1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Turin Turambar herói ou vilão?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Erion Storm eyes, 17 Out 2007.

  1. Erion Storm eyes

    Erion Storm eyes Usuário

    :think: Qual o conceito que vcs tem desse personagem intrigante, expliquem o pq de suas opiniões.
     
  2. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Não o chamaria de herói, nem de vilão. No entanto, como não gosto de análises sistemáticas, diria que depende do prisma de avaliação. Por exemplo, no episódio da queda de Nargothrond (dentro deste contexto) ele é um vilão, seus atos originam catástrofes diretamente. No entanto, quando analisado em outros contextos, pode facilmente ser um herói. Essa dicotomia que dita a beleza das obras, o eterno conflito, fruto da genialidade na percepção do autor.

    Abraços.
     
  3. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Herói.

    Em Nargothrond ele não foi vilão. Seu orgulho estava grande, mas, nunca fez absolutamente nada para prejudicar alguém.
    Pois um vilão seria alguém que faça coisas de má fé. Gollum por exemplo, foi um vilão que destruiu o Um certo? E foi um herói por causa disso? Não.
    Ele foi um herói e um grande heróis. Seus atos sempre foram justos e corajosos.
     
  4. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    E o que entende por herói?
     
  5. Radagasth

    Radagasth Banned

    Ele somente sofreu as Maldições de Morgoth, foi um usado dos poderes de Melkor, um coitado na minha opinião.
    Poderia dizer que ele foi herói,pois matou Glaurung, mas também foi vilão pois matou seu melhor amigo.
     
  6. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Exato, precisa-se de algo para nos balizar-mos, de um contexto.
    Não podemos chamá-lo de herói, nem de vilão tratando holisticamente a questão.
     
  7. Tuor

    Tuor Usuário

    Eu diria que ele é um pouco de um e um pouco de outro. Herói, como Radagasth disse, por ter matado Glaurung e tantos outros orcs em diversas batalhas; mas foi vilão, pois trouxe ruína a alguns lugares. Mas tudo isso envolvia a tal maldição imposta por Morgoth à descendência de Húrin. Então é complicado de dizer...
     
  8. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Herói é uma figura arquetípica que reúne em si os atributos necessários para superar de forma excepcional um determinado problema de dimensão épica. Do grego ‘hrvV, pelo latim heros, o termo herói designa originalmente o protagonista de uma obra narrativa ou dramática. Para os Gregos, o herói situa-se na posição intermédia entre os deuses e os homens, sendo, em geral filho de um deus e uma mortal (Hércules, Perseu), ou vice-versa (Aquiles). Portanto, o herói tem dimensão semi-divina.

    Variando consoante as épocas, as correntes estético-literárias, os géneros e subgéneros, o herói é marcado por uma projecção ambígua: por um lado, representa a condição humana, na sua complexidade psicológica, social e ética; por outro, transcende a mesma condição, na medida em que representa facetas e virtudes que o homem comum não consegue mas gostaria de atingir – fé, coragem, força de vontade, determinação, paciência, etc. O heroísmo que resulta em auto-sacrifício chama-se martírio.

    O herói será tipicamente guiado por ideais nobres e altruístas – liberdade, fraternidade, sacrifício, coragem, justiça, moral, paz. Eventualmente buscará objetivos supostamente egoístas (vingança, por exemplo); no entanto, suas motivações serão sempre moralmente justas ou eticamente aprováveis, mesmo que ilícitas. Aqui é preciso observar que o heroísmo caracteriza-se principalmente por ser um ato moral. O indivíduo que seja um exemplo de superação; que demonstre virtudes típicas do herói; que seja vitorioso e que cause admiração poderá ser um ídolo, mas não necessariamente um herói. Observe-se, porém, que o herói pode ser um ídolo.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    :obiggraz:

    Turin tem muitas destas características certo? Ele sempre fora corajoso, justo, leal, destemido, etc.. e tambem pode ser considerado egoísta :lol:. Seu orgulho pode ser considerado algo ruim? Sim, mas sem dúvida seu caráter não pode ser contestado.
     
  9. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Exatamente, partindo da definação da Wikipédia (e que meu ego não morra por esse delito) não podemos afirmar que ele é um herói.
    Ele transgride a moral (incesto); por várias vezes não é justo. A vingança é uma fraqueza moral.

    No entanto, como disse em meu post anterior, jamais faria uma análise dentro desses preceitos, apenas usaria o contexto histórico em questão.
     
  10. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Ele foi incesto obviamente sem saber! Isso não faz dele um vilão? Ele não fazia idéi de que Niniel era Nienor. Ele cria que sua irmã estava em Doriath!

    Quando ele não foi justo? Ele pode ter sido impiedoso, mas Aquiles também foi impiedoso em alguns de seus atos e mesmo assim foi um herói.

    :rofl: Wikipedia!! Esse é o fim!

    Brincadeira mano!
     
  11. Radagasth

    Radagasth Banned

    Tolkien não se baseou na Wikipédia para relatar a história de Turambar, continuo a afirmar que ele sofreu as conseqüências da Maldição de Melkor.
    Ora herói, ora vilão.
     
  12. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Era só uma "brincadeira" Radagasth, como já coloquei, depende do contexto (assim como você expôs no seu "ora herói, ora vilão").

    Abraços. =]
     
  13. miharu

    miharu Wild~

    Eu diria que ele é um anti-herói.
     
  14. Radagasth

    Radagasth Banned

  15. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Já pensei por esse prisma, mas ele segue os preceitos de um herói, de honra, e todos mais. Ele apenas se vê enredado numa trama que o "suga" para atos não heróicos, em determinados contextos. Por isso não consigo avaliá-lo.
    Sendo que em certos momentos Mormegil é um herói, de fato, e em outros transgride a moral, mata cruelmente e injustamente (como no caso do nosso querido Manco de Brethil).

    Tudo depende do contexto.
     
  16. miharu

    miharu Wild~

    Considerando que ele muitas vezes foi vítima de seus instintos (como quando matou Beleg), eu sustento que ele seja um anti-herói. Ele produz feitos heróicos, como foi dito acima, mas também atenta contra o que um herói faria, ele não tem um proceder dos mais éticos ^^
     
  17. Erion Storm eyes

    Erion Storm eyes Usuário

    Penso assim tbm, pois ele é um ser humano imperfeito como todos nós e não um herói que só tem valores e nobreza inabalável como os paladinos de muitos contos de fadas, imbatíveis e sempre justos e honrados.:yep:
     
  18. elrohir99

    elrohir99 Banned

    Turin Turambar herói ou vilão? Ele é apenas humano, com todos os defeitos e qualidades dos homens. Ele teve uma vida ingrata, e como tal agiu mais com o coração de que com o cérebro.
     
  19. Danee

    Danee Demônio angelical

    Não considero ele vilão, porque em momento algum ele teve intenção de matar seu amigo, ou mesmo matar quem era importante pra ele. Ele não agiu com intenções ruins e acredito que tudo de ruim que aconteceu foi obra de Melkor. Mas considero ele herói em alguns feitos, como ter ido matar o dragão, porque fez com boas intenções e muita coragem. =]
     
  20. Roger

    Roger HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!!!!!

    Como já foi dito, isso depende do contexto em que se avalia Turin.
    Em minha opinião ele esta mais pra vilão, pois apesar de todas as obras de corajem e honra, existia nele um orgulho atroz, que combinado com a maldição de melkor fez dele uma espada de dois gumes para amigos, que frequentemente se cortavam com ela.
     

Compartilhar