• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

D&D 3.5 A Cidadela sem Sol - O Resgate - [ON]

Al Dimeneira

Dungeon Master
Sigurd pensou nas palavras do goblin e começou a juntar algums informações na sua cabeça: Kerowyn Hucrele havia dito que os goblins da cidadela eram pacíficos, nunca tinham perturbado a cidade de Oakhurst. Os anões informaram aos aventureiros que expulsaram os goblins. Os anões tinham a pele cinzenta e os cabelos muito brancos.

Deveriam ser Duergars.
 
Última edição:

Zweger

Usuário
Sigurd

O velho pondera as afirmações do goblin com algum conhecimento que detinha e enfim compreende:

- Maldição, fomos enganados. Aqueles malditos anões são duergars! , diz, sentindo-se envergonhado por ter dado-se conta antes. - Precisamos retornar agora!

E, num ímpeto toma o rumo do salão onde encontrara os anões. a mão apertava o cabo da maça, presa ao cinto.

Lothar era personagem de outra campanha, hehe.
 

Felarhix

Usuário
O meio orc rosna com a afirmação do companheiro e com sua arma em punho retorna. Ele estava louco para testar o que aquela maldita poção havia feito em seu corpo. A primeira oportunidade que tivesse ele apontaria para um inimigo e tentaria algum movimento.

Dimena não faço nem idéia do que se trata aquela poção que bebi, vou tentar de todas as formas ativar quando tiver a oportunidade. Me ajuda opr favor. rs
 

Lyvio

Usuário
Demian tinha achado estranha a pele dos anões mas não havia se atentado, agora que tudo estava claro ele também se irrita por ser enganado, empunha sua foice e chama Corte, o aimal se aproxima de seu amigo e se posiciona ao lado enquanto avançam de vokta:

-Malditos Duegars!, vão sentir a força de minha foice!
 

Garudius

Nível 4
Alphars se viu atingido pela cólera do homem a sua frente e sem muito pensar empunhou sua espada e seguiu o grupo no encalço.

Como jogador, não acho prudente peitar os duergar logo de cara sem antes não termos ao menos solucionado a questão da missão que viemos fazer, que é descobrir o paradeiro do grupo que veio a cidadela antes de nós. Mas não será meu personagem que irá pensar em algo deste tipo, ele não é burro, mas ele é facilmente influenciável. Então nem pode contar com ele para pensar neste tipo de coisa.
 

urkon

Usuário
Rician

Rician propõe ao grupo continuar a busca pelos desaparecidos:
- Senhores... Não deveríamos aproveitar o auxílio do Meepo e continuar a nossa busca?

Rician continua a falar:
- Deveríamos deixar o acerto de contas para depois! Vamos atrás de nosso objetivo e depois apresentemos nossa força aos mentirosos. O que acham?
 

danielfclp

Ranger
"- Querem lutar contra 11 Duergars? Estamos em 6 sem contar este goblin moribundo..." - diz antes que partam.

"- Não vejo vantagem nem razão para atacarmos aqueles anões. Continuemos com nossa missão" - diz decidida.

Estava cansada de esperar, ansiava por continuar a missão. Precisava descobrir o paradeiro do fruto mágico - pensa consigo mesma.
 

Lyvio

Usuário
Demian Sorri e então fala:

-Nada que uma estrategia não resolva, há porta, podiamos ficar do lado delas e outro de frente atacava com o arco, eles só poderiam vir de um por um e então os mataríamos fácil... Eu treinei Muito tempo como Soldado, não sou apenas um druida da Floresta...Mas Não sou eu que irá contra a maioria, se não quiserem lutar agora com eles só posso lamentar, mas se um deles nos ver com o Goblin já saberá que sabemos e se deixarmos o goblin esperar sozinho, podemos perder um auxilio e tanto..

-O que vai ser?


Demian via muito mais pontos negativos que positivos em não ataca-los agora.
 

Zweger

Usuário
Sigurd

O velho estava obrigado por uma questão moral. Culpados deviam ser punidos. Não havia outra opção.

- Não trata-se de matá-los, mas eles devem pagar por seus crimes. Minha obrigação é que isso aconteça! , - Estejam preparados e protejam-se. Eu falarei com eles.
 

Felarhix

Usuário
O meio orc nem queria saber de conversa fiada. Ele não entendia nada de conversa e estratégia como os companheiros diziam. Ele apenas sabia usar seu machado e muito bem por sinal. Havia um poder dentro dele e ele queria utilizá-lo.

Assim que chegarem na sala ele irá erguer a mão em direção aos inimigos e ver se algum poder sairá de la, caso não ocorra ele irá segurar seu Falcione com as duas mãos e tentar transferir aquele poder para o Falcione e de sua arma para seus inimigos, tentando matá-los o mais breve possível.

(lembrando que o meio-orc não esperará negociação nenhuma, assim que chegarem no local ele atacará. Espero o seu aviso para rolar os dados Dimena.)
 

Al Dimeneira

Dungeon Master
O grupo marcha novamente para o salão do anões atravessando os corredores e salões por onde já haviam passado. A certeza não era uma unanimidade entre os aventureiros, mas alguns pareciam realmente obstinados.

Assim que adentraram o grande salão dos anões, o grupo encontrou uma cena bem diferente da sua visita anterior: Os anões estavam se preparando para batalha. Metade deles já estava vestida com pesadas armaduras de batalha e portava grandes machados ameaçadores. A outra metade havia vestido apenas as botas e calças de batalha, eles tentavam vestir a parte de cima da s armaduras quando os aventureiros chegaram.

Ragar, o líder dos anões vestiam uma armadura e batalha impressionante, o peitoral era o rosto de um dragão entalhado com grandes pedras vermelhas no lugar dos olhos, seu machado era enorme e sua lâmina brihava um brilho avermelhado.

Ele começou a falar alguma coisa com os aventureiros quando Rhudar se adiantou, apontou a mão para os anões e um imenso cone de fogo saltou de suas mãos engolindo a maioria dos anões.

Ataque sopro de dragão: [roll0]

O goblin fez uma cara de susto e imediatamente pronunciou algumas palavras incompreensíveis, uma escuridão sobrenatural o engoliu.


OS ANÕES CINZENTOS - Início do encontro

Situação:




Dubhe - Amarelo - 18 PVs
Demian - Roxo - 32 PVs
Sigurd - Verde - 31 PVs
Rudhar - Azul - 46 PVs
Rician - Branco - 30 PVs
Alphars - Marrom - 55 PVs

Anão 1 - 25 pontos de dano
Anão 2 - 25 pontos de dano
Anão 3 - 25 pontos de dano
Anão 4 - 25 pontos de dano
Anão 5 - 25 pontos de dano
Anão 6 - 25 pontos de dano
Anão 7 - 25 pontos de dano
Anão 8 - 25 pontos de dano
Anão 9 - 25 pontos de dano
Anão 10 - 25 pontos de dano
Anão 11 - 0 pontos de dano
 
Última edição:

Lyvio

Usuário
Iniciativa Demian:

[roll0]

-Não Vão Mais Nos enganar Anões cinzas malditos!

Dito isso Demian então saca uma poção amarelada de seu bolso e a bebe.

Corte por sua vez que estava ao lado do Druida tambéms ofre os efeitos da poção.

Então ambos avançam, Demina fica de frente para o anão 8 e Corte ataca o anão sete

Ataque de corte mordida:

[roll1]

Dano

[roll2]

Mecãnica:

demian bebe uma poção de proteção contra o mal e afeta corte por estra a 1,5m dele. +2 na CA e demais efeitos. Passando para Demian 17 e corte 20.
 

Zweger

Usuário
Sigurd

Estava desmascarada a farsa. Malignos como eram, os duergars simularam uma cena para convencer os aventureiros a entrarem no complexo, e agora armavam uma emboscada. Má sorte dos anões, que ainda encontravam-se nos preparativos quando o grupo os reencontrou, sedento por justiça.

Aproveitando a surpresa do cone flamejante, Sigurd ergue a maça, invocando proteção para o julgamento que estava por se iniciar.

Iniciativa
[roll0]

1. Invoquei Círculo Mágico contra o Mal: Raio 2q, centralizado no Sigurd, duração 50 min, +2 Ca, +2 saves.
 

Felarhix

Usuário
Iniciativa de Rhudar

[roll0]

O meio orc havia descoberto o que aquele liquido que bebeu fazia e esperava poder usar novamente mas não sabia se funcionaria. (Dimena posso usar mais uma vez? Se puder considere que Rhudar usou mais uma vez, caso não seja possível vou fazer a ação abaixo).

Rhudar abre um sorriso bizarro com o dano que havia provocado e agora empunha sua arma com as duas mãos atacando o inimigo nº 9 com a maior violência possível.

Ataque
[roll1]

Dano
[roll2]

Confirmando
[roll3]

Dano Extra
[roll4]
 

Garudius

Nível 4
Alphars pronuncia algumas palavras e sua espada é envolvida por um feixe luminoso que lembrava um raio, logo depois ele avança um quadrado na diagonal pra baixo e dois quadrados para frente, posicionando-se de frente ao duergar11 e o ataca.
[roll0]
[roll1]
[roll2]

OFF:
Não devo ter conseguido atingir o duergar, mas me confundi com os comandos e acabei postando duas vezes. Os resultados não foram somados tbm, mas eu somei e meu ataque foi 14 e meu dano normal foi 13.
 
Última edição:

urkon

Usuário
Rician

- Profanos! O Mal não prevalecerá! Receberão justiça pela espada!
Disse Rician enquanto parte para cima do anão 10 com sua espada

Ataque: [roll0]
Dano: [roll1]
 

Al Dimeneira

Dungeon Master
Os anões 5 e 6 avançam em direção a Alphars e atacam em conjunto com o anão 11:

Anão 5:

Ataque com machado: [roll0]
Dano: [roll1]

Anão 6:

Ataque com machado: [roll2]
Dano: [roll3]

Anão 11:

Ataque com machado: [roll4]
Dano: [roll5]

Os anões 2 e 3 avançãm em direção a Corte e atacam o animal junto com o anão 7:

Anão 2:

Ataque com machado: [roll6]
Dano: [roll7]

Anão 3:

Ataque com machado: [roll8]
Dano: [roll9]

Anão 7:

Ataque com machado: [roll10]
Dano: [roll11]


O anão 8 ataca Demian:

Ataque com machado: [roll12]
Dano: [roll13]

O anão 9 ataca Rudhar:

Ataque com machado: [roll14]
Dano: [roll15]


O anão 10 ataca Rician:

Ataque com machado: [roll16]
Dano: [roll17]


O anão 4 bebe uma poção e desaparece.


Ragar grita uma ordem de ataque e corre o seu deslocamento máximo, ultrapassando o combate e chegando à retaguarda dos aventureiros.

- - - Updated - - -

OS ANÕES CINZENTOS - Fim da primeira rodada

Corte ataca o anão 7 que estava sem sua armadura e crava seus dentes no braço dele.

Ruhar ataca o anão 9 que estava com uma armadura pesada e atinge o oponente, mas não parece ter causado dano algum.

Dubhe dispara contra Ragar(anão 1) e crava uma flecha em seu braço.

Alphars ataca o anão 11 que estava com uma armadura pesada, mas o oponente consegue se desviar.

Rician ataca o anão 10 que estava sem armadura e abre um enorme corte em seu dorso.

A escuridão que envolvia o goblin se deslocou na direção do corredor rapidamente e desapareceu.


Os anões 5, 6 e 11 atacaram Alphars e dois deles acertam o bárbaro causando grandes ferimentos.

Os anões 2, 3 e 7 atacam Corte e dois deles atingem o animal de forma avassaladora. O texugo não resiste aos golpes e desaba no chão. Ele estava morrendo.

O anão 8 acerta Demian, abrindo um ferimento em seu braço.

O anão 9 ataca Rudhar e atinge o bárbaro na perna.

O anão 10 ataca Rician, mas o machado se desvia no círculo mágico conjurado por Sigurd.



Situação:






Dubhe - Amarelo - 18 PVs
Demian - Roxo - 27 PVs
Corte - (-4 PVs)
Sigurd - Verde - 31 PVs
Rudhar - Azul - 41 PVs
Rician - Branco - 30 PVs
Alphars - Marrom - 37 PVs

Anão 1 - 28 pontos de dano
Anão 2 - 25 pontos de dano
Anão 3 - 25 pontos de dano
Anão 4 - 25 pontos de dano
Anão 5 - 25 pontos de dano
Anão 6 - 25 pontos de dano
Anão 7 - 26 pontos de dano
Anão 8 - 25 pontos de dano
Anão 9 - 25 pontos de dano
Anão 10 - 29 pontos de dano
Anão 11 - 0 pontos de dano
 

Lyvio

Usuário
Demian vê Corte Já Cair com dois ataque avassaladores, seus olhos arregalam-se com tamanha brutalidade tomado pelo ódio e tentando diminuir a superioridade inimiga ele então faz um passo de ajuste para trás e começa a pronunciar palavras de poder, uma fumaça começa a surgir tomando a forma de um Crocodilo, a criatura surge a frente do druida e ataca de imediado com sua poderosa cauda o Duegar 7:

Ataque do crocodilo om a calda:

[roll0]

Dano

[roll1]

Jogada para Estabilização sozinha de Corte:

[roll2]
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo