• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Star Wars: Episódio IX – A Ascensão Skywalker (Star Wars: The Rise of Skywalker, 2019)

Bruce Torres

Let's be alone together.
Resumo do que sabemos até aqui: ainda tá longe (20 de dezembro de 2019) mas já soubemos que Colin Trevorrow (Jurassic World) caiu fora e o JJ Abrams volta. Carrie Fisher morreu ano passado e preferiram não trazê-la de volta em efeito digital. Aparentemente será filmado em 70/65 mm, tal qual Dunquerque e Os Oito Odiados. John Williams deve voltar. Abrams trouxe de volta duas montadoras/editoras que trabalham com ele há bastante tempo, Maryann Brandon e Mary Jo Markey.


[doublepost=1518711651,1518711545][/doublepost]‘Blade Runner 2049’ Art Director Joins ‘Star Wars: Episode IX’
Kevin Jagernauth
February 14, 2018 11:30 am

I’ll leave the debate about the merits of “Star Wars: The Force Awakens” to others, but J.J. Abrams‘ franchise re-introduction looked good, but also familiar. Part of the mandate of that film was leading audiences back into the galaxy far, far away without too much disruption. Rian Johnson was more free to toss out the rulebook with “Star Wars: The Last Jedi,” creating truly stunning imagery that brought a contemporary spirit to the saga without losing the original flavor. The visuals were bold, and the design pushed the envelope. And if you feared that Lucasfilm might keep things safe for ‘Episode IX’ in a bid to curry favor with dorks who like to complain, guess again.

Paul Inglis has been tapped as the Art Director on ‘The Last Jedi’ followup, and his credits are impressive. He was part of the team that created the stunning world of “Blade Runner 2049,” and Inglish also counts “Prometheus” and “Game Of Thrones” on his resume. Dude knows about dreaming up big environments, and he will be a key asset to assist the Production Design team. Of course, don’t expect a total departure from what we come to expect from a “Star Wars” movie, but it does suggest that Abrams wants to do a few new things when he returns behind the camera.

“Star Wars: Episode IX” is expected to begin production this summer, and it will open on December 20, 2019. [THR]

Fonte: https://theplaylist.net/blade-runner-2049-episode-ix-20180214/
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium


Star Wars 9 | Oscar Isaac promete muitas cenas entre Poe e Finn


Em entrevista para o Metro nesta segunda-feira, o ator Oscar Isaac falou brevemente sobre o aguardado Star Wars: Episódio IX, que será a conclusão da saga Skywalker nos cinemas.

Mais especificamente, o intérprete de Poe Dameron garantiu uma boa quantidade de cenas de seu personagem com Finn, vivido por John Boyega.
“Eu acho que a coisa que posso dizer que foi mais divertida pra mim, particularmente, foi trabalhar com John Boyega, porque tivemos muito mais para fazer nesse filme juntos e nós nos conectamos de uma forma ótima. Foi uma forma maravilhosa de encerrar pra mim, porque John foi a primeira pessoa que eu conheci nos testes de cena. Era só eu e ele. Então isso pareceu uma coisa de círculo completo”, disse Isaac.

O episódio final da saga Skywalker nos cinemas traz veteranos da franquia como Carrie Fisher (que terá imagens de arquivo utilizadas), Mark Hamill, Billy Dee Williams e Anthony Daniels.

Eles se juntam ao elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Adam Driver, Kelly Marie Tran, Matt Smith, Naomie Ackie, Dominic Monaghan, Keri Russell e Joonas Suotamo.

J.J. Abrams (Star Wars: O Despertar da Força) retorna para a cadeira de direção. Ele também assina o roteiro, ao lado de Chris Terrio (Liga da Justiça).

Star Wars: Episódio IX estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro.
 

Ana Lovejoy

Administrador
tem um pessoal no twitter falando que o título derruba a narrativa do rian johnson de q a rey era filha de zé ninguém e que ela é uma skywalker. mas: filha de quem? o luke foi babacão com a própria filha? a léia era mãe dela e não sabia? não faz sentido. eu acho que o skywalker do título é obviamente o kylo (e o arco dele vai seguir uma linha meio darth vader, com o vilão e então nos 45 do segundo tempo acaba se redimindo num esforço heróico e yadda yadda yadda).

(mas se falassem que a rey é kenobi eu acharia o máximo, meu problema não é exatamente derrubarem a narrativa de ela ser filha de zé ninguém, é mais que não consigo ver como ela pode ser uma skywalker)
 
F

Focr_BR

Visitante
tem um pessoal no twitter falando que o título derruba a narrativa do rian johnson de q a rey era filha de zé ninguém e que ela é uma skywalker. mas: filha de quem? o luke foi babacão com a própria filha? a léia era mãe dela e não sabia? não faz sentido. eu acho que o skywalker do título é obviamente o kylo (e o arco dele vai seguir uma linha meio darth vader, com o vilão e então nos 45 do segundo tempo acaba se redimindo num esforço heróico e yadda yadda yadda).

(mas se falassem que a rey é kenobi eu acharia o máximo, meu problema não é exatamente derrubarem a narrativa de ela ser filha de zé ninguém, é mais que não consigo ver como ela pode ser uma skywalker)
O kylo se redimindo e derrotando o palpatine? Ou o palpatine se redimindo e sendo um skywalker? :eek:
 

Haran Alkarin

Usuário
Nesse trailer vejo três pontos em que eles parecem querer reverter os erros de The Last Jedi:

A história forçada do item acima é praticamente a única questão que o filme aborda com respeito ao passado (à transição da trilogia clássica para essa nova trilogia), terreno que O Desperar da Força mal explorou e que eu esperava que fosse explorado nesse filme. Tenho a sensação que The Last Jedi pouco estava ligando em dar resposta às questões que aquele primeiro filme colocou e em dar continuidade à sua trama. Por exemplo, O Despertar da Força pedia uma explicação sobre o Snoke, quem ele era, porque era tão poderoso, como fez surgir a Primeira Ordem, como conheceu e seduziu Kylo Ren... Tudo isso é jogado pra debaixo do tapete, e o personagem é simplesmente descartado*
Ep. 9 parece que vai tentar reverter isso, afinal Palpatine não pode ser apenas um vilão episódico, decerto vai estar envolvido nas vilanias que aconteceram até então, isto é, com a Primeira Ordem e com o Snoke.

O Despertar da Força também pedia uma explicação sobre o passado da Rey... estabelecer, de última hora, que ela mal tenha passado parece uma resposta acochambrada: poderia ter funcionado no primeiro filme, mas segurar essa questão para o segundo filme e acabar resolvendo dessa forma, sei lá, para mim denota uma trilogia pouco interconectada, pouco pensada em seu todo, como se o segundo roteirista não quisesse seguir o que o primeiro vinha estabelecendo...
Talvez isso seja revisto... Mas mesmo que a Rey não seja um Skywalker, esse "não-passado" da Rey estava calcado na ideia de que a Força estaria "democratizada" e poderia aparecer em qualquer lugar, Star Wars não se trataria apenas da história dos Skywalker. Nesse filme, porém, o foco parece que vai ser justamente um Skywalker.

Outro exemplo desse abandono de conceitos é o personagem de Kylo Ren, que vinha sendo construído como um vilão falho, uma versão diminuta e imatura de Vader, o que era um aspecto bem interessante do personagem e que prometia desenvolvimento - mas esse filme acaba dispensando essa faceta, o que até poderia acontecer, mas aqui acontece sem grandes causas, significados ou consequências, acontece especialmente porque Snoke o provocou ("You are just a child wearing a mask"): ele deixa os chiliques e o capacete de lado, e torna-se meramente um vilão que deseja poder.
No trailer vemos Kylo novamente manipulando o capacete...

Mas enfim, não compro a mensagem que eles tentam vender no trailer, acho que erraram demais em The Last Jedi e não tem como consertar, no máximo vai ficar um bom remendo. Diferente de Animais Fantásticos, que tem três filmes pela frente....

Outro ponto é que se Palpatine está vivo, isso tende a estragar a interpretação de que Anakin trouxe equilíbrio à força no episódio 6, interpretação que julgo mais apropriada com o espírito dos seis primeiros filmes. Se bem que já estragaram até mesmo o Luke, então...
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium


J.J. Abrams explica significado do título de Star Wars: A Ascensão Skywalker


Os fãs finalmente tiveram o título do Episódio IX com Star Wars: A Ascensão Skywalker, iniciando uma onda de teorias para saber quem é o Skywalker do título, se é que há algum especificamente.

Em entrevista ao Yahoo, o diretor J.J. Abrams e a produtora Kathleen Kennedy comentaram sobre o título, e seu significado.

“No que diz respeito a títulos, esse filme tinha uma responsabilidade esquisita. Tinha que ser não apenas o título de três filmes, mas nove, e a ideia de incorporar histórias que vieram antes é – estranhamente – a história do filme”, diz Abrams.

“A Ascensão de Skywalker. Não responde nada. É provocativo. Ele faz perguntas e pode significar muitas coisas diferentes. Eu acho que isso é importante para nós. Não queríamos um título que parecesse contar a história. Ao mesmo tempo, precisa ser emocionante, o que é um desafio. E eu acho que a palavra Skywalker captura todos esses 40 anos que vieram antes”, complementa Kathleen Kennedy.

Star Wars: A Ascensão Skywalker traz veteranos da franquia como Carrie Fisher (que terá imagens de arquivo utilizadas), Mark Hamill, Billy Dee Williams e Anthony Daniels.

Eles se juntam ao elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Adam Driver, Kelly Marie Tran, Matt Smith, Naomie Ackie, Dominic Monaghan, Keri Russell e Joonas Suotamo.

J.J. Abrams (Star Wars: O Despertar da Força) retorna para a cadeira de direção. Ele também assina o roteiro, ao lado de Chris Terrio (Liga da Justiça).
Star Wars: A Ascensão Skywalker, estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Star Wars 9: Rey tem ligação com Palpatine, diz rumor

O youtuber Mike Zeroh, um fã de Star Wars, publicou em seu mais recente vídeo um rumor sobre Star Wars: A Ascensão Skywalker, o nono capítulo da saga. O influenciador garante que Rey (Daisy Ridley) tem uma ligação com o Imperador Palpatine (Ian McDiarmid) e ela será explicada no filme.
O rumor é de que o arco de Rey no filme terá a protagonista procurando por respostas sobre a sua família. É assim que a personagem encontrará uma base secreta no meio de um cânion.

Nessa base, Rey descobrirá segredos do seu pai. Ele, na verdade, seria um cientista responsável por clones no laboratório do planeta de Jakku. No local haverá até uma gravação de Palpatine, tratando sobre o processo de clonagem.

Ao decorrer do filme, conforme esse rumor, Rey descobrirá que Luke Skywalker (Mark Hamill) não conseguiu matar um dos clones do Império. Por algum tempo, será assim que Palpatine sobreviverá. Mas depois, o vilão permanecerá apenas como um espírito, esperando um novo hospedeiro.

Vale lembrar que, no momento, isso não passa de um rumor. O vídeo do youtuber pode ser conferido abaixo.


Star Wars: A Ascensão Skywalker traz veteranos da franquia como Carrie Fisher (que terá imagens de arquivo utilizadas), Mark Hamill, Billy Dee Williams e Anthony Daniels
.
Eles se juntam ao elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Adam Driver, Kelly Marie Tran, Naomie Ackie, Dominic Monaghan, Keri Russell e Joonas Suotamo.

Star Wars: A Ascensão Skywalker, estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro.
 
Esse filme provavelmente vai descartar o Episódio VIII. As questões abertas em "O Despertar da Força" serão respondidas agora: a ascendência de Rey e sua relação com a Força, o grande vilão, os cavaleiros de Ren, a queda de Kylo... Será uma trilogia de dois filmes.
 

Haran Alkarin

Usuário
Esse filme provavelmente vai descartar o Episódio VIII. As questões abertas em "O Despertar da Força" serão respondidas agora: a ascendência de Rey e sua relação com a Força, o grande vilão, os cavaleiros de Ren, a queda de Kylo... Será uma trilogia de dois filmes.
Sim. Tem três aspectos que eles, pelo menos nos trailers, estão descartando: (1) The Last Jedi tinha batido na tecla que a força estaria democratizada, Rey não era descendente de ninguém em especial e o foco não seria mais os Skywalker, mas o próprio título do filme remete aos Skywalker, (2) Kylo Ren parecia ter deixado de lado seu desejo de seguir os passos de Darth Vader, abandonando o capacete que lhe era característico, mas em um trailer vemos destaque ao capacete, (3) O vilão morrer sem dar explicações sobre sua origem dava a entender que um storytelling que remetesse ao passado não teria mais lugar, porém decerto deve haver alguma ligação entre o vilão e Palpatine. Esses três pontos passam a ideia de que os padrões e conceitos da trilogia clássica seriam superados. O que não é algo ruim por si mesmo, mas eles falharam em colocar algo no lugar, e o trailer parece tentar reverter isso... Enfim, tomara que façam uma "trilogia" de dois filmes mesmo, e permitam ao telespectador esquecer que The Last Jedi existiu. Poe Dameron, Leia Organna e Finn surgem na resistência, Rey meramente surge treinada pelo Luke, e por aí vai. De fato, Rey tendendo ao dark side remete a Luke no começo do ep. VI, que surge treinado mas numa zona meio cinza da Força, e a Anakin no começo do ep. III também...

Curioso que eles não colocaram nenhuma cena genuinamente do The Last Jedi, daquelas que se bate o olho e pensa "The Last Jedi!", só umas naves meio genéricas, e o Luke no escuro beijando a testa de Leia, mas tem que estar atento pra identificar, diferente das cenas de outros filmes que salta aos olhos, inclusive de A Ameaça Fantasma (!!): Darth Maul. Qui-gon, Anakin criança...

Revendo o trailer com essa vibe, dá até pra se empolgar. :lol:
 
Última edição:

Haran Alkarin

Usuário
Pois é, 1:05-1:06... mas considero isso com as "naves meio genéricas": quem assiste desaviado, sem estar com o The Last Jedi fresco o suficiente, não identifica imediatamente, poderia ser uma cena qualquer de The Force Awakens, Rogue One, Solo, etc. Eu só vi The Last Jedi uma vez no cinema, e só reconheci porque essa cena foi postada aqui na Valinor recentemente, do contrário tenho certeza que passaria batido... Seria diferente se fosse a cena de luta entre Luke e Kylo, por exemplo, assim como foi a cena de luta de Darth Maul no trailer... Ou se focasse na Leia flutuando no espaço, outro episódio marcante.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
O que Star Wars 9 precisa fazer para encerrar com chave de ouro a saga Skywalker

Por
Victor Gama
09/09/2019

Vendido como o capítulo final da saga Skywalker nos cinemas, Star Wars: A Ascensão Skywalker tem a difícil missão de amarrar uma história contada em nove filmes.

Com a trilogia original, a trilogia prelúdio e a atual, quase toda a história da franquia Star Wars girou em torno da família Skywalker. Ao longo de todos esses filmes, muitos furos de roteiro e mistérios acabam ficando sem resolução, o que coloca nas costas de Star Wars: A Ascensão Skywalker a obrigação de resolver essas tramas.

Em um artigo, o ScreenRant falou sobre todos os mistérios que Star Wars: A Ascensão Skywalker precisa resolver para encerrar a saga Skywalker.



Equilíbrio da Força e o Escolhido

Em Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma (1999), foi revelada a existência de uma profecia que dizia que um Jedi seria o Escolhido que traria o equilíbrio para a Força.

De acordo com George Lucas, criador de Star Wars, esse personagem é Anakin Skywalker, que traz o equilíbrio para a Força ao derrotar o Imperador Palpatine. Porém, com a compra da Disney e criação de uma nova trilogia, essa profecia pode ganhar um novo significado.

Já está confirmado que o Imperador Palpatine vai retornar em Star Wars: A Ascensão Skywalker, o que significa que a profecia do Escolhido provavelmente não foi cumprida ainda.

Será que Anakin era mesmo o Escolhido? Será que essa figura é Luke Skywalker? E Rey? Qual o papel dela na profecia? O que significa trazer equilíbrio para a Força? Essas são questões que o novo Star Wars tem a obrigação de responder.


Legado dos Skywalker e fim da jornada de Anakin

Luke Skywalker se sacrificou ao final de Star Wars: Os Últimos Jedi, e esse ato, ao que tudo indica, vai inspirar diversas pessoas pela galáxia. A Ascensão Skywalker também tem a missão de detalhar como o legado dos Skywalker – principalmente Luke e Leia – vai afetar a galáxia. Será que novos Jedi surgirão seguindo os passos dos Skywalker?

Além disso, o novo Star Wars também tem a missão de dizer como ficará a linhagem dos Skywalker, que pode continuar por meio de Kylo Ren – caso o personagem tenha mesmo uma redenção. O legado de Anakin também deve ser um grande foco do filme, já que a dualidade entre Anakin e Darth Vader nunca foi totalmente resolvida. Esperamos que uma aparição do fantasma de Anakin ajude nesse aspecto.



Os fantasmas da Força

Os fantasmas da Força estão presentes em Star Wars desde a trilogia original, mas ainda falta explicar muita coisa sobre eles. Afinal, até que ponto eles podem influenciar nos eventos do presente? Como eles podem ajudar Rey a derrotar o Imperador de uma vez por todas?

Mark Hamill, que interpreta Luke Skywalker, estará de volta em Star Wars: A Ascensão Skywalker, provavelmente interpretando a versão fantasma de seu personagem. Tudo indica que essa questão será finalmente respondida.



Por que os Skywalker são tão importantes?

É óbvio que os heróis triunfarão novamente em Star Wars: A Ascensão Skywalker – ninguém espera um fim diferente disso – mas a verdade é que o diretor J.J. Abrams precisa dar uma conclusão mais significativa do que isso.

Os sacrifícios de Anakin e Luke, a profecia, o escolhido… Tudo isso precisa ganhar um significado maior nesse novo filme. Uma conclusão pura e simples em que o bem vence o mal seria apenas uma repetição da história contada na trilogia original de Star Wars. A missão desse novo filme é conectar todos os eventos da franquia, trazendo um final conclusivo que responda todos esses grandes mistérios.
Star Wars: A Ascensão Skywalker estreia em 19 de dezembro.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$130,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo