Frank Cho. Aparentemente esse foi o seu primeiro contato com ela. Não é absurdo deduzir que exista a possibilidade de que você a esteja julgando sem antes dar espaço o suficiente pra se acostumar (o que caracterizaria um preconceito da sua parte).

    Uau. Ok. Eu só estava tentando, sabe, ampliar seus horizontes. As limitações estão onde você as impõe. Se você quer continuar acreditando que existe apenas um jeito de fazer as coisas, vai fundo.

    Uau. Ok, então. Parece que você tomou sua decisão, o que torna toda a minha argumentação inútil.

    Eu suponho que agora você vá explicar porque o time é ruim.

    Os três tiveram participações importantes na história dos Vingadores, e, nas mãos de autores competentes, têm potencial tanto pra ação quanto pra interação (um ex-ator de Hollywood e uma ex-espiã da KGB? O Bendis vai fazer a festa). A Vespa inclusive foi líder dos Vingadores por mais tempo que qualquer outro personagem, então eu sinceramente não consigo entender como você pode ver ela como "bucha".

    Você está forçando. Essa edição 1 foi praticamente só porrada. Em que sentido o time não funcionou? Eu ainda não entendi isso.

    Aqui eu não entendi nem em termos semânticos.

    Os personagens que você citou nem fizeram nada além de bater em monstros e trocar chistes amigáveis. Como você pode dizer que eles "não estão funcionando"? Eu diria que eles funcionaram muito bem na sua função de bater em monstros e trocar chistes amigáveis.

    Qual foi o motivo horroroso? O que faz dele horroroso?

    É por isso que é divertido, entende? Ele é um deus, no entanto ele age como um humano.

    Também era assim na mitologia, se você quer saber.

    Eu não vi "argumentos" per se, só um monte de "não gostei", "não me agradou", "foi horroroso" e similares, mas é óbvio que eu não estava sequer insinuando que você está julgando a série inteira pelo primeiro número (o que não faria sentido, já que o primeiro número foi o único que saiu até agora). Eu estou dizendo que você não aproveitou a coisa pelo que ela é, e sim pelo que você queria que ela fosse, uma postura que geralmente leva a conseqüências desastrosas que não são de forma alguma culpa dos autores.

    Aquilo foi ótimo. O Bendis tem um excelente entendimento de como as cabeças desses personagens funcionam, e consegue trabalhar perfeitamente a dinâmica entre o que eles escolhem ou não dizer. Não vejo como diálogos (ou pensamentos, whatever) bem escritos possam ser um ponto negativo.

    O que você (e esses outros) entende(m) por "os Vingadores de antigamente"? Pra mim a dinâmica geral foi bem similar à dos Vingadores de antigamente, com direito a catástrofes globais, vilões retornando do limbo criativo, ganchos bombásticos no final, etc.

    :ahhh:
     
  10. Marco

    Marco may the force be with... wait


    Claro que o desenho do Ares está estranho, ele é homem. O forte de Frank Cho é desenhar mulheres!

    Eu acho que entendo o que o TT1 quer dizer neste caso do Ares, o desenho está sem profundidade. Ta certo que o Frank Cho tem um traço limpo e econômico, mas ele tem que usar um mínimo de luz e sombra para o desenho!

    A impressão que eu tenho é que olhos, boca, nariz e elmo estão todos no mesmo plano! Resumindo o Ares está com a cara chata! Isso causa a estranheza! Mas acho que o TT1 devia dar uma chance ao Cho!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

    Arquivos Anexados:

    • cho.jpg
      cho.jpg
      Tamanho do arquivo:
      79,5 KB
      Visualizações:
      286
    Última edição: 20 Mar 2007
  11. TT1

    TT1 Dilbert

    Esse desenho aí tá muito bom, hein? Mas voce apelou, porque é ruiva :lol:
     
  12. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Nariz? Tem um nariz ali? :eek:
     
  13. Marco

    Marco may the force be with... wait

    Pois não tem né... huahuahhahahua
    como eu disse faltou profundidade...

    Ares cara chata!
     
  14. V

    V Saloon Keeper

    Na verdade a tridimensionalidade dos lábios, do queixo e das bochechas está claramente simulada, de acordo com os meus olhos; além disso, na opinião dos meus olhos, o nariz parece achatado por causa do ângulo. Meus olhos também gostariam de ressaltar que este é um quadro pequeno e não tem como enfiar mais sombra ali, independente da estilização e PS o estilo do Cho em ilustrações finalizadas a nanquim é aplicado com a colorização em mente e meus olhos insistem que a não ser que eles estejam me enganando este exemplo consiste em (parte de) uma ilustração ainda não colorizada. Meus olhos sugerem que a cor provavelmente resolveu todos esses problemas inexistentes que os olhos de vocês estão vendo.

    O maior problema aí é o design do elmo em si, que não parece muito funcional. A parte que cobre o rosto é muito aberta e justa pra funcionar como algo além de um detalhe ornamental. Mas ele é um deus, então provavelmente poderia lutar pelado que não faria diferença.
     
  15. TT1

    TT1 Dilbert

    Na verdade não. Eu só coloquei essa imagem em preto e branco porque nao a achei colorida em lugar nenhum. Na revista tá uma bosta tb.
     
  16. V

    V Saloon Keeper

    Isso é o que os seus olhos pensam. :ahhh:
     
  17. TT1

    TT1 Dilbert

    Eles ainda estão pensando na ruiva aí de cima. :eba:
     

Compartilhar