1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

E se Fëanor tivesse o Um anel???

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Giliath, 8 Jan 2003.

  1. Giliath

    Giliath Usuário

    Galera eu estva pensando.

    E SE FËANOR TIVESSE SOBREVIVIDO E PASSADO O TEMPO O UM ANEL VIESSE CAIR EM SUAS MÃOS. COMO SERIA??? :roll:

    Bem, sabemos que o cara tinha uma teimosia do tamanho da Montanha Solitaria. Eu acho que o Anel o triplicaria isso (e o ego dele tb).
    E acho tb que ele se sentiria mais forte do que os Valar e tentaria tomar satisfação por tudo de ruim que ELE achava que os poderes tinham feito com ele e os de sua casa.

    :lily: Viajando :lily:
     
  2. Turambar_theOld

    Turambar_theOld Usuário

    Montanha Solitaria........ eu acho que ta mais para Caradharas

    A Sei la se Fëanor tivesse tado na Ultima Aliança acho que ele não teria muita dificuldade em Matar Sauron ( lembrando-se dos Balrogs ) e ele pegaria o anel , e sem duvidas não o destruiria, e se alquem tentase impedi-lo ate mesmo com palavras ele mataria, podendo ate mesmo vir a se tornar o Senhor do Escuro ( e se ele fosse o Sr Do Escuro eu ia ter muito + medo )
     
  3. Duke

    Duke Usuário

    Ele fundaria a Companhia Elétrica Silmaril. :lol:
     
  4. Olwë

    Olwë Usuário

    As silmarili eram objetos muito mais poderosos que o um-anel, e foi Fëanor quem as fez. Ele não precisaria de um-anel para derrotar Sauron, na minha opinião.
    Aliás, faltava-lhe pouco para rivalizar diretamente com os Valar. O próprio Morgoth tinha inveja dele.
    A diferença é que o um-anel foi feito com um tipo de "mágica" diferente da usada por Fëanor para criar as silmarili (se o plural estiver errado alguém me corrija). Fëanor usava sub-criação e Sauron, necromancia.
    Se Fëanor usasse necromancia (que difere da sub-criação pelo desejo de dominar no lugar do prazer de criar), seria um senhor do escuro muito mais terrível que Sauron.

    Mas para mim parece claro que isso jamais aconteceria. Ele era um elfo. Era essencialmente bom. As loucuras que ele fez não podem ser atribuídas a título de maldade ou vaidade verdadeira. Ele enlouqueceu e era orgulhoso, mas nunca foi realmente mau.
     
  5. Turambar_theOld

    Turambar_theOld Usuário

    Bom então vamos lembrar de alguns de seus atos de bondade, Cometer o assasinato de milhares de sua propia familhá para obter barcos ( O fraticideo), Ao chegar em Beleriand queimar os barcos para que seu propio irmão não os uzase forsando seu irmão sequir pelo Gelo Atritante ( CAusando outros milhares be mortes ), Se negar a seder as Silmarils aos Valar para que eles recuperaçem as arvotes ( essa eh a mais aceitavel ) ENTRE OUTRAS NÂO PODEMOS NOS ESQUECER !!!! .... como ele eh bonzinho !!! :grinlove: :grinlove: :grinlove:


    Ps: naum eh soh pq ele eh Elfo que ele eh bom ...... por exemplo o Cara que fez a espada negra o pai do Maeglin tb era elfo !"!!
     
  6. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Agora sim um tópico realmente especulativo! :obiggraz:

    Eu acho que o Fëanor era muito habilidoso, inteligente, o maior dos elfos e tudo... mas ele ainda era um elfo. Tão exagerando em muito as capacidades dele por aqui.

    Acho que de Sauron pra Fëanor já haveria um abismo de poder. Por maior que seja a Chama dele, Sauron era um Maia. Aliás, ele era O Maia. Cobriu a Terra Média de Trevas, criou trolls poderosos, orcs mais fortes... enfim, nos tempos da Última Aliança pode até ser que ele vencesse Sauron, como fizeram Gil Galad e Elendil, mas o da Primeira Era, acho que não...
    Certo, Finrod venceu, mas eu acho que era um caso diferente. Fëanor era tomado pela loucura, Finrod por motivos nobres. Isso conta.

    Se Fëanor tivesse o Um ia ser como a Galadriel disse que seria, e ainda mais terrível (e fazendo as devidas alterações de gênero :P )
     
  7. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Eu concordo em muito com o Olwë, principalmente quando ele diz que Fëanor não era mal. Mas não não vou me aprofundar muito nesse assunto, pq não é esse o tema do tópico, e isso já foi discutido em outros tópicos.

    Bem, acho que vencer Sauron com facilidade era uma coisa um tanto quanto difícil. Mais fácil, ou mais difícil, tudo bem, mas ainda era difícil. Afinal, era Sauron, discípulo de Melkor. :wink:

    Fëanor foi um cara que lutou contra os balrogs de Angband juntos, incluindo Gothmog, e até ser mortalmente ferido, continuou a lutar sem pestanejar. Esse é um feito que talvez nem mesmo Sauron conseguisse. Sauron era movido pela ganância, pela astúcia. Fëanor, era movido pela chama de seu espírito.

    Fëanor, era movido pela chama de seu espírito.
    Por isso, por esse motivo, que considero grandioso, creio que Fëanor, após derrotar Sauron na Última Aliança (se é que ocorreria a última Aliança) seria, sem dúvida, o primeiro a pensar em destruir o Anel.
    Oras, Fëanor não era nenhum fracote, nem tolo. Ele era poderoso e sábio, sim, ele era sábio. Acham mesmo que ele, o mais poderoso de todos os Filhos de Ilúvatar, não iria perceber a vontade de Sauron no Anel?
    Sim, ele perceberia, e provavelmente o destruiria rapidinho. Fëanor não era mal, e nem era tirano. Ele não tentaria ser o novo "Senhor do Escuro". Pelo simples fato de Sauron ser o principal servo de Melkor, já haveria suficiente motivo para Fëanor odiá-lo demais.
     
  8. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Não dependia da vontade da pessoa. Muitos sabiam do poder do Anel, alguns muito mais sábios do que Fëanor. Mas sabiam que independia deles, o Anel os controlaria, por melhores que fossem as suas intenções.
    Nesse caso completamente hipotético, Fëanor iria fazer como Isildur e guardar o Anel para si, como "herança" ou "tesouro de sua casa", e seria quase tão arrogante e egoísta com ele como foi com as silmarilli.
     
  9. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Então, mas justamente pelo fato de Fëanor ser movido pela chama de seu espírito que eu acho que ele não tomaria o Anel para si. Uma coisa deve ser lembrada, se Fëanor tivesse sobrevivido até o final da Segunda Era, ele não seria aquele mesmo Fëanor que vimos no começo da Primeira Era. Certamente ele estaria bem mais prudente, e, diga-se de passagem, até realizado, pois conseguiria ter estabelecido um reino a seu gosto na Terra-média. Isildur ficou com Anel também como compensação por sua perda, a perda de seu pai e seu irmão. Duvido que Fëanor que não perceberia que ele não deveria ficar com aquele Anel.
     
  10. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Não é questão de prudência e honestidade, Isildur era muito justo, apesar de nem se aproximar de Fëanor em sabedoria. Era dominação, o Anel não se deixava ser destruído por se tornar precioso a quem o possua, mesmo que com boas intenções. Não existe melhor exemplo do que o Gandalf. Mesmo ele não destruiria o Anel, ele um Maia, ainda mais sábio que Fëanor.
     
  11. Goba

    Goba luszt

    Olha pessoal, por mais que Fëanor se realizasse como disse Fëaruin Alcarintur, ele iria sucumbir ao Anel. Concordo com Maglor quando ele disse que pegaria o Anel como recompensa e que ele seria tão frio quanto como ele foi com as Sillmaril...

    Pensem, ele teria um poder grandioso em mãos, que ele poderia usar para fazer muitas coisas, como determinar um reino, destruir algum Valar ou até mesmo se proclamar soberano da TM (será que eu viajei?)!

    Alcarintur tb disse que ele perceberia o poder malévolo do Anel, porém creio eu que ele apenas perceberia isso após estar bastante dominado, e provavelmente não daria importância, até mesmo negaria isso quando dissessem à ele!

    Bem, é isso! :lol:

    Elen síla lúmenn' omentielvo! :beer:
     
  12. Giliath

    Giliath Usuário

    Eu realmente acho que Fëanor nem iria pestanejar em se vingar de quem fez mau pra ele.
    Lembre-se que o anel da uma falsa confiança para quem o usa, lembra, até Frodo se achou mais poderoso que o Sauron em uma das vezes que usou o Um.

    A necromancia usada na forja do Anel era do mais perito nisso em toda a Terra-Média, Sauron, e se Nenhum dos altos elfos nem sequer gostava de chegar perto dele, cito o exemplo da Galadriel, é possivel que a força dele era descomunal.
     
  13. Olwë

    Olwë Usuário

    Acreditar que Fëanor usaria o Um-anel de Sauron me parece algo tão improvável quanto imaginar que Aulë se deixaria seduzir por alguma das "criações" de Melkor. Isso por causa de motivação dos personagens. Aulë e Fëanor criavam (ou melhor: sub-criavam) pelo prazer de criar. Melkor e Sauron criavam (ou melhor: deturpavam) para subjugar e dominar.

    No meu post inicial eu já havia insinuado as considerações que pretendo desenvolver a seguir:

    A diferença básica entre o ímpeto criativo de Aulë e Melkor implica no fato de que Aulë criava pelo prazer de criar, enquanto Melkor "criava" (seria talvez melhor dizer "deturpava") coisas para obter objetivos práticos (sempre relacionados à aquisição de poder e à dominação e sujeição de outros) de maneira mais simples do que o trabalho duro. Aulë praticava arte; Melkor praticava técnica ou necromancia.

    A "magia" ao estilo de Aulë é a sub-criação ou "arte": ato de dar continuidade e produzir desdobramentos à Criação de Eru, pelo simples prazer de o fazer.

    A "magia" ao estilo de Melkor é a necromancia: ato de manipular a Criação para atingir objetivos pessoais (geralmente ilegítimos) com economia de energia. A necromancia é muito semelhante ao uso de máquinas e tecnologia, pois provoca o mesmo efeito: economia de tempo e energia, ao custo da degradação do mundo (poluição) e da subjugação da vontade de outras pessoas (o que, reconhecidamente, tanto a magia negra como a tecnologia industrial fazem, na visão de Tolkien) para o objetivo egoísta de uma só.

    Sauron fazia "magia" ao estilo de Melkor. Ele era um necromante. O um-anel era um objeto forjado para cumprir o objetivo de dominar os povos livres de Arda.

    Fëanor fazia "magia" ao estilo de Aulë. Ele operava sub-criação. As Simlirils eram objetos criados (inicialmente) pelo simples prazer de criar. Eram obras de arte. Elas eram puras no início e foram consagradas por Varda. Eram tão poderosas que ninguém (nem mesmo Aulë, creio eu) poderia reproduzí-las. Tamanha era a sua grandiosidade que Melkor as tomou para colocar em sua coroa, quando intitulou-se Rei de Arda.

    Ao que me parece, não há dúvida de que as Silimarils eram objetos muito mais poderosos do que o Um-anel. Um argumento que deveria resolver essa questão sem maiores divagações é o fato de que as Silmarils "pertenciam" a Valinor e foram feitas com matéria incorrupta, enquanto o Um-anel "pertencia" à Terra-média, já que havia sido feito com a matéria contaminada pelo "elemento-morgoth". Tanto é assim que a grande encrenca no Silmarillion era a circusntância de que, na visão dos Valar, as Silmarils deveriam voltar para Aman, e a grande complicação de O Senhor dos Anéis é que os Valar consideravam o Um-anel um problema da Terra-média, que deveria ser resolvido na Terra-média, sem interferência direta de Valinor (esse é o motivo de os Istari terem, a princípio encarnado em hröar e não fánar).

    O que pode dificultar a percepção disso no caso que estamos examinando é que enquanto as Silmarils eram feitas pelo simples prazer de criar, o Um-anel foi forjado com um objetivo preciso e específico: dominar a Terra-média.

    É mais ou menos como comparar a Torre Eiffel com um porta-aviões. A Torre Eiffel é uma criação muito mais grandiosa, mas um porta-aviões é muito mais eficiente para ajudar alguém ou uma nação a dominar o mundo, pois foi criado especificamente para cumprir esse objetivo mesquinho.

    Mergulhando nessa perspectiva tipicamente tolkieniana, poderíamos dizer que uma máquina de guerra como um porta-aviões é equivalente a uma obra de necromancia, ao estilo de Melkor ou Sauron. Por outro lado, uma obra como a Torre Eiffel seria "arte" ou "sub-criação" ao estilo de Aulë e Fëanor.

    Imaginemos o que Aulë faria se encontrasse o Grond (o martelo do sub-mundo, a arma de Melkor)... Ele o tomaria para si e o usaria para causar morte e devastação, ou o encararia com desgosto, ao ver tanto talento desperdiçado num propósito mesquinho? Eu acredito que Aulë sentiria até pena do metal...

    Da mesma forma: acredito que se Fëanor encontrasse o Um-anel trataria-o como um artista genial faria ao se deparar com uma máquina bem projetada para destruição em massa. Talvez admirasse a genialidade da concepção, mas reprovaria a finalidade do objeto e o destruiria tão logo a compreendesse.

    Fëanor criava como um artista e não como um técnico ou engenheiro. Tudo o que ele fazia era assim inspirado, como bem disse o Fëaruin, pela sua chama interna e não por objetivos mesquinhos. As Silmarils brotaram da sua criatividade, sem nenhum propósito específico. Ele se revoltou contra os Valar porque era impulsivo e não porque fosse mau. Ele queria destruir Morgoth (o rei ilegítimo) e não destronar Manwë, para usurpar o reino de Arda.

    Assim, imagino que se ele estivesse vivo no final da Segunda Era e enfrentasse Sauron, iria derrotá-lo, e ao derrotá-lo destruiria o Um-anel, compreendendo-o como uma parte de Sauron, desvirtuada para um propósito ilegítimo, ou seja: uma abominação (necromancia e não como arte) a ser eliminada.
     
  14. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Acho que o belo post do Olwë resume bem a questão q eu defendo: Fëanor não ficaria com o Um Anel. :wink:
     
  15. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Seu post foi muito bom, como de costume, Olwë. Mas eu tenho alguma coisa a dizer sobre a comparação de Feänor com Aulë, mas não vou me extender muito para não me afastar do assunto do tópico.

    Aulë fazia suas obras por prazer sim, e as dava de presente, sentia prazer nisso tmabém. Construía para que os outros apreciassem.
    Com Fëanor não era assim não, ele fez as Silmarils, mas as guardava em seus cofres bem guardados, só as mostrava aos seus filhos 8-) e era extremamente arrogante com elas. Quando as exibia era para engrandecer ainda mais a sua figura, para se mostrar poderoso. Se ele tivesse essa prestatividade assim, daria as Silmarils sem nem pensar para que as Árvores fossem salvas... Fëanor não usava a arte do Inimigo, mas era egoísta, arrogante e desejoso de poder. Aliás, isso me parece exatamente o que o Anel gosta. :D

    E mesmo que Fëanor fosse a mais bem intencionada das pessoas, como foi Gandalf, como foi o Frodo e Isildur, por mais que ele soubesse dos riscos do Anel, ele seria (facilmente, na minha opinião) corrompido.

    O problema é que eu não tenho certeza, não lembro onde. Mas se a memória não falha, Tolkien disse em uma carta. Frodo falhou em sua missão, mas ele falhou como qualquer um falharia. Simplesmente não se podia destruir o Um espontaneamente, ele dominaria o seu portador e tchum, "Eu não vou destruí-lo, ele é meu, eu o tomei por direito..." e por aí vai. :obiggraz:
     
  16. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    No início, antes de ser envenenado pelas mentiras de Melkor, Fëanor tb distribuía suas obras. E ele inventou como criar as pedras preciosas maiores que as da terra, e embelezou Valinor.

    Fëanor queria acabar com Melkor. Esse era seu primordial objetivo. De certa forma, ele queria, mesmo inconscientemente, ajudar os Valar a livrar o mundo do grande mal que era Melkor.

    Fëanor podia ser orgulhoso, arrogante, e etc e tal, ele até podia ser isso, mas lembrando mais uma vez, ele era assim pois era um dos únicos que dizia aquilo que realmente pensava, pois era movido pela chama do espírito. Uma coisa é certa, Fëanor não era nenhum mentiroso. A idéia de reinos na Terra-média, feitos a seu gosto, não surgiu somente na mente de Fëanor, aliás, ele provavelmente nem foi o primeiro a pensar nisso, pois ele nunca conversou com Melkor. Ele realmente revelou que aquela era sua vontade, movido pelo fogo de seu espírito. Ora, quantos mais fizeram isso? Quantos mais mostraram para os Valar, realmente, aquilo que queriam? E mais, os noldor não seguiram Fëanor apenas pela força das palavras dele. Claro que não. Eles também queriam aquilo, aquelas mesmas ambições que apenas Fëanor teve coragem de mostrar aos Valar.

    Como já disse, não concordo na hipótese de que Fëanor tomaria o Anel para si. Aliás, se fosse ele com o Isildur em Orodruin, se Isildur se recusassem, era capaz de Fëanor tacar o Isildur lá embaixo, só pra poder destruir o Anel.
    Mas daí, ao invés de reconhecido como alguém que fez de tudo para destruir o Anel, ele iria ser reconhecido como aquele que matou Isildur, tal qual é a implicância com o cara.

    Acho muito mais provável que Fingolfin se corrompesse com o Anel do que Fëanor, sinceramente. Fingolfin não era nenhum santo, e diga-se de passagem, nem sempre foi honesto. Será que ele seguiu Fëanor pelo simples fato das palavras que havia dito: "Tu serás o líder, e eu o seguirei" e pelo parentesco? Oras, acreditam mesmo que as palavras "Um reino a seu gosto" não repercutiram em nada na mente de Fingolfin? O único filho de Finwë que era sábio e ponderado era Finarfin, Fëanor e Fingolfin disputavam muito entre si.

    Eu acho que o único noldo além de Fëanor capaz de resistir ao Anel em tal situação seria Finrod Felagund. Fëanor, por sua chama interior, e Finrod, por sua nobreza realmente pura, muito mais nobre que Finarfin, na minha opinião.

    Se vcs acham que Fëanor seria dominado, imaginem Thingol então, que era mau-caráter em plena e sã consciência.

    E como o próprio Thingol disse, eu digo: "De Fëanor, só ouvi a história, que o descreve como realmente destemido.".
     
  17. Mithquendu

    Mithquendu Usuário

    Ele naum eh burro, ele destruiria, pois odiava Melkor e todos os seus servos!

    ps: valeu pelo discurso Fëaruin Alcarintur, eu acho o Fëanor um dos maiores personagens.
     
  18. Fernando

    Fernando Usuário

    [
    Eu acho que o Fëanor era muito habilidoso, inteligente, o maior dos elfos e tudo... mas ele ainda era um elfo. Tão exagerando em muito as capacidades dele por aqui.

    Concordo com a citacao acima. Acho que todo mundo tem esse pensamento por ter sido, Feanor, o responsavel por um monte de coisas boas e (inconcientemente) mas. Digo isso por ele nao ter tido nocao de que seus atos iriam causar tanta desgraca. Talvez ele esquecesse as silmarili se soubesse o que viria a acontecer por ele ter ido atras de Melkor para reave-las.
     
  19. Mithquendu

    Mithquendu Usuário

    Não esqueça que fëanor estava com ódio de Morgoth também por causa da morte de seu pai.
     
  20. Fernando

    Fernando Usuário

    Eu nao tinha lido a mensagem anterior a minha por isso vou escrever de novo. Acho que Mithquendu esta correto em sua posicao. Feanor odiava muito Melkor que destruiria um artefato produzido or um servo do Senhor do Escuro ainda mais um com essas caracteristicas de dominacao. Dominacao inclusive da propria raca de Feanor.
     

Compartilhar