• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Alfredo Bosi

Thorondir

Usuário
Da Wikipédia:
Descendente de italianos, Bosi é filho de Teresa Meli, salernitana, e Alfredo Bosi. Depois de graduar-se em Letras Neolatinas pela Universidade de São Paulo (USP), em 1960, recebeu uma bolsa para estudar na Itália, onde permaneceu por dois anos, na cidade de Florença.
De volta ao Brasil, tornou-se professor de língua e literatura italiana na USP, cargo que ocupou por dez anos.
Em 1964, escreveu a tese A Narrativa de Pirandello. Seis anos mais tarde, defendeu livre-docência com a tese Mito e Poesia em Leopardi.
Embora fosse professor de Literatura Italiana, Bosi sentia-se dividido por causa de seu grande interesse pela literatura brasileira, que o levou a escrever os livros: Pré-Modernismo (1966) e História Concisa da Literatura Brasileira (1970). Em 1972, Bosi decidiu-se pelo ensino de literatura brasileira no Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.
Foi vice-diretor do IEA - Instituto de Estudos Avançados da USP - de 1987 a 1997, ano em que passou, a partir do mês de dezembro, a ocupar o cargo de diretor. Entre outras atividades no IEA, coordenou o Programa Educação para a Cidadania (1991-96), integrou a comissão coordenadora da Cátedra Simón Bolívar (convênio entre a USP e a Fundação Memorial da América Latina), coordenou a Comissão de Defesa da Universidade Pública (1998) e presidiu a Comissão de Ética da USP (2000-04). Bosi é também editor da revista Estudos Avançados desde 1989.
Em 2003, Alfredo Bosi foi eleito para Academia Brasileira de Letras, ocupando, desde então, a cadeira nº12.
Alfredo Bosi é casado com a psicóloga social, escritora e professora do Instituto de Psicologia da USP Ecléa Bosi, com quem tem dois filhos, José Alfredo, professor de Economia, e Viviana Bosi, atual professora do Departamento de Teoria Literária da FFLCH/USP.

Como já disse, junto com o Antonio Candido é autoridade pra falar de literatura brazuca. Pra quem ainda tem uns impasses com a dita cuja, sugiro a leitura de "História concisa da Literatura Brasileira", da Cultrix. Indispensável pra estudiosos da área, mas não só para eles: admiradores da lit. brasileira também vai encontrar nessa obra um aprendizado imenso.
 

Lucas_Deschain

Biblionauta
[align=justify]Dele li e uso na minha pesquisa a obra Literatura e Resistência, que acho excelente. É legal a maneira como ele conduz a uma interpretação histórica de resistência dos escritos literários que subverte muitas análises superficiais. Recomendo.[/align]
 

Anica

Usuário
É, "História concisa da Literatura Brasileira" todo estudante de Letras acaba invariavelmente tendo que dar pelo menos uma consultada. Eu cheguei a comprar na época que estava na faculdade, e até hoje em dia tiro da estante para dar uma olhada. Mas uso mais como livro para consulta, nunca tentei ler o livro todo do começo ao fim.
 

Lucas_Deschain

Biblionauta
Fui descobrir os escritos de Otto Maria Carpeaux através do Bosi, já que ele costuma citá-lo bastante sobre os seus estudos de Literatura e História. Como pesquisador dessa área me beneficiei muito do que ambos escreveram.
 

Mavericco

I am fire and air.
Gigante! Um livro como O ser e o tempo da poesia é extraordinário, a ser colocado em pé de igualdade com os melhores trabalhos sobre poesia do século xx.

Uma pena que tenha sido por covid. Deixa um sentimento amargo na gente. Ruim. De que não era pra ter sido assim, que ele não merecia isso.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
No melhor estilo classicamente patenteado do Turgon sou obrigado a escrever "Nunca ouvi falar nele" e só fui saber quem é agora.

Pelo que percebi é amplamente muito mais conhecido por quem estudou ou gosta de Letras e/ou História, correto? Então ainda que seja um fato triste, espero que seu trabalho agora daqui pra frente seja mais conhecido e difundido, não ficando restrito basicamente a um nicho.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo