1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Compatibilidade na escrita pode prever o sucesso do relacionamento

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Haleth, 27 Jan 2011.

  1. Haleth

    Haleth There's no such a thing as a mere mortal

    Sensacionalizei o título, mas é quase isso mesmo, rs

    Notícia do Estadão

     
  2. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Sei não, hein? Nora Joyce, esposa de James Joyce, era quase uma analfabeta funcional.... Mas sei lá, né.
     
  3. Feynman

    Feynman Usuário

    A ciência aponta padrões, porém é óbvio que exceções existem, e isso não infere diretamente em erro do estudo, apenas demonstra a complexidade dos relacionamentos interpessoais, impossiveis de serem plenamente mapeados.
    Por mais que a ciência busque, a certeza é que nada faz sentido.
     
  4. Haleth

    Haleth There's no such a thing as a mere mortal

    Jura??? oO
     
  5. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    vou ter q encontrar alguem q escreve muito "então", "gente", "muuuuuito"! e "pois é"? Vou colocar o anúncio no jornal:

    XD :rofl:
     
  6. Haleth

    Haleth There's no such a thing as a mere mortal

    E eu, de um que ache tudo, putz, super bacana. =)
     
  7. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Juro sim menina :sim:
    Ela inclusive não lia nada que o Joyce escrevia e tampouco dava pitacos ou coisas do gênero. Ela gostava de ler folhetins bem melosos, mas mesmo estes eram bem rarefeitos...

    Algum tempo depois da morte do Joyce, alguns jornalistas, maliciosos, tentaram se aproveitar da ingenuidade literária dela e perguntaram se ela prestava atenção ou se ao menos conhecia algum dos escritores que Joyce era rodeado por (Nabokov, Eliot, Pound, Beckett...); e ela respondeu:

    "Como se pode prestar atenção nos outros escritores quando se é casada com o maior de todos?"
     
  8. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    Hahaha, bem feito! Quiserem tirar uma onda com ela...
     

Compartilhar